[Resenha] Anjos à Mesa + Especial Blogueiras à Mesa

Oi galera!

As festas de fim de ano estão chegando, é um momento para reunir aqueles que amamos e celebrar. A leitura de Anjos à Mesa nos inspirou e resolvemos compartilhar com vocês, ao final desta resenha, receitas de pratos especiais, que nossa família adora. Esperamos que curtam e confiram também os links das receitas das blogueiras amigas participantes dessa postagem coletiva.

Cida, Elis, Chrys e Paty

 * Blogueiras à Mesa *

Anjos à Mesa
Título Original: Angels at the Table: A Shirley, Goodness, and Mercy Christmas Story (Angels Everywhere #7)
Autor(a): Debbie Macomber
Editora: Novo Conceito    Páginas: 224
Lançamento: 2013     ISBN: 9788581633411
Anjos À Mesa - Debbie Macomber
Shirley, Goodness e Mercy sabem que o trabalho de um anjo é interminável - especialmente na véspera do Ano-novo. Ao lado de seu novo aprendiz, o anjo Will, elas se preparam para entrar em ação na festa de um de ano da Times Square. Quando Will identifica dois solitários no meio da multidão, ele decide que a meia-noite será o momento perfeito para dar aquele empurrãozinho divino de que eles precisam para acabar com a solidão. Então, por "acidente", Lucie Ferrara e Aren Fairchild esbarram-se no meio da alegria da festa, mas, assim como se aproximam, acabam se perdendo: um encontro marcado que não acontece os afasta pelo resto da vida. Ou será que não? Um ano depois, Lucie é a chef de um novo e aclamado restaurante, e Aren é um colunista de sucesso em um grande jornal de Nova York. Durante todo o ano que passou, os dois não se esqueceram daquela noite. Shirley, Goodness, Mercy e Will também não se esqueceram do casal... Para uni-los novamente, os anjos vão usar uma receita antiga e certeira: amor verdadeiro mais uma segunda chance (e uma boa dose de confusão), para criar um inesquecível milagre de Natal.


Anjos à Mesa foi o segundo livro que li da autora Debbie Macomber, percebi em ambas as histórias que ela gosta de romances que surgem a partir de situações inusitadas, sempre contando com uma ajudinha especial. Em O Amor Mora ao Lado (confira a resenha aqui), foram os animais de estimação que uniram o casal e neste livro foram anjos.


Tudo começa na virada do ano na Times Square em Nova Iorque. Pairando acima de tudo e de todos, temos as Embaixadoras da Oração, Shirley, Goodness e Mercy e o seu aprendiz Will, observando a euforia dos humanos neste rito de passagem tão significativo. Fascinados por nossas atitudes, eles decidem descer e circular entre nós, claro que não tão facilmente, antes há uma pequena discussão sobre isso ser certo ou errado, pois estes anjos não concordam muito com a opinião um do outro, embora no final sempre decidam seguir juntos onde quer que seja. E o resultado desta vinda à Terra não foi o esperado, Will acaba causando o encontro de dois jovens Lucie Ferrara e Aren Fairchild antes da hora, antecipando em um ano este acontecimento planejado pelos céus.

Aren e Lucie passam a madrugada do primeiro dia do ano juntos, nunca foi tão fácil para ambos uma conversa, nunca antes uma identificação tão imediata. Mas eles estão em momentos tensos em suas vidas, ele recém saído de um casamento fracassado, ela acaba de montar um restaurante com a mãe, o Encantos Divinos, e precisa dedicar-se totalmente ao novo negócio. Assim para ter certeza que querem mesmo algo além daquela conversa, decidem pensar melhor e se for o certo, encontrar-se novamente em alguns dias no topo do Empire State Building. Mas será possível este romance dar certo antes da hora marcada pelo céus?

Este livro é típico de festas de fim de ano, com aquela história de amor que acontece entre Natal e Ano Novo e só por um milagre pode dar certo. Na hora que comecei a leitura já me vi sentada no sofá, assistindo uma comédia romântica da Sessão da Tarde, com muito romance e claro muitas risadas.

Achei em um primeiro momento que tudo aconteceria em pouco tempo, mas na verdade leva um ano inteiro desde o encontro do casal até o desfecho da trama. Acontecem muitas coisas e claro, encontros e desencontros a todo momento. Quando tudo aparenta estar no caminho certo, Lucie e Aren separam-se outra vez. E não pensem que é culpa do casal, grande parte dos problemas são causados pelos anjos trapalhões, que cheios de vontade de unir o casal acabam metendo os pés pelas mãos. Sua interferência naquela noite de ano novo não foi nem de perto a pior coisa que fizeram.

Mas não são somente os anjos que impedem a união de Lucie e Aren, ambos são duas pessoas teimosas e orgulhosas,  e estes defeitos vão precisar ser superados antes do final feliz. O casal não é incomum, nenhum dos dois têm aquela personalidade extraordinária e marcante, são duas pessoas simples, em busca do amor. Eu na verdade tive problemas com Lucie e sua insegurança, tudo ela precisava que a mãe lhe dissesse para fazer, faltou mais atitude de sua parte. Falando na mamãe, que senhora intrometida, sei que tudo que ela queria era ver a felicidade da filha, mas ela própria dar o telefone de Lucie para Aren foi demais. Já a irmã de Aren, Josie, sabia fazer sua intromissão de maneira mais agradável. Gostei muito desta moça.

Os anjos são o toque de magia e impossibilidade da trama, mas na minha opinião não ajudaram em nada no romance, quebrando muitas vezes o clima de “o amor está no ar”, impedindo que eu suspirasse com a história de Lucie e Aren. Mas eles estão ali com um propósito mais forte, como um símbolo de fé e esperança. O desenrolar da história mostra a importância de acreditar e buscar na fé seus sonhos e desejos, há enfoque nas orações e no olhar dos céus sobre seus filhos. Não é uma pregação religiosa, mas incentiva esta busca pelo divino. Eu prefiro anjos em livros mais no estilo da série Fallen e Hush, Hush.

Em suma, Anjos à Mesa é um romance leve, com uma história doce, que preza os melhores sentimentos, a aceitação do outro com seus defeitos e qualidades e a crença no milagre de Natal. Uma leitura com clichês, indicada para aqueles que olham para as estrelas e fazem pedidos para seus anjinhos da guarda.

Este livro é o sétimo da série Angels Everywhere e há uma nota da autora no início, onde nos conta que Will surgiu a partir da carta de uma leitora, sugerindo um acréscimo no trio celestial Shirley, Goodness e Mercy. Bem bacana esta atitude da autora com seus fãs.



Série Angels Everywhere
A Season of Angels (Angels Everywhere #1)
The Trouble with Angels (Angels Everywhere #2)
Touched by Angels (Angels Everywhere #3)
Shirley, Goodness and Mercy (Angels Everywhere #4)
Those Christmas Angels (Angels Everywhere #5)
Where Angels Go (Angels Everywhere #6)
Anjos à Mesa (Angels Everywhere #7) 

Blogueiras à Mesa


Moonlight Books
Farofa Especial
Rabanadas

Arquivo Passional
Arroz de Farofa
Pavê de Sonho de Valsa

Leituras da Paty
Salada de feijão fradinho com bacalhau
Charlotte de abacaxi

Todas as Coisas do Meu Mundo
Charuto de folha de uva
Sorvetone 



Receita: Farofa Especial
Ingredientes:

250g de margarina com sal

3 dentes de alho cortados em cubos pequenos
2 cenouras raladas
1/2 xícara de chá de uva passa
4 xicaras de chá de farinha de mandioca
1 chicara de cha de cebolinha verde
Sal a gosto
Pimenta do Reino preta a gosto

Preparo:
Numa frigideira grande, derreta a margarina, refogue o alho, acrescente a cenoura, as uvas passas e cozinhe por um minuto. Junte a farinha aos poucos mexendo sem parar, desligue o fogo, salpique a cebolinha verde, tempere com sal e pimenta e sirva em seguida .

Receita: Rabanadas
Ingredientes:
1 lata de Leite Condensado
1 colher (chá) de essência de baunilha
20 fatias de pão francês , amanhecidas
3 ovos bem batidos

Preparo:
Em um recipiente, misture bem o Leite Condensado com 1 xícara (chá) de água e a baunilha. Mergulhe cada fatia de pão nessa mistura, deixe embeber e escorra o excesso com um garfo. Em seguida, passe as fatias na mistura de ovos batidos. Escorra e frite-as no óleo não muito quente, deixando-as dourar por igual. Ponha sobre papel absorvente, para escorrer o excesso de gordura. Polvilhe açúcar e canela e sirva.

Dicas:
Em vez de polvilhar as rabanadas com açúcar e canela, experimente enriquecê-las com uma calda de açúcar. Leve ao fogo brando 1 e meia xícara (chá) de água e três xícaras iguais de açúcar, com três cravos-da-índia e raspas de limão. Quando ferver, coloque as rabanadas já fritas. Deixe no fogo por alguns minutos. Ponha no prato de servir e polvilhe com canela.


Que neste Natal haja fartura, harmonia e amor
em suas mesas e em seus corações.


Beijos!!!
2leep.com

21 comentários:

  1. Amiga,
    Eu acho que eles se sairiam melhor sem os anjos...kkkk Eu não lerei nenhum outro livro dela que envolverem estes anjos, pois não simpatizei com eles. Acho que o livro foi curto e não me envolvi com eles, toda hora eles sumiam... do nada... meio estranho... Será que não foi culpa da tradução?! O_O
    Aqui em casa fazemos rabanadas! são uma delícia mesmo... e gostei da dica da pimenta do reino na farofa!!!

    Beijos
    Chrys Audi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acho que a tradução tenha causado nenhum problema não, acredito que estava tudo bem correto de acordo com o original, a construção da história foi assim mesmo. Eu também preferia sem os anjos.

      Excluir
  2. Olá,
    Nunca li nada sobre anjos, confesso que tenho um pouquinho de medo deles, não deveria, mas tenho, HEUHEUE.
    Quando houve o lançamento, fiquei curiosa para saber sobre o que o livro se tratava, mas acabei deixando pra lá e não pesquisei nada, mas lendo agora sua resenha, parece ser muito boa a história, ainda mais porque tem a trapalhada do anjo (sempre me identifico com trapalhadas de todos HAHAHA).

    Beijos.
    algoadefinir.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cidoca!
    Nossa quanto tempo não venho aqui. Fiquei até triste agora. Saudades de você.
    Minha vida andou turbulenta, e com isso os comentários nos blogs amigos foram extintos. :(
    Enfim... adorei a sua resenha, como sempre são bem clara e esclarecem qualquer dúvida sobre a leitura. Adorei a ideia de vocês das receitinhas, ficou tão fofo! *-*
    Que você tenha um lindo Natal, e que as festas de fim de ano sejam repletas, de amor, harmonia, paz e felicidades pra você e sua família, amiga.

    Beijokass
    Meu Livro, Meu Mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra ti também amiga linda! Estava com saudades.

      Excluir
  4. deu fome ver as receitas! rabanada é uma delicia, fala a verdade?
    olha o que eu senti é que os anjinhos são quem deveriam dar o humor a trama, quem nunca tentou ajudar e acabou atrapalhando? kkk sou meio riso fácil por isso acho que iria adorá-los, não tem mensagem melhor de fé e esperança no natal que esse lindo livro!
    Debbie é uma autora excepcional, seu jeitinho de escrever cativa muito!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor, lei sim e espero que dê boas risadas, eu gosto de romance com pitada de humor, mas neste aqui não deu certo.

      Excluir
  5. Oi Cida!!!
    Achei a narrativa da Debby super agradável, mas nos dois livros que li dela (O Amor mora ao lado e Anjos à mesa) senti falta de um aprofundamento do enredo, explorando mais os conflitos apresentados. Infelizmente não achei graça no quarteto de anjos, mas gostei da mensagem geral transmitida durante a leitura. Amo rabanadas mas tenho sérios problemas de relacionamento com a frigideira (sempre que uso me queimo), então quem as faz aqui em casa é a minha tia =)
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elis em O amor mora ao lado eu gostei do jeito que ela fez a trama, mesmo não tão densa, mas aqui foi o humor fora de hora, que tirou a seriedade do romance que me deixou incomodada.

      Excluir
  6. Cida!
    Amei o post!
    Que receita delícia!
    Indiquei o livro no meu blog!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. Ok, agora vcs estão atacando por todos os frontes...
    Atacando meu bolso com esse livro q eu preciso ter e a minha dieta com essas receitas q eu preciso provar. kkkkk ^^

    ResponderExcluir
  8. Boa noite Cida,

    Estou lendo esse livro e gostando bastante, concordo com você, uma leitura leve e divertida...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. É bem verdade que os anjos só fizeram trapalhada no romance de Lucie e Aren, mas ainda assim simpatizei com eles.
    Hummm...rabanadas com calda? Deve ficar uma delícia, sugestão anotada para dia 24.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  10. Oi, Cida.
    Estou tão, tão interessada nessa leitura, depois de ler algumas resenhas hoje fiquei muito curiosa. Adorei saber da presença dos "anjos", melhor ainda em clima de Natal.

    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Oi Cida :)
    Eu não solicitei esse livro e, mesmo tendo visto algumas resenhas legais e que me agradaram, eu ainda não sei se lerei. Desde O Amor Mora ao Lado que fiquei meio "assim" com a autora, to evitando ela ao máximo.rs
    Vc, Elis e Paty me deixando doida logo pela manhã, né? Estou adorando essas receitas! Sou louca por rabanada, só de pensar já sinto aquele familiar ronco no estômago. rs
    Beijos
    http://www.coisasdemeninas.blog.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida, adorei sua resenha. Amo livros que retratam o final de ano ou o inverno justamente por não cultivarmos por aqui essa tradição tanto quanto o povo de fora.. estava doida para ler esse livro, mas pelo que vi em outras resenhas, parece que as escritas da Debbie são meio afoitas e acabam logo, não gosto muito disso.. apesar de que gostei da escrita dela quando li O amor mora ao lado.. acho muito curioso esse hábito dela de coloca receitas nos livros.. é engraçado e diferente. Adorei as sugestões de cardápios de vocês. Valeu. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela sempre coloca receitas mesmo, vai ver ela sonhava ser cozinheira.

      Excluir
  13. Geeeeeente, quero tanto ler esse livro... amo tudo relacionado ao Natal, é a época que mais gosto do ano, e tudo realmente me encanta mesmo!
    E as receitinhas, que fofura de postagem! *O*
    Amei...

    ResponderExcluir
  14. Não gosto muito de livros de natal, mas tenho certeza que a Debbie deve ter feito um belo trabalho. Por mais leves que seus livros sejam, empre deixam uma boa mensagem e afinal, é essa a intenção dos livros. Passar uma mensagem, por mais previsível ou óbvia que possa ser.
    E acho que as receitinhas no final dos livros dela acabou inspirando vocês dos blogs, heim? Haha
    Adorei!

    ResponderExcluir
  15. Eu já havia visto esse livro, porém iria morrer sem saber que ele faz parte de uma série. Eu gostei da receita da farofa, amei de verdade, não sabia dela, vou tentar fazer aqui em casa.

    ResponderExcluir
  16. Oie Cida
    Esse livro é realmente para ler no período natalino e no fim de ano, deve um livro leve e tranquilo. Adorei as receitas, vou tentar fazer no ano novo...rsrsrs. Não sou muito boa na cozinha, mas vou tentar.
    Parabéns pela resenha.

    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!