[Resenha] Levana

Levana
Título Original: Fairest (The Lunar Chronicles #3.5)
Autor(a): Marissa Meyer   
Editora: Rocco Jovens Leitores            Páginas: 256
Lançamento: 2017                               ISBN:9788579803468
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Quem é a verdadeira mulher por trás da fascinante vilã que perpassa as histórias de Cinder, Scarlet, Cress e Winter? Neste spin-off da série de contos de fadas futuristas Crônicas Lunares, a autora Marissa Meyer revela o passado e as motivações de Levana, a cruel rainha que sonha em governar o povo de Luna. Filha mais nova ofuscada pelo brilho e charme da verdadeira herdeira do trono, sua irmã Channary, Levana teve o rosto desfigurado por queimaduras na infância e aprendeu a se camuflar, manipulando todos a sua volta com uma beleza fictícia. Assim, conquistou à força o amor de Evret Hayle, por quem sempre foi apaixonada, tornando-se madrasta de Winter quando ele perdeu a esposa no parto da filha. E seu próximo passo é tomar o trono definitivamente.

Sem spoilers da série.

Este ano descobri a série Crônicas Lunares e ao longo da leitura de Cinder, Scarlet, Cress e Winter me vi cativada e fascinada pelo universo mágico e original que Marissa Meyer criou para nos trazer uma versão moderna e esplendida dos contos de fadas. Ela repaginou as mocinhas e princesas já velhas conhecidas e as tornou independentes, emponderadas e capazes de salvar seus príncipes ao invés de ficarem a espera de salvação. E como todo conto de fadas não possui apenas mocinhos, temos também uma grande vilã que aterroriza todo mundo. Ela é a rainha Levana.

Quem leu a série viu como Levana era cruel e impiedosa e apenas no último livro tivemos um pequeno vislumbre do que a tornou uma pessoa tão má. Sempre que temos um vilão ele já é a maldade encarnada. Mas será que a vida toda essa pessoa foi assim? Será que não houve algo lá atrás que colocou a pessoa neste caminho? Em suma, como teve inicio a trajetória do personagem?

E este livro veio para nos apresentar uma Levana ainda jovem, apenas uma princesa que não tinha em seu futuro a responsabilidade de assumir um trono e por consequência transformar-se na maior ditadora das galáxias.

Quando eu soube de parte do que a havia tornado tão amargurada, senti pena  de Levana e entendi suas motivações para ser como era (não aceitei, apenas entendi, OK?), mas ao ler este livro percebi que lá no fundo ela era mesmo má e até mesmo insana.

A obra começa com a morte dos pais dela e a ascensão da irmã mais velha Channary ao trono. Levana não era próxima dos pais e sempre foi vítima da irmã. E quando digo vítima, considere isso literalmente. Ela foi profundamente ferida por Channary e precisava conviver com ela e obedece-la como soberana. Assim, sozinha e mais frustrada a cada dia, Levana foi sendo sufocada por inveja, ódio, rancor e uma extrema necessidade de ser vista como bela. Além disso queria ser amada e conduzir seu reino de maneira séria, não baseada em futilidades como a irmã fazia.

Levana era frágil a princípio, mas ardilosa, e começou suas artimanhas quando conseguiu possuir o homem que acreditava amar. Ele era um guarda do palácio e pai da nossa Winter (livro quatro). Deste momento em diante ela começou a ver que com um pouco de inteligência chegaria aonde queria e foi assim que tornou-se mais e mais maldosa e louca a cada dia e a rainha que conhecemos.

Eu que já estava bem satisfeita com os quatro volumes da série, me senti ainda mais valorizada como fã e leitora ao ter este livro em mãos. Foi uma oportunidade incrível de saber mais sobre o que antecedeu as aventuras de Cinder e o que fez com que o mundo virasse um caos. Quando você lê o primeiro livro dá de cara com uma realidade praticamente pós apocalíptica e lendo Levana finalmente sabemos o que causou tudo isso. É um belo complemento para a série. É um presente.

Além de uma Levana mais jovem, encontramos outros personagens já conhecidos e até acompanhamos o nascimento de Cinder, Cress e Winter. E por várias vezes me peguei pensando: “Então foi assim!”, “Nossa, foi pior do que imaginei!” “Gente, não posso acreditar"!”.

Em suma, mais uma vez Meyer conseguiu me surpreender e mostrar o grande potencial que o universo de Crônicas Lunares possui. A história de Levana é curtinha, mas possui muita ação, emoção, surpresas, sangue, amores, paixões, loucura e personagens femininas fortes e marcantes. Eu recomendo de coração! Leiam todos.

Confira.



2leep.com

9 comentários:

  1. Oi Cida!
    Ainda não li nenhum livro da série, mas tenho vontade.

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  2. Oi, Cida!
    Eu terminei de ler Cress esses dias e vou partir pra esse. Decidi ler na ordem de lançamento lá na gringa. Louca pra saber mais sobre a Levana.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio de aniversário do Balaio de Babados e O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Comecei a ler Cinder e não conclui a leitura
    o gênero é bem diferente do que costumo ler e acho q n estava num período bom p me aventurar hehehehe mais pra frente darei outra chance a série e qro conhecer o 'lado' da Levana!

    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, Cida.
    É tão legal quando amamos uma história e o autor se preocupa em escrever como tudo teve inicio. Eu ainda não li os livros, mas tenho bastante curiosidade em ler. Assim que der vou comprar, assim que ver alguma promoção deles hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida! Um luxo se sentir valorizada como leitor, adoro <3 Ainda não comecei a série, mas gosto bastante quando existe uma atenção aos vilões que são sempre personagens mais complexos e ás vezes bem melhores que os mocinhos hehehehhe adorei a resenha

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho acompanhado "As crônicas Lunares" resenha após resenha já faz um tempão. Sempre me pego querendo ler, mas a atitude falta hahhaha Gente, é muito livro para pouco dinheiro e tempo!!! Agora com a série terminada, me sinto novamente inclinada a começar a trilhar o cominha com as princesas modernas que salvam principes! Sua resenha me deixou com um gostinho de "preciso ler" na boca! Uma delícia esse gosto!

    Jaci
    Uma Pandora e Sua Caixa

    ResponderExcluir
  7. Tenho muita vontade de ler essa série de livros, sempre que leio postagem relacionada fico com mais vontade de ler RSRSR
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. acompanhei as resenhas da série e parece ser bem legal, ótimo ver que a autora deu uma atenção especial a vilã
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi! As capas são lindas e a proposta da série é bem interessante, transformar as princesas em mulheres fortes. Esse livro me lembrou malévola. Vou colocar na lista. Bjos ❤

    Click Literário

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!