[Resenha] A Batalha dos Mortos

A Batalha dos Mortos  (As Crônicas dos Mortos #2)
Autor(a): Rodrigo de Oliveira 
Editora: Faro                        Páginas: 310
Lançamento: 2014              ISBN:  9788562409226
 ||Skoob||  ||Goodreads||
Ano 2018. À passagem de um planeta próximo da órbita da Terra, o que era para ser um dia de festa... Pessoas do mundo inteiro prepararam-se para um espetáculo astronômico mas o evento se transforma num pesadelo. Um dia após à maior aproximação do planeta, um imenso calor sobrevêm e 2/3 de todas as pessoas do mundo transformam-se em zumbis. Em São José dos Campos, um grupo cria um centro de refugiados para milhares de pessoas não infectadas. Eles reuniram condições de sobrevivência com água, alimentos e criaram uma grande fortaleza. Agora dedicam-se a encontrar outros focos de resistência e ajudar peregrinos do grande apocalipse. Eles não sabem, mas essa pode ser a maior comunidade de vivos na face da Terra. No entanto, próximo a eles, uma outra resistência - perversa e potente - também cresce. Um grande Comando do Exército é tomado por criminosos do presidio de segurança máxima de Taubaté. Eles resistiram aos zumbis, escravizaram outros humanos e, fortemente armados, se tornam uma ameaça letal à comunidade vizinha.Uma batalha está para acontecer. Um cerco para salvar vidas. E em meio a isso, inúmeras histórias de pessoas vivendo em situações-limite, muito além da sua imaginação.
A Batalha dos Mortos é o segundo livro da série As Crônicas dos Mortos, de Rodrigo de Oliveira, publicada pela Faro.

Nesta série um planeta conhecido como Absinto quase atinge a Terra, mas, praticamente no último momento, ele passa perto de nós e ao invés de causar um impacto fulminante, acaba causando uma mutação nos seres humanos transformando-os em zumbis.

No entanto, nem todos viram essas aberrações, um grupo de sobreviventes liderado por Ivan e sua esposa Estela, consegue salvar muitas pessoas e se organizar em um condomínio residencial. Ele lutam como podem para se manter a salvo, utilizando armamento militar, estratégias, esperteza e muita coragem.

O primeiro volume – O Vale dos Mortos – aborda a transformação do casal em líderes dos sobreviventes do interior de São Paulo e como foi a adaptação das pessoas a essa nova realidade.

Este segundo volume não começa com o casal de protagonistas, na verdade o autor que já havia mostrado que a praga de zumbis era em nível mundial, resolve expandir horizontes e com isso trazer novos e importantes personagens (só vem Jezebel). Então a trama se inicia apresentando Isabel, uma mulher que está sobrevivendo com outro grupo de humanos e que possui poderes extraordinários, parece coisa até de X-Men.

Essa jovem perdeu quase todos que ama, mas em outro estado do Brasil tem uma irmã gêmea. Ambas têm estes tais poderes e causam uma mudança muito interessante e intrigante no rumo da série.

Eu que já havia gostado bastante do livro anterior, simplesmente me vi gamada neste novo volume. Achei que aqui a história teve muito mais ação e emoção e ganhou contornos que mostram uma grande evolução. Não apenas os personagens cresceram, a história está tão cheia de possibilidades e seguindo por caminhos tão empolgantes, que nem posso imaginar o que os próximos livros nos reservam. Já sei de fonte segura que Senhora dos Mortos é ainda mais cheio de adrenalina e pela forma que este terminou eu acho que a coisa vai ficar muito insana.

Ivan e Estela não demoram para aparecer e logo Isabel passa a fazer parte do grupo deles, mas vou dizer uma coisa, embora tenha gostado muito da entrada dela e de Jezebel na história, não gosto nenhum um pouco da pessoa de Isabel. Ela é muito cheia de querer que todos movam mundos por ela. Na situação atual cada um tem que estar pronto para sacrifícios e ela só deseja que se sacrifiquem por ela e por seus desejos. Sei que é difícil ser racional, mas Isabel exagera no emocional, sendo assim alguém egoísta. 

O casal, como sempre, rouba a cena. Ivan, que achei um tanto convencido anteriormente, me deixou impressionada e feliz. Está muito mais maduro e desta vez aprovei em cem por cento suas atitudes, sou sua fã! E fora que mesmo no caos, suas ousadias são um bem-vindo alívio cômico e eu me diverti demais. Especificamente no capítulo 6 (O Coronel), que dei muitas gargalhadas.

Eu adoro o bom equilíbrio que o autor mantém na história. Ele mostra um cenário de caos e mostra o mesmo com seriedade. As batalhas tem o devido clima de tensão e os momentos de drama podem até fazer a gente chorar, mas também preserva bom humor e mostra que o ser humano é versátil e consegue ter esperança e até rir no meio de tanta tragédia. É realista, é mutável como a realidade  e assim nos faz acreditar totalmente nesta história, ver seus personagens como pessoas reais e em certos momentos temer viver algo semelhante.

A Batalha dos Mortos não caiu na maldição do segundo livro e eu gostei mais dele do que do anterior. Ambos são ótimos, mas este aqui leva a história para níveis mais elevados.

O apocalipse zumbi está longe de acabar.Tivemos até um aspecto de cunho científico neste volume explicando melhor o fenômeno e, infelizmente, não mostrando um futuro promissor para a humanidade.

O que será que vai acontecer agora? Saibam que Ivan esta prestes a enfrentar o seu desafio mais perigoso em breve. Ele pode esperar que vem um terrível monstro por aí! Recomendo.






2leep.com

11 comentários:

  1. Oi, Cida

    Eu me interessei por essa série desde que li uma resenha no blog da Silvana. Mas o autor nunca terminava de escrever e os livros são carinhos, nunca acho em promoção.
    Adoro zumbis e é um nacional, tem passagens no Brasil!
    E fiquei muito satisfeita ao saber que ele é até melhor que o primeiro.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida, tudo bem?
    Que bom que o volume não caiu na maldição do segundo livro. Apesar que sou suspeita. Adoro, por exemplo, o segundo livro da série Harry Potter e da trilogia Jogos Vorazes hahaha! :P
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  3. Oie Cida =)

    Como você sabe, eu não curto muito livros com essa temática, mas fico feliz em saber que a leitura do segundo livro dessa série conseguiu manter o mesmo ritmo do primeiro.

    Sempre fico com receio dos segundos livros, e por isso é interessante ler a sua resenha perceber que o ritmo da história se manteve atrativo e envolvente, apesar de zumbis não serem a minha praia rs...

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida,

    Vejo muitos elogios sobre essa série, mas ainda não tive oportunidade de ler. Que bom que a leitura continua boa.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida! Eu ainda não peguei essa série pra ler, mas fico feliz que não tenha caído na maldição do segundo livro!!

    Bjs, Mi


    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida.
    Muito bom quando um livro nos surpreende positivamente, ainda mais em se tratando de um segundo livro de série. A história parece ser empolgante.
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Não sou muito fã de histórias sobre zumbi mas que bom que gostou do livro e ele manteve um ritmo bom em relação ao primeiro
    Beijos
    https://focadasnoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida,
    Meu problema com esse livro só foi a Isabel.
    Fora isso, foi uma leitura bem eletrizante e com a Jezebel, o terceiro promete ainda mais!

    até mais,
    Nana e Leticia - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  9. Olá, Cida.
    Esse livro está longe de cair na maldição porque ele é ainda melhor que o primeiro. E o terceiro consegue superar esse. Estou com a série toda aqui na estante mas só li até o terceiro. Preciso terminar de ler logo e ver quem conseguiu chegar vivo no ultimo livro hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida!

    Eu sempre vejo resenhas muito positivas sobre esses livros, inclusive, um amigo meu é muito fã, mas sou sincero a dizer que não me animo muito para ler por se tratar de zumbi. Não tenho uma relação muito boa com essas criaturas sobrenaturais. Evito até séries com eles. Não curto muito, por isso, infelizmente não leria.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi, Cida!
    Menina, eu sou louca pra ler essa série! Todo mundo elogia.
    Gente, e esse lance que um povo vira zumbi e outro ganha poder?!?! Já quero saber!
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!