[Resenha] Coração Ardente

Coração Ardente
Título Original: The Fiery Heart (Bloodlines #4)
Autor(a): Richelle Mead
Editora: Seguinte                 Páginas: 416
Lançamento: 2014               ISBN: 9788565765442
Coração ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
No quarto volume da série Bloodlines, enquanto Sydney Sage esconde seu romance ardente com o vampiro Adrian Ivashkov, a ameaça de ser descoberta — e mandada para a terrível reeducação — é maior do que nunca. Criada desde criança para desprezar os vampiros, a alquimista Sydney Sage acabou vencendo seus preconceitos em sua última missão. Aos poucos, a garota não só criou laços de amizade com esses seres como acabou se apaixonando por um deles — o irresistível Adrian Ivashkov — e, surpreendendo até a si mesma, decidiu levar o relacionamento proibido adiante, em segredo. Tudo se complica quando Zoe, sua irmã, se junta à missão. Sydney precisa guardar seu segredo enquanto tenta fazer com que a caçula perceba como as crenças alquimistas estão equivocadas. Enquanto isso, Adrian sofre com os fortes efeitos do espírito — um elemento mágico que, ao mesmo tempo em que lhe confere poderes, pode levá-lo à loucura. Sydney é seu maior incentivo para abrir mão desses poderes e buscar uma saúde mental equilibrada, mas Adrian nem consegue imaginar como seria vê-la machucada e não poder fazer nada. Agora, ele precisa escolher entre sua sanidade e a capacidade de ajudar a todos — especialmente aqueles que ama.

Coração Ardente, quarto livro da série Bloodlines de Richelle Mead, publicada no Brasil pela Editora Seguinte, começa nos mostrando como anda a vida de Sidney Sage e Adrian Ivashkov após ambos decidirem viver seu grande amor. Ele sabia o que queria, mas ela precisou superar muitos preconceitos para aceitar este sentimento. Sage quase fugiu no livro anterior, estava disposta a abandonar tudo e todos, mas quando deixou sua razão de lado e resolveu ouvir o coração, percebeu que não poderia esquecer Adrian, ela não poderia viver sem seu amor. O acerto dos dois foi lindo e emocionante, pena ainda não ser o final feliz, já que alguns pequenos erros no decorrer da trama tiveram consequências e a irmã de Sage foi lhe dar um apoio em sua missão, ou seja, o romance precisa ser mantido em segredo para que os alquimistas não descubram e punam nossa heroína.

Sou apaixonada por esta série e mais ainda pelo mocinho, Adrian Ivashkov,  abro cada novo livro esperando por sua aparição, então imaginem minha surpresa quando o primeiro capítulo é intitulado com seu nome, e melhor ainda, narrado por ele! Mead que até o terceiro livro deixou a narrativa em primeira pessoa na voz de Sage, desta vez optou por alterná –la entre o casal, o que foi não só um presente para as fãs dele, mas também a oportunidade de ver a história e sentir as emoções, por uma outra perspectiva. Sage nos passa determinação e coragem, Adrian é mais amistoso e traz um carga de sentimentos intensa.

A cada  livro o casal lida com novos desafios, mesmo que a carga maior seja sempre de Sage, desta vez Adrian está mais em foco e também lida com algo complicado. Ela precisa achar uma maneira de manter seu namoro fora dos radares, aprender a dominar sua magia, ficar de olho na irmã para que esta não descubra seus segredos, ficar neutra durante os divórcio dos pais e ajudar Adrian, que como disse está com problemas, o espírito que lhe dá o dom da magia de cura, está cobrando seu preço, deixando-o louco. São muitas coisas acontecendo, mas a autora consegue mais uma vez conectá-las e dar sentido à trama, ainda consegue inserir mais um desafio, que é Sage buscar uma maneira de neutralizar o poder dos alquimistas, assim o drama pessoal dos personagens se une com problemas mais amplos.

A dinâmica do casal foi o que mais gostei durante a leitura, o sentimento que foi evoluindo a cada livro é sólido e consciente, ambos são amigos antes de tudo, o relacionamento é bem maduro e está caminhando para um novo patamar, sonho com um casamento um dia desses, contudo muita coisa precisa ser resolvida.

Não pensem que só Adrian e Sage aparecem na história, todos aqueles que estão desde o começo têm sua participação, enquanto outros chegam para completar o time. Zoe, a irmã de Sage, é a bomba relógio da vez, a cada aparição eu imaginava que fosse causar problemas, é uma menina fria e duas caras.

O cenário permanece o mesmo, a quente Palm Springs, mas um passeio pela corte Moroi tem espaço, o que foi decisivo para o avanço dos planos de Sage.

A narrativa é fluida e envolvente, mas a trama não tem grandes reviravoltas como nos volumes anteriores, isso porque você sabe desde o final de Feitiço Azul o que vai acontecer com nosso casal, eles são nosso Romeu e Julieta do universo sobrenatural, vão sofrer muito ainda se quiserem ficar juntos e este amor os deixou tão descuidados… Mas é sério, mesmo esperando por algo não dá para controlar as emoções, terminar a leitura foi um teste de auto-controle. Como Mead pode fazer aquilo?!? Ela sabe que pegou pesado, tanto que nos agradecimentos pede paciência ao leitor, afirmando que é só metade do caminho e que o final valerá a pena. Sério? Vou enfartar até lá!

O que virá pela frente promete ser mais sofrido para todos, derrubar os alquimistas é essencial para um final feliz, ainda bem que o próximo livro, Sombras Prateadas, está previsto para o mês de fevereiro.

Confira as resenhas dos outros livros da série.










2leep.com

13 comentários:

  1. Ainda não li nenhum livro dessa série, curto muito história com vampiros e cada resenha que leio dos livros me deixa ainda mais interessada em conferi.

    ResponderExcluir
  2. essa trama é um burburinho do cão e mesmo de pé atrás com o enredo, com a trama em si eu to sendo quase intimada a ler pela minha curiosidade!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. essa trama é um burburinho do cão e mesmo de pé atrás com o enredo, com a trama em si eu to sendo quase intimada a ler pela minha curiosidade!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu também tô lendo uma continuação que a autora colocou capítulos narrados em primeira pessoa por um personagem que eu amo também!
    Suas resenhas positivas sobre essa série estão aumentando minha vontade de lê-la, e antes eu não tinha nenhum pingo.
    Excelente resenha! Bjs <3

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida!
    Tenho muita vontade de ler essa série, mas preciso terminar Academia de Vampiros primeiro... falta ler só o último livro!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida

    Cara esse volume realmente é de matar os leitores do coração né eu amei o romance de Sage e Adrian e não vejo a hora de ler Sombras Prateadas rsrs

    Beijos
    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  7. Sempre vejo comentários positivos sobre essa série e tenho curiosidade de ler.
    O problema é que eu tô com tantas séries paradas que acabo nem começando outras, mas ainda assim pretendo ler um dia.
    bjo

    ResponderExcluir
  8. Sou apaixonada pelas capas dessa série, são LINDAAAAS *___* Mas essa última capa, nossa, achei feia :/ Certa vez fiquei tentada a comprar os primeiros dois volumes da série, mas deixei de lado. Agora, mesmo sabendo pouco a respeito, pretendo lê-los. As vezes é bom pegar livros "no escuro".

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Ri de você falando que abre o livro esperando pela aparição de Adrian, o tal do mocinho hahaha.
    Eu confesso que ainda não li essa série, Cida, mas estou bem curiosa para começar.
    As capas sao lindas.

    ResponderExcluir
  10. Eu fiquei bem receosa quando vi que a narração passaria a ser alternada entre a Sydney e o Adrian, não costumo gostar quando isso acontece no meio de uma série, mas a Richelle conseguiu me fazer morder a língua; o livro é incrível e a narração do Adrian torna o romance ainda mais envolvente.

    Eu li logo quando saiu e ainda estou com o final martelando na cabeça, não aconteceu aquela coisa do tempo aplacar a curiosidade. Já estou contando os dias para fevereiro.

    The Fat Unicorn

    ResponderExcluir
  11. Poxa, o mais bacana da Mead é sempre coberto de reviravoltas... quando o leitor já sabe, é meio angustiante, não? sei lá eu fico, dá vontade de ligar pro personagem e contar logo hahahaha (sim, sou dessas). Gosto de narrativas divididas, acredito que a trama só cresce com isso... olha, logo mais eu volto a ler essa série, com suas resenhas... a vontade tá voltando hahaha

    beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  12. Acabei de descobri essa série aqui nesse blog e já estou louca por ela. Pode isso? KKKKK As resenhas são ótimas e despertaram totalmente o meu interesse. Quero todos para ontem!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Oi Cida, tudo bem?

    Eu quero ler essa série, mas só depois que ler a série Academia de Vampiros. Ganhei todos os livros do meu irmão, mas ainda não tive tempo de começar a ler.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!