[Resenha] Tentação Ao Pôr Do Sol

Tentação Ao Pôr Do Sol
Título Original: Tempt Me at Twilight (The Hathaways #3)
Autor(a):  Lisa Kleypas 
Editora: Arqueiro                 Páginas: 272
Lançamento: 2014               ISBN:9788580412345
Tentacao ao por do sol_Capa WEB ||Compare & Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Poppy Hathaway está em Londres para sua terceira temporada de eventos sociais. Como nos dois anos anteriores, ela se hospedou com a família no hotel Rutledge. E, como nos dois anos anteriores, tudo indica que retornará a Hampshire sem ter encontrado um pretendente com quem se casar. Apesar de ser extremamente bonita e gentil, Poppy tem duas grandes desvantagens em relação às outras moças: sua inteligência deixa muitos homens acuados e o fato de vir de uma família tão pouco convencional faz com que os melhores partidos nem sequer a abordem. Mas o destino a coloca no caminho de Harry Rutledge, um homem de passado triste, que venceu na vida por conta própria e aprendeu a encarar tudo como um negócio. O dono do hotel não ama ninguém, confia em poucos e manipula todos. Porém, mesmo sendo tudo o que Poppy nunca almejou, ela não pode negar o fascínio que sente por ele. Quando Harry conhece Poppy, é tomado pelo desejo. Ele imediatamente tem a certeza de que a jovem será sua – e, para o bem ou para o mal, não mede esforços para que isso aconteça. Mas fascínio e desejo não serão suficientes para construir sua história, sobretudo quando uma traição põe em jogo as bases do relacionamento. Agora, é entre quatro paredes que eles tentarão resolver problemas e anular diferenças, num romance sensual em que seu futuro juntos pode mudar a cada toque, cada encontro, cada descoberta.
Eu já disse o quanto sou apaixonada por estes romances de época? Gente! São leituras tão leves e descontraídas, que me deixam com um sorriso no rosto do começo ao fim, é sério, eu leio cheia de alegria e acredito que quem veja, pensa até que estou meio maluca, mas quem já leu sabe como é a sensação. Não é uma delícia?

A série os Os Hathaways, de Lisa Kleypas nos traz as histórias de amor dos irmãos Leo, Amelia, Poppy, Bea e Win. Em Desejo à Meia – Noite tivemos o casal Amelia e Cam, seguidos por Win e Merripen no livro Sedução ao Amanhecer e agora é a vez de Poppy e Harry, que podem ser classificados como o casal mais improvável e complicado de todos, mas ao meu ver, o mais encantador.

Os Hathaways e toda sua excentricidade estão de volta, mas de todos, Poppy é a mais contida e que deseja uma vida pacata, se possível normal e em uma casa de campo.  Ela impressiona por sua sinceridade, gentileza e  inteligência, e logo nas primeiras páginas cativa não só o leitor, mas também o misterioso, circunspecto e perigoso milionário, Harry Rutledge, dono do hotel onde a família da garota está hospedada.

Harry que sentia certo desprezo pelo comum, pelas futilidades sociais,  pelos aduladores ao seu redor, é atraído  imediatamente por Poppy quando a surpreende em uma das passagens secretas de seu hotel. Isso mesmo! Passagem secreta, afinal qual Hathaway tem um encontro com seu grande amor em uma situação comum? Ele se viu determinado a possuir aquela mulher, não medindo esforços para isso, sendo mesmo inescrupuloso em seus atos. Mas o maior desafio não seria ter Poppy, mas sim ter seu coração.

A relação de Harry e Poppy não começa de imediato, ela gosta de outro e suspira por ele, mas algo acontece e nossa protagonista fica de coração partido, chega assim a chance de Harry entrar em cena e consolar a garota, contudo ele força sua entrada, com ardis e acaba decepcionando Poppy, que o via como um homem interessante e inteligente, e ao descobrir suas façanhas, perde a confiança no rapaz.

Neste tipo de livro vexame leva ao altar, e não é spoiler dizer que isso acontece logo, e aí é que tudo fica mais instigante, pois você quer ver como Harry vai conquistar Poppy definitivamente. Os sentimento dele são intensos desde o primeiro dia, e embora a família dela não aprove a união e ache que ela é apenas um capricho para Harry, ele a ama de verdade. E Poppy por sua vez, tenta resistir, mas ao ver como Harry é uma boa pessoa e precisa ser amado, começa a sentir algo diferente em seu coração.

Eu achei este casal fofo demais, ela é uma mulher incrível, com um coração enorme e muito determinada. E ele? Ah! Harry se denomina o vilão do conto de fadas de Poppy, mas eu queria um vilão desses na minha vida, amoroso e cheio de necessidade de ser amado, pois rejeitado pelos pais, nunca teve um lar, família e amor em sua vida; Harry esconde suas feridas atrás de uma máscara de indiferença, mas no fundo é uma pessoa sensível e encantadora. Gente, ele é o maior cavalheiro de todos, não forçou Poppy a ser sua mulher, seduziu com gentileza e esperou pelo momento, ele queria que ela o desejasse de verdade, com o coração, não pela obrigação. E posso dizer que ela castigou o rapaz um bocado. O Harry é um cara que comete muitos erros, mas nem por isso eu deixei de querer que ele fosse feliz.

“ – Sim – respondeu Harry sem hesitação. – Nunca quis ser amado. E Deus sabe que ninguém jamais me amou.”

Há humor em cada linha da trama, e claro que isso é por conta dos Hathaways, todos aparecem e nos presenteiam com suas loucuras, mas são Leo e Bea que mais ajudam Poppy em sua jornada, e eu que tinha odiado Leo no primeiro livro, mudado de ideia sobre ele no segundo, me apaixonei completamente por ele neste terceiro, ainda bem que o próximo trará sua história, assim eu consolido este amor todo. Ele é espirituoso, tenta ser O Libertino, mas no fundo, tem muita honra e defende a família com unhas e dentes.

E amor é a palavra de lei aqui, seja entre o casal, entre os irmãos, entre os ciganos da família e muitas outras pessoas que aparecem, sentimentos que nos enchem o coração e mostram como é bom estar perto de quem nos ama, e de quem amamos.

Confesso que em certo momento tudo estava se encaminhando tão positivamente que eu fiquei receosa, o “felizes para sempre” não poderia chegar tão cedo, até desconfiei de algo, passei perto, mas não foi da maneira que imaginei, para ser mais precisa, eu errei  a vítima do ocorrido. Claro que a autora criou um momento perigoso, em todos os livros ela insere algo assim, um patife, afinal tem que balançar a vida de todos.

Eu gostei do livro anterior, mas este acabou sendo ainda melhor, mais ação, diversão e muita emoção. Não posso deixar de citar o mistério, segredos sobre o protagonista e também sobre a dama de companhia da família, Srta. Marks, que esconde um passado suspeito. O final é uma graça e ainda nos dá uma pitada do que virá pela frente com Leo, que enquanto ajudava Poppy, aprontava das suas nos bastidores.



2leep.com

24 comentários:

  1. Oi Cida!!
    A família Hathaway é o máximo, cheia de peculiaridades e surpresas, quando leio os livros da Lisa Kleypas (assim como os da Julia Quinn) fico com esse sorriso bobo na cara o tempo todo, é uma delícia!! E percebemos que ao longo da série os livros vão ficando ainda melhores, você vai adorar conhecer o Leo mais à fundo ;)
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Já li outra resenha sobre esse livro e também só li elogios. Não entendi muito bem por ainda não conhecer a série, mas pelo o que li sobre ela deve ser boa!

    Beijos e até mais

    O Outro Lado da Raposa
    Twitter
    Facebook

    ResponderExcluir
  3. Eu queria ler mais romances de época... vou começar essa série em breve :)

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
  4. eita Cida, eu finalmente comprei os romances (sambinha da alegria)
    estou louca pra embarcar nessa louca aventura com essa família!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Que dózinha do Harry, sem familia, sem amor... Me abraça Harry! haha gostei muito da resenha Cida, não li essa série ainda mas você fala tão bem de romances históricos que convence qualquer um! beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Cida.
    Eu sou doida pra ler algum romance de época, principalmente esses da Arqueiro. Não é a primeira resenha super legal que leio de algum livro dessa série Os Hathaways, preciso adiantar a leitura de algum. Ainda mais porque eu não fazia ideia que o livro tinha tantos elementos diferentes além do romance... essa coisa da ação, drama e humor tudo junto!

    Ah, você acha que faz alguma diferença ler fora de ordem? Ou é melhor seguir direitinho?

    Beijos,
    Fer - http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fê! Leia em ordem, assim você vai conhecendo os irmãos aos poucos e ficando ansiosa pelo romance de cada um deles. Siga direitinho.

      Excluir
  7. Oi, Cida!

    Eu também adoro romances de época. Traz uma sensação tão boa e relaxante durante a leitura, além da fluidez e dos personagens cativantes. Ainda não li essa série, pois os primeiros volumes não chamaram muito a minha atenção, mas quem sabe futuramente. :)

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Mais um livro que está todo mundo falando, e eu ainda não consegui ler! Infelizmente! Mas, graças a Deus eu vou estou acabando a minha lista de 'URGENTES' e vou começar essa série, porque parece ser bem do jeitinho que eu gosto. Adoro romances de época, e amo ainda mais quando tem mocinhos assim, que querem aparentar indiferença ante a amada, mas no fundo são homens gentis e bons. Adoro! Vou começar a ler o quanto antes, e vou ver se descubro o porque de todo mundo estar falando dessa série.

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida, estou no livro 1 dos Hathaways, só li a história da Amélia, mas em breve pretendo pegar a série completa, minha mãe amou!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida,
    Eu pulei esse livro, quando li Manhã de Núpcias, mas pela sua resenha a história de Poppy e tão interessante quanto á dos seus irmãos.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marla! Este é o melhor da série na minha opinião, não deixe de ler.

      Excluir
  11. Esse foi o primeiro que eu li da série e amei, depois li os outros e continuei achando esse da Poppy o melhor! Já li manhã de núpcias, que também é muito fofo, mas Harry e Poppy são os meus preferidos!
    bjs

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida!

    Eu também AMO romances de época. Sempre tem uns clichês, mas é isso o que deixa a leitura mais gostosa, leve e rápida. Essa série é uma daquelas que dá para começar por qualquer um dos livros? Fiquei super curiosa, porque você disse que esse é o melhor da série para você. Então, porque não começar pelo melhor? rs

    Beijos!
    http://www.roendolivros.com/

    ResponderExcluir
  13. Nunca li o livro e conheço muito pouco sobre a série, mas a autora é muito elogiada nos blogs que eu acompanho e tenho vontade de lê-la.

    www.laoliphant.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Cida, tudo bom?
    Só pela sua resenha eu já fiquei com vontade de sair correndo para ler a série. Tenho os 3 primeiros livros, mas falta tempo para começar a ler. O que mais curto nos romances de época é essa capacidade de ter um romance bacana misturado com toques de humor.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Os romances históricos da Arqueiro me parecem maravilhosos. Sua resenha confirmou minhas suspeitas. Ótimo quando a história, os personagens e tudo nos cativa, né? Tenho esse sentimento em relação a outras séries. Sinto que gostaria muito do Harry.

    Beijão

    ResponderExcluir
  16. Oi Cida

    Essa série é deliciosa. Confesso que é a minha favorita entre as lançadas pela Arqueiro. Li sua resenha com total concentração e agora estou na maior vontade de ler esse livro o mais rápido possível. Gosto muito desses amores que vão acontecendo aos poucos.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  17. Oi Cida..
    Também gosto de romances de época e você falando assim, fico até com vontade de ler um. Faz muito tempo que não leio.
    Fico feliz que tenha gostado tanto. Eu preciso ler esses livros.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Ainda não comecei a ler essa série, mas já acho que vou adorar por causa das resenhas maravilhosas que eu leio :)

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Eu amo os Hathaway, tanto que juro que não sei qual dos livros eu gosto mais. Só sei que esse me pareceu bem mais diferente dos dois outros dois e tb diferente do Manhã de nupcias, mas é um diferente bom! rsrsrs

    Bjs, Michele

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  20. Amo romances de época e série com irmãos e essa é ótima, estou doida pra ler esse terceiro livro!

    ResponderExcluir
  21. Já li muitas resenhas e comentários sobre os Hathaway porém não conheço realmente suas historias, não sou muito fã de romances, e ainda mais históricos, meus gêneros preferidos é ficção, terror, mistério, suspense e sobrenatural, então é raro as vezes que leio algo como os livros de Lisa.
    Porém sinto que esses livros sobre essa família tão distinta possa ser a brecha que eu procurava para me aventurar nos romances, quem sabe não dou oportunidade para eles, rsrsrs.

    Julielton Souza - Dialética Proposital

    ResponderExcluir
  22. Eu tenho os 3 primeiros livros e ainda nao consegui ler!!!
    Fico só saboreando as resenhas!! Jesus, é muito livro pra pouco tempo!

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!