[Resenha] Sem Esperança (Losing Hope)

Sem Esperança
Título Original: Losing Hope (Hopeless #2)
Autor(a): Colleen Hoover
Editora: Galera Record         Páginas: 320
Lançamento: 2015               ISBN: 9788501065124
42859104
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||

Assombrado pela culpa e pelo remorso por não conseguir salvar Hope nem Less, Holder desenvolveu uma personalidade agressiva. Mas, quando finalmente se depara com Hope depois de tantos anos, não poderia imaginar que o sofrimento seria ainda maior após o reencontro. Em Sem esperança, Holder revela como os acontecimentos da infância de Hope, que agora se chama Sky, afetaram sua vida e sua família, fazendo-o buscar a própria redenção na possibilidade de salvá-la. Mas é apenas amando Sky que ele finalmente será capaz de começar a se reconciliar com si mesmo.

Eu já disse que amo os livros de Colleen Hoover? Pois é, desde Métrica, até receita de bolo escrita por ela eu quero conferir, e quando embarquei nesta série Hopeless, meu grau de satisfação foi mantido. Os dramas que a autora cria são intensos, sem dó, nem piedade, ela faz seus jovens protagonistas sofrerem bastante antes um final feliz.

Um Caso Perdido não foi um livro que li e chorei, mas foi uma leitura marcante e dolorosa, no começo eu não aceitava a relação de Holder e Sky por não confiar o bastante no rapaz, eu tinha certeza que ele escondia algo dela, algo que tornaria aquele namoro impróprio. Eu estava certa em partes, havia um segredo, mas nada que os impedisse de estar juntos, no entanto a verdade foi bem pior do que imaginei, foi uma das poucas vezes que achei melhor ser mantido no escuro. Não foi apenas um romance jovem, foi uma trama dramática que ia além do casal, uma história oriunda de um passado abusivo e violento.

O livro anterior foi narrado por Sky e claro que sempre quis saber como Holder se sentia, Sem Esperança veio para matar esta curiosidade e também explorar outros aspectos da vida deste rapaz.

O livro não começa no momento que eles se encontram, na verdade começa mostrando como Holder perdeu sua irmã gêmea Less, foi complicado para o rapaz encarar o suicídio, se antes tinha uma culpa no coração pela perda da amiga de infância, agora a culpa estava duplicada, daí o significado de sua tatuagem Hopeless. Ele levava no corpo as marcas de suas desilusões.

Essa vida já me desapontou vezes demais e, francamente, cansei de perder a esperança.

Eu gostei desta parte inicial, senti muita pena de Holder, era tão triste vê-lo sem ninguém para desabafar e escrevendo cartas para a irmã morta numa tentativa de entender o que estava acontecendo, conheci aqui o irmão, não o par romântico de Sky e afirmo que adoraria que mais páginas tivessem sido dedicadas a esta fase, mas logo veio o momento que ele e Sky começaram a interagir, e não posso negar que mesmo que tenha sido comovente a relação deles, em boa parte do tempo eu não consegui gostar do Holder apaixonado, isso porque sua obsessão e excesso de protecionismo, na minha opinião, foram um exagero.

Eu não estou dizendo que ela não precisasse ser tratada de maneira diferenciada, claro que precisava, afinal Sky vivia numa redoma para que seu passado não a tocasse, mas o que não achei legal foi Holder acreditar que ela precisava dele em sua vida, que ela tinha que gostar dele e acima de tudo, aceitar na boa suas evasivas e respostas vagas, eu acho legal um relacionamento onde as pessoas zelem uma pela outra, mas não ao ponto de só um dos lados decidir o que é certo ou errado, eu queria que ela tivesse espaço para decidir o que fazer e sentir, não ser tão sufocada assim por ele.

E foi observando este jeito dele que notei o quanto Holder era uma pessoa solitária, carente e insegura, sua necessidade de estar com Sky me mostrou o quanto seus pais foram negligentes com o filho, que sofreu tantas perdas e guardava tudo para si, eles deveriam ter confortado melhor o rapaz e conversado melhor com ele sobre o que estava passando desde a sua infância, mas eu vi apenas um homem e uma mulher mais preocupados em reconstruir as próprias vidas, não eram ruins, mas omissos e distantes.

A escrita de Colleen desperta sentimentos variados no leitor, a oportunidade de ver a alma dos personagens profundamente e suas imperfeições é o que conquista, embora eu tenha ficado descontente com Holder em alguns momentos, fui totalmente arrebatada pela sua intensidade e também pela de Sky (ela teve um desempenho perfeito). Eu admiro a forma como a autora torna os sentimentos deles palpáveis, transbordando das páginas, envolvendo o leitor facilmente, é impossível ficar indiferente, seja concordando ou não.

As revelações e acontecimentos sobre o passado de Sky e o segredo de Holder não causaram o mesmo impacto, afinal sabemos a verdade, a diferença é ver o impacto nele, algo que no livro anterior não era possível. O que há de novo é sua relação com a irmã, a fase do luto e o que aconteceu depois que todos os segredos foram revelados, acredito que um novo rapaz surgiu ao final e torço para que mais seguro de si e finalmente feliz, fica claro que é Sky a força nesta relação. Há um momento extremamente comovente no livro, a carta deixada por Less antes de partir, ali muito pontos obscuros são esclarecidos, este livro não é apenas sobre o casal, é sobre ela também.

Sem Esperança é mais triste que Um Caso Perdido, ambos são livros muito bonitos, precisam ser lidos na ordem, na verdade praticamente li juntos, pois várias vezes peguei o primeiro para relembrar como determinado momento foi para Sky, e ainda tive o vislumbre dos primeiros acontecimentos de Finding Cinderella, que trará a história de amor de Daniel, melhor amigo de Holder.




2leep.com

23 comentários:

  1. Oi Cida,
    Li só o primeiro livro ainda, mas estou bem curiosa para ler este.
    Adorei a resenha

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida, tudo bem ?

    Eu não consegui gostar tanto deste livro pois achei muito igual ao ao outro só muda a narrativa de feminina para masculina, ao contrário de você acho que o livro pode ser lido sim separadamente ou então com um espaço de tempo maior pois senão não teremos surpresas e exatamente por ter lido muito perto um livro do outro não gostei tanto pois não tinha muitas novidades assim na história.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  3. Vai parecer meio exagerado, mas eu ando catando as moedas pra comprar esses dois livros hahaha Todo mundo, sem exceções, ama Colleen Hoover e eu ainda não li nenhum livro dela, que coisa... Eu adoro um drama adolescente bem bolado, impactante e emocionante. Hopeless é assim pelo que percebi, então preciso logo mergulhar nessa história também!

    ResponderExcluir
  4. Mais um livro que esta na minha lista de desejos, participei de vários sorteios e ainda não ganhei esse bonito ai!! Comprei o primeiro mas ainda não li, então talvez por isso minha sorte ande tão ruim!!

    ResponderExcluir
  5. Oie Cida =)

    Essa série está sendo bastante elogiada mesmo. Só li Métrica da autora e apesar de não ter caído de amores pela história tenho bastante curiosidade para saber como as coisas terminaram.

    Gosto quando o autor trabalha dramas pessoais de uma forma verdadeira e ao mesmo tempo leve. Um Caso Perdido está na minha listinha de desejados e espero poder começar a leitura dele em breve, e especialmente gostar tanto da história como você.

    Acho que sou parecida com você nesse aspecto que quando gosto muito de um autor leio até bula de remédio que ele escreve rs...

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary




    ResponderExcluir
  6. Oi Cida,
    Gostei da premissa e preciso ler algo da autora urgentemente!
    Seus elogios me deixaram curiosa.
    Eu tenho um livro dela em inglês no Kindle, acho que é esse Finding Cinderella que vc citou haha

    bjs e tenha uma ótima terça
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  7. Boa noite Cida,

    Acho que essa é a segunda resenha que leio desse livro e ambas positivas, gostei demais da trama e do assunto abordado, gostaria muito de ler....abraço.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. flor tenho lido ótimas colocações sobre esse livro, uma história de amor que vai agradar a diferentes leitores, confesso que estou com um pouco de receio de ler algo da autora novamente, li métrica e gostei e os demais não curti!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Apenas louca para ler esse livro. Me parece ótimo e vi muita coisa positiva sobre ele. Já vi também que o primeiro é melhor, mas mesmo assim quero fazer a leitura dos dois. Acho essa capa linda demais.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida!!

    Adorei a resenha! Tá linda como sempre!! Você é a Diva das resenhas sem sombra de dúvida.

    Mas acho que vou ficar só com o Hopeless. Sabe quando só um livro te basta? É assim que me sinto com este livro. Tenho medo de que o Holder tire a magia que o livro tem pra mim, rsrs. Eu sei que é bobagem, mas me sinto assim mesmo. Talvez seja porque eu gostei muito do primeiro livro!

    Enfim, sou meio doida com essas coisas, rsrs.

    Adorei flor!!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Não li Um Caso Perdido para me basear, mas levando em consideração a sinopse, o título e as resenhas que já li, o livro parece mesmo ser triste e mexer com nossos sentimentos. Me preparando para as lágrimas.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida!

    Adorei a resenha, me deixou com vontade de ler! Ando lendo muitas resenhas dos livros da Colleen e a grande maioria foi positiva, por isso estou na curiosidade de ler algum livro dela.
    Mas devo confessar que esses relacionamentos que sufocam andam me sufocando também...
    Vou analisar bem para ver se começo ler Colleen com Métrica ou Hopeless.

    Beijos,
    Bibliotecando com a Cris

    ResponderExcluir
  13. Eu ainda não li nada dela..e recentemente não estou fazendo compras de livros.. então pode ser que demore um pouco.. eu não sou muito chegada a esses livros que contam praticamente a mesma historia.. então provavelmente só vou ler o primeiro..

    ResponderExcluir
  14. Costumo dizer que a Colleen Hoover é o demônio da escrita! É impossível não se apaixonar pelos livros dela. Sempre que vejo um lançamento corro para economizar para comprar os livros pois sei que todos os seus livros acabam se tornando meus favoritos de todos os tempos.
    Um Caso Perdido foi um dos melhores livros dela e estou louca para conhecer o ponto de vista do Holder, afinal de contas é impossível não se apaixonar por ele. Gosto de livros que abordam o suicídio de parentes, pois tenho duas amigas que passaram por isso na vida real e sempre acabo aprendendo alguma lição para poder ajudá-las a seguir em frente mesmo com o coração estilhaçado com a perda do ente querido e suas decisões de dar um fim em suas vidas.
    Também imagino que ter a visão de Holder sobre os acontecimentos é tão doloroso quando a visão de Sky, então só me resta economizar novamente para completar a minha coleção da diva Colleen Hoover.

    Parabéns pela resenha e pelo blog! Amo esse cantinho!
    Beijos!

    Viviane Gonçalves
    vsg_caue@hotmail.com

    ResponderExcluir
  15. Gostei muito de Um Caso Perdido, amei Métrica e Pausa, a escrita de Colleen Hoover é ótima, estou super ansiosa pra ler esse e conferi essa história pelo ponto de vista do Holder.

    ResponderExcluir
  16. Li Um caso perdido ano passado e ele foi uma das minhas melhores leituras do ano. Agora preciso muito ler Sem esperança e conhecer a história pela visão do Holder.

    ResponderExcluir
  17. Ótima resenha! Como você, quando li Caso Perdido sofri bastante e espero que na visão do mocinho tenha fatos diferentes, pois na visão de outra pessoa sempre tem mais detalhes ou coisas novas. Mais uma vez, adorei sua resenha!

    ResponderExcluir
  18. Gostei muito da trama e do assunto abordado, adorei a resenha,é realmente uma história de amor que vai agradar diferentes tipos de leitores... :)))

    ResponderExcluir
  19. Cida!
    Fui arrebatada por Métrica, simplesmente amei!
    Imagino que a série deve ser tão bem escrita quanto Métrica e está entre os meus desejados.
    Gostaria muito de poder acompanhar a trajetória amorosa entre Holder e Sky, deve ser maravilhosa.
    Bem curiosa em poder acompanhar esse romance.
    E adorei a forma sincera como fez sua análise, parabéns!
    “Que o coelhinho traga muito mais que ovos de chocolate! Que ele lhe traga muita paz, amor, saúde, felicidade, compreensão e carinho. Feliz Páscoa!”.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. A Colleen é uma excelente autora e fico feliz em ver que mesmo sendo a mesma história do outro livro, esse também seja tão envolvente!
    Eu tambem adoro essa capa! O Griffin Peterson, que é o modelo é o mesmo que canta as belissimas musicas que tem no outro livro da Colleen.. Maybe someday que alias, é PERFEITO! <3
    Colleen sendo diva!

    ResponderExcluir
  21. Não sabia que esse livro era uma continuação, amei sua resenha e com ela não vou cometer a gafe de ler um só e não entender a história por completa.... Amei sua resenha, fiquei querendo muito ler ambos pois a história me prendeu só pela resenha!!!
    Bianca Valente

    ResponderExcluir
  22. Ai, estou em aflição pra ler esse livro, um caso perdido foi uma das minhas melhores leituras do ano passado, por isso necessito loucamente ler sem esperança pra matar a saudade desse casal <3
    amei a resenha e fiquei com mais vontade ainda beijos <3

    ResponderExcluir
  23. Eu já li o primeiro e amei demais, e por ter amado tanto, fiquei com medo de ler o segundo!kkk Tava receosa de que a autora estragaria alguma coisa na sequencia, mas agora que eu me aventurei a ler uma resenha do livro, eu acho que meus medos eram infundados. Parece que a autora fez bem nesse livro também, mesmo que tenha exagerado em algumas coisas. Agora que eu sei que o livro segue a mesma qualidade do anterior, vou colocar na lista dos "Urgentes" e tentar ler o quanto antes!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!