[Resenha] Um Marido de Faz de Conta

Um Marido de Faz de Conta
Título Original: The Girl with the Make-Believe Husband (Rokesbys #2)
Autor(a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro                 Páginas: 304
Lançamento: 2019               ISBN:9788580419221
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Enquanto você dormia… Depois de perder o pai e ficar sabendo que o irmão Thomas foi ferido durante uma batalha nas colônias, Cecilia Harcourt tem duas opções igualmente terríveis: se mudar para a casa de uma tia solteira ou se casar com um primo vigarista. Então ela cruza o Atlântico, determinada a cuidar de seu irmão pelo tempo que for necessário. Só que, após uma semana sem conseguir localizá-lo, ela acaba encontrando seu melhor amigo, o lindo oficial Edward Rokesby. Ele está inconsciente, precisando desesperadamente de cuidados, e Cecilia promete salvar a vida desse soldado, mesmo que para permanecer ao lado dele precise contar uma pequena mentira... Eu disse a todos que era sua esposa…Quando Edward recobra a consciência, não entende nada. A pancada na cabeça o fez esquecer tudo que aconteceu nos últimos três meses, mas ele certamente se lembraria de ter se casado. Apesar de saber que Cecilia Harcourt é irmã de Thomas, eles nunca foram apresentados. Mas, já que todo mundo a trata como esposa dele, deve ser verdade. Quem dera fosse verdade… Cecilia coloca o próprio futuro em risco ao se entregar completamente ao homem que ama. Mas quando a verdade vem à tona, Edward talvez também tenha algumas surpresas para a nova Sra. Rokesby.
Um Marido de Faz de Conta é o segundo volume da série Os Rokesbys, de Julia Quinn, publicada no Brasil pela Editora Arqueiro.

O livro, com certeza, tem um significado especial para a Nana que trabalha na editora, pois ela é citada nos agradecimentos pela autora. Foi merecidamente, já que contribuiu para a doçura deste romance quando apresentou o milkshake de Ovomaltine para a Julia. Quando lerem a obra confiram a nota da editora para maiores detalhes.

Os Rokesbys são os vizinhos dos Bridgertons, tanto que no volume um, Uma Dama Fora Dos Padrões, o casal de protagonistas é formado por um membro de cada família. Já neste segundo, temos apenas um dos Rokesbys, Edward, que havia sido dado como desaparecido nos EUA e então foi encontrado.

Edward deixou a Inglaterra servindo o exército e foi ferido em uma missão. Quando acorda em um hospital militar se vê sem as memórias dos últimos meses e com uma esposa. Ela sabe quem é a moça. É Cecilia Harcourt, irmã de seu grande amigo de tropas. Mas embora a conheça bem pelas cartas que ela trocava com o irmão, ela nunca a havia visto pessoalmente e não faz ideia de como se casou com ela, só que para ele é fácil encontrar mil motivos para a união.

Cecilia Harcourt está numa saia justa e não refiro-me aqui as suas vestimentas. Ela está é metida em um grande problema, mais precisamente uma grande farsa. Quando se viu sem o pai na Inglaterra e a mercê de um primo safado que queria se casar com ela a força, partiu para os EUA decidida a encontrar o irmão. No entanto, encontrou Edward.

Os dois rapazes foram feridos e dados como desaparecidos, mas só um retorna.  Disposta a achar Thomas, finge ser a esposa de Edward, já que ao contrário o exército não permitiria que ficasse por perto.

Então vocês já têm uma ideia do motivo de Edward não lembrar do casamento, pois de fato o mesmo nunca aconteceu. Cecilia até pensa em contar a verdade quando ele sai do coma, mas dadas as circunstancias do desaparecimento do irmão e a dificuldade de obter informações, ela resolve aproveitar mais um pouquinho a influência do sobrenome de Edward e vai levando a mentira adiante.

Então lá vamos nós observar o casal viver como marido e mulher de mentirinha  e ver um sentimento real surgir. A cada dia a ligação dos dois se torna mais sólida e o casamento sem papel, fica mais real de outras maneiras.

Eu fiquei bem dividida com esta relação. Por um lado me vi toda encantada pelo que o Edward sentia, por perceber que ele já a amava desde que a conhecia apenas pelas cartas que trocava com Thomas. O Edward está fragilizado pelos ferimentos, mas faz de tudo para confortar a mulher que acha ser sua esposa e é um marido exemplar sem mesmo ser. É impossível não torcer para que ele fique bem e possa viver plenamente este amor, mas então… 

Temos Cecilia que está mentindo e eu não pude deixar de ficar chateada por ela brincar com os sentimentos dele e tirar proveito de um homem doente e de seu nome para achar o irmão. Tudo bem que ela estava desesperada, mas eu me incomodo bastante como quem tira vantagem dos outros, em especial de pessoas que não podem se defender.

Demorou, mas em determinado momento eu fui conseguindo perdoar Cecilia e acho que ao final aceitei o romance por causa de uma atitude extrema dela. Até foi ruim por magoar o Edward, mas mostrou que ela no fundo agiu por desespero. Não torna mentir algo bom, mas faz o leitor se colocar na pele da personagem.

O romance dos dois é cheio de ternura e uma pitadinha de drama. Diferente do romance do casal do livro anterior que me divertiu demais, esse me fez ficar de coração mais dolorido e sentir pena das perdas dos personagens. Gostei também de poder ver a posição dos ingleses nos EUA em uma época que viviam um grande conflito. A história tem um pano de fundo histórico bem imponente.

Um Marido de Faz de Conta é um romance de Julia Quinn feito para emocionar o leitor. Os homens da família Rokesby são cheios de sentimentos, têm uma grande sensibilidade e mesmo sem serem sedutores de carteirinha, sabem como ninguém roubar o coração de uma mulher. Os dois irmãos, George e Edward, que Quinn nos apresentou até agora são maravilhosos e estou doida para saber o que ela reservou para o brincalhão Andrew Rokesby. O próximo volume está chegando. Aguardem!


2leep.com

7 comentários:

  1. Oi Cida,

    Eu estou vendo vários elogios para esse livro, até mais do que o anterior e isso me fez ficar com mais vontade de ler essa série da Julia.
    Vou aguardar o próximo para ler tudo de uma vez.

    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida.
    Como você também me incomodei bastante com as atitudes da mocinha, já que ela tem várias oportunidades de desfazer todo o mal entendido com Edward. Principalmente porque ele deixa bem claro que gosta dela e que é um homem honrado e confiável. Por isso, mesmo com o decorrer da leitura entendendo a posição dela, não consegui gostar tanto da história. Que bom que você conseguiu perdoar as atitudes dela e se apaixonar pela história.Estou ansiosa pela leitura do próximo.
    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cida!
    Eu gostei bem mais desse do que do anterior.
    Eu também fiquei meio incomodada com o lance da mentira, mas entendo a Cecilia. Acho que faria o mesmo no lugar dela.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida,
    É oficial: voltei ao mundo dos romances de época e já quero comprar todos os livros do gênero que parei há alguns anos.
    Estou com saudade da Julia Quinn!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá, Cida.
    Já garanti o meu exemplar do terceiro livro, mas ainda nem li os dois primeiros hehe. Como essa série tem mais o tom de Os Bridgertons acho que vou gostar mais do que gostei dos outros livros dela.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida :)
    Ando à dias de olho nessa série e acho que estou finalmente decidida a ler, realmente Julia Quinn não falha em serviço.
    Beijinho
    Mundo da Fantasia

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida, tudo bem?
    A trama parece cativante. Estou bem curiosa para conhecer essa nova série da Julia Quin. Espero conseguir em breve.

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!