[Resenha] O Hospital Hostil

O Hospital Hostil
Título Original: The Hostile Hospital (A Series of Unfortunate Events #8)
Autor(a): Lemony Snicket   
Editora: Seguinte                 Páginas: 232
Lançamento: 2004               ISBN: 9788535904512
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Um período especialmente infeliz se anuncia nas vidas aflitivas de Violet, Klaus e Sunny Baudelaire. Durante uma tenebrosa e exaustiva caminhada noturna, eles param diante do Armazém Geral Última Chance e decidem entrar para pedir ajuda.Eles não podem recorrer aos pais (pois os perderam num incêndio), nem à polícia (que estava entre seus perseguidores noturnos), tampouco a conhecidos (pois os irmãos têm conhecidos demais, o que é quase o mesmo que não ter nenhum).Depois da morte dos pais no incêndio, Violet, Klaus e Sunny se vêem sob os cuidados de inúmeros tutores, alguns deles cruéis, como o ganancioso e traiçoeiro Conde Olaf, o vilão que é o verdadeiro responsável por eles estarem ali, totalmente sozinhos no meio da noite, em frente ao Armazém.Violet, Klaus e Sunny resolvem passar um telegrama para o sr. Poe, um banqueiro que fora encarregado de cuidar dos órfãos. O sr. Poe nunca se mostrou especialmente eficaz, mas pelo menos ele não era cruel, não tinha sido assassinado nem era o Conde Olaf, e essas parecem ser razões suficientes para contatá-lo.Além de se safar de terríveis enrascadas, os Baudelaire ainda terão de suportar a estada no sinistro Hospital Heimlich e provar que não são cruéis assassinos. Esse é apenas o começo de páginas e páginas de situações desesperadoras, que contêm detalhes opressivos como um desconfiado dono de armazém, uma cirurgia desnecessária, um sistema de intercomunicadores, uma anestesia e balões em forma de coração.
O Hospital Hostil é o oitavo volume da saga azarada e perigosa dos órfãos Baudelaire. Neste volume de Desventuras em Série, Lemony Snicket retoma a jornada dos irmãos exatamente de onde paramos no livro anterior, com eles fugindo da cidade de CSC como os assassinos do Conde Olaf.

É, isso aí! O vilão virou vítima e as vítimas vilões. As crianças estão sendo caçadas por um crime que não cometeram e na verdade nem mesmo aconteceu (Olaf está bem vivo, obrigada), e precisam ir  para um lugar onde não sejam reconhecidas.

Pela primeira vez não há um adulto lhe dizendo para onde ir, afinal decidiram não recorrer mais ao Sr. Poe (tutor de sua fortuna) e lá vão os três contando apenas um com o outro e sem nenhuma ideia de como deter Olaf, salvar aos amigos que o vilão sequestrou e, claro, salvar a si mesmos.

Violet, Klaus e Sunny vão parar em um hospital e ali acabam descobrindo que existe um arquivo secreto sobre eles e os pais. Se acharem este arquivo podem ter respostas, mas quando o encontram a decepção é grande, já que as autoridades chegaram antes e apenas uma página dos documentos ficou para trás e mesmo esta única página, por fim, acabou enchendo de esperança o coração triste deles.

Este volume começa com uma boa promessa de mistério e o encontro do arquivo sobre eles traz algo de bom, ou pelo menos o  indício de que algo bom possa acontecer no meio de tantas desventuras. No entanto, em determinado momento, Violet é capturada por Olaf e sua trupe e Klaus e Sunny ficam praticamente toda a história bolando um plano para salvá-la.

Não vi grande evolução na jornada deles, apenas uma evolução na forma como os irmãos mais novos aprenderam a se virar sem a irmã mais velha. Fora isso, achei que permanecemos no mesmo lugar, ou melhor dizendo, que eles permaneceram no mesmo lugar e não estão nem perto de vencer Olaf.

Falando no vilão, ele quase não apareceu neste volume e foram seus comparsas que mantiveram as maldades ativas. Senti muita falta do ardiloso e vil homem durante a leitura.

O que me intrigou mesmo foi o narrador, que narra a jornada dos Baudelaire como se tivesse vivido aquilo com eles e eu tenho mil teorias sobre quem ele é de verdade. Desta vez até cogitei que seja um Olaf redimido e tentando justificar seus atos. Antes eu imaginava que era o Klaus adulto. Pode ser que seja outra pessoa, mas o fato é que esse narrador é um personagem importante e sabe muita coisa.

O Hospital Hostil foi o volume menos empolgante até agora e torço para que em O Espetáculo Carnívoro, os irmão encontrem muitas pistas para se salvar, que Olaf os aterrorize bastante ( eu adoro as peripécias do vilão, me desculpem) e que possamos ter parte das respostas do mistério que ronda a morte dos pais deles. E breve tem mais. 

Resenhas
2leep.com

8 comentários:

  1. Oi Sil.
    Eu espero ler essa série esse ano. Já li o primeiro livro e gostei bastante. Fico animada pelas continuações.
    Beijos.
    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  2. Olá, Cida.
    Eu gostei da série de livros, mas achei os livros todos parecidos, com o mesmo enredo em todos eles. Por isso acabei gostando mais da adaptação da Netflix, que aliás, estou no ultimo episódio hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Faz tempo que eu li essa série pela primeira vez, acho que aluguei os livros na biblioteca do colégio onde eu estudava. Lembro da raiva que passei com o Conde Olaf sempre ganhando. (Adultos dessa história, porque tão cegos?). Agora com a série da Netflix tenho esperança de desvendar alguns dos mistérios que não consegui com os livros (o autor dos livros trabalha na produção da série), mas Desventuras em Série é assim mesmo, né? Quando você acha que vai progredir, tudo regride.

    Beijos;

    Mente Hipercriativa
    FanPage Mente Hipercriativa

    ResponderExcluir
  4. Oi, Cida!
    Eu não li a série justamente pelo comentário da Sil ali em cima: o roteiro ser o mesmo, eles sempre fugindo do Olaf. Acho que iria cansar de ler isso em 12 livros!
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cida! Tudo bom?
    Ao mesmo tempo em que eu queria muito ler a série, tenho uma preguiça por causa do tamanho dela. Tô assistindo a adaptação da Netflix, espero conseguir ler o original algum dia - só preciso de tempo e paciência UHUHASUHASUHASUHASUH

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida!
    Eu acabei largando essa serie ainda no primeiro livro. Gosto muito de infanto juvenil, mas a pegada meio investigativa desse me deixa cansado. E eu acho repetitivo. Nao tive paciencia nem pra serie.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. esse mundo das desventuras é muito legal, eu adoro as propostas cada vez mais malucas pra essa trama
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ainda preciso ver uma adaptaçao do netflix,mas achei o livro bem interessante. adorei seu blog que ja estou seguindo. bjs bjs https://beperes.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!