[Resenha] Sr. Daniels

Sr. Daniels
Título Original: Loving Mr. Daniels
Autor(a): Brittainy C. Cherry    
Editora: Record                    Páginas: 322
Lançamento: 2015               ISBN: 9788501104502
||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings vê sua vida mudar completamente. Além de ter de aprender a conviver sem parte de si mesma, ela precisa se adaptar a uma nova rotina. Enviada pela mãe para a casa do pai, com quem mal conviveu até então, ela viaja de trem para Edgewood, Wisconsin, carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã. Na estação de trem Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil, e a atração é imediata. Os dois compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. Ao sentir-se esperançosa quanto a sua nova vida, Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor. E não consegue acreditar quando descobre, no primeiro dia de aula, que Daniel, o belo músico de olhos azuis com quem já está completamente envolvida, é o Sr. Daniels, seu professor de inglês. Desorientados, eles precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, eles ainda precisam tentar de todas as formas superar os antigos problemas e sobreviver a novos e inesperados conflitos.

Sr. Daniels, de Brittainy C. Cherry, lançado no Brasil pela Editora Record, foi aquele romance que ganhou uma legião de fãs. Lembro que ao postar a foto do livro no meu Instagram o pessoal deixou comentários empolgados, cheios de corações e recomendações para que eu pegasse os lenços. A leitura pelo visto seria emocionante.

Um new adult sem bad boys e embora eu goste dos garotos problema, não senti falta deste artificio. É uma trama que fala de dor e perda, mais especificamente sobre perder entes queridos.  Ashlyn Jennings e Daniel Daniels perderam pessoas bem próximas. Ela a irmã gêmea. E ele os pais. E ambos estão tentando seguir em frente.

Daniel é mais discreto em sua dor, arruma mil e uma coisas para ocupar a mente e não ceder as lágrimas. É um professor apaixonado por William Shakespeare e um músico talentoso que canta sobre as obras do dramaturgo. Ele é fechado e sua dor não vem sendo compartilhada. O rapaz acredita que ninguém conseguirá entendê-lo até o dia que vê aquela bela garota de tristes olhos verdes no trem.

Ashlyn é o oposto e não tenta esconder seu coração partido. A decisão da mãe em enviá-la para viver com o pai só contribuiu para aumentar a sensação de abandono. Ela está sem rumo e sozinha, mas pelo visto um rapaz que canta com o coração e a alma, com os mais brilhantes olhos azuis que ela já viu, poderá ser capaz de lhe devolver a esperança de ser feliz.

Ashlyn e Daniel sentem um conexão instantânea e ficam juntos. É algo bem forte e envolvente, e acima de tudo, crível. Eu acredito em amor a primeira vista, adoro aquele pulo que o coração dá quando conhecemos alguém especial e eu posso dizer com propriedade que não há sensação mais deliciosa. Eu senti na pele as emoções do momento e achei muito legal a forma como ela não se fez de inocente, mostrando claramente que o desejava. Os flertes são deliciosos de acompanhar e há poesia em cada diálogo. Ambos são fãs de Shakespeare conseguem recriar o universo de suas obras de maneira única e sedutora.

Eu gostei de Daniel logo de cara. Ele é doce e gentil, mas sem aquele jeito inocente. O rapaz é sexy demais e com aquela banda e seus livros torna-se um cara praticamente perfeito. Está aí um personagem apaixonante para as românticas de plantão. Acredito que muito do fascínio que a obra exerceu nas leitoras foi por conta do protagonista masculino que Cherry criou.

Ashlyn se sai bem na arte da conquista e é uma garota de conteúdo, mas eu sinceramente achei que no começo foi um pouco imatura para os seus ditos dezenove anos. Era bem menininha e comparada com a irmã gêmea que tinha morrido, percebi que a outra era bem mais mulher e decidida.

Falando na irmã morta, Gabby, esta se faz presente em toda a trama. A garota sabia o quanto Ash ficaria mal e deixou uma lista de tarefas e várias cartas para serem lidas. A cada tarefa cumprida, uma carta deveria ser aberta e isso foi o que definitivamente tocou meu coração. Que gesto bonito e que belas cartas para fazerem você chorar. Gabby roubou acena.

Há muito sendo abordado na obra, bullying, drogas, homossexualismo, luto e também a relação de Ash com o pai Henry e a de Daniel com o irmão problemático Jace. No primeiro caso, o pai foi ausente durante boa parte da vida das filhas e agora está tentando recuperar o tempo perdido. No segundo a situação é mais feia e envolve drogas e assassinato. Temas delicados e que acabam sendo tão importantes quanto o romance da história.  A parte familiar é bem explorada.

Falando em Ashlyn e Daniel, sua relação é bonita e cheia de momentos fortes. O mote escolhido para complicar a vida deles não é algo inédito na literatura e lembrei da Métrica de Colleen Hoover na hora. Contudo o desenrolar dos acontecimentos e a forma com a autora encontrou para solucionar a questão foi algo que não previ. Mas, apesar de tudo e ainda com mais perdas, a solução escolhida foi bela.

Delicado e singelo. Sr.Daniels é um livro com aquela história cheia de momentos tristes, mas que nos conduzem para o pote de ouro no fim do arco-íris. Enche o coração do leitor de esperança e a promessa de um amanhã melhor. Um romance que você quer chamar de seu, pois quem não deseja encontrar um amor verdadeiro, a sua alma gêmea. Recomendo.


Eu odiava quão perto estávamos,  e quão distante nos sentíamos. 
Eu amava quão distante estávamos, e quão próximos nos sentíamos.  



2leep.com

14 comentários:

  1. Oi, Cida!
    Você comentou dos badboys em NAs... Parei pra pensar aqui e acho que nunca li um NA cujo rapaz não é badboy hahhahaha
    Sr Daniels parece ser uma leitura linda.
    Mas, serio que o nome do cara é Daniel Daniels? Eu espero, pelo menos, uma piada com isso no livro hahahahha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu só digo isso: coisa de mãe.
      Lendo tem uma exolicação.

      Excluir
  2. Oiiii, td bem?
    Quando abri o post n tava muito empolgada com o nome do livro MAAAAAS ainda bem que vim dar uma bisbilhotada!!! Pq esse é o tipo de livro que gosto, AMO os bad boys tb (roqueiros, tatuados, motociclista e afins kkkkkkk) mas esse parece ser um livro marvilhoso! Vou procurar e vai entrar na listinha de fevereiro (janeiro tá cheia já).

    Adorei a resenha, e fiquei super curiosa pra ver cm as coisas vão se desenrolar!

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Pode ter certeza que você acabou de me convencer a ler esse livro! Nunca senti nem um pouco de curiosidade, acho que a capa não transmite muito o potencial ou significado da história, e fiquei encantada pela premissa! Me lembrou um livro da Colleen Hoover também, mas no caso seria O Lado Feio do Amor. Quero ler pra jáaaa! *-*

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Só por hoje e para sempre", vem conferir!

    ResponderExcluir
  4. não sei se ia fazer sucesso por aqui, achei a proposta muito parecida com métrica e de história mais ou menos ja basta uma!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Pelo nome do livro imaginei que fosse um romance de época e me surpreendi ao descobrir que não. Um romance cheio de drama, daqueles que você chora. Adorei a descrição dos personagens, me encantaram logo de cara. Adorei descobrir que Sr. Daniels é muito mais do que eu esperava!

    ResponderExcluir
  6. Olá :)
    O livro realmente lembra Métrica, mas na minha opinião é muito melhor, o romance proibidos dos dois foi mais intenso e lindo!
    Adorei a resenha!
    Beijos,

    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida!
    Já tinha visto esse livro por aí mas nem sabia que ele era tão querido assim, na verdade nem sabia qual era a história dele.
    Que bom saber que não tem bad boys, estou meio cansada desse tipo de história.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  8. Oiiie
    Adorei sua resenha e só estou mais curiosa ainda pela leitura, amo essa capa e vejo muitos elogios sobre o livro, o tema é bem legal

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá Flor

    Tudo bem?

    Menina esta foi um de minhas melhores leituras de 2015!
    Muito amorzinho este casal, assim como as cartas da Gaby,a historia e linda em todos os sentidos, me emocionei bastante *-*
    Adorei a resenha.

    Beijos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. A resenha toda ficou ótima, mas foi a frase no final que conquistou minha atenção. Essas histórias de amorzinho ganham, cada vez mais, um espaço maior em meu coração. A capa não me agradou muito, apesar de ser bonita. Sair do convencional de mocinhas e garotos más foi uma ótima proposta, já tinha ouvido fale algumas vezes, mas foi sua resenha que me fez entender do que a história realmente se tratava! Ótimo post, bjsss
    Menina da Livraria


    ResponderExcluir
  11. Oi Cida!

    lendo sua resenha também me lembrei da Colleen Hoover! E assim como a Luiza também nunca li um NA sem bad boy, mas se vc não sentiu falta deles, ok, é porque a história não deve precisar mesmo! Aliás, é bom ter um personagem um pouco diferente do habitual rsrsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  12. Ai que fofura!!!! Já tenho ele, mas confesso que não tinha vontade de ler... Até me deparar com essa fofura todaaaaa!!!!

    Amei!!

    Bjks

    Lelê

    ResponderExcluir
  13. Cida!
    Estou com esse livro aqui para leitura e já me coçando, porque ando bem curiosa por me apaixonar por Sr. Daniels..
    “Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.” (Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!