[Resenha] Preciso Saber

Preciso Saber
Título Original: Need to Know
Autor(a): Karen Cleveland   
Editora: Planeta                                Páginas: 304                          
Lançamento: 2018                           ISBN: 9788542212419
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
O thriller do ano: uma analista da CIA deverá escolher entre o amor de sua família e o juramento feito a seu país. Vivian Miller é uma agente do departamento de contrainteligência da CIA, e sua tarefa é desvendar células infiltradas de inimigos russos em solo americano. A dedicada analista está muito próxima de receber a tão esperada promoção, depois de desenvolver um método revolucionário para ajudar na identificação de agentes secretos da Rússia. Ao conseguir acesso ao computador de um potencial agente russo, Vivian descobre uma pasta de conteúdo altamente confidencial: os inimigos estariam, de fato, vivendo em pleno solo dos Estados Unidos, passando-se por cidadãos comuns. Clique após clique, no entanto, Vivian se depara com uma verdade de consequências avassaladoras, capaz de colocar em xeque tudo o que ela mais ama. Entre a promessa de defender seu país e o desejo de proteger sua família, Vivian é uma mulher dividida. Terá, enfim, de decidir entre a lealdade e o amor? E, diante de uma escolha como essa, em quem ela pode confiar?
Preciso Saber é um thriller de suspense onde temos uma agente da CIA, especializada em descobrir espiões russos, descobrindo que seu marido é um destes espiões e com isso vendo uma vida inteira ao lado deste homem desmoronar.

Vivian acreditava que aquela seria uma grande manhã. Que quando se infiltrasse no computador de um espião russo, acharia a glória em sua carreira e, conseguiria ali, provas para encontrar mais e mais russos escondidos nos EUA. Realmente ela achou e bem dentro de casa. Matt, com quem era casada há dez anos e tinha quatro filhos, era um espião e ela não sabia o que fazer. Quando o confrontou, ele assumiu e disse que Vivian precisa entregá-lo. Algo simples de falar, mas não de fazer.

Vivian começa a viver com medo e passa a ir contra tudo que acredita ser certo. Ela amava o marido e não queria ver sua  família se desfazer. A cada vez que imaginava os filhos passando uma necessidade, por conta de ter um pai espião, ela relutava em denunciar e ia encobrindo as provas.

A situação da personagem é desesperadora e a autora sabe passar bem para o leitor este sentimento de angústia e sufoco que consomem Vivian. Ela se usa de muitos flashbacks para mostrar como a relação de Vivian e Matt foi construída através dos anos, de forma a justificar cada atitude da protagonista para tentar fazer o marido parecer sincero e inocente. E também para acreditar que ele a amava e aos filhos.

A narrativa é muito viva e ágil. Nos sentimos parte da vida da personagem e entendemos o motivo dela agir como age, mesmo que não seja fácil concordar. Mas se você, se colocar no lugar dela, é possível que agisse da mesma forma. Será?

Eu via duas possibilidades naquela situação. A primeira, de que ela estivesse certa e Matt no final deixou de vê-la como parte do trabalho, como um alvo, e então passou a vê-la como a mulher que amava. A segunda, de que ele sempre a usou e continuava usando. 

Quando me defini pelo que realmente acreditava ser a verdade, isso acabou mesmo até ficando bem óbvio e até o final eu esperava por uma reviravolta que me derrubasse e deixasse de queixo caído. Eu sempre espero ser feita de boba pelos autores neste tipo de história, gosto muito de ser surpreendida e, embora a história em si seja bem instigante, o desfecho foi simples e aquilo que pareceu ser a verdade, era mesmo. E, além disso, eu gostaria que certas pessoas tivessem sido punidas e não saído ainda mais fortes da situação.

O final abre margem para um sequencia e pode ser que se isso acontecer, em um novo livro a autora acabe sendo mais justa e até mesmo amarre algumas pontas que ficaram soltas. Preciso Saber foi um thriller de suspense com uma história envolvente, mas com um final menos elaborado do que eu esperava. Você já leu? O que achou?

2leep.com

5 comentários:

  1. Oi Cida,
    Você sempre traz novidades dos thrillers para mim. Não conhecia a orba!
    Mas preciso ler mais suspense hein? Dica anotada!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida,

    Realmente é bem legal quando o livro acaba nos engando e ficamos de queixo caído com as revelações.
    Apesar da resolução não ser assim com essa história, eu curti a premissa.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  3. não sou chega em thrillers, mas confesso que fiquei bem intrigada!
    uma boa dica
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida, tudo bem?
    O enredo me lembrou Sr. e Sra. Smith hahaha!
    Achei bem legal a premissa e realmente deve ser uma decisão quase impossível de tomar.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cida!
    Esses thrillers que envolvem companheiros sempre são os melhores. Achamos que conhecemos alguém, mas não sabemos da missa a metade.
    Não sei se é bom o final dar margem para um segundo. Se não for escrito, fica aquela angústia.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!