[Resenha] A Paciente Silenciosa

A Paciente Silenciosa
Título Original: The Silent Patient
Autor(a): Alex Michaelides 
Editora: Record                   Páginas: 350
Lançamento: 2019              ISBN:9788501116437
||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Um assassinato, uma verdade oculta. As raízes do silêncio são muito mais profundas do que se pode imaginar. Alicia Berenson escreve um diário para colocar suas ideias em ordem. Ele é tanto uma válvula de escape quanto uma forma de provar ao seu adorado marido que está bem. Ela não consegue suportar conviver com a ideia de que está deixando Gabriel preocupado, de que está lhe causando algum mal. Alicia Berenson tinha 33 anos quando matou seu marido com cinco tiros. E nunca mais disse uma palavra. O psicoterapeuta forense Theo Faber está convencido de que é capaz de tratar Alicia, depois de tantos outros falharem. E, se ela falar, ele será capaz de ouvir a verdade?

A Paciente Silenciosa, de Alex Michaelides, vem sendo bem comentado no exterior desde o seu lançamento em fevereiro deste ano. Já figura na lista de mais vendidos nos EUA (The New York Times) e na Inglaterra (Sunday Times).  A Editora Record não perdeu tempo, adquirindo a obra para ser lançada aqui no Brasil no final de abril. Na semana anterior recebi a prova antecipada para leitura da obra e digo que só é possível deixar o livro de lado quando ele acaba.

A história apresenta a pintora Alicia Berenson, que aos 33 anos foi acusada de assassinar o marido Gabriel com cinco tiros no rosto. Ela foi presa em flagrante e levada a justiça, mas o estado catatônico e de total silêncio apresentado desde a morte de Gabriel, fizeram com que Alicia não fosse para uma prisão e sim que fosse internada em uma instituição psiquiátrica, o Grove.  

Passados seis anos, ela ainda não disse uma palavra e ninguém sabe o que aconteceu entre ela e o marido para resultar em um acontecimento tão brutal. Neste período todo, a única manifestação de Alicia foi um quadro chamado Alceste. A pintura se baseia em uma tragédia grega, tragédia esta que pode ajudar a desvendar o  mistério Alicia Berenson.

Theo Faber é um psicoterapeuta que fica fascinado pelo caso de Alicia e deseja ajudá-la. Quando surge uma vaga no Grove, ele se candidata e consegue se aproximar da paciente silenciosa, acreditando que pode fazê-la falar.

A história é narrada pelo ponto de vista de Alicia, através de um diário escrito antes da tragédia e pelo de Theo, que nos relata sobre esta tragédia na vida dela, sobre a repercussão do caso e como depois a jovem foi esquecida no limbo. Ele nos mostra todo seu esforço para entender a paciente, para quebrar os paradigmas do tratamento arcaico que ela vem recebendo e sua luta para encontrar uma conexão que a permita confiar nele.

Theo vai além das salas de consulta, ela se aprofunda na vida de Alicia e procura todos aqueles que a conheceram e podem lhe dar um pouco da mulher que não fala. A cada nova entrevista, a cada novo fato revelado sobre ela, Theo percebe que Alicia sofreu um trauma que pode ter resultado no assassinato, mas nada disso é certo e nem sabemos se ela é mesmo culpada. Para o leitor surgem muitas dúvidas sobre o acontecido e parece que cada pessoa que a conheceu esconde algo, quem sabe até mesmo culpa.

É uma trama nada confiável. Por ter a impressão de que todos mentem de alguma forma ( e isso se mostra real com o tempo), eu não sabia se tudo o que Theo contava era mesmo cem por cento real. Ele mesmo é um cara perturbado, que luta para superar antigos traumas e acaba não sendo uma pessoa que nos faça crer em tudo que mostra. O lado de Alicia é igualmente duvidoso, já que pelos relatos de pessoas próximas, ela também era uma pessoa perturbada mentalmente.

É este fator duvidoso que prende, que aguça nossa mente e nos faz montar quadros diferentes para obter respostas. Gostei da forma que a história foi sendo construída,  muito misteriosa e intrincada. A Paciente Silenciosa é um verdadeiro quebra cabeças e consegue chocar e surpreender em igual medida.

Não se assuste se for lendo e achar que alguns aspectos não fazem sentido ou que o autor se perdeu na trama e inseriu elementos desconexos ou inesperados. Tudo está ali por um motivo e quando vem a reviravolta final, que revela a peça chave que une todas as outras, você se pega revendo tudo que leu e encontrado muito sentido. Eu sinceramente não esperava. Quando cheguei no final de um determinado capítulo veio o entendimento e eu não conseguia acreditar que fosse aquilo que tivesse acontecido. A narrativa, deste ponto em diante, vai esclarecendo cada mínimo detalhe e amarrando as pontas soltas.

É um livro para se descobrir aos poucos, para mergulhar em sua trama e se deixar surpreender. A Paciente Silenciosa é uma ótimo thriller psicológico, com personagens muito realistas e um desfecho inteligente. Recomendo!
2leep.com

11 comentários:

  1. Oi Cida, tudo bem?

    Estou vendo a resenha deste livro com muita frequência, e todas resenhas são positivas. Essa questão que você disse sobre o próprio autor fazer a nossa cabeça dar um nó eu acho interessante, isso deixa o leitor mais intrigado.

    Até mais!

    www.depoisdaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida,
    Esse livro me deixou bem curiosa desde o anúncio.
    Amando ler tantas opiniões positivas e conhecer mais sobre.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida! Esse livro está sendo super comentado recentemente, mas essa é a primeira resenha que leio e fiquei super instigada pela leitura. Eu gosto desse tipo de thriller, me angustia na medida que me aguça a curiosidade e se tem reviravoltas totalmente inesperadas é melhor ainda, o tipo que deixa o leitor sem chão.
    Beijos, Adri
    Espiral de Livros

    ResponderExcluir
  4. Olá, Cida.
    Eu fiquei achando que o autor tinha se perdido e não ia chegar a lugar nenhum quando vi a ligação das histórias. Achei ótima. Mas como não gosto de finais abertos tirei uma estrela da nota final.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cida!
    Mulher do céu, to vendo que vou ter de ler esse livro. Todo mundo elogiando horrores. Espero gostar.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida, tudo bem?
    Todo mundo tem falado desse livro, minha curiosidade está a mil.
    Adorei sua resenha. Curti muito essa vibe de "personagens não confiáveis" e trama se revelando aos poucos. Tenho certeza que vai me instigar!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  7. Oie Cida =)

    Estou lendo muitas resenhas positivas desse livro e confesso que toda resenha que leio me passa uma sensação de angustia, algo que acredito que quem leu também sente.

    Não é o meu tipo de leitura e no momento estou evitando leituras mais pesadas, mas que sabe mais para frente?

    Beijos;***
    Ariane Reis | Blog My Dear Library.


    ResponderExcluir
  8. Oi Cida,
    Todo mundo falando desse livro e eu aqui, sem entender o quão incrível ele pode ser hahahaha
    Quero ler em breve!
    Beijos
    estante-da-ale.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveita que você está investindo em livros do gênero e leia este.

      Excluir
  9. Oiii Cida

    Eu adorei conhecer esse quebra cabeças e é legal que nem Theo e nem Alicia sejam confiáveis, isso deixa o leitor querendo saber ainda mais quem mente e quem fala a verdade. Eu tb recebi a prova antecipada, e pelos comentários que tenho lido, a leitura promete mesmo.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida,

    Eu curti muito a leitura desse livro. Tem cenas que não vi necessidade na história, mas quando foi revelado tudo ai as peças se encaixam totalmente!
    Foi um suspense bem viciante, só consegui parar de ler quando a finalizei a história.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!