{Resenha} Abandono

Abandono
Título Original: Abandon (Abandon Trilogy, #1) 
Autor: Meg Cabot
Editora:  Galera Record      Páginas: 304
Lançamento: 2013      ISBN:  9788501095343



abandono, meg cabot
Pierce tem dezessete anos de idade e sabe o que acontece quando morremos. É assim que ela conheceu John Hayden, o misterioso estranho que fez ela voltar a vida normal — ao menos a vida que Pierce conhecia antes do acidente — quase inacreditável. Embora ela pense que escapou dele — começando em uma nova escola em um novo lugar — confirma-se que ela estava errada. Ele a encontra. O que John quer dela? Pierce acha que sabe… também acha que ele não é um anjo da guarda, e seu mundo sombrio não é exatamente o céu. Mas ela não consegue ficar longe dele, especialmente porque ele está sempre lá quando ela menos espera, exatamente quando ela mais precisa. Mas se ela deixa cair qualquer coisa, ela pode se ver no lugar que ela mais teme. E quando Pierce descobre uma verdade chocante, sabe de onde John a salvou: o submundo.

Abandono é o primeiro livro da trilogia Abandono, da escritora Meg Cabot, publicada no Brasil pela Editora Galera Record. Quando vi os lançamentos da editora e vi Meg entre eles já fiquei ansiosa para ler este livro, afinal Meg é diva, tal como Nora Roberts, dispensa apresentações, e são certeza de livros com histórias que vão agradar até o mais exigente dos leitores.

Eu já li alguns livros de Meg, mas resenhado aqui no blog este será o primeiro, eu já havia feito resenha de livros dela como Patricia Cabot, que segue uma linha mais adulta em seus romances, mas um fato que predomina, independente do nome, é a presença de bom humor em sua narrativas.

Em Abandono conhecemos a jovem Pierce Oliviera, que tem a mania de sempre estar próxima da morte, seja em um cemitério, ou morrendo. Isso mesmo. A história começa com ela, apenas uma garotinha, em um cemitério enterrando o avô, lá conhece um cara estranho, que ressuscita um pássaro para não vê-la mais chorando. Para completar, a avó lhe pergunta se gostou dele, e lhe dizendo, que um dia irá gostar. Anos depois, já uma adolescente, Pierce cai na piscina e morre afogada. Na sua curta viagem para o outro lado, e sem saber onde estava, reencontra o rapaz do cemitério. Seu nome é John, de cara ele não a reconhece, mas ao saber que é a garotinha do cemitério, leva Pierce para sua casa e diz que ali viverão juntos para sempre. Loucura! Pierce apavorada foge, e pasmem, consegue voltar à vida. No entanto, deste dia em diante sua vida, nunca mais será a mesma.

Pierce passa a ver John eventualmente, não por desejo, mas sempre que algo lhe ameaça, ele aparece e resolve as coisas, de um jeito bem peculiar, o jeito John Hayden de ser, bem violento e explosivo. O problema é que, como ninguém vê John, a culpa fica para Pierce, e após um grave acidente na escola, ela e a mãe, mudam-se para a Flórida, mais exatamente a cidade natal da mãe,  Isla Huesos, em busca de um novo recomeço. Mas será possível recomeçar, indo para o lugar onde tudo começou, o lugar onde Pierce viu John pela primeira vez?

Narrado em primeira pessoa, por Pierce, esta história recria o mito de Hades e Persófone nos dias atuais. Fica claro então quem é John e qual o papel de Pierce em sua vida. O começo é meio confuso, Pierce está abalada com o rumo que sua vida tomou e vai nos contando aos poucos o que realmente aconteceu, ela não segue uma sequência, na verdade intercala o passado com o presente, então vamos sabendo pouco a pouco o ocorrido. Até que possamos ter uma visão mais ampla, e entender a influência de John em sua vida, a história não engrena, mas passado este momento, tudo torna-se muito envolvente e vibrante. Em um ritmo bem dinâmico, a narrativa fluída e bem humorada de Meg te prende e não deixa largar o livro. Eu li em um dia.

Não posso deixar de ver semelhanças com outros livros, não no enredo, mas em sua construção. Um cidade pequena com muita influência latina, um velho e peculiar religioso, a garota que adora se meter com coisas sobrenaturais e um cara gato, charmoso e bem sobrenatural. Alguém aí lembra de Suzie, Jesse e padre Dom de A Mediadora?

Mas as semelhanças acabam aí, esta é uma história bem diferente da série A Mediadora, mas tem o mesmo clima jovial, com personagens que divertem e cativam, e claro, aquela pitada de sobrenatural inserida sorrateiramente e de maneira bizarra em nosso dia-a-dia, levando a crer tudo pode acontecer com a gente. Um jeitinho único, totalmente Cabotiano.

Abandono é sombrio, seus capítulos iniciados por trechos do Inferno de Dante, obra que ultimamente vem sendo bem usada em novos livros (O inferno, Dan Brown e O inferno de Gabriel, Sylvain Reynard), dá aquele friozinho na espinha ao indicar o que acontecerá. Muita confusão e mistério tomam conta da vida de Pierce. A trama é enigmática. A confusão inicial por estarmos as cegas não é desagradável, e sim persuasiva, instigando o leitor.

Pierce é uma garota perdida, abandonada. Sua família não demonstra nenhum carinho por ela, tratam-na como um peso morto, ofendem a jovem, a mãe não lhe dá muita atenção, tipo, não é uma mãe que pega no pé e toma cuidado, ela deixa a filha viver como quer e aceita tudo sempre sorrindo. O único que parece gostar da menina é seu tio. Mas mesmo chorona, não chega a ser irritante, ela desperta compaixão.

John é John, enquanto Pierce não é marcante, ele chega para arrebatar, achei uma pena ele não ter tido muito mais cenas, eu queria muito John em cada página. Ele é metido a durão, estilo bad-boy vestido de preto, imprevisível e impetuoso. Uma bomba relógio ambulante, que faz Pierce perder boas horas de sono na tentativa de entendê-lo, e quando entende, que delícia. John vai de um extremo à outro em suas emoções. Eu gostei muito dele, principalmente, por ter por trás desta rebeldia, um cara muito apaixonado, e quando quer, carinhoso também. Ele é mais como um bichinho ferido, que ataca para se defender. Um pouco louco também, uma insanidade que caiu bem na trama.

Temos outros personagens muito importantes ainda, como o sacristão Richard e a avó de Pierce. Eles desempenham papéis fundamentais para o desenrolar do destino dos protagonistas.

A história tem muitas reviravoltas, e embora tenha desconfiado de uma coisinha ou outra, ainda assim foi surpreendente. É um volume introdutório e conseguiu situar bem o leitor neste novo universo, o final é a prova da loucura e paixão de John, e adorei. Foi exagerado da parte dele, mas tão fofinho e romântico, que fiquei imaginando o que mais ele será capaz de fazer para proteger sua  amada.

Há uma nota da autora no final falando sobre sua inspiração para criar esta obra, além de basear-se no que acontece conosco após a morte, o mito de Hades e Perséfone, o mundo inferior de Dante,  e ela ainda traz um cenário baseado em acontecimentos reais, a Isla Huesos inspirada em Key West e  suas lendas locais, como a famosa Noite do Caixão. Ela também nos dá boas indicações de obras sobre mitologia, para que quiser se aprofundar na de sua série.

Aguardo ansiosa a chegada de Submundo.



Trilogia Abandono
Abadono #1  
Underworld #2
Awaken #3



2leep.com

37 comentários:

  1. Quero muito ler essa série! Sou completamente apaixonada pela Meg Cabot <3

    Beijos,
    Caroline, do Criticando por Aí.

    ResponderExcluir
  2. Ai Meu Deus Cidaaaaa
    Vc, obviamente sempre adiantada a mim e sempre resenhando maravilhas das minhas leituras atuais.
    Sim, estou lendo Abandono e estava meio devagar, mas agora, depois destas 5 estrelas, to com vontade de voltar pra casa só pra poder ler tudo rapidinhoooooo
    Rs até a parte em que li você conseguiu captar a alma da história e dos personagens, principalmente da família de Pierce, que estão sempre mais preocupados consigo mesmo que com a menina que acabou de viver uma experiência pra lá de desagradável!

    Beijos
    Chrys Audi
    blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga, apesar do começo meio confuso, depois de estar habituada ao enredo, a leitura deslancha e o final me agradou muito, alguns podem achar que foi louco, mas amo reações passionais.

      Excluir
  3. Oi Cida!
    Agora você me fez querer ler esse livro. Já tinha visto ele antes, mas não tinha me chamado atenção como agora. Quando puder vou ler! :D
    Parabéns pela resenha!

    Beijos!

    Rafa{Fascinada por Histórias}

    ResponderExcluir
  4. Primeira vez que vi sobre esse livro!
    Adoro os livros da Meg Cabot, principalmente os adolescentes, sem pseudônimos, hehee!
    Quero ler Abandono, o melhor é que é trilogia então dá pra esperar uma história recheada de surpresas.
    Beijos
    http://meufilmeviroulivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida!
    Sua resenha é a primeira que leio desse livro, que quero de cara só por ser da Meg.
    Também lembrei de A Mediadora lendo sua resenha!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  6. Só li um livro da Meg, 'Cabeça de Vento' e adorei! Os dois próximos precisam ser lidos logo. :D
    Logo que soube desse lançamento, corri e adicionei à minha lista de desejados e agora lendo sua resenha, fiquei morrendo de vontade de lê-lo! Adoro a narrativa da Meg, leve e divertida. A premissa do livro é bem interessante e, como não li A Mediadora, o livro terá um enredo único para mim. :)

    ResponderExcluir
  7. Nunca li nada da Mec Cabot, por achar mais infanto juvenil... então me deparei com esse livro, do qual já li algumas resenhas, e somando a sua que acabo de ler, parece um livro muito bom! Inferno de Dante realmente dando pano pra manga em vários livros ultimamente!! ehehehehehe E esse John!? Simpatizei!!
    Parabéns pela resenha, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. John é uma delicia de mocinho, os livros dela são teen, mas bem gostosos de ler, experimente.

      Excluir
  8. Oi Cida, tudo bem?
    Sou fã de carteirinha da Meg, acho a escrita dela maravilhosa, e de fato, da pra terminar a leitura em um piscar de olhos. Ainda não li essa série, mas pelos seus elogios, fiquei com muita curiosidade.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca teria reparado nesse livro se não fosse sua resenha, Cida. Apesar de estar "rodando" pela blogosfera, "Abandono" não me chamou tanta atenção assim. E eu NÃO reparei que é da MEG Cabot, acredita? hahaha
    Ainda não li livro algum da Meg, mas tenho muita vontade, aliás todos me indicam muito essa autora, espero não me decepcionar. Pretendo começar com O Diário da Princesa, que é o que mais tenho vontade de ler.

    Beijão, Cids!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O diário eu não li So, confesso que é a única série dela que não tenho, mas dos que li recomendo, A mediadora é puro amor.

      Excluir
  10. Oii!!
    O livro envolve mitologia, já gostei!
    E a capa é linda demais, sem contar que é dá Meg né...
    Beijos

    Elidiane - Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  11. Meg Cabot é incrivel, um dia vou ter uma coleção completa dos livros dela.

    ResponderExcluir
  12. Cida!
    Você é muito má. Na boa mesmo. Eu amei a resenha, cara! Amei! Nunca li nada dessa autora, mas agora me sinto na obrigação de correr e comprar um exemplar desse livro!
    Beijo!
    docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito gostoso Jeni, se puder experimente também A mediadora também.

      Excluir
  13. olha tive umas encrencas com a Meg que me deixaram meio avessa a seus livros, apesar do seu sucesso incontestável, não sei se me arriscaria lendo outro livro dela
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Claro, eu aqui super curiosa por esse outro bebê da Meg Cabot, mas ainda não consegui comprar, e sua resenha só vem me deixar com mais água na boca. rsrs


    Cida, você é muito má.

    ResponderExcluir
  15. Fiquei encantada com a sua resenha, porque foi a primeira que me deixou louca de vontade de ler Meg Cabot, porque eu nunca li nada dela, mas vou ler esse com certeza!




    Marquei você para responder um meme, se quiser e tiver alguns interesse: http://www.estandybooks.com/2013/07/meme-como-eu-leio.html

    ResponderExcluir
  16. Ei Cida, tudo bem, flor?

    cara, ha MUITO tempo não leio nada da Meg, desde O Diário da Princesa. Pra vc ter uma ideia =P. Mas quero mt ler a série Mediadora dela. Espero fazer isso ainda esse ano =D Mas não sei se vou me costumar a ela escrevendo algo se não Diario da Princesa =P

    beijos
    Kel
    porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Cida,
    eu sou fascinada pelos livros da Meg faço coleção deles, tenho uns 50 livrinhos da diva em casa e quero mtooo ler esse tb.

    O livro parece ser mto bom e tenho certeza que vou adorar.

    mais um garoto da Meg para nos apaixonarmos? rsrsrs

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também Van, só não tenho a série Diário da princesa.

      Excluir
  18. aiin e essa vontade maluca que querer ler esse livro agora? *-*
    Meg é maravilhosa, as capas ja encantam, e você faz uma resenha dessas? tem como aguentar? rs
    Certeza que irei me apaixonar pelos personagens, pelo John *-*
    Parace ser uma trama bem divertida e envolvente :D

    ResponderExcluir
  19. Eu amoo a Meg, e como não gostar de um livro dela, não é? Esse já começa com a capa linda.
    Eu li esse livro em ingles e em portugues, e mal posso esperar pela continuação.

    http://www.lostgirlygirl.com/

    bjos

    ResponderExcluir
  20. Cida, nunca li nada da Meg, e se ler começaria por aquela série " O Diário da Princesa" que me interessa bastante rs.
    Mas este livro como outros da autora também me chamaram atenção.
    Boa resenha!

    David - Leitor Compulsivo

    ResponderExcluir
  21. Bem legal ver a tia Meg famosa por seus livros teens se aventuras em águas desconhecidas, a mitologia! Ela é até bem versátil, escreve histórico também, tinha esquecido! A capa do livro é uma coisa linda e simples né, estou cogitando a ideia de por o livro na pilha de leitura! :D

    Garota das Letras - http://garotadasletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Gosto muito dos livros da Meg Cabot mas ainda não tive a oportunidade de ler esse livro que parece-me ser muito bom, pelo menos é o que transmite a sua resenha.

    ResponderExcluir
  23. Ainda não tinha lido nenhuma sobre Abandono, mas já gostei por ter mitologia grega no enredo. Espero lê-lo em breve.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Olá Cida,

    Até ler a sua resenha o livro não tinha me despertado interesse, principalmente por causa da capa...dica anotada...abraços.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Hades e Perséfone <3
    Parece um livro bastante interessante. Sinceramente, nunca li um livro da Meg, mas tenho tanto curiosidade... Parece maravilhoso!
    Ótima resenha.
    xx
    Karol
    http://heykarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oi Cida, acredita que eu não lembro de ter lido nada da autora? Quem sabe não começo por esta trilogia?
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  27. Quando havia lido a sinopse do livro, não dei muita importância a ele, inobstante ser de quem é.... Acho que não agradei muito da idade da protagonista, e fiquei um pouco receosa de que a história tivesse alguns conflitos irritantes próprios da idade....Mas confesso que a resenha me intrigou, afinal, há a presença do sobrenatural no livro, além de misturar mitologia, o que muito me agrada. Dessa forma, acho que irei dar crédito à história e vou ler esse livro.....

    ResponderExcluir
  28. Oi Cida!
    Achei a sinopse bem confusa, o livro nem tinha me chamado a atenção. Sua ótima resenha clareou as coisas, mas esse tipo de história eu prefiro esperar pra ler quando a série estiver completa. Ficarei acompanhando as resenhas por aqui ;)
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  29. Mais um livro que eu necessito ler...

    Bjooos
    Colecionando Livros

    ResponderExcluir
  30. Oie amiga
    Nossa, amei sua resenha.
    Já tinha lido algumas resenhas desse livro,mas sua resenha explico muito bem toda a trama.
    Fiquei super curiosa em ler esse livro.
    Parabéns amiga pela resenha.
    Beijos

    Jéssica R.
    Leitora Sempre
    http://leitorasempre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  31. Se arrependimento matasse!!!!!!!!!! Cara, estou pelejando para ler esse livro..... Coisa irritante!!!!! Estou na página 167 e louca para acabar, e penso que tem que acontecer uma revolução enorme, talvez "épica" para que a narrativa e a história melhore consideravelmente. Já não aguento mais referências à papai, mamãe, Academia Westport para Meninas, Programa Novos Caminhos... Argh!!!!. Além disso, a Pierce até agora não sabe de nada, faz algumas perguntas, e nunca têm suas dúvidas respondidas....... Que saco!!!!!!!!! Como disse, se a coisa não melhorar consideravelmente, nem vou perder meu tempo comprando o volume subsequente....... Gosto de alguns livros da Meg Cabot, mas tenho um pouco de receio com essa autora, afinal, ela conseguiu estragar completamente Insaciável. Essa série começou tão bem, mas teve um final de merda com Mordida. De modo que, se essa série Abandono já não começou bem, não sei não.......

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!