[Resenha] De Volta

De Volta
Título Original: Homecoming (The 100 #3)
Autor(a):  Kass Morgan
Editora: Galera Record          Páginas: 304
Lançamento: 2016               ISBN: 9788501106155
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Quando naves riscam o céu da Terra, os 100 sabem que mais pessoas estão deixando a colônia espacial. E esse pode ser o retorno definitivo da humanidade ao planeta. Glass sobreviveu à queda dos módulos de transporte. Ela experimenta as novas sensações de estar na Terra. Clarke, por sua vez, está comandando o resgate aos sobreviventes da colisão, mas não consegue parar de pensar em seus pais, que ainda podem estar vivos. Já Wells precisa encontrar uma forma de lidar com a nova ameaça à sua liderança. Os homens que detinham o poder na colônia estão decididos a manter a ordem na Terra segundo suas regras. Mas essa nova lei está longe de ser justa. Chegou a hora de os 100 lutarem por liberdade, em seu novo lar.

the 100, kass morgan,galera recordDe Volta encerra a trilogia distópica The 100, da autora Kass Morgan, publicada no Brasil pela Galera Record. Você pode conferir as resenhas dos volumes anteriores The 100 e Dia 21 aqui no blog.


Capa Dia 21 AG V4.inddNo primeiro livro descobrimos que a Terra sofreu um apocalipse nuclear e, para salvar nossa raça , alguns humanos passaram a viver numa estação espacial (Colônia). Após muitas décadas os recursos do local foram se deteriorando e uma volta ao planeta de origem se tornou inevitável. Para fazer um teste, os governantes da Colônia enviaram para Terra um módulo de transporte com cem jovens delinqüentes menores de dezoitos anos. Como eles estavam prestes a receber uma condenação de morte foram as cobaias, ou seja, eram dispensáveis.

Os cem conseguiram se sair bem e acompanhamos sua adaptação da Terra ao mesmo tempo que vimos a Colônia chegando ao fim.  Tivemos muitas surpresas pelo caminho, como saber que  nosso planeta poderia ter sido habitado bem antes e no final de Dia 21 os colonos finalmente resolveram voltar. Agora é chegada a hora de saber como foi o encontro dos cem com seus velhos conhecidos.

Todo leitor fica ansioso pelo final de uma série. Acho que é normal a alegria por ter chegado o momento de ver todas as pontas atadas e a tristeza por despedir-se de personagens aos quais nos apegamos. Sei que no caso desta história, por existir o seriado de TV, os fãs vão poder continuar acompanhando, mas trata-se de uma exceção. No geral é sempre o fim. Falando no seriado, eu comecei a assistir e parei por medo de pegar spoilers, então agora posso retomar e fazer comparações. Vocês assistem? Estão gostando?

Ok! Vamos ao livro três. Os protagonistas Glass, Clarke, Bellamy e Wells passaram por poucas e boas no decorrer da história e finalmente chegou a hora de terem seu descanso para construir uma nova vida. Certo? Errado! A chegada dos colonos colocou fim na organização que os jovens tinham estabelecido na Terra. Este novo grupo resolveu implantar as regras antigas de governo na Terra e os cem voltaram a ser vistos como criminosos. 

Que sufoco! Eu fiquei surpresa por ver a autora seguir por esta linha, pensei que seria um terceiro volume voltado para exploração da Terra e recomeços e me vi praticamente encarando a situação apresentada anteriormente: disputa por poder, a organização da comunidade, as separações entre amigos e inimigos e assim por diante. Entretanto, foi bem mais revoltante, pois ver os jovens sendo tratados como gente sem importância foi triste. Wells que governou como um verdadeiro líder foi considerado jovem demais para a responsabilidade e Bellamy que impediu muita gente de morrer de fome, foi considerado uma ameaça.

E como anteriormente a adrenalina correu solta, eu estava a menos de oitenta páginas do final e aflita, acreditando que não chegaria ninguém vivo na última página. Podem ter certeza que não vai ser nada previsível e a ação e emoção vão prevalecer.

Não foi como eu imaginei, mas ainda assim eu gostei de ver que o ritmo dinâmico foi mantido e a trama manteve-se empolgante. Os personagens sempre foram o ponto alto na minha opinião, adoro não ter ninguém perfeito aqui.

Todos cometeram erros, carregam muita culpa nas costas e mesmo assim precisam seguir em frente. Eles são extremamente humanos e vívidos, esta autenticidade que ganham por serem falhos permite uma proximidade com o leitor. Gosto de me colocar na pele de cada um e imaginar como agiria. É algo que deixa a história mais real.

Há no entanto pontos que eu gostaria que tivessem sido melhor trabalhados, como por exemplo a questão dos pais de Clarke, a dos Terráqueos rebeldes que causaram uma enorme confusão e depois foram deixados de lado e a personagem Glass. No caso dela, desde o livro um, eu queria ver qual seria a conexão com os demais. Analisando de um modo geral, fora uma interação ou outra, não impactou muito na trama, foi mais como uma história paralela quando poderia ter sido a peça para fazer toda a diferença. Um epílogo seria bem vindo para que o leitor pudesse saber como este pessoal seguiu adiante depois de tantos desafios.

A situação abordada é totalmente possível. Eu não duvido que um dia a humanidade possa causar um apocalipse nuclear e tenha que viver por anos a fio no espaço. Em algumas distopia o cenário não é tão crível, mas em The 100 é algo a ser considerado.   

Morgan ainda ressalta que mesmo após tanta destruição e quase extinção, o homem teima em bater nas mesmas teclas, persistir nos mesmos erros que levaram ao caos. A abordagem da natureza humana é forte e o título De Volta é bem sugestivo neste contexto. Seria de volta para casa? De volta ao começo, onde não aprendemos com nossos erros e vamos repeti-los? De volta para uma segunda chance? Fica aí para você fazer sua própria interpretação. Eis outro ponto da série que adorei.

Em suma, é uma trilogia que apresenta uma trama vibrante e imprevisível. Ação e emoção não vão faltar e com certeza é aquela leitura instigante, que te leva a virar página atrás de página sem perceber. Eu recomendo.

2leep.com

14 comentários:

  1. oi Cida, eu ainda não tinha visto esse livro circulando por ai! confesso que não me atrai tanto, primeiro por fazer parte da série que nem pensei em ler ainda e pelo gênero abordado
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie Cida =)

    Ainda não li nenhum livro dessa série, e nem assisti a adaptação para TV, mas depois de ler tantas opiniões positivas, já adicionei a série lá na Netflix e estou bem curiosa para conferir a história. Se eu gostar da série provavelmente vou querer ler os livros. Sim as vezes faço o caminho inverso, já que são tantas séries literárias para acompanhar rs...

    Beijos e um ótimo feriado;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  3. Oii Cida

    Fico feliz que a saga não decai à medida que avançam os livros. Já vi a série de TV e amei a adaptação. Sou curiosa pra começar esses livros, gosto muito de distopias e a história toda me intriga

    Beijokas

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  4. Oi Flor! Nossa, adorei essa resenha, e fiquei até surpresa, por que os comentários que ouço falar sobre a série de tv não são muito bons, mas pela sua resenha, os livros parecem ser muito bons!

    Jéssica Patrício - pitadadecinemaeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi flor esse livro parece ser uma leitura bem rápida que prende o leitor, na tinha ouvido falar da série e me pareceu ser muito boa, os personagens parecem ser bem fortes, me interessei muito, esse senario pós opocalitico parece ser muito bom também.
    Vou procurar a resenha dos livros anteriores, espero gostar de desfrutar dessa leitura.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Cida, tudo bem?

    Aii, eu espero que a gente não tenha que viver no espaço! hahahaa
    Eu primeiro fiquei sabendo da série, da qual assisti somente o piloto, e só depois que fui saber que tinha os livros. A história parece ser muito interessante, mas ainda não sinto TANTA vontade de ler. Acho que é porque o piloto não me conquistou tanto assim, tanto que nem continuei a série. Mas eu andei lendo umas resenhas muito positivas sobre a trilogia, então acho que o fato de eu não ter assistido a série vai ajudar, né, já que eles costumam mudar muitas coisas. Vamos ver...

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  7. Oi :D
    Eu li só The 100, que foi uma ótima leitura pra mim
    Mas como eu li um pouco depois de ver a série, foi só bom. Estava tão empolgada com a série que o livro não conseguiu superar.
    Não li os outros 2 que lançaram, mas está na minha lista
    Bj


    IG: @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li esse livro,mas já ouvir dizar que era bom,mas com essa renha perfeita vou ler com certeza,vou ver os outros tambem...

    ResponderExcluir
  9. Posso confessar que nos últimos tempos me sinto mais inclinada a começar trilogias que já foram concluídas? Agora sim "The 100" entra para minha lista, por todos os questionamentos que trás, porque costumo pensar muito nas coisas reservadas para nossa especie frágil e sem autoconsciência e pelo gosto por bons livros.

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também, é tão mais simples ler tudo de uma só vez. Eu entendo você.

      Excluir
  10. Olá, Cida.
    Estou louca para ler esse livro e com medo de me decepcionar hehe. Estou como você, desde o primeiro livro esperando para saber qual a ligação da Glass com os outros. E pensei que ia acontecer isso mesmo quando os resto do povo chegasse na Terra. Quanto a série, nem precisava ter medo de pegar spoiler, porque a série fugiu totalmente do livro. Só a ideia é a mesma. Tem personagens super ativos no livro que morrem logo no começo da série e outros que nem tem destaque no livro são bem destacados na série. E a história mudou bem. Mas gosto das duas vertentes hehe

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil! Que bom que posso esperar algo legal do seriado, mesmo com as mudanças.

      Excluir
  11. Cida!
    Cheguei a ler The 100, porém não dei continuidade a trilogia e até gostei.
    Quem sabe mais na frente consiga ler os outros volumes, inclusive esse?
    “Muitas palavras não indicam necessariamente muita sabedoria.” (Tales de Mileto)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Não conhecia a série, tbm não sabia que tinha adaptação pra tv...
    Me surpreendi com a sinopse do livro, pensei que se trava de outro assunto, mas gostei bastante viu...
    Bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!