[Resenha] Terra do Gelo

Terra do Gelo
Título Original: The Icebound Land (Ranger's Apprentice #3)
Autor(a): John Flanagan
Editora: Fundamento         Páginas: 256
Lançamento: 2015             ISBN: 9788576763222

 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads|
Forças da natureza podem ser um poderoso oponente para um jovem aprendiz de arqueiro e uma princesa em terras de piratas e mercenários. Por isso, depois de um longo e sombrio inverno, Will e Evanlyn estão diferentes. Eles entenderam que, em toda guerra, há um tempo para lutar e um tempo para aceitar o inevitável. A Terra do Gelo nunca tinha visto jovens prisioneiros com tanta honra, coragem e companheirismo, mesmo passando por muitas tristezas e humilhações. Nesse pedaço de mundo gelado e hostil, a batalha pela vida é travada com armas feitas de outros materiais: uma forjada no pulsante calor da alma; outra malhada na mais cruel escuridão. Na corrida pela salvação, Evanlyn mostra seu valor, mas isso pode não ser o suficiente para libertar ela e Will. Por sua vez, Halt e Horace precisam enfrentar falsos cavaleiros e muitos espertalhões na tentativa de resgatar seus amigos. Será que chegarão a tempo? Duas batalhas pela vida, simultâneas e arriscadas, com uma finalidade só: salvar Will.
Em Terra do Gelo, o terceiro volume da série Rangers – Ordem dos Arqueiros, John Flanagan leva o leitor para as terras geladas da Escandinávia. Não será uma rota direta. Primeiro o autor expõe seus personagens à um mar arredio e furioso, que quase os mata. Depois, prepara um breve período de refúgio em uma ilha propícia para piratas e mercenários esperarem o tempo se acalmar e então atraca nas terras bárbaras e dá sequencia para sua história finalizada de maneira tão surpreendente e desesperadora em Ponte em Chamas.

O jovem aprendiz de arqueiro, Will, se vê sendo levado para longe de sua terra contra vontade e encarando um futuro como escravo. Ao lado da nova amiga Evanlyn, segue com coragem junto aos seus sequestradores, tentando não mostrar que está com medo e também com a cabeça cheia de planos de fuga. Para Evanlyn a situação pode até ser mais promissora por conta de sua linhagem, mas para o garoto que nem sobrenome tem, nada de bom o espera.

A trama se passa boa parte do tempo mostrando a viagem de Will e Evanlyn para o lugar que agora poderá ser seu novo lar. Vemos nesta jornada a amizade dos dois jovens ficar mais forte. Eles são uma dupla incrível. Jovens determinados e leais um ao outro e que não deixam que o medo e o desespero os vença. O capitão pirata que os levou até passa a admirar os dois e nutre sentimentos conflitantes ao cumprir seu propósito de vendê-los como escravos.

E falando em lealdade e amizade, na terra de Will, seu mestre Halt está enlouquecendo. De mãos atadas pelo juramente de prestar serviço ao Rei, não pode tentar resgatar seu aprendiz e isso o consome. No entanto, esperto e astuto como é, consegue dar um jeitinho na situação e logo está na estrada com um dos melhores amigos de Will, decidido a resgatá-lo.

A narrativa se divide nos dois cenários. Quando estamos com Will sentimos um clima de desespero no ar e de tristeza pela série de infortúnios que ele tem que viver, mas que servem para o amadurecimento dele e de Evanlyn, mostrando uma evolução grande nos personagens. Sabemos que no final não serão mais dois adolescentes e sim jovens com praticamente os dois pés na vida adulta.

Já com Halt, embora ele encare muitos desafios, posso dizer que o clima foi bem mais leve e muito divertido. As minhas partes preferidas foram as da viagem dele e de Horace e como driblaram os obstáculos. Este homem que parece ser sério e assustador, na verdade tem um coração mole e nem sempre é tão sério assim. Mas não se enganem, ele é mortal.

Eu ansiei muito pela salvação de Will e Evanlyn, pois parecia que ele ia morrer a cada virada de página ou então nunca mais ser o mesmo e pelo encontro dele com Halt. A história consumiu meus nervos e embora não tenha tido em seu desfecho algo que desejei muito, foi de certa forma um alívio e me emocionou. Até agora este foi o livro mais tenso e de clima dramático. Rangers é cheio de ação e aventura. Não deixem de ler.

Resenhas

2leep.com

7 comentários:

  1. Oi, Cida

    Gosto de ver sua empolgação acerca dessa série.O que me chamou a atenção foi o que você comentou ao final da resenha, que parecia que eles iam morrer toda hora... gosto assim, pq se não for pra sofrer melhor nem ler! Hahaha


    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida,

    O final do livro anterior deixa a gente doido para ler esse.
    Pelo visto parece ser tão bom quanto os outros dois.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  3. Oiii Cida

    Tenho acompanhado as resenhas dessa série aqui pelo teu blog, parece ser bem legal e cheia de aventuras, adoro livros assim. Vou anotar a dica.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida!
    Eu não me atraio muito por essa série, apesar das resenhas sempre positivas que vejo. Acho a ideia bem diferente e legal, mas o número de volumes me desmotiva, ainda mais porque a Fundamento não é uma editora muito barata. Seria sofrimento conseguir todos KKKK.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oie Cida =)

    Ah! Só de ler a sua resenha já deu para perceber o quanto a leitura foi empolgante para você =D

    Eu até acho a premissa da série interessante, porém como ela é longa tenho preguiça (shame) de começar rs...

    Beijos;***
    Ariane Reis | Blog My Dear Library

    ResponderExcluir
  6. Olá, Cida.
    Que bom que já está no terceiro livro e sua empolgação continua a mesma. Eu acho que já comentei por aqui que apesar de ter o primeiro livro não me animo a ler porque a série é enorme hehe. Mas quem sabe hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi, Cida!
    Mulher, logo você vai ter terminado essa série e eu tchum pra começar.
    Adoro uma amizade real oficial entre menino e menina nas séries. Pra que ficar fazendo casalzinho a torto e a direito???
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra a um exemplar autografado de O que eu tô fazendo da minha vida
    Sorteio de aniversário Balaio de Babados e O que tem na nossa estante. São quatro kits; um para cada ganhador

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!