[Resenha] Um Perfeito Cavalheiro

Um Perfeito Cavalheiro 
Título Original: An Offer from a Gentleman (Bridgertons #3)
Autor(a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro      Páginas: 304
Lançamento: 2014     ISBN: 9788580412383
Um perfeito cavalheiro capa_WEB

Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhce o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois, Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. 
É para suspirar!!!

Eu conto os dias para o lançamento de cada livro da série Os Bridgertons, virei fã de todas as séries de romances de época lançadas em 2013 pela Editora Arqueiro, mas esta aqui é sem dúvidas a minha queridinha. Julia Quinn consegue criar romances doces e ao mesmo tempo bem humorados, além disso seus personagens são muito inteligentes, dando ao leitor uma leitura muito atraente e divertida.

Depois de Daphne e Simon (O Duque e Eu) e Anthony e Kate (O Visconde Que Me Amava), chegou a vez de conhecermos o casal Benedict e Sophie, o mais sensível dos três.

Esta família é maravilhosa, como não ficar encantada com tanto amor e desta forma impossível não cair no charme de seus membros. Benedict não deixa a desejar, e faz valer o nome que carrega, no entanto, muitas e muitas vezes eles quis ser mais que um Bridgerton, mais que o irmão número dois, ele queria ser ele, o rapaz que adorava desenhar, que apreciava a calmaria do campo. Ser conhecido por Benedict, apenas um homem, com seus sonhos e anseios.

Sophie, a filha bastarda de um conde, o pai nunca assumiu sua paternidade e no dia que morreu, deixou a garota aos cuidados de uma madrasta muito má (megera à vista), que fez de Sophie sua empregada, ou melhor dizendo escrava. Sophie não queria muito, apenas ser amada e um dia poder ir em uma grande recepção na sociedade londrina.

Duas pessoas de mundos tão diferentes, mas que um dia tiveram seus caminhos cruzados em um baile de máscaras inesquecível, o resultado foi um homem apaixonado pelo sorriso sincero de uma bela dama, e uma moça arrebatada pelo charme e sensibilidade de uma cara muito charmoso. Mas eles não ficam juntos, ela parte sem revelar quem é, deixando-o desesperado, somente anos depois eles voltam a se encontrar.

Julia Quinn nos trouxe neste livro a história da Cinderela ambientada na Inglaterra de meados de 1816. Substituindo o sapato por uma luva, ela conseguiu mais uma vez encantar os românticos de plantão. 

Diferente dos outros mocinhos, Benedict não é um libertino, temos aqui um rapaz sonhador e sensível, um romântico, que desde o dia que conheceu uma bela dama em um baile de máscaras,  não conseguiu entregar seu coração para nenhuma outra mulher. Lindo, educado, gentil, se ele tem um defeito é não medir esforços para conseguir o que deseja, usando até mesmo chantagem para isso, embora em certos momentos tenha relutado.

Sophie manteve-se fiel as características das outras garotas de Quinn, uma protagonista ousada, que desafia os costumes da época e tem gênio forte, é firme em suas opiniões. Diferente dos outros casais da autora, ela não é a salvação do amante, aqui é ela quem tem um trauma e precisa ser salva. Mas não pensem que Sophie faz de vítima, é conformada com o que tem e demonstra uma alegria sincera pelas belas coisas da vida.

No começo a autora nos engana, fazendo com que acreditemos que a história ficará na busca de Benedict por sua dama, então fui surpreendida com a passagem de tempo em alguns anos, não imaginava que o encontro do casal seria em determinada situação, tampouco que ele não fosse reconhecer sua amada e a história fosse seguir este novo caminho. Assim, vemos o protagonista apaixonar-se de novo e sofrer com a decisão entre Sophie e a mascarada, ficamos naquela expectativa do momento da descoberta, e enquanto isso, temos a oportunidade de testemunhar cenas apaixonantes deste casal.

Desta vez o cenário principal não são os bailes e sim a casa dos Bridgertons, isso trouxe de volta a presença marcante da mãe, Violet, o que foi excelente, senti muita falta desta senhora no livro anterior. Quem ganha espaço também, são as duas irmãs mais novas da família, hoje já estão maiores, e puderam contribuir para a história. São duas garotas enérgicas e sem papas na língua, iguais a mãe. Não posso deixar de dizer que Violet é a peça fundamental para o destino deste casal, se não fosse ela…

A relação mãe e filho me arrancou lágrimas, se existir o troféu de melhor mãe da literatura, com certeza ele vai para Violet, sua dedicação com os filhos é linda, sempre fazendo de tudo para que sejam felizes. Ao dividir sua própria história de amor com Benedict ensinou-lhe muita coisa, além de me deixar doida por um livro só dela. E ele é um filho que diz, “mãe, eu te amo”, sem preocupação, sem machismo. Ele é tão diferente do conquistador Anthony e do irônico Colin.

O romance não é tão previsível, mesmo sabendo que no final tudo vai dar certo, muitas vezes eu não via como eles poderiam ficar juntos. O pior inimigo destes dois, além do fantasma de uma mulher mascarada, é o preconceito e a diferença de classes, Sophie uma empregada e Benedict um homem de família renomada, fatos que naquela época, mesmo com amor, eram complicados de serem superados, e mesmo que eles estivessem dispostos à enfrentar, a sociedade faria de tudo para destruir sua união. Teve solução? Preparem –se para uma surpresa, embora eu acredite que aqui Benedict deveria ter sido mais enérgico, não tão conservador.

E como sempre Julia Quinn consegue nos dar cenas de amor maravilhosas, sensuais, sem vulgaridade, com ela você acredita em amor. Esta com certeza é uma das maiores qualidades em sua obra, eu aprecio também o toque de humor, mas este livro é o mais sério que li até o momento, mas dado o jeito do casal, foi ideal que o humor não fosse acentuado.

E claro que a presença marcante das Crônicas da Sociedade de Lady Whistledown permanece, desta vez a autora deu mais enfase à identidade da fofoqueira, e tenho quatro fortes candidatos para este posto, entre homens e mulheres. Tenho certeza que é alguém da família Bridgerton.

Mais uma vez um livro de Quinn me satisfaz plenamente, a sensação de alegria e contentamento que sinto na leitura de suas obras é única, sempre fico muito feliz. Este casal é um encanto em todos os sentidos, com uma ligação singela, além da razão, algo vindo diretamente de suas almas. Impossível não amar.


2leep.com

37 comentários:

  1. Oi Cida,
    menina para tudo eu ainda não li nenhum da série e estou mtoooo curiosa e você só piorou isso!!!
    Adorei a resenha. Quero mto os livros

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Romance histórico é o gênero que eu menos gosto, por assim dizer. Já tentei ler "A Vidente" (esqueci o nome da autora), mas se conseguir passar das primeiras 40 páginas foi muito. É um estilo literário que costuma ter um público alvo que não me engloba. Mas eu gostei da resenha... Tudo bem que essa ideia de fazer uma releitura de Cinderela não foi muito original e sempre tem os clichês, mas parece ser uma boa leitura para quem se identifica.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cida!
    Ai, ai com essa resenha não tem com não ficar empolgada com a leitura. Desde que li a sinopse fiquei doida pelo livro, adoro as releituras dos contos de fadas e sou apaixonada pelos romances de época. Esse será uma das minhas próximas leituras e eu já estou contando os dias para poder curtir Sophie e Benedict. :D

    Beijos,

    Rafa {Fascinada por Histórias}

    ResponderExcluir
  4. Ai meu Deus Cidaaaa
    Olha, a Sara já tinha me deixado com água na boca com O duque e eu... mas amei esse casal. Ciderela londrina, que delícia.
    E fiquei muito curiosa pra conhecer a mãe do ano da literatura... Acho tão bacana personagens marcantes como essa deve ter sido pra vc...
    Sensibilidade é fundamental para mim num romance! Adorei e agora quero demaisssss.... mas tenho que começar do zero né?!
    Adoro conhecer detalhes das casas e seu funcionamento naquela época, então não sei o que estou esperando...kkkk
    Beijos
    Chrys Audi
    Blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga! São ótimos romances, mas mais que isso tem um cenário convidativo e valorizam a família, sem deixar o humor de lado. Vale a pena.

      Excluir
  5. Já vi muitas pessoas elogiando os romances da Julia Quinn, mas nunca li nenhum deles. Esse livro Um Perfeito Cavalheiro deve ser tão bom quanto você está dizendo, um romance sempre é bom, mais ainda um de época, não fica tão clichê quanto os de agora, que quase sempre acontecem a mesma coisa. De todos que vi a sinopse e a resenha, esse foi o que mais me conquistou, parece ser muito bom mesmo, acho que me interessei por ser meio que parecido com Cinderela, eu adoro Cinderela *o* Enfim, sua resenha ficou ótima, como todas as outras que venho lendo, simplesmente você faz com que eu tenha vontade de ler o livro que está resenhando, é incrível kkkkk

    ResponderExcluir
  6. Oiie Cida!! Noossa ainda não li nada da Julia ( haha eu sei que estou perdendo muito) e nossa pela resenha esse livro parece ser encantador, apaixonante, intenso e sensível!!! Gosto muiiito de histórias época e adooorei o fato das personagens da Julia sempre sempre mulheres decididas que não se sujeitam a sociedade e uaaau o Benedict é o sonho de toda mulher! haha,, adorei o fato que a autora propõe de ambos se encontrarem mais tarde e o rapaz ficar entre a decisão da dama mascarada ou aquela moça por quem está se apaixonando! preciso ler esse romance o mais rápido possível!!!! Sua resenha ficou ótima!!! Beijos!

    http://meudiariojk.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. a cada resenha lida fico mais e mais animada par ler o livro, Cida você soube me deixar curiosa e louca par ler, sua resenha foi simplesmente arrebatadora, quem ler vai querer ler o livro pra ontem!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ai ai... eu já estou apaixonada por esse livro. Já inclui ele na lista - imensa - de futuras aquisições.
    Só li "O Duque e Eu" e pelo jeito esse livro é tão bom quanto. Espero que a autora continue escrevendo até chegar no Bridgertons #100. kkkkkkkkkkkkkk #SonhoMeu

    http://minhavidanaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida!
    Eu li os dois primeiros volumes da série e AMEI! Não vejo a hora de ler este também!
    Benedict <3 Só pelo nome já gostei.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  10. Os livros da Julia Quinn, tbm me ganharão :)
    Não li esse ainda, mas pretendo ler em breve, bom saber sua opinião
    Brubs
    contodeumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Eu ainda não comecei a ler está série, mas pelo jeito que todas as resenhas são tão boas e as avaliações são tão positivas eu sinto que vou adorar os livros.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oie Cida
    de todos os irmãos, o Benedict é o que mais mexe comigo, e quero muito ler esse livro. Essa família é muito <3
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Cida.
    Eu recebi esse livro semana passada e estou super curiosa pra ler, será minha próxima leitura.
    Estou muito feliz com o que tenho encontrado sobre ele até agora, e tenho quase certeza que essa também será mais uma leitura satistatória, prazerosa e surpreendente da Julia.

    Até mais.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  14. Sou apaixonada e LOUCAAA por esse livro, é o meu favorito da série, o sofrimento deles e o amor que durou tanto tempo me cativaram. Nunca me canso de dizer que a Julia Quinn é a uma das minhas autoras favoritas, ela realmente merece o título (pois eu sou muito difícil kkkkkkk)

    ResponderExcluir
  15. Adoro romances de época, e esse já está um tempo na minha lista, mas estou adiando, porque quero ler todos, mesmo sabendo que não precisa hahaha
    Esse em especial me deixou curiosa, adoro versões alternativas da Cinderela, e você diz que é o melhor dos três. Além de ser uma fofura hausahuhsa
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi!!!
    Estou louca para ler esses livros que me conquistaram só pela capa, e quando começá-los a ler tenho certeza que esse será meu preferido, pois amo a história da Cinderella.
    Sua resenha está super bem escrita! Parabéns!

    http://lendoebebendo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi!!!!

    Cida adorei a resenha, o livro me conquistou só pela capa...imagina quando eu ler esse livro vou ficar louca
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oiee Cida =)
    ainda não li nada da autora, só vejo resenhas positivas em relação aos seus livros, tenho aqui o segundo livro da série, mas também não li por ser o único, estou esperando ter todos, pois sei que vou me encantar, e quando isso acontecer vou querer devorar um atrás do outro.
    Beliscões da Máh ♥
    Blog
    Instagram

    ResponderExcluir
  19. Oi Cida!!
    Julia Quinn é mesmo apaixonante (sua resenha também) e dessa vez também fiquei encantada com a Violet e seu amor incondicional pelos filhos, um exemplo de mulher. E tivemos um vislumbre da Lady Whistledown que aguçou a curiosidade pra conhecer sua identidade rsrsrs...
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Elis! Você já sabem quem é. Assim não vale.

      Excluir
  20. Oi Cida!
    O meu Um Perfeito Cavalheiro já chegou e será minha próxima leitura *-* Tenho verdadeira paixão pelos Bridgertons, em especial pelo Colin (não vejo a hora de lançarem o livro dele <3).
    Confesso: li apenas alguns trechos da sua resenha e gostei do que escreveu. Acho Benedict um fofo e sempre achei que Lady Whistledown fosse alguém da família, até achava que fosse Violet. rs
    Beijão
    http://www.coisasdemeninas.blog.br/

    ResponderExcluir
  21. Oie querida a resenha perfeita ,cada vez mim entusiasmo em comprar essa série linda emocionante,envolvente uma história linda ,amo todo tipo de romance e histórico nem se fala, já estar na minha lista de favoritos!
    Beijinss!

    ResponderExcluir
  22. A cada resenha que vejo sobre essa série fico mais interessada nela. Creio que esses livros são um bom início para quem quer ler romances históricos e não sabe por onde começar.

    Abraços.
    Entre Livros e Livros.
    http://musicaselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. eu nunca li nada da julia quinn :( sempre digo q lerei pq sou apaixonada pelas capas, mas sempre atraso!! acho q das historias dela, essa sera a q mais gostarei... pq o homem é mais romantico :3 e sempre esses personagens me agradam mais!! lerei!!

    ResponderExcluir
  24. Eu simplesmente amo livros de época, estou louca por essa série, mas ainda não tive a oportunidade de ler.
    Já ouvi falar muito da escrita da Julia e eu amo autores que sabem colocar o humor do momento sem se transformar em algo forçado.
    Eu amo histórias de mocinhas que são maltratadas pela madrasta e no final acabam encontrando seu príncipe encantado é tão cinderela kkkk

    worldbehindmywall.fanzoom.net

    ResponderExcluir
  25. Nao conhecia a autora e nunca tinha ouvido falar da serie e , na verdade, fiquei um pouco chateada ao saber que se tratava de uma (vi spoillers :/) . Mas fiquei super encantada e curiosa para le-la. Tambem , com uma resenha dessa, quem nao ficaria ? haha

    ResponderExcluir
  26. Aiinnn, ainda não li uma resenha negativa dos livros da Julia!
    Comprei O Duque e eu recentemente, mas ainda não li! O bom que são livros independentes né?!
    Claro que farei a coleção deles e adoro remakes de contos de fadas!!

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  27. Eu ainda não li nenhum livro da Julia Quinn, mas quero muito ler, todo mundo fala tão bem dessa série, que eu não vejo a hora de poder ler, achei esse livro bem legal, pois é uma releitura de Cinderela e eu adoro contos de fadas, parabéns pela resenha.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  28. Acabei de perceber que preciso com urgência comprar a saga desse livro! É incrível!
    Não sei se foi a sua resenha ou o livro, provavelmente os dois, mas to amando! HUSAHUSA
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  29. Aiii, 5 estrelas? O melhor da série? Eu precisoooo ler o segundo livro urgenteeee! Me apaixonei por O Duque e eu, foi meu primeiro romance de época.. e simplesmente adorei a escrita da Julia justamente por esse senso de humor que ela tem, que deixa tudo muito interessante. Espero dar um jeito nisso logo. Você, em uma só tacada, conseguiu me deixar afoita para ler 3 livros diferentes. Uau! hehe Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  30. Oi Cida! Gosto muito de romances históricos, apesar de já ter um tempão que não leio nada do gênero. Acredita qu eu ainda não conheço a autora? Pois é, e este seu 5 estrela me deixou mais perto de conhecê-la.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Rose, espero que você goste.

      Excluir
  31. Olá Cida, tudo bem??
    Ainda não li nenhum dos livros dessa série, mas achei o enredo deste volume muito interessante! Adoro releituras de contos e fiquei bem curiosa para saber como terminará essa estória, parece ser um livro cativante! :)
    E já tenho todos eles na lista de desejados=)
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  32. Eu só leio resenhas positivas sobre esse livro, a sua me deixou com ainda mais vontade de ler!

    ResponderExcluir
  33. Oi Flor!
    Eu amo esse livro! Terminei ele ontem e esse se transformou no meu queridinho da série! Eu dei tanta risada do nada, me diverti muito e fiquei ali aflita torcendo pelos protagonistas! Achei o Ben um lindo! Gentil, um cavalheiro mesmo! Amo ele por ser uma releitura da Cinderela também! Amo o conto!
    E Julia Quinn é Julia Quinn! Super diva!
    Parabéns pela resenha!
    Beijos
    Blog Overdose Literária!
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/04/resenha-um-perfeito-cavalheiro-familia.html

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!