[Resenha] Sangue Por Sangue

Sangue Por Sangue
Título Original: Blood for Blood (Wolf By Wolf #2)
Autor(a):  Ryan Graudin  
Editora: Seguinte                 Páginas: 472
Lançamento: 2017               ISBN: 9788555340437
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Para o Terceiro Reich, a Segunda Guerra Mundial pode ter acabado, mas para a resistência a luta está apenas começando. Yael é sobrevivente de um campo de extermínio e tem uma habilidade especial é uma metamorfa, capaz de mudar a aparência física e assumir a forma de qualquer pessoa. Ela também é uma garota em fuga o mundo acabou de vê-la atirar e matar Adolf Hitler. Yael é a inimiga número 1 da Germânia e de seus aliados, e vai precisar se infiltrar no território inimigo mais uma vez se não quiser pagar com o seu próprio sangue. Em meio a segredos sombrios acompanhados por verdades obscuras, apenas uma pergunta paira na mente de todos do grupo de Yael o quão longe você iria por aqueles que você ama.
Visceral! Oi! Aqui é a Jô e estou gostando muito de ler duologias.

Lobo Por Lobo por si só já foi interessante e completo. Teve uma corrida mortal e alucinante, uma protagonista construída e desconstruída para se transformar em outra pessoa e, o mais surpreendente de tudo, um mundo onde Hitler venceu a guerra e o nazismo impera. Um mundo vermelho e banhado de sangue, que foi revelado e agora nos leva para o segundo volume da duologia, com um nome que caiu como uma luva, Sangue Por Sangue.  

A história é retomada exatamente de onde havia parado e reencontramos Yael lidando com as consequencias do plano que havia arquitetado com a resistência para eliminar Hitler. Nada saiu como esperado e agora ela vai cruzar Japão, Russia e muitos lugares até chegar ao coração da Alemanha e tentar, novamente, derrubar e extinguir o nazismo.

Nesta jornada tão cheia de sangue, violência e morte, a protagonista que foi uma cobaia em experimentos nazistas usa mais do que nunca a capacidade oriunda de tão traumática experiência. Ela é capaz de se metamorfosear em qualquer  pessoa e com isso se usa das artes dos disfarces para sobreviver um dia após o outro e lutar por sua causa.

A jornada de Yael é impressionante e eu não me via sendo outra vez surpreendida pela autora Ryan Graudin. Claro que esperava algo grande da sequencia de um livro que esbanjou criatividade e ousadia, mas nada comparado ao que encontrei em Sangue Por Sangue. Meu coração veio a boca vezes sem fim, não consegui ver sucesso na jornada de Yael e ainda assim, tal como ela, não queria acreditar que a vitória fosse impossível. Eu sabia que muitas mortes seriam necessárias, sabia que pessoas que havia me apegado não chegariam ao final, mas não estava nem de longe preparada para cada adeus que tive que dar e compartilhei com Yael a dor de deixar para trás alguém importante e ter que seguir em frente por um ideal, por uma missão que se bem sucedida libertaria o mundo.

Sem dúvidas os fatos reais inseridos na trama dão mais grandiosidade ao enredo e o torna mais crível, por mais que saiba que Hitler não ganhou a guerra, é impossível não sentir horror deste mundo fictício dominado por ele. Quanta dor, crueldade e maldade em cada página. Senti arrepios em muitas partes.

E se não bastasse o cenário dotado de tamanha engenhosidade para ambientar a história, a autora aposta alto nos personagens e coloca junto de Yael pessoas essenciais para o desenrolar dos fatos e desfecho da obra. Destaque para Miriam, Felix e Luka, especialmente para o último que ganhou meu coração. Yael também tem todo meu amor e foi gratificante vê-la se despindo dos mil personagens que vestiu durante toda a vida e finalmente se encontrar, descobrir a menina judia que foi jogada em um campo de concentração e destituída de sua identidade.

Estes personagens são vivos, falhos, falíveis e reais. Fáceis de amar ou mesmo odiar. Tal como cada elemento inserido na obra, são marcantes e reunidos fizeram desta leitura algo maravilhoso e inesquecível.  O primeiro livro é excelente, mas este segundo é incrível. Ryan Graudin não quis nos dar algo previsível e belo, mas sim algo mais brutal, dolorido e apesar de todas as controvérsias, cheio de amor e então, acho que no final, foi belo. Nota dez!  




2leep.com

5 comentários:

  1. Oi Cida,
    Que medo e meio polêmico o plot desse livro...mas, me deixou curiosa.
    Já adorei a protagonista, só pelas descrições.
    Espero ler a duo em breve também! Adorei as capas.

    bjs
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Jo!
    Menina, eu já vi tanto comentário positivo sobre essa série que já adicionei ela na listinha de leitura.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cida!

    Livros que envolvem a Segunda Guerra Mundial sempre chamam minha atenção, por isso, já inclui esta duologia na minha lista de desejados. É tão bom quando o segundo livro supera o primeiro, que já foi incrível! Estou curiosa para ler.
    Ótima dica!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, Jô.
    Quando isso acontece, do segundo livro superar o primeiro, é maravilhoso. Eu já tinha me interessado pela história antes, agora eu preciso ler ela. Eu gosto muito de livros que se passam na Segunda Guerra e essa ideia de Hitler ter vencido é chocante. Espero poder ler os livros logo.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oii Jô, tudo bem? Eu quero muito ler essa série,só vejo o pessoal comentando bem , já coloquei na minha lista pra ler.
    - beijos, Carol!
    http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!