[Resenha] O Leopardo

O Leopardo
Título Original: The Leopard (Harry Hole #8)
Autor(a):  Jo Nesbø
Editora: Record                    Páginas: 602
Lançamento: 2014               ISBN: 9788501052780
o leopardo
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Ao trocar a fria Oslo por Hong Kong, Harry Hole encontra refúgio no ópio, no álcool e nos jogos de azar para fugir de sua antiga vida. Porém, por mais que ele tente se manter afastado, um sórdido assassino consegue trazê-lo de volta à realidade. Duas mulheres são encontradas afogadas no próprio sangue, e uma terceira é morta por enforcamento. A cobertura da imprensa provoca grande comoção na cidade. Não há pistas do assassino, a única conexão entre as mortes é o fato de que todas as vítimas passaram a noite em uma cabana isolada nas montanhas. Conforme a investigação avança, Harry tem certeza de que está lidando com um perigoso e implacável assassino, que escolhe suas vítimas a dedo. Porém, ele não imagina que, ao assumir o caso, coloca-se também na mira desse perigoso psicopata.

O Leopardo, de Jo Nesbø, livro oito da série protagonizada pelo detetive Harry Hole, é o segundo livro que leio do autor e posso dizer que mais uma vez ele conseguiu me fascinar com uma trama complexa e cheia de reviravoltas, onde não basta achar o assassino, o essencial é descobrir sua motivação.

Quando li Boneco de Neve (BN), não me senti perdida na história por não ter lido os livros anteriores,  senti falta apenas de saber mais sobre o passado de Hole, já que era o sétimo livro da série, contudo se você pretende ler BN leia antes deste, pois O Leopardo tem spoilers de seu antecessor e traz o próprio serial killer de BN para ajudar o detetive, embora não seja revelado seu nome, apenas é chamado por seu apelido. Confira  resenha aqui.

Logo nas primeiras páginas o autor já choca o leitor com um crime bárbaro, você fica apavorado logo de cara com a crueldade e sadismo do assassino, que faz suas vítimas ficarem tão desesperadas que elas mesmas buscam a morte. A Noruega mais uma vez está sendo assombrada por um serial killer e para pegá-lo a polícia precisa de um especialista, do melhor policial que a Divisão de Homicídios já teve, no entanto ele está bem longe dali, em Hong Kong.

Após enfrentar o Boneco de Neve, Harry Hole está despedaçado, os reflexos do caso anterior em sua vida pessoal foram muito grandes e ele abandonou a polícia, hoje é um cara viciado em drogas e bêbado; cheio de dívidas de jogo e sem nenhuma vontade de viver, mas com uma certa dose de persuasão (vinda de uma bela mulher) e aquele senso de justiça que está bem escondido dentro dele,  Hole resolve retornar e caçar o novo criminoso, mas não será tão fácil, já que o caso não é apenas algo para desvendar, é também um grande jogo político, pois duas divisões da polícia (a Krypos e a Homicídios) estão engajadas em dominar todas as investigações de assassinatos na Noruega e o detetive acaba sendo mais um peão nesta disputa de poder.

A narrativa em terceira pessoa é bem descritiva e essencial para que o leitor crie em sua mente os cenários e situações da trama, é uma característica do autor que muito me agrada, embora algumas pessoas acreditem que isso quebra o ritmo da leitura, ao meu ver servem para te dar as mesmas oportunidades do detetive na resolução do caso, na verdade você tem acesso a mais informações, pois pode acompanhar os passos do assassino. Falando nele, algumas partes da trama são em primeira pessoa, onde o serial killer compartilha seus pensamentos, vemos como ele deseja reconhecimento por seus atos.

Nesbø tece uma rede complicada de pistas e corpos, na metade do livro ficamos sabendo sobre o fato em comum que os une, mas a motivação é um grande enigma, pois por mais que a investigação avance nada faz sentido. E claro que a identidade do assassino é mais complicada ainda de descobrir, o autor adora criar possibilidades e enganar você, desconfiei de muitas pessoas e, com a grande quantidade de personagens que a trama possui, opções não faltaram. Não desvendei quase nada, em determinado momento eu estava tão confusa que a verdade evidente me pareceu tão absurda que não apostei nela.

É intrigante e cheio de reviravoltas, a história possui todos os elementos necessários para prender o leitor do começo ao fim, é um dos melhores thrillers policiais que li e também um dos mais sangrentos, os crimes são bem violentos e me deixaram muito impressionada, precisa ter estômago forte para encarar, mas nem por isso deixei de devorar o livro, que é relativamente grande.

Harry Hole é um detetive atormentado que luta pela justiça e busca punir os culpados, mas nem sempre segue caminhos convencionais para isso, leva vários tombos no caminho e passa por poucas e boas antes de obter sucesso (perde várias batalhas para vencer a guerra), na verdade nem posso dizer que ele consegue se sair bem, pois chega muito perto da morte ao encarar o inimigo e ganha sempre novas cicatrizes. Eu gosto dele por ser autêntico e não estar nem aí para agradar os outros, é cínico e cheio de defeitos, mas inteligente e eficaz. Harry Hole é um guerreiro.

Recomendo ela leitura para todos aos amantes de thrillers policiais, que além de apreciar uma boa investigação, curtem jogos pelo poder e também gostam de conhecer a fundo seus personagens, mergulhando em seus dramas pessoais. Nesbø é um mestre do gênero!





2leep.com

15 comentários:

  1. oi Cida, uau que livro hein?
    meio tenebroso, né?
    todo esse cerco de morte e investigação me revira o estômago só de pensar
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que resenha, Muito Boa!!!! Gosto demais de livro com esse gênero ainda mais com essa capa que é muito bonita!!

    http://criativare-leitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Resenha top ,Nossa So que o livro tbm mostrar que dizer mostram como se fosse a vida ,o passado sempre te condena.

    ResponderExcluir
  4. Parece muito instigante, realmente. Sempre quis ler Boneco de Neve e O Leopardo. Confesso que vai ser uma das minhas próximas aquisições.
    Ainda bem que a quantidade de páginas não é algo que se perceba, já que a obra é gostosa de se ler. Sem dúvidas fiquei atraída para conhecer mais um pouco sobre o detetive Hole, infelizmente não tem como ler nada, sou péssima no inglês e pegar um livro eu não entenderia nada haha. Mas lerei BN primeiro, como você recomendou. Adorei.

    ResponderExcluir
  5. Cida, minha querida, raramente me atrevo a thrillers assim, mas quando leio é pra valer! Confesso que gosto, mas sou mesmo medrosa e covarde... Tenho medo, aqui no caso, de tantos corpos, tem muita crueldade? Adoro as reviravoltas, mas um bom suspense tem que ser, acima de tudo, inteligente! Acho que é este o caso do Leoparo. Adicionado!
    Valeu pela dica.
    Beijooo!

    Nova resenha, A Vida Secreta das Abelhas:
    As Meninas que Leem Livros

    ResponderExcluir
  6. Confesso que não sou uma grande fã de thrillers policiais, na verdade fujo dele. Mas sempre gosto de ler as resenhas dos livros que ganham 5 estrelas, as pessoas quando se sentem satisfeitas com o livro passam a satisfação a resenha e a pessoa que ler fica feliz.

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Por que as editoras sempre lançam uma série policial fora de ordem??!!! Ô raiva!
    Não tenho muito estômago pra "crimes bárbaros", mas amo! Vai entender. hahahah
    Fiquei com muita vontade de ler esse livro, por ele ser cheio de reviravoltas e o autor nos enganar muitas vezes.
    Amei a resenha! Um abraço, Cida!

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o livro, gostei muito da sua resenha, gosto de histórias intrigantes sobre assassinatos, mistérios. Muito tempo não leio um thriller policial, e acredito nunca ter lido um tão ‘forte’, fiquei bem curiosa pela leitura, já quero a série toda!

    Obrigada pelo carinho. Feliz 2015! Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  9. Eu to com este livro aqui para ser lido,
    mas não sabia que fazia parte de uma serie.lerda rsrs.
    Agora vou ter que ir atras dos outros, para iniciar a leitura, mas pelo que vejo na sua resenha a serie é muito bem inscrita e o livro te prende do começo ao fim.
    do jeito que gosto.
    Adoro um bom thriller policial, ansiosa para ter o anterior e começar a leitura,
    beijos.

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida, juro que não imaginava que este livro era tudo isso. Se fosse apenas pela capa eu nem compraria, mas minha nossa esse livo é um grande "uau", gostei muito da resenha.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. sempre gostei de livros investigativos e acho eles perfeitos para curar uma ressaca literária de um bom romance para quebrar o clima, já tinha ouvido falar dos livros dele e agora me chamou mais ainda a atençao, bela resenha ><

    ResponderExcluir
  12. Nem imaginava que se tratava de uma série mas mesmo assim continuo interessada nesse livro. Parece ser um policial extremamente bem feito e que nos prende do início ao fim.

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bom?
    Adorei a resenha e é claro que estou louca para ler os livros do autor, ouvi falar muito bem, e desde que vi as resenhas sobre Boneco de neve me encantei pelo enredo, dica anotada, ler Boneco de neve antes de O leopardo.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  14. Esse livro já está aqui em casa e provavelmente depois de ter lido sua resenha, ele pulou todos os outros que estavam na frente. Eu amei O Boneco de Neve, foi um dos melhores thrillers que já li. Adoro o modo quase único do autor de por os pensamentos do serial killer, como disse... é algo bem instigante e ao mesmo tempo enlouquecedor para o leitor.

    beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  15. Já tinha ouvido falar desse livro, mas ainda não o peguei para ler. Depois da sua resenha, fiquei com vontade. Gosto de quando há uma pitada de mistério e que o leitor vai descobrindo junto com os personagens do livro. E nada como um serial killer para prender a atenção, né?

    Beijos.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!