[Resenha] O Morcego

O Morcego
Título Original: Flaggermusmannen (Harry Hole #1)
Autor(a):  Jo Nesbø
Editora: Record                    Páginas: 350
Lançamento: 2016               ISBN:  9788501076113
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Do submundo de Sydney às lendas aborígines, Jo Nesbø conduz o leitor por uma trama violenta e eletrizante, no primeiro grande caso de Harry Hole. O corpo de uma jovem norueguesa é encontrado em um rochedo no fundo de um penhasco. O caso intriga a polícia: a vítima apresenta sinais de estrangulamento e suspeita-se de violência sexual, mas não há qualquer vestígio de DNA ou impressão digital do criminoso. Para colaborar com as investigações, a Divisão de Homicídios da Noruega envia o inspetor Harry Hole à cidade. Junto com o policial Andrew Kensington, Harry se depara com um caso mais complexo do que imagina: o que inicialmente parecia ser um crime isolado é apenas mais um em uma série de assassinatos cometidos por todo o país, sem qualquer relação aparente entre si. Um serial killer está à solta na cidade e, para Harry, a caçada começou.

O Morcego é o primeiro volume da série Harry Hole, de Jo Nesbø, publicada no Brasil pela Editora Record. Está é uma série policial daquelas que em cada livro temos um caso diferente a ser investigado pelo detetive Hole e assim  eles têm um final fechado e conclusivo.

boneco_SAIDA_CURVAS.inddDá para ler tranquilamente separados, vejam que eu comecei pelo sétimo – Boneco de Neve – e me senti bem confortável com a leitura. O que ocorre é que você fica em busca de respostas por certos aspectos da vida do protagonista, querendo saber mais sobre seu passado.

Então chegou a hora de saber como Harry Hole tornou-se um policial tão competente e ao mesmo tempo uma pessoa amargurada e auto-destrutiva. Se você - como eu - , começou a ler a série pelos volumes mais avançados conheceu um cara perturbado, viciado e que muitas vezes deu a sua vida menos valor que uma moeda falsa de um centavo. Imaginem então minha surpresa ao encontrar aqui um Harry na faixa dos trinta anos, cheio de empolgação e até mesmo muito paquerador. Estamos falando do mesmo Harry?

Na Austrália, na cidade de Sydney, uma jovem norueguesa foi encontrada morta por estrangulamento após ter sido estuprada. Hole foi enviado para lá representando o país da moça e se aliou a polícia local para investigar o caso. Ele trabalha em parceria com com o policial Andrew Kensington e logo ambos desenvolvem uma relação de muita camaradagem enquanto desbravam o submundo de drogas, tráfico e prostituição australiano.

Andrew é um policial diferente e entre a busca de uma pista e outra apresenta para Harry pessoas peculiares e um universo que nosso protagonista acha tanto atraente quanto assustador. 

Hole não entende bem a razão de certos passeios que o colega faz questão que ele o acompanhe. Será que aquilo estava relacionado ao caso que investigavam? Preparem-se para juntar peças de um estranho quebra cabeças formado por fatos, lugares, pessoas e crimes.

Um livro de Jo Nesbø sempre é aguardado por mim com muita expectativa, a Record costuma lançar pelo menos um por ano e em 2016 tivemos a sorte de termos dois: O Morcego e Baratas. Assim,  cá estava eu super empolgada para saber sobre o começo da trajetória de Harry Hole e posso dizer que finalmente consegui entender como este homem tão perspicaz para capturar os mais perigosos serial killers, ganhou seus próprios fantasmas para lidar.

Harry é complexo, não se enganem como o cara descontraído que aparenta ser a princípio. Eu até achei que ele estava de boa com a vida, mas aqui e ali deu indícios da escuridão que o habitava e daquilo que escondia com muito pesar e vergonha. No entanto, ainda há alegria em Harry e chama de vida, tanto que até se permite viver uma paixão e foi bom ver pelo menos uma vez vê-lo feliz, mesmo que brevemente.

O Morcego é para nos fazer mergulhar na mente e alma de Hole e com isso achei que o crime ou melhor crimes não foram tão marcantes quanto os outros que ele já investigou. O serial killer da vez não é tão assustador, é doentio com certeza, mas já encontrei piores por aí. No entanto, não deixa de ser uma investigação incrível, com forte carga psicológica e que nos deixa muito perturbados com o quanto o ser humano pode ultrapassar limites, seja para o lado do bem ou do mal.

Eu nem de longe passei perto de acertar o criminoso, que até metade do livro age com parcimônia e depois perde as estribeiras e sai matando de maneira impiedosa e criativa. Toda vez que eu achava estar na pista certa o meu suspeito era assassinado e eu me via novamente sem chão. Jo Nesbø mais uma vez me enganou direitinho, embora revendo cada momento desta trama eu perceba que eu me deixei enganar, que as pistas estavam ali e eu vi o que quis ver, não o que deveria ver.

Os personagens são bem intensos e o autor permitiu que não só o protagonista tivesse espaço, mas também que outros ao se revelar acrescentassem algo de valor para a história, deixando a trama ainda mais cheia de emoções e dilemas morais.

Não é uma história feliz, Harry embora tenha chance de aproveitar em alguns momentos, sai deste caso derrotado. Ele captura o bandido, mas o preço que teve que pagar para sem bem sucedido foi alto demais. Estou curiosa para saber o que nos aguarda no próximo volume. 

Se você é fã de histórias policiais não deixe de conferir esta série, aproveita que os primeiros volumes estão aí quentinhos e mergulhem. Ainda que O Morcego não seja o mais impactante que li, cumpre bem seu papel de mostrar quem é Hole e para o que ele veio. Leiam!

Confira também as resenhas de: Boneco de Neve, O Leopardo e Sangue na Neve




2leep.com

12 comentários:

  1. Oi Cida, tudo bem?
    Adoreeei a dica.
    Não conhecia essa série, mas sou fã de romances policiais! Faz tempo que não leio um, vou ver se dou uma chance a O Morcego. ;)
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  2. Oi, Cida!
    Gente, eu via essa capa, mas não sabia que o livro era assim.
    Apesar de estar fugindo de séries, dá pra perceber que as histórias são meio independentes.
    Vou seguir sua dica e começar por esse, pra logo conhecer melhor o Harry.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Natal Literário
    Participe da promoção de três anos de Um Oceano de Histórias
    Participe do Sorteio de Final de Ano

    ResponderExcluir
  3. Oi querida,
    Acredita que eu dei esse livro de presente uma vez?!
    Não parei para ler nenhuma resenha dele. Adorei conhecer o livro, e gostei da sua sinceridade sobre a obra ♥

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  4. Não comecei ainda a ler essa série, mas claro que quero demais!

    Adorei a resenha!! Quero conhecer o Harry Hole logo ♥

    Bjks

    ResponderExcluir
  5. Adoro histórias policiais, estava comentando hoje mesmo com uma amiga que pretendo ler mais do gênero em 2017 pois em 2016 li pouco. Eu adorei a resenha deste, nunca tinha visto falar e a história me deixou mega curiosa... Vou ler com certeza. Obrigada pela dica! =*

    www.lendo1bomlivro.com.br
    @lendo1bomlivro

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida,
    Não conhecia o livro, mas achei a premissa dele bem interessante.
    Não leria nesse momento, pois tenho alguns na frente para ler antes.
    Adorei a dica.
    Bjs
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Adoro livros de séries policiais, pois sempre embarco na leitura de corpo e alma, e claro, nunca descubro o verdadeiro culpado. Já tinha ouvido algumas pessoas falando dessa série, mas não conhecia muito sobre o personagem. saber que ele está imerso em escuridão já me deixa ansiosa para ler o livro, pois me interesso por personagens assim e gosto de saber o desenrolar dele. Adorei a resenha, me deixou com gostinho de quero mais!

    Beijos,

    Gnoma Leitora

    ResponderExcluir
  8. Olá, Cida.
    Fico por conta que as editoras façam isso. Custa publicar os livros na ordem. A série do Myron Bolitar do Harlan eu comecei pleo último também e ele estava com uma pessoa, dai fui ler um dos primeiros e era outra. E isso sem falar no psicológico do protagonista que vai sendo moldado ao longo da série. Mas enfim, tenho muita vontade de ler os livros do autor já que amo livros do gênero e assim que der eu vou ler esse e os outros da série.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  9. apesar da boa crítica não é um livro que me instigue muito, o gênero e o enredo não me conquistaram
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Nossa, eu amo histórias policiais, mas preciso estar no clima. Os 3 últimos livros que li tinham violência contra mulher (1 estupro coletivo, 1 sequestro + estupro, e 1 agressão com um cinto nas costas), e eu não fazia ideia em nenhum dos 3 livros que algo assim aconteceria. Pode imaginar como estou querendo algo levinho no momento, né?! Mas a dica ficará anotada, com certeza!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  11. Oi Cida!
    Ainda não li nenhum livro da autora, mas que bom saber que é possível ler separadamente. Como eu gosto de livros policiais, quero ler.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bom?
    Então... gosto quando o autor dá destaque para todos os personagens e não só para o protagonista. Acho que por esse motivo, principalmente, irei curtir a leitura. Outro detalhe: A CAPA É MARAVILHOSA!!!

    www.estupefaca.com

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!