[Resenha] A Biblioteca Perdida do Alquimista

A Biblioteca Perdida do Alquimista
Título Original: La biblioteca perduta dell'alchimista (Trilogia del mercante di Reliquie #2)
Autor(a): Marcello Simoni
Editora: Jangada      Páginas: 368
Lançamento: 2013     ISBN: 9788564850453 
A Biblioteca Perdida do Alquimista
Primavera de 1227. A Rainha Branca de Castela desaparece de forma misteriosa. Estranhos rumores se espalham pelo reino e alguns falam de uma intervenção diabólica. A única pessoa que pode resolver o enigma é o mercador de relíquias Ignazio de Toledo, conhecedor de ciências herméticas e notável por sua capacidade de resolver mistérios antigos. Em Córdoba, onde Ignazio foi convocado, ele encontra um velho mestre, que fala de um livro que todos procuram e que pode dar pistas sobre o desaparecimento - o lendário Turba Philosophorum, um raro manuscrito atribuído a um discípulo de Pitágoras e que preserva o expediente alquímico mais cobiçado do mundo. Porém, no dia seguinte, o mestre é encontrado morto, envenenado. A busca de Ignazio começa imediatamente. O encontro, em seguida, com uma freira e um homem considerado por todos um possuído, conduz Ignazio ao castelo de Airagne e a um misterioso homem, o Conde de Nigredo. Nesse local se oculta um terrível segredo, mas não será fácil sair dali com vida depois que ele for descoberto...
A Biblioteca Perdida do Alquimista é o segundo livro da Trilogia Mercador de Relíquias do autor Marcello Simoni, publicada no Brasil pela Editora Jangada, são livros com histórias independentes e eu não li o anterior, O Mercador de Livros Malditos,  mas nem por isso fiquei perdida, consegui entender perfeitamente bem esta trama e nem mesmo senti falta de saber algo sobre o começo das aventuras do mercador Ignazio de Toledo, embora queira muito ler os demais livros.

Seguindo viagem ao lado do filho e de um fiel amigo, Ignazio tem um encontro marcado com o rei, ele nem imagina que será designado para uma importante missão, o resgate da tia do rei, Branca de Castela, também soberana de uma outra nação. O mercador foi requisitado devido a ótima recomendação de seu antigo mestre, mas na verdade salvar Branca é apenas uma desculpa para que ele viaje rumo ao misterioso Castelo de Airagne e descubra os segredos de um homem misterioso e perverso, que vem causando terror por toda a Europa, o Conde de Nigredo. Dizem que ele dominou os mais ocultos segredos da alquimia, mas o rastro de medo que os viajantes encontram onde os exércitos de Nigredo passaram, são prova que ele está indo muito mais longe. Perguntas e mais perguntas surgem, desde a verdadeira identidade do tal conde, até a verdade escondida nas profundezas de Airagne. Uma missão misteriosa, que não é revelada logo de início, o mercador acaba descobrindo sua verdadeira razão pouco a pouco. Cercado de pessoas que não são nada confiáveis, ele não sabe se chegará vivo ao seu destino.

O livro é narrado em terceira pessoa, e embora seja uma obra de ficção, traz personagens reais, personalidades de muita importância na História em meados do século XIII, ainda apresenta no decorrer da trama, além destas pessoas, fatos políticos e culturais que realmente aconteceram, então, além de uma história intrincada, temos ainda a oportunidade de aprender.

O cenário é medieval e com forte influência religiosa, um tempo em que a igreja tinha o mesmo poder dos reis e muitas vezes chegava até a ser mais poderosa. As mulheres e os estudiosos eram os mais prejudicados por esta dominação, sendo considerados muitas vezes pecadores e bruxas, povos de nacionalidades pouco comuns, vistos como hereges. Qualquer atividade que fugisse do que a igreja via como ideal, era considerado heresia e a punição para isso seria a morte. Eu apreciei muito tudo isso, lembrei de um outro livro com cenário semelhante que li faz alguns anos, O Enigma do Oito, mesmo que ambos tenham premissas totalmente diferentes, a semelhança dos cenários é grande e  isso foi muito agradável.

Ignazio de Toledo é um homem experiente e vivido, um desbravador do conhecimento, sempre em busca do saber em uma época onde a curiosidade era tida como algo pecaminoso; ele não tinha medo de fazer perguntas, de tentar descobrir a verdade intrínseca dos fatos, mesmo que para isso precisasse desafiar as temíveis autoridades religiosas. Assim nosso protagonista é visto por alguns como um homem sábio, mas pela grande maioria como alguém muito inconveniente. Sua ousadia é responsável por colocá-lo por diversas vezes em situações perigosas, onde sua vida ficava por um fio. 

É uma trama com muitos mistérios, que desenvolvem-se com histórias paralelas, os personagens estão espalhados em locais diferentes, cada um exposto à muitos perigos e cercados de enigmas. Ignazio é o protagonista, mas os personagens secundários têm tanto espaço quanto ele, cada qual vivendo acontecimentos de suma importância para o desfecho. O que há em comum entre todos é a busca pela identidade do Conde de Nigredo e pela descoberta do que ele faz em seu castelo, localizado em um lugar secreto.

Eu queria muito descobrir quem era o tal Conde de Nigredo, ele não apareceu muito, ou melhor dizendo, não apareceu como conde, pois logo fica evidente que ele é alguém que está por ali todo tempo, ou seja, ninguém nem desconfia que ele estava próximo.

Toda a história é bem interessante, passada em uma época que mesmo cruel, fascina, no entanto dois pontos eu acredito que deveriam ter sido melhor trabalhados. O primeiro é a biblioteca que dá nome ao livro, que só é abordada do final e rapidamente, uma pena, como eu gostaria de ter explorado com os personagens tal local; e o segundo ponto que senti falta de ir mais fundo, foi a personalidade de Ignazio, ele precisava ter sido mais exposto, era muito fechado e muitas vezes suas idéias difíceis de acompanhar.

De qualquer forma, a leitura foi muito boa, eu sou curiosa demais e adoro histórias cheias de segredos. Li rapidinho, os capítulos são curtos e a narrativa fluida, mas alerto que a linguagem é bem elaborada, em especial quando refere-se aos termos alquímicos, mas nada que incomode ou prejudique o entendimento. É um livro adulto, não por ter cenas picantes, mas ter uma forte abordagem politica e social, no entanto um leitor mais jovem, mas experiente, irá apreciar muito.



2leep.com

35 comentários:

  1. Oi Cida :)
    Muito bacana sua resenha! Sabe que adoro um livro cheio de mistérios, né? Pelo visto vou adorar esse, já que a história parece ser bem legal. Gostei de saber que os personagens secundários têm tanto espaço como o principal. Sempre acabo gostando mais dos secundários do que dos principais e fico chateada pq a maioria nunca tem um espaço maior na trama.
    Beijos
    http://www.coisasdemeninas.blog.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie Cida =)

    Jura que esse livro é o segundo de uma série? Eu estava bastante animada para ler ele, mas pelo visto vou ter que começar do começo rs...

    Adoro livros com essa temática e já estava de olho nele a alguma tempo. Sua resenha me deixou ainda mais curiosa *-*

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ane! Eu não senti falta de ler o primeiro, a história fez todo o sentido, cada um traz uma trama independente, mas se você quiser ler em ordem a Jangada tem publicado.

      Excluir
  3. Ai que tudo!!! Adorei essa coisa de mistério, essa trama doida!! Ai gostei disso menina!!
    Adorei a resenha!!
    Show como sempre!


    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida,

    não conhecia esse livro, mas achei super interessante. Li poucos livros que se passavam nos tempos medievais, mas acho esse período fantástico. Eu gosto de livros em terceira pessoa porque acho que são mais "imparciais", mas alguns autores acabam fazendo disto um distanciamento, espero que esse não seja o caso de Biblioteca Perdida. Fiquei realmente interessada no livro.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também prefiro a narrativa em terceira pessoa, em primeira a história fica muito restrita, mas entendo o distanciamento que você fala. Bjos!

      Excluir
  5. Parabéns pela resenha ,ainda não conhecia o livro,gostei da história cheia de mistério e abordando vários tema paralelo,gostaria muito de ler!
    Beijinsss!

    ResponderExcluir
  6. Cida, pra falar a verdade, eu ainda não tinha ouvido falar dessa série, mas super curti o que você falou sobre esse segundo volume. Vou arriscar começando a série muito em breve!

    Beijos,
    Caroline, do criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá Cida!
    Adorei a resenha!
    Nunca tinha ouvido falar desse livro... Mas parece ser muito envolvente, com esses mistérios!
    Sua resenha me deixou morrendo de vontade de lê-lo, rs.
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. geralmente eu me encanto por historias assim, que narram historias mesclando com personagens reais, q contam historias antigas e tal... sempre acho q vou amar o livro e sempre me decepciono :( e esse ai nao gostei muito do enredo, achei meio louco!!

    ResponderExcluir
  9. Olá Cida!!
    Esse livro parece ser muito bom, gostei muito da premissa dele: época medieval, século XIII, acho super bacana livros assim. Só pela capa já dá pra perceber que ele é misterioso, mostra coisas cruéis e fala muito sobre a monarquia. Eu estava aqui achando no inicio da resenha que o Conde De Nigredo era algum politico poderoso da época, que bacana que ele é do tipo traidor!! Outra coisa que gostei foi o fato dos livros poder ser lidos separadamente!!! Sua resenha ficou ótima! Beijos!

    Meu Diário

    ResponderExcluir
  10. Cida essas temáticas acabam por me conquistar, o mundo medieval me atrai, acredito ate que tenha nascido na época errada!
    segredos me atraem, mas devem ser escritos com primazia e conseguir me prender, gosto que vão sendo soltas pistas....
    vou procurar e descobrir mais do primeiro livro
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. A história não me agradou muito, não foi tão cativante como outras desse gênero.. Talvez eu lesse só por causa da sua resenha haha você vende um livro super bem aushuas parabéns.

    ResponderExcluir
  12. a história nao me cativou muito , como outras de mistério (gênero a qual amo *-*) . Talvez eu lesse, só por causa da sua resenha haha escreves bem, parabéns

    ResponderExcluir
  13. Oi Cida,
    tudo bem?
    O título desse livro é muito curioso e já prendeu minha atenção desde o início. sempre gostei de história antiga na escola, portanto, o cenário desse livro me atraiu muito. E o Conde de Nigredo,ser outra pessoa que estava perto deles o tempo todo, me animou muito. Adorei!!!
    Não conhecia esse livro, mas vou colocá-lo em minha lista.
    Beijinhos.
    cila-leitora voraz
    Conde de Nigredo,

    ResponderExcluir
  14. Não creio que é o tipo de história que me agrade, envolva e cative. Mas depois dessa resenha, cogitei dar uma chance ao livro por todos os pontos positivos que você ressaltou e que eu considero relevantes. Fiquei com um pé atrás nessa "linguagem elaborada" porque dependendo, fico facilmente entediada.

    ResponderExcluir
  15. Oi Cida!

    Ótima resenha! Acho bacanas esses livros de séries que não dependem dos anteriores ou sucessores, fica sem aquela "cara de série" e sem tanta obrigação de continuar. Como eu adoro História, gostei muito da abordagem realista que você apontou no texto, parece realmente interessante. Adorei a dica. =)
    Beijos

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia este livro, mas parece ser bem interessante. Gostei da resenha :)

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Cida,
    Não conhecia esse livro, mas gosto bastante desse estilo, mesmo que no inicio fique um pouco perdida.
    Sua resenha me deixou com aquela pulga atras da orelha, gosto quando a história é repleta de segredos, com capítulos curtos que nem percebemos o fim do livro está próximo.
    Dica anotada.
    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  18. Oiii... Bem curioso esse livro!
    Mas sinceramente, não me eu vontade de ler...
    Meu amor são fantasia e romances, bem melosos sabe? Tipo tio Nicholas! hahaha
    Meu marido que curtirá esse livro!

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu como é, se você procura romance estilo Sparks não é para você mesmo, mas gostei de ver seu comentário.

      Excluir
  19. Oi, Cida :)

    Nossa, achei a capa fantástica! Super combina com o estilo da história, adorei.
    A história parece ser bem bacana, gosto de tramas ambientadas durante a Idade Média. Só é uma pena o autor não ter se aprofundado em alguns pontos.
    Enfim, adorei a dica!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oi Cida!
    Muito interessante o enredo, embora não seja o tipo de livro que estou acostumada a ler, porém lendo sua resenha foi como se eu visse o filme na minha cabeça rsrsrs...
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mais o jeito da Rosem Elis, aqui não tem aquele amor todo que você adora, mas que bom que conseguiu "ver" a história ao ler a resenha. Bjos!

      Excluir
  21. Parece ser bem interessante esse livro, mas tem a questão de ser um a trilogia, se eu for ler, terei que comprar o outro também, aiai kkkkk' Eu não leio muitos livros assim e devo confessar que esse livro não chamou muito a minha atenção. Mas a resenha ficou ótima como sempre :)

    ResponderExcluir
  22. Parece que essa série é muito boa, acho super legal quando os livros são independentes e você não precisa ler na ordem, esse livro me interessou, pois eu amo historias que se passam na época medieval, espero poder ler em breve.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  23. Eu não suporto livros assim, eu simplesmente figo agoniada lendo, eu gosto de algo mais atual, no máximo um romance histórico e olhe lá, mas... Esse livro não me agradou em nada, além de seu universo me fazer passar ainda mais longe dele.

    http://worldbehindmywall.fanzoom.net

    ResponderExcluir
  24. A sinopse é até interessante mas eu gosto mais de romance e ainda não estou preparada para sair da minha zona de conforto.

    ResponderExcluir
  25. Não me interessei muito. Não li o primeiro livro, mas pela sua resenha, eu não gostei muito do gênero :(
    Bom, as vezes acontecem, fazer o q?
    Mil beijos e boa leitura para quem gostou!

    ResponderExcluir
  26. Tu vai me levar a falênciaaa! Também quero esse! Poxa, livro de mistério, alquimia, passado na idade média, com influências religiosas e fatos históricos verídicos? Tem certeza que não encontrou meu nome nele? Porque ele é a minha cara. Quero tanto! Nossa, como gosto de descobrir novos livros no seu blog. Livros que eu nunca leria. Valeu viu, de verdade. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  27. Me interessei pelo livro e também pela saga, série. parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  28. Como é uma trilogia, e este já é o segundo, vou esperar por todos antes de começar a leitura, assim dá tempo de terminar algumas séries já iniciadas.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  29. Não conhecia este livro nem a série, mas depois de ler sua resenha fiquei bastante animada, pois nunca li um livro com uma historia parecida com esta, e apesar de ser o segundo livor da série,fico animada de saber que se pode ler e não se terá dificuldade na compreensão.
    Já adicionei a lista de desejados!!
    Beijocas ♥

    ResponderExcluir
  30. Primeiro eu achei a capa misteriosamente linda. Gostei da resenha e do enredo que o livro apresenta.

    ResponderExcluir
  31. Cida,
    Me apaixonei pela capa desse livro, ela é chamativa o suficiente para te fazer parar e prestar atenção nele!
    Porém, livros de épocas medievais não são meu forte, nem filmes, não sei, não desce... acho que o único livro que li que tem um rei foi A seleção...kkkk

    Um beijo
    Chrys Audi
    Blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!