[Resenha] Imperfeitos

Imperfeitos
Título Original: Crushed (Redemption #2)
Autor(a): Lauren Layne  
Editora: Paralela                  Páginas: 280
Lançamento: 2019               ISBN:9788584391387
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Será que Michael conseguirá encontrar um final feliz depois de ser rejeitado por Olivia? Uma comédia romântica surpreendente sobre como recomeços podem ser a cura para um coração partido. Quantas vezes um mesmo coração aguenta ser despedaçado? Essa é a pergunta que atormenta Michael St. Claire, o ex-bon vivant que, após ser rejeitado por Olivia e abandonado pelo melhor amigo, deixa o glamour nova-iorquino para trás e vai trabalhar num clube de tênis numa cidadezinha no Texas. Há um motivo secreto por trás dessa escolha geográfica: é lá que se encontram seu pai biológico e seu meio-irmão, Devon, que não fazem ideia de sua existência. O que o plano de Michael não previa era conhecer Chloe, a garota mais inteligente, sarcástica e original que ele já vira. Em pouco tempo, eles se tornam grandes amigos, e quando Michael descobre que Chloe é apaixonada por Devon ele resolve que irá ajudá-la. Mas será que dois corações rejeitados conseguem, juntos, construir um recomeço? Ou irão apenas se machucar, perdidos na eterna busca por aceitação e pertencimento?
Aqui é a Jô! Vem ler romance comigo. 

Imperfeitos faz parte da série Recomeços, de Lauren Layne, publicada no Brasil pela Paralela. A série nos apresenta os amigos Ethan, Olivia e Michael tentando se achar na vida amorosa e familiar. O foco central é o romance, mas há o devido espaço para que cada um deles resolva os problemas dentro de suas famílias.

Ethan e Olivia eram namorados e Michael o amigo fiel que sempre os acompanhava. Só que ele acabou se apaixonando por Olivia e o resultado foi que se envolveram e Ethan descobriu a traição. Deste momento em diante cada um seguiu um caminho. A trajetória de Olivia é abordada em Em Pedaços e a de Ethan em Como Num Filme. Imperfeitos vem para mostrar o que aconteceu com Michael após ser rejeitado e ter que deixar os dois melhores amigos para trás. Ele vai tentar descobrir mais sobre suas origens, afinal se não bastasse um coração partido, também descobriu que o homem que o criou não era seu pai biológico.

A história se passa numa pequena cidade do Texas e, Michael formado em finanças por uma excelente universidade de Nova Iorque, está trabalhando em um clube de ricaços como professor de tênis. Ele está mais do que dando aulas, está também transando com toda a mulherada que ensina. No entanto, sua aluna mais interessante ainda não caiu em seu charme. Kristin dá algumas aberturas, mas não cede. Ela tem um namorado desde a adolescência e não parece que vai preferir Michael.

Só que logo vamos saber que o interesse de Michael na garota é por conta do namorado dela. Não que ele esteja interessando romanticamente em Devon, a verdade é que os dois são irmãos por parte de pai e Michael acha que ali tem uma forma de conhecer o verdadeiro pai.

O engraçado é que Michael acaba conhecendo no clube a irmã de Kristin e vê em Chloe a pessoa que ele foi quando amava Olivia e era o amigo de Ethan. Ele não aceita que outra pessoa sofra o que sofreu e resolve ajudar Chloe.

Tudo começa com um programa de atividade física pesada para ela perder peso e ganhar confiança, seguido por alguns conselhos para que ela entenda que talvez amar o namorado da irmã não seja um bom negócio. Dia a dia, Michael e Chloe vão vivendo uma relação divertida de amizade e ódio, mas que lá no fundo faz bem aos dois. Juntos vão se ajudando na cura de antigas cicatrizes e em uma forma de encontrar novos caminhos.

Eu comecei esta série lendo Em Pedaços  e me apaixonei pela escrita de Lauren Layne. Gostei da forma que ela conduziu o romance, do espaço que deu aos protagonistas para se desenvolverem individualmente e dos assuntos paralelos que foram inseridos na trama para dar mais corpo ao enredo e fazer o pano de fundo ser consistente.

Em Imperfeitos a formula se repetiu e Michael e Chloe viveram muitas coisas antes de finalmente chegar na parte romântica da história. Eu torci pelos os dois desde o primeiro contato, vi naquela dupla que se alfinetava todo o tempo, que não concordava em nada, um casal cheio de potencial.

A autora não permite que as coisas sejam fáceis, há muitos desvios, muito a ser aprendido antes que eles entendam que podem dar certo juntos. O principal é que ambos gostam de outras pessoas quando se conhecem e até que isso mude nós leitores aproveitamos para ver a deliciosa aproximação deles e uma série de momentos muito divertidos.

Os dramas individuais de cada um, em especial no ramo familiar, são ótimos e até mesmo tão empolgantes quanto o romance.

Sobre a dupla, só posso dizer que os amei. O Michael até dá umas mancadas e faz besteiras, mas ele é um cara legal e no final ganha a nossa torcida. A Chloe para mim foi perfeita, gostei de sua personalidade, de seu humor peculiar e como não media palavras em seus comentários provocantes. Ela é sincera e eu aprecio gente assim. Se Chloe fosse real, queria que fosse minha amiga.

A leitura flui fácil, a trama é envolvente e os personagens carismáticos. O livro lembra aquelas comédias românticas antigas, boas de se ver com um enorme balde de pipocas, uma barra de chocolates e uma coberta quente. O clima que nos deixa é quentinho e de muito aconchego.

Você começa a ler e sabe que de uma maneira ou de outra Michael e Chloe no final vão dar certo, mas o caminho até lá é que vale. Neste caso o final também foi muito bem executado e será nostalgia pura para quem já leu os outros livros e se  apaixonou pelos outros casais.

Em suma, Imperfeitos é perfeito do começo ao fim. Para mim um dos melhores romances que li em 2019. Que venham mais obras de Lauren Layne. 





2leep.com

7 comentários:

  1. Oi Cida, eu gosto muito da autora e Imperfeitos não decepciona. Gostei tb, o casal tem uma ótima química.

    Bjs, Mi
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi Jo,
    O Michael que começou toda treta dessa série kkkk acho que é por isso que tenho certo receio de ter ranço dele ao ler. Mas, espero curtir tb.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  3. ainda nao tinha ouvido falar no livro, mas pela sua resenha parece mesmo muito bom e ja quero ler

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  4. Oi, Cida!
    Eu já conhecia a Lauren Layne e a escrita dela é bem gostosinha mesmo.
    Eu não li Em Pedaços, mas quero muito ler esse
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cida

    Ainda não consegui ler o livro, estou com muita coisa acumulada. Mas eu gostei bastante dos outros e acho que vou curtir muito esse também, apesar de achá-lo meio amigo da onça. Hahaha

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida!
    Rapaz, nunca li nada da autora, mas sempre vejo ótimas resenhas. Que bom que agradou tanto. To realmente precisando de um romance que me encante tanto assim. Esse ano ainda nao peguei nenhum.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá, Cida.
    Eu só vejo elogios a esse e aos outros livros da autora. Mas acredita que eles não me chamam a atenção. Acho que por ser enredos clichês que sempre tem em livros do gênero hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!