[Resenha] A Vingança de Mara Dyer

A Vingança de Mara Dyer
Título Original: The Retribution of Mara Dyer (Mara Dyer #3)
Autor(a): Michelle Hodkin 
Editora: Galera Record         Páginas: 378
Lançamento: 2015               ISBN: 9788501104649
a vingança ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
A série mescla paranormalidade, conspiração e romance para contar a história de uma adolescente com poderes especiais. Elogiada pelas autoras das séries Divergente e Instrumentos Mortais, Michelle Hodkin cria aqui uma trama surpreendente, onde nada é o que parece. Depois de descobrir que consegue matar apenas com o pensamento, assim como seu namorado é capaz de curar com a mesma facilidade, Mara Dyer é capturada por uma inescrupulosa médica, que a faz passar por uma série de testes e experimentos. Mas Mara não está sozinha. Outros jovens com poderes igualmente extraordinários são usados como cobaia. Com a ajuda deles, e de um velho inimigo, ela consegue fugir e parte em busca de vingança.
A Vingança de Mara Dyer, último livro da Trilogia Mara Dyer, de Michelle Hodkin, publicada no Brasil pela Galera Record, veio para dar um desfecho para a jornada conturbada de uma garota que primeiro acreditou ter matado o namorado e a melhor amiga, para logo depois ter essa ideia substituída pela de ser louca e ao final  perceber que era dona de um imenso poder que não conseguia compreender. Todo este pesadelo só foi suportável por ter o apoio do irmão mais velho Daniel e dos amigos que ganhou pelo caminho, e claro, por ter o amor de Noah, aquele jovem tão perturbado, estranho e forte como ela.

Uma menina abençoada e amaldiçoada.

Em cada livro temos uma fase da jornada da protagonista e os títulos caem como uma luva para representar as transformações vividas por Mara. No primeiro, A Desconstrução de Mara Dyer,  ela deixou de ser uma simples adolescente, foi desconstruída e montada em uma nova forma: a da garota com o poder de pensar na morte e matar pessoas de verdade. 

No segundo volume, A Evolução de Mara Dyer, na nova pele tentou evoluir e ser uma pessoa melhor, não a vilã, só que uma série de acontecimento trágicos e a ação de inimigos a impediram de vencer. O final foi uma revelação surpresa que a derrubou de vez.

Neste terceiro livro, reencontramos uma Mara que está novamente destruída e questionando a sanidade, tal como no começo de tudo, mas agora sem Noah ao seu lado para ajudar. E exatamente por se recusar a aceitar perder o amado, ela vai dar o troco e fazer com que seus inimigos sintam na pele e que fizeram ela sentir.

A narrativa continua pelo ponto de vista de Mara, mas também ganhou uma nova voz, esta vinda do passado, mais exatamente da avó da garota. Posso dizer que este livro resgatou muito do que foi apresentado no primeiro, especialmente a aura de mistério e suspense. A sensação de irrealidade e ilusão permaneceram tão vivas quantos antes. Por Mara ser extremamente perturbada e ter sido submetida as mais perversas torturas físicas  e psicológicas, mais do que nunca sua sanidade é questionável e você não sabe se o que ela nos conta é real ou produto de sua mente confusa e comprometida. Já os capítulos narrados por sua avó, são totalmente críveis e servem para finalmente esclarecer o segredo sobre o poder de Mara, se é algo ruim ou bom. Há uma sensação crescente de que as narrativas em algum momento vão ser únicas, como se passado e presente fossem se conectar de alguma forma.

A série começou com aquela pegada sobrenatural, depois seguiu pelo lado thriller e chegou ao ponto de parecer com uma ficção científica, na verdade a autora misturou tudo isso e nos apresentou neste último volume o resultado desta mescla. Eu gostei das explicações dadas e de como  Hodkin conseguiu unir cada ponta, embora alguns detalhes sobre a avó da garota tenham ficado enevoados. E não pensem que este livro foi só para dar respostas, não mesmo, ainda tivemos muitos mistérios novos antes de um desfecho conclusivo. Não só Mara foi objeto de revelações, seus amigos e Noah, que também possuíam dons tão poderosos como o dela, foram explorados a fundo.

O mistério é o forte do enredo, mas o drama também e nos primeiros capítulos fiquei agoniada com a situação de Mara, tive medo de virar as páginas tamanha a pena que ela despertou em mim. Eu não via chance de escapar, mas aí aconteceu algo que ajudou e a trama sinistra entrou numa etapa onde ela deveria ir não só em busca de respostas, mas também de seu amor e tudo ficou tão interessante e instigante que foi impossível largar antes do final.

Eu tive a sensação de montar um grande quebra cabeças e foi empolgante ver as peças entrando no lugar, minha única ressalva foi por Noah ter tido tão pouco espaço.

Em suma, a série evoluiu a cada livro e fechou bem. A história é intrigante, em certos momentos dá até medo e em outros comove. O romance me agrada muito por ser doce, mas não exagerado e a autora conseguiu nos dar uma mocinha imperfeita, com caráter muitas vezes duvidoso, mas ainda assim cativante. Eu recomendo sem dúvidas. 

Trilogia Mara Dyer

a vingança






2leep.com

10 comentários:

  1. Oie Cida =)

    Como leio resenhas bem divergentes dessa série, em especial do primeiro livro, confesso que criei um certo receio em conhecer melhor a história.
    Gosto muito quando os autores trabalham com personagens imperfeitos, por que isso torna a história mais real, mas mesmo com os pontos positivos que você salientou na sua resenha, ainda não me sinto convencida a encarar essa trilogia.

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  2. As capas dessa série são lindas demais, nossa!
    Eu nunca tinha ouvido falar dela, mas super me interessei!
    Uma personagens que passa por momentos de estresse, tortura e até mesmo uma certa loucura tendem ame atrair muito!
    E, mais uma vez... QUE CAPAS SÃO ESSAS MINHA GENTEEEE!!!! Haha
    Adorei!

    Beijos
    Fabi Carvalhais
    pausaparapitacos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu quero muito ler essa série, os livros são bem do estilo que eu adoro ler, e tenho certeza que irei gostar, e além disso, só tenho lido comentários positivos referentes a essa série e esse livro.
    Sua resenha está muito boa e pretendo ler a série em breve.

    ResponderExcluir
  4. Não vejo a hora de ler este livro!! Estou morrendo de saudade da Mara.
    Amei a resenha. Amei essa chegada da avó, agora quero conhecê-la também!
    Amei tudo Cida!! ♥

    Bjkss

    Lelê

    ResponderExcluir
  5. mesmo com seus elogios não seria um livro que eu leria... não consigo me encantar pela história
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Cida, a trilogia Mara Dyer é uma das mais desejadas por mim este ano. Com uma proposta incrível, a autora conseguiu me prender desde a sinopse do primeiro livro até este. Como bom e último livro, A Vingança de Mara Dyer conseguiu continuar me envolvendo desde o começo de sua história, com a continuação da paranormalidade de Mara, seus poderes psíquicos e o seu sequestro. Quero muito esta leitura!

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida! Não conheço ainda a trilogia, mas gosto quando os personagens são construídos e desconstruídos, mostra que a autora tem domínio da obra. Achei o enredo interessante, embora eu às vezes fuja de um suspense kkkkk

    parabéns pela resenha

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Helloo, Cida! Tudo bem?!
    Assim que vi a sua resenha do último livro dessa trilogia precisei conferir. Confesso que eu li e fiquei sem reação, chocada e sem saber o que pensar esse foi um dos motivos para querer a sua. Lembro que terminei numa sexta a noite e pensei: é isso? Acho que queria que outras coisas mais fossem reveladas, e para mim o poder dela era meio que sem sentido. Mas estamos falando um pouco de sobrenatural e por isso é meio que entendível. Eu queria um motivo e ás vezes isso não existe, só acontece. Eu queria saber mais coisas do carinha que deu aquela bebida (com sangue) para a Mara no primeiro livro, e a cada página que passava eu ficava querendo saber porque cri que seria abordado esse lado, mas não foi. Acho que essa foi a minha decepção. É claro que gostei do romance porque gosto muito do Noah. Eu fiquei realmente em dúvida quanto a essa obra. Foi a primeira que não tinha certeza da nota que deveria dar, foi um mix de sentimentos controversos, mas enfim...
    Ótima resenha.
    Beijin...
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Adoro enredos que misturam gêneros. Então, sem dúvidas, fiquei atraído por esse. Até porque sobrenatural, Thriller e ficção científica estão entre meus gêneros favoritos. Além disso, quero conferir essa sensação de montar um grande quebra-cabeças. Amo quando os livros fazem isso.
    Ótima resenha.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro. Serão seis livros para três vencedores.

    ResponderExcluir
  10. Cida!
    Tenho a maior curiosidade em ler todos os livros da série e acompanhar todo drama que a protagonista passa.
    Gosto de livros de fantasia que misturam ficção, sobrenatural e uma tensão psicológica.
    “Tudo é precioso para aquele que foi, por muito tempo, privado de tudo.”(Friedrich Nietzsche)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!