[Resenha] Rebelde e Um Mundo Novo

Rebelde e Um Mundo Novo
Título Original: Rebellion & In From the Cold (Serena & Ian) (The MacGregors 0.1, 0.2)
Autor(a): Nora Roberts 
Editora: Harlequin                 Páginas: 320
Lançamento: 2018                ISBN:978-8539825981
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
No século XVIII, uma época em que combates sangrentos eram travados em nome da honra, as mulheres MacGregor passaram por muitas dificuldades para defender sua família. Em meio a tudo isso, duas integrantes do clã se destacam. Serena MacGregor acaba se envolvendo com um suposto inimigo, o inglês Brigham Langston. Encontrar dentro de si o que será necessário para viver esse amor exigirá muita coragem... mas isso é algo que Serena tem de sobra. Anos depois, o jovem soldado Ian MacGregor se vê à beira da morte e acaba encontrando Alanna Flynn, que além de salvar sua vida o ensinará que, às vezes, as maiores batalhas que enfrentamos são aquelas que ocorrem em nossos corações. Em Rebelde e Um mundo novo, Nora Roberts nos encanta com o passado da família MacGregor, mostrando que, independentemente dos lados no campo de batalha, quando se trata de amor ele sempre vencerá.
Este é o sexto livro da série MacGregors publicado pela Harlequin em novo formato, mas tecnicamente as duas histórias que temos nele antecedem as dos outros volumes. Rebelde tem seu início em meados de 1735, na Escócia e Um Mundo Novo, décadas mais tarde nos EUA.

As duas histórias tem ambientação histórica e na primeira acompanhamos os MacGregors no meio de uma grande conflito travado entre Inglaterra e Escócia. A protagonista é Serena MacGregor, uma jovem que ainda criança viu sua casa ser invadida por soldados ingleses que antes de partir estupraram sua mãe. Serena cresceu odiando os ingleses e quando seu irmão mais velho voltou para casa afim de organizar um revolução contra a Inglaterra tendo como aliado um lorde inglês, ela se viu em confronto dentro da própria casa.

No entanto, Brigham Langston, não era um inimigo e logo se encantou pelo gênio forte e pela beleza selvagem daquela moça de cabelos de cor viva como fogo. Serena não foi indiferente as atenções do rapaz e não conseguia lidar com aquele tipo de sentimento em relação ao homem que ela considerava o símbolo da violência sofrida pela mãe.

Os MacGregors são pessoas geniosas e as mulheres desta família não aceitam ser comandadas. Nora Roberts nos apresenta nesta história o começo desta família, marcando com clareza os traços que os definem e mostrando como da Escócia partiram para o mundo. É uma trama com muitas batalhas e uma forte abordagem política. Como citei tem ambientação histórica e os personagens estão envolvidos intimamente em fatos reais. 

O casal é formado por duas pessoas igualmente teimosas e determinadas,  assim podem esperar por uma relação que mais parece uma constante queda de braço. Sabemos que de tantas brigas vai surgir uma paixão avassaladora e que não demora para se tornar algo sólido e para toda uma vida. Eu gostei bastante da mocinha de língua afiada e que adorava desafiar seu par. Brigham em alguns momentos foi muito autoritário e me fez ficar meio irritada com ele, mas a forma como acaba provando amar Serena compensa estas falhas. Eu só não gostei mais da história por conta do cenário politico, preferia que tivéssemos tido menos discussões voltadas para este tema e mais interações românticas.

Em Um Mundo Novo, temos Ian MacGregor, sobrinho da nossa Serena. Ele é um jovem idealista que também luta contra os ingleses. Ian acabou de fazer parte da Festa do Chá de Boston, uma revolta histórica importante ocorrida em 1776 e como consequência leva um tiro. Ferido, foge montado em um cavalo e acaba desmaiando no celeiro de uma amorosa família de fazendeiros. É encontrado e cuidado pela jovem viúva Alanna Flynn e se encanta profundamente por sua salvadora.

Mesmo tendo uma guerra em vista, a abordagem politica foi mais sutil nesta história e Nora deu muito destaque as interações do casal. Eles têm imensa dificuldade de alcançar um entendimento e dá até mesmo para duvidar de um final feliz. Ian e Alanna são divertidos, carismáticos, geniosos, teimosos e donos de personalidade marcante. Eu fui cativada pelos dois logo de cara e amei cada pedacinho desta linda história de amor. Parecem gato e rato, mas no bom sentido, e aquecem nosso coração com suas conversas e atitudes. Ela poderia ser uma MacGregor de nascença, tem a mesma força das mulheres desta família.

Como citei eles têm dificuldade de se entender e então Nora traz a protagonista da história anterior para dar uma forcinha ao casal. Revemos então Serena e Brigham mais velhos e cheios de filhos e só posso dizer que o casal consegue estar mais encantador agora, eles envelheceram muito bem.

As duas histórias são romances fortes, mas a segunda foi a minha favorita sem sombra de dúvidas. Eu amei demais o casal e shippei a relação totalmente. É um amor puro, fresco e doce. Mesmo Alanna sendo uma víuva, é com Ian que ela se apaixona pela primeira vez. Eles não são imaturos, mas sua relação tem aquele clima de descoberta e crescimento pessoal. É um encanto e me emocionou bastante. Recomendo está série sem medo. 





2leep.com

12 comentários:

  1. Amei sua resenha, é impossível não se encantar com as histórias da Nora, são sempre maravilhosas.

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida,
    Eu só li um dessa série e achei bem mais ou menos. Mas tenho vontade de continuar a série e conhecer outros romances da família.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida,
    Eu fico babando nessas capas, mas nao fico com vontade de ler.
    Me sinto uma ET quando fujo de Nora Roberts hahahaha
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
  4. Oie Cida =)

    Nossa acho que eu nunca li um romance de época da Nora. Bem pelo menos que eu me lembre rs...

    Ambas as histórias parecem ser bem interessantes de se acompanhar em especial Um Mundo Novo. Essa história me chamou mais atenção por ser um protagonista, algo que não é tão comum em livros do gênero. E é legal que a Nora conseguiu no fim unir as duas histórias.

    Dica anotada!

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cida!
    Menina, toda vez que via esse livro, achava estranho o lance de se passar no passado. Aí eu me questionava se não tinha comprado errado hhaahahhahaha Nora gosta de inovar.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida.
    Essa série parece ser muito boa. Só li o primeiro até agora, preciso arrumar tempo para ler os outros. Ótima resenha.
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, Cida.
    Eu achei esse livro mais romance histórico do que de época. Mas gostei das histórias e tenho curiosidade de conferir os outros livros da série. Gostei mais da segunda história também, porque a Serena me deu nos nervos várias vezes hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida!
    Ganhei dois livros da Nora há algum tempo atrás mas ainda não li nenhum deles e não conheço a escrita dessa autora que tantos admiram! Preciso corrigir isso, né?! :)
    Beijos!

    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida, tudo bem?
    Ainda não conhecia esse livro, valeu pela dica!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida.
    Gostei bastante da premissa da história, porque gosto de casais que não são imaturos porque perdem um pouco do ar irritante.
    Fiquei bem interessada na obra.
    Beijos.

    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  11. A capa do livro já chama minha atenção e agora consegui saber mais detalhes sobre ele. Com certeza é uma livro que gostaria de ler! Dica anotadíssima.
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida!! A Ari lá no blog ama os livros da Nora e adorou esse tb! Com tantas criticas positivas me interessei!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!