[Resenha] Despertar

Despertar
Título Original: Awaken (Abandon #3)
Autor(a): Meg Cabot 
Editora: Galera Record         Páginas: 320
Lançamento: 2015               ISBN: 9788501097569
Capa Despertar - Abandono 3 v5 MF.indd ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Em Despertar, a protagonista Pierce Oliviera, agora namorada do Senhor da Morte, John Hayden, precisa lidar mais uma vez com as terríveis Fúrias, quando estas descobrem que ele quebrou uma de suas regras mais severas: ressuscitar uma alma humana. Se o equilíbrio entre vida e morte não for restaurado, tanto o Mundo Inferior quanto o lar de Pierce serão destruídos. Mas há uma forma de consertar tudo: alguém precisa morrer.

Despertar, terceiro livro da série Abandono, de Meg Cabot, lançada no Brasil pela Galera Record, dá continuidade a jornada de Pierce Oliviera e seu peculiar namorado, John Hayden.

Eu curti bastante os demais livros e estava bem ansiosa para conferir o desfecho da história de amor deste casal baseada no mito de Perséfone e Hades. Pierce viveu uma experiência de quase morte e desde então consegue transitar livremente entre o mundo dos vivos e o dos mortos. John é o senhor do mundo inferior e deseja acima de tudo que a garota seja a rainha de seu castelo subterrâneo, mas desde o primeiro livro vemos que muitas pessoas possuídas por seres sobrenaturais não desejam esta união. Os dois já lutaram bastante, contra tudo e todos e, especialmente ela, descobriu a presença do inimigo na figura de alguém que ela achava que deveria confiar.

Hoje nosso casal está mais unido e tentando começar uma vida juntos, mas ao passo que John, impetuoso e apaixonado, quer casamento, Pierce quer ir com calma e curtir sua juventude. Contudo, o mundo inferior está entrando em colapso e nosso bad boy é capturado por uma entidade da morte e Pierce vai precisar de muita coragem e sabedoria para trazer de volta seu grande amor.

Faz mais de um ano que li Inferno e precisei de alguns instantes para relembrar todos os fatos que antecederam Despertar, mas como Pierce relembra suas experiências e tira delas algo para seguir em frente, logo consegui me reconectar com a trama.

Nas primeiras páginas reencontramos praticamente todos os personagens e vemos mudanças significativas em cada um, sendo que John está mais contido e equilibrado e Pierce mais durona. Ao menos é a imagem que ela tenta passar, no entanto, em alguns momentos, foi mais inconsequente do que esperei, afinal depois de viver tudo o que viveu, deveria estar agindo com mais discernimento e responsabilidade.

Tudo isso mudou. Dessa vez, as únicas regras que vou seguir são minhas. E agora, quando a tempestade vier, em vez de fugir, vou encará-la de cabeça erguida. Espero que ela esteja pronta para mim. 

Na relação dos dois sempre vimos ele cuidando dela, agora os papéis estão invertidos. Pierce volta para o mundo dos vivos com o propósito de ser uma salvadora e logo outros conflitos lhe atingem. O resgate de John não é a guerra, apenas uma batalha, o grande desafio é fazer com que o mundo inferior recupere seu equilíbrio.

No mais romântico dos três livros, achei que a autora abordou diversos assuntos e alguns acabaram sendo apresentados de forma corrida, eu preferia menos temas e uma exploração mais profunda de cada um deles. Em alguns momentos Pierce parecia estar bem perdida e seguindo por caminhos que não tinham muito a ver com seu objetivo e a história acabava perdendo um pouco da força nestas horas. A volta de John foi o ponto chave para colocar tudo nos eixos e assim a essência inicial da série restaurada, ou seja, ele voltou a ser o salvador.

Eu gosto do casal, isso não nego, e a intensidade dos sentimentos que nutrem um pelo outro me encantam, embora exista certa possessividade e loucura, há muita paixão e dedicação. Eu admito que queria um John Hayden para mim. Ambos me fizeram rir como sempre, especialmente quando finalmente revelaram o namoro para a família dela. O pai e a mãe de Pierce reagiram de maneira bem excêntrica.

A história é recheada de perigos e muita perseguição. Ação não falta e só não é pesada por ter boas doses de humor e sarcasmo. Meg não deixa de trazer personagens que gostam de aliviar a tensão com tiradas irônicas e ousadas.

É um volume final conclusivo e que mostra que o amor de dois jovens pode unir todas as coisas, até mesmo dois universos paralelos. Pode vencer guerras e destruir o mal, isso por si só gera uma mensagem positiva: que o bem sempre vai prevalecer. Há não só uma abordagem da força do amor, mas também da amizade e da família. Para aqueles que gostam de epílogos, aqui temos um capítulo final bem extenso, que contempla cada personagem da trilogia e apresenta um final plausível para cada um deles.

Esta trilogia de Meg Cabot é baseada em mitos, lendas locais da Flórida e se utiliza de muitas passagens do Inferno de Dante em sua composição, apresentando todo este conteúdo de maneira jovial e dinâmica, sendo ideal para leitores que queiram iniciar-se neste universo de maneira mais sucinta e leve. Eu sou fascinada pelo mito de Perséfone e Hades, assim Pierce John,  sempre vão estar em meu coração por conta desta versão moderna da história.


Confira as resenhas.






2leep.com

18 comentários:

  1. Eu não conhecia essa trilogia da Meg e, apesar de ter lido somente a resenha do último livro, me interessei bastante
    Adoro releituras de mitos e quando colocam outras lendas junto. Dá uma salada bem boa.
    Achei essa capa bem linda também. Essas flores no canto ficaram bem legais.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Eu não conhecia essa trilogia, mas fiquei interessada porque fala de assuntos que eu gosto!

    Primeira vez que visito o seu blog, e já amei!

    Beijos,

    http://sweetlikecaramel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ah!!! Que lindo!!!
    Contra tudo e contra todos, eu adoro essa trilogia, hahahaha.
    Adorei saber mais sobre ele, e mais ainda sobre o epílogo!!! Amo epílogos, rsrsrs. Acho que você sabe disso né, enfim, quero muito!!!
    Comprarei logo mais!

    Bjksss

    Lelê

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia essa Série Abandono, mas depois de ler a resenha de Despertar fiquei bem curiosa, é o estilo de história que me chama a atenção e eu gosto de ler.
    Adicionei os livros da série em minha lista de leituras e pretendo começar a ler em breve, sua resenha está muito boa e me deixou mais ansiosa e curiosa para começar a leitura da coleção.

    ResponderExcluir
  5. Eu não conhecia a série... E tenho muita vontade de ler algo da Meg Cabot.
    Esse romance baseado na mitologia me parece ser um ótimo começo para conhecer a autora! Adoro mocinhos bad boys! Hahah...
    Adorei!

    °(^ . ^)º

    Beijos!
    Fabi Carvalhais
    http://pausaparapitacos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, Cida!

    Esta trilogia deve ser ótima! A premissa é bem abrangente e tem elementos convidativos. Uma pena que alguns pontos tenham sido apresentados de forma rápida, mas parece que Cabot conseguiu criar um desfecho cativante.
    Fiquei curiosa para ler, especialmente agora que o terceiro volume foi lançado!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Ainda não li nenhum dos livros, mas a sua resenha me chamou a atenção para a série. Os motivos são: um casal que funciona bem e que se ama (tem casal que não me convence), a utilização de mitos já existentes (o que adoro) e, principalmente, a utilização de parte da obra de Dante. Acredito que essa combinação pode originar uma série muito boa.
    Excelente resenha.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro. Serão seis livros para três vencedores.

    ResponderExcluir
  8. Cida, estava esperando a série acabar de lançada para poder ler todos os livros de uma vez. primeiro porque amo o mito da Perséfone e segundo porque amo a Meg Cabot! Fico feliz por ter gostado! vou conferir!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oie Cida, tudo bem!?

    Não li nenhum livro da Meg Cabot, e tenho vergonha disso hahahaha. Eu não a tenho na estante também! Já ouvi muitos elogios a vários livros dela, várias séries e tudo o mais. Esta trilogia parece bem interessante, e diferente dos romances comuns. Gostei muito da premissa e da inspiração para os personagens, a história e o casal central da trama. Bem interessante o fato de ser baseada em algumas lendas e mitos, um ponto muito positivo pra eu me interessar e considerar uma futura leitura.

    Acho que vou gostar, sua resenha me abriu os olhos para uma possível leitura da Meg!! Adorei, Cida.

    Beijo!!
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi!!
    Adoro a escrita da Meg e li os dois primeiros da série , mas não me animei ainda em ler o terceiro , mas ele continua na minha lista de desejados
    Espero em breve ler.
    Bjos

    ResponderExcluir
  11. Não li ainda esta trilogia, e pelo assunto que ela envolve, com mitos e lendas, além de personagens do universo de Dante me deixaram bem curiosa.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  12. Amo trilogias, séries, nos permite passar mais tempo com os personagens, mas confesso que quando termina a ressaca é maior.
    Amei a história e pelo visto a ressaca desse deve ser "boa" também.
    Apesar de bem longa a resenha eu também gostei.

    ResponderExcluir
  13. Às vezes eu esqueço que a Meg Cabot não morreu e ainda tem livro novo saindo dela. hehehe. eu era viciada quando era mais nova, mas acabei deixando de lado.
    Acho que devia voltar às origens, porque a meg é realmente muito boa. A escrita dela é leve e cativante, você não consegue parar de ler.

    beijos
    www.manualdaerika.com

    ResponderExcluir
  14. Oiee.

    Não conhecia a trilogia. Achei as capas lindas e a trama me parece muito boa para devoramos. Bom, espero ler e vou colocar na lista para não me esquecer

    Beijos
    Amor Literário

    ResponderExcluir
  15. Cida, eu me confundi um tanto com a estória de Despertar, pois não acompanhei as suas resenhas antigas. Mas, percebi alguns aspectos importantes, como uma maior união do casal, logo pensei que eles seriam do tipo mais liberal. Gostei da série, apesar de ter ficado um tanto perdido, queria conhecer a escrita da Meg Cabot.

    ResponderExcluir
  16. Os livros da Meg são de arrasar. Gosto muito deles. Ainda não li esse livro e espero ansiosa para ler. Gostei da sua resenha.

    ResponderExcluir
  17. Cida!
    A Meg é diva e aqui nessa série estou totalmente interessada por gostar de mitologia e ver que ela misturou ainda outros seres sobrenaturais e tudo vira romance.
    Amei!
    “Tudo é precioso para aquele que foi, por muito tempo, privado de tudo.”(Friedrich Nietzsche)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  18. Meg tem tantos livros que não consigo acompanhar, mas quando ela mistura romance e sobrenatural já sei que vem muita coisa boa para ser lida. Gosto de como ela coloca o amor podendo vencer tudo, até as barreiras de lados diversos. Quero ler!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!