[Resenha] Uma Bruxa Apaixonada

Uma Bruxa Apaixonada
Título Original: A Witch in Love (Winter Trilogy #2)
Autor(a): Ruth Warburton
Editora: Leya                        Páginas: 384
Lançamento: 2014               ISBN: 9788544100219
Uma Bruxa Apaixonada
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Quando o amor se mistura com a magia, como saber o que é real? Anna ainda não acredita que o feitiço que colocou em Seth foi desfeito e que agora ele realmente a ama. Por isso, decidiu suprimir seus poderes, não importa como. Mas mágica – assim como o amor – é incontrolável. Enquanto Seth tenta convencê-la de que seus sentimentos por ela são verdadeiros, Abe deseja que Anna desenvolva e aprimore seus poderes. E não é apenas com feitiços e amor que Anna precisa lidar: em uma viagem a Londres estaria a resposta para as origens de sua mãe? E por que seu pai resiste em contar qualquer coisa a respeito dela? Poderia ele estar... enfeitiçado? No segundo livro da trilogia, Anna conseguirá algumas respostas, e uma quantidade ainda maior de dúvidas.
Uma Bruxa na Apaixonada, publicado no Brasil pela Editora Leya, é o segundo livro da Trilogia Winter de Ruth Warburton, que apresenta a jovem Anna, uma garota que descobriu sem querer que era uma poderosa bruxa.

Sete meses depois dos desfecho de Uma Bruxa na Cidade (confira), Anna está mais forte e com os poderes fora de controle, mesmo namorando com Seth, ainda duvida do amor do rapaz  e isso influencia diretamente em sua atuação como bruxa, ela quer sufocar sua natureza deixando de usar sua magia, o que ocasiona vários acidentes indesejáveis. Além de ter que lidar com isso, Anna descobre ao voltar a sua antiga casa, que alguém em Londres fez um feitiço para ela quando criança, que bloqueava sua magia. Agora precisa descobrir quem desejava que não soubesse a verdade sobre si e se era algo feito para lhe proteger ou não.

No livro anterior, embora tenha tido magia, os dramas da adolescente Anna predominaram, mas agora temos uma história puramente de bruxas e das melhores e mais arrepiantes. Algumas coisas que achei estranhas anteriormente e muitas dúvidas que tive foram esclarecidas, a autora mostrou suas intenções ao trazer a baila acontecimentos do livro anterior, que até então pareciam não ter um propósito definido e agora mostram-se parte de uma plano concebido muito antes de Anna nascer.

Anna é aquela protagonista que desperta sentimentos controversos no leitor, as vezes torço por elas, outra vezes desejo lhe dar uma sacudida, no começo deste livro eu fiquei muito irritada com sua covardia, seu medo de ser uma bruxa, mesmo recebendo conselhos de pessoas mais experientes, persistia nos erros e acabava causando estragos cada vez maiores. Anna me tirou do sério de tanto que se desculpou por ser ela mesma, precisava de um choque para ver a realidade.

E este choque veio, em dose dupla por assim dizer. Tudo começa quando ela entende que as respostas para suas dúvidas estão ligadas com sua mãe, desaparecida desde seu nascimento, assim precisa investigar o passado, saber quem foi a mãe de verdade. Nesta busca cai em uma rede de intrigas sem fim, há alguém perigoso por trás de todas as desventuras da menina. Quem é? Boa pergunta. Não dá para saber e por isso todos são suspeitos, eu desconfiei até dos mais bonzinhos.

Este segundo livro é muito mais misterioso e intrigante, levando a protagonista à crescer. A trama, que antes ficou restrita a cidade de Winter, viaja para Londres e amplia o universo de magia criado por Ruth Warburton. Chegam novos personagens e os antigos ganham mais espaço, o clima da obra é mais intenso, a carga de tensão aflitiva e muitos segredos precisam ser revelados. Fiquei muito surpresa com a própria Inquisição chegando na história, quem diria que os caçadores de bruxas e seus métodos de tortura estariam ativos nos dias atuais, esta abordagem da autora foi cruel, aqui me compadeci de Anna e voltei a ficar do seu lado.

Eu gostei muito da maneira escolhida por Ruth para conduzir sua série, ficou mais vibrante, vi um amadurecimento grande em relação ao primeiro livro, e minhas expectativas foram atendidas, se há algo que ainda não caiu nas minhas graças, é o casal Anna e Seth, por mais que ele se mostre apaixonado e sincero, este namoro, ao meu ver, atrapalha o desenvolvimento de Anna, ela precisa de foco na magia, não neste garoto que lhe traz sempre a sensação de culpa. Há um certo bruxo rebelde, de nome Abe, que vejo como o cara ideal, minha torcida é para ele, ainda mais depois de tudo o que fez por ela.

O livro fecha com a conclusão de mais uma batalha travada pela protagonista, mas desta vez ela realmente aprendeu uma grande lição, que acredito que lhe conduzirá por caminhos mais certos. O mistério sobre a mãe permanece, estou desconfiada que ela está viva em algum lugar por aí. Será? Que venha o terceiro livro.



 
2leep.com

13 comentários:

  1. Ainda não li o primeiro livro, curto muito história com bruxas e essa parece ser ótima, fiquei bastante interessada em ler a trilogia.

    ResponderExcluir
  2. Só estou acompanhando essa série pelo seu blog mesmo.
    Até que estou gostando, mas ainda acho que não é minha praia.

    Porém, vou esperar lançar o último, aí eu venho e leio sua resenha, e aí eu tiro uma conclusão completa e decido.

    A resenha está impecável!! Linda e nada que me entregasse a história de mão beijada. Mesmo sem ler o primeiro, ainda me sobrou uma curiosidade.


    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida!
    Ainda não li o livro anterior, mas adoro histórias de bruxas, então essa série me interessa muito!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. como a Lê disse é mais um primor de resenha e sério não tem como não se apaixonar um pouquinho que seja pela trama pelas suas palavras! mesmo não curtindo muito enredos com bruxas deu um comichão de curiosidade!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ai, agora fiquei doida pra ler a série por causa dessa resenha!
    Gostei de saber que tem um amadurecimento, e uma história arrepiante sobre bruxas! Só pode ser muito boa essa trilogia!
    Amei a resenha! Bjs <3

    ResponderExcluir
  6. Não li o livro anterior ainda, vou esperar terminarem de lançar para ver se compro :)

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida

    Já via algumas resenhas desses livro tanto do primeiro quanto do segundo volume e não sei leria por agora, as séries estão me deixando um pouco desanimada para ler quem sabe quando for lançado todos os livros eu de uma chance.!

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oie Cida
    atualmente estou correndo se séries, mas saber que este segundo livro mantém o nível do primeiro, me deixou curiosa.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  9. Já li resenhas sobre o primeiro livro e me pareceu uma história bem sessão da tarde, esse segundo livro já me pareceu bem melhor, mais maduro acho que por conta do crescimento da personagem mesmo né

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida, tudo bom?
    Eu também gostei desse segundo livro, mas tive vontade de bater na Anna em alguns momentos. A forma com que ela tentou negar suas origens me irritou muito. Ela não pode simplesmente deixar de ser uma bruxa.
    Ah, eu também torço muito pelo Abe <3 Ele é um personagem mais interessante que o Seth,
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Cida!
    É muito legal quando há uma evolução na série, os personagens crescem e o enredo se torna mais coeso. Tomara que a Anna crie foco, porque magia desgovernada não é mole não! Vontade de ler essa série =)
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida tudo bem??

    Já tinha visto o primeiro livro no skoob e em blogues mas não tinha me interessado por parecer muito "teen" e tudo o mais. Mas a sua resenha do segundo livro me deixou muito interessada! Adoro quando os personagens crescem com a trama e fica tudo mais sério, com uma temática mais sobrenatural e adulta!

    Considero com certeza ler um dia! A capa é linda!

    Beijos!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Que linda a capa, e o tema também, achei legal ter mágicas e romance, pelo título da pra ver mais pra onde o assunto se puxa no enredo, nunca ouvi sobre a série. Anna me irritou um pouco também apenas por ler como você se sentiu com ela, por ser insegura demais e persistir no mesmo ponto, ela me pareceu meia imatura no começo, mas será que a mãe dela está mesmo viva, ela irá procurar?
    Beijos, ThaynáQ.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!