[Resenha] Vingança em Chamas

Vingança em Chamas (Amanhã #5)
Título Original: Burning For Revenge (Tomorrow #5)
Autor(a): John Marsden 
Editora: Fundamento           Páginas: 232
Lançamento: 2011               ISBN: 9788576763673
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads|
Quando a única opção é lutar, não dá para recuar, e o medo se torna uma palavra proibida. Como num jogo de dados, a cada lance tudo pode mudar. Ellie, Lee, Homer, Fi e Kevin seguem em frente, resistindo ao poderoso invasor de seu país. Eles fazem de tudo para atrapalhar os planos dos inimigos, porém são pegos de surpresa! O destino prepara uma terrível armadilha, e os cinco jovens acabam dentro do grandioso aeroporto militar de Wirrawee, cercados por centenas de soldados fortemente armados e treinados para matar. A coragem, entretanto, fala mais alto. Os amigos colocam em prática um plano superaudacioso... e totalmente suicida. Lidando com conflitos internos, a saudade dos pais e de outras pessoas amadas que se foram - e também com uma dolorosa traição -, Ellie segue em frente. Seu mundo agora é um lugar insano, devastado pela guerra. Às vezes, sobreviver parece uma ilusão, um sonho impossível... mas a esperança não morre. Nem mesmo nas piores situações. Vingança em Chamas é o quinto volume da série que foi escolhida como a mais fascinante por jovens leitores nos EUA, na Suécia e na Austrália. Uma história que prende o leitor do início ao fim. Este livro vai ficar na sua memória para sempre.

Medo é o sentimento da vez…

No quinto livro da série Amanhã, de John Marsden, publicada no Brasil pela Editora Fundamento, reencontramos Ellie e os amigos atordoados depois dos acontecimentos que marcaram o livro anterior e sem saber direito se vão conseguir sobreviver mais algum tempo.

Embora esta série apresente capas com imagens que nos façam pensar em aventuras para crianças, eu alerto que não é nada disso. A série é voltada para jovens adultos, tem um teor de violência acentuado, mostrando um grupo de amigos que viu seu país ser invadido por um exército inimigo e seus familiares se tornarem praticamente escravos dos algozes. Eles escaparam porque estavam acampando na mata e agora agem secretamente para desestabilizar o inimigo. Usando de muita coragem e imaginação, já  ganharam pequenas batalhas, tornaram-se procurados e amadureceram com sangue nas mãos. Eles mataram e o grupo inicial está bem menor, pois muitos já disseram adeus. 

Como citei eles estão atordoados e considero este o livro onde a personalidade de cada um demonstra uma mudança mais gradativa. Claro que em cada livro eles evoluíram e amadureceram, mas agora estão agindo de forma inesperada. Ellie sempre dona da razão e mandona, está mais humilde e permitindo que outros conduzam o grupo. Ela que sempre foi a mente à frente de tudo, não sente mais a segurança antiga para motivar os demais. Lee que era sereno, foi tomado por uma sede de vingança sem igual. Hommer sempre brincalhão e menino, é agora um homem, ou melhor dizendo, um guerreiro. Acredito que Fi é a única que preserva a total sanidade ao passo que Kevin surtou.

Eu adoro a forma como Marsden trabalha seus personagens, sem dó nem piedade de forma que tudo se torne mais crível. É guerra e não existem paliativos. Então eles sofrem, se machucam, ferem, matam e morrem. E por ser tudo tão intenso e realista, eu me tornei fã da série desde o primeiro livro e a cada novo volume fico imaginando quem vai conseguir chegar ao final desta jornada vivo.

A narrativa permanece na voz de Ellie e notamos como ela está sofrendo para aceitar que a inocência e trivialidade dos dias que antecederam a guerra nunca voltarão. Ela constantemente compara situações atuais com experiências passadas e mais do que nunca pensa nos pais. É muito triste ver o desespero da garota por estar sozinha e ter perdido seus sonhos. O futuro para ela é a expectativa de viver pelo próximo minuto.

Este livro se concentra praticamente em uma única ação dos amigos, mas também foca na individualização cada vez maior de cada um deles. No começo sempre enxergamos mais Ellie, não apenas por ela ser a narradora, mas porque sempre foi a de presença mais ativa, entretanto isso mudou e os demais acabam tendo uma participação tão importante quanto a dela. Mesmo que não sejam mostrados seus pensamentos, suas atitudes os entregam e pela primeira vez eu duvidei que eles continuariam juntos, na verdade eu só vou descobrir isso no próximo volume.

Eu curti muito Vingança em Chamas e não foi a ação que me deixou sem fôlego, mas sim o abalo psicológico de cada personagem. O medo toma conta de cada um deles e ninguém quer admitir isso, a loucura é tanta que ataques sem chance de escapar são executados. O desespero contagia e comove. O final me deixou com uma sensação de  tristeza e perda, mas também foi inspirador  e corajoso, sendo que aqui Hommer roubou a cena. Faltam apenas dois volumes para concluir a série e não vejo a hora de conferir. Leiam!











2leep.com

8 comentários:

  1. Estou completamente apaixonada pela capa desse livro! Eu não conhecia essa série, mas eu adorei as capas e achei o enredo bem interessante. É o tipo de história que desperta o interesse do leitor. <3
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. eu tenho acompanhado um pouco pelas redes sociais e pelas resenhas que você traz, mas de verdade não é um livro que me anime muito
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Nossa, eu adorei as capas dessa série. E mesmo dando uma imprssão diferente do que parece ser, ainda assim eu pegaria para ler apenas pelas capas.
    Bom,achei interessante a premissa do livro e fiquei curiosa para saber o que acontece com esses jovens. Claro que desanima ver que são taaantos livros, mas mesmo assim é uma ótima opção.
    Beijos
    SIL ~ Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  4. Olá, Cida.
    Adorei a resenha. Eu ainda não conhecia essa série e já fiquei muito interessada. Mas é enorme hehe. Eu olhei a capa e pensei exatamente o que você falou, ainda bem que você avisou. Achei interessante essa forma realista do autor escrever, porque raramente os personagens principais sofrem alguma coisa física, é cada coisa incrível que acontece que não dá para acreditar hehe. Vou deixar anotado aqui para comprar.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Olá flor, tudo bom?

    As capas realmente são muitos chamativas, a premissa e realmente incrível e olha que não faz muito meu tipo de livro na verdade, mas a historia me chamou atenção apesar de fiquei um pouco perdida por não saber nada sobre o primeiro livro!

    Beijinhos

    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oie Cida =)

    Nossa essa série é enorme, não é mesmo? Confesso que a principio até tinha curiosidade em conhecer, mas depois que fui vendo a quantidade de livros desanimei um pouco. Estou fugindo de séries longas no momento.

    Quem sabe mais para frente eu acabe me animando e dando uma chance ^^

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  7. Cida!
    É uma série longa, porém parece interessante.
    Gostei de saber que tem trechos de violência e que nesse exemplar o lado psicológico das personagens é mais abordado aqui.
    “Só sei que nada sei.” (Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  8. Oi! Ual! Série q eu precisava! Adorei! Não conhecia! Qro ler loguinho! Bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!