[Resenha] Pegando Fogo

Pegando Fogo
Título Original: Up in Flames (Rosemary Beach #13)
Autor(a): Abbi Glines
Editora: Arqueiro                 Páginas: 224
Lançamento: 2017               ISBN:9788580417524 
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads|| 
Nan Dillon, a bad girl de Rosemary Beach, é uma garota imatura e egoísta que não tem outra preocupação na vida a não ser manter o corpinho perfeito. Só que Nan está longe de ser feliz: nunca teve o amor dos pais, o irmão adorado não tem mais tempo para ela, e Grant, o único homem de quem gostou de verdade, resolveu trocá-la pela meia-irmã dela. Então, quando Major Colt a convida para sair, ela não pensa duas vezes. Apesar de saber que esse texano charmoso e de fala mansa não quer nada sério, ficar com ele é melhor do que estar com as colegas fúteis ou passar as noites sozinha vendo televisão.Mas logo Nan fica farta do comportamento descompromissado de Major e, depois que ele a deixa plantada em casa mais uma vez, decide ir a Las Vegas para um fim de semana sem regras e sem limites. Lá, conhece Gannon, um empresário sedutor e perigoso que sempre diz exatamente o que ela quer ouvir. Quando Major vai atrás dela implorar por uma segunda chance e Gannon mostra que não é tão perfeito quanto ela pensava, Nan tem que decidir a quem entregar seu coração. O que ela não percebe é que os dois têm uma estratégia de longo prazo para ela - e já estão várias jogadas à sua frente.
Pegando Fogo é o décimo terceiro livro da série Rosemary Beach, de Abbi Glines, publicada no Brasil pela Editora Arqueiro e o livro traz o desfecho para uma personagem que esteve conosco desde o primeiro livro, Nan Dillon.

Se você leu a série sabe bem que estou falando da vilã da história. Nan foi uma megera, infernizou a vida de muita gente no decorrer desta série e foi muito odiada. Mas é impossível não desejar saber o que o destino reservou para ela após tantas maldades e até mesmo entender a razão de uma jovem bonita e rica, amada pelo irmão Rush, ser tão cruel.

A Nan que encontramos neste livro vem de peito aberto e resolve falar, desabafar e revelar quem é. Eu sempre senti raiva das coisas que ela fez, mas não nego que sempre a considerei a personagem mais bem construída de Rosemary Beach. Nan é forte e aqui fica claro que é uma sobrevivente do descaso e abandono. Eu não acho que suas atitudes mesquinhas tenham justificativa, não é certo de maneira alguma descontar nos outros nossas frustrações, mas eu a entendi e até admirei a força que teve para se mostrar sempre como uma rocha, embora  quando sozinha desabasse e tivesse sues profundos momentos de deprê total.

Eu gostei deste livro, eu curti seguir com Nan em sua busca por alguém que a amasse. Sabemos então como ela buscou fuga em relações casuais, no sexo, no luxo e em amizades fúteis. Em como foi má e agora está vendo que teve sorte de ser cercada de pessoas dispostas a perdoar. O Rush é um santo, assim como Blair e este casal é generoso com Nan e prova ser o mais perfeito casal de Abbi, sempre e sempre.

Pegando Fogo vem trazendo acontecimentos iniciados nos livros anteriores. Nan está colhendo frutos do que plantou e envolvida com Major (primo de Mase, seu meio irmão), que não quer nada sério e logo revela que está com ela por conta de um trabalho. É algo perigoso e Nan nem faz ideia de que está sendo usada. Para deixar tudo mais complexo, entra um segundo cara em cena e nossa megera se vê envolvida com os dois e analisando o que quer para si.

Trabalho ou não, vai rolar sentimentos e eu torci pelo acerto dela com Major, embora para ele o outro seja uma dura concorrência. O Major pode ser pilantra, mas o outro é rude demais. Prefiro o mocinho da fala mansa e peralta, do que o brutamontes. De um lado Major e do outro Gannon, ambos mentindo para ela, mas sentindo algo verdadeiro no final. A perua doida e má, que nem é mais tão má assim, é poderosa e vai ser disputada.

Em meio a este triângulo que adorei (para quem não sabe eu sou fã deste aspecto em romances quando a maioria do pessoal foge), há um bandido e muito perigo. Tiro, porrada e bomba literalmente. É emoção para lá e para cá, mas o forte mesmo é o revelar de Nan.

Assim como os livros anteriores há aquele drama de novela mexicana, momentos hot (chama o bombeiro), romance cheio de reviravoltas e uma narrativa que gruda, que te pega de jeito e te faz devorar o livro. Não são histórias que trazem ensinamentos, mudam nossa vida ou nos levam a grandes reflexões, mas divertem. Eu me emociono de várias formas com esse livros, seja rindo, xingando e até chorando. O fato é que me empolgo e sou viciada na escrita despretensiosa e viciante de Glines.

Apenas um aspecto me incomodou, além do jeito de ser de Gannon. Não vou dizer o que é por conta de spoiler, mas é algo que acho que Abbi não deveria ter feito com Major. Não precisava, o desfecho ainda poderia ser o que foi sem essa escolha para ele fazer.

Em suma, Rosemary Beach em seus treze volumes foi uma experiência de leitura deliciosa. Eu não sou tão próxima de livros com pegada erótica, mas Abbi não abordou só o lado hot. Ela deu vida para cada personagem, construiu um existência para cada um deles e lhes deu corpo, alma e futuro. São jovens em plena transformação, se encontrando, sendo encontrados, amando, sendo amados e tendo seus finais felizes depois de muito penar. É romance, é hot, é drama. É muito bom!

E para quem não sabe, não ficaremos sem Abbi em nossas vida Agora em janeiro chega nas livrarias Sem Fôlego, primeiro volume da série Sea Breeze (9 volumes). Obrigada, Arqueiro! :)





2leep.com

11 comentários:

  1. Oi Cida, eu gostei tanto desse livro! Mais do que eu imaginava que fosse gostar! E graças a Deus continuamos com a Abbi em nossas estantes heheheheh

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oiii Cida

    Eu tenho dois livros da Abbi pendentes pra ler, mas às vezes tenho preguiça porque sei que suas histórias tendem a se tornar longas séries e eu acabo desanimando. Mesmo assim quero conhecer a escrita da autora ainda esse ano, ja que ela é bem elogiada e muito simpática também. Vamos ver se gosto de como ela escreve e embarco em suas histórias.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  3. DÉCIMO TERCEIRO????????
    Meu Deus, eu li 4! HAHAHAHAHAHAHA Ou 3. Nem lembro, vou precisar reler tudo para dar continuidade.
    Abbi Glines é uma máquina de escrever, né?
    Beijos Cida
    estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. ainda não li nenhum livro da Abbi, mas sempre leio bons comentários então bate uma curiosidade

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cida!
    Eu não li nenhum livro dessa série, mas queria ler esse da Nan do tanto que já ouvi falar dela hahhahah
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  6. Oi, Cida

    Eu abandonei a série no segundo livro, infelizmente. Eu não abandono séries, é muito difícil, mas não curti os personagens nem o estilo da narrativa. Mas confesso que esse livro em questão eu leria, pq a Nan era uma vaquinha mesmo e eu quero saber o fim que ela teve! Hahahaha

    Beijocas
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida,

    Passei uma raiva com essa Nan nos outros livros que fiquei com muita raiva dela.
    Mas gostei da autora fazer esse livro para podermos entender melhor sobre ela.
    Dica anotada.
    Bjs e um bom Domingo!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  8. Nunca li nada dessa autora, parece-me bem interessante, um dia tenho que ver se leio algo dela =)

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida, tudo bem?
    Por algum motivo, essa série nunca me chamou a atenção. Isso que nem tenho problema com livros hot. Acho que tenho a falsa impressão de que é mais do mesmo. Mas acho que estou julgando errado, lendo sua resenha. ;)
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  10. Olá Cida! Tudo bem?
    Nunca li nada da autora, mas vendo você falar assim, parece ser ótimo! só tenho receio de ser muito hot e eu ficar achando chato ''/
    beeijo

    https://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi, Cida!

    Não sabia que esta série era tão longa, rs. 13 livros! Vi várias resenhas dos primeiros livros e achei bem legal, mas esse chamou ainda mais minha atenção, pois fiquei curiosa para saber como é a história da megera dos livros anteriores - mesmo não gostando de triângulo amoroso.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!