[Resenha Dupla] O Dia do Predador e O Código do Apocalipse

O Dia do Predador 
Título Original: Day of the Predator (TimeRiders #2)
Autor(a): Alex Scarrow
Editora: Fundamento           Páginas: 416
Lançamento: 2017               ISBN:9788539506491
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads|| 
Liam O'Connor, Maddy Carter e Sal Vikram são adolescentes de períodos diferentes da História, mas com algo em comum: todos deveriam ter sido mortos em grandes tragédias. No último momento de vida, um estranho os levou do local das catástrofes. Mas eles não foram salvos. Foram recrutados. Os Time Riders ainda não haviam se recuperado das consequências da batalha contra os nazistas quando receberam uma mensagem vinda do futuro. A Agência descobriu uma trama para matar Edward Chan antes que ele elaborasse a teoria da viagem no tempo. Se isso acontecer, não haverá máquina do tempo. Nem Time Riders. Assim, Liam é enviado para 2015, a fim de deter o assassino de Chan. Mas algo sai muito errado com a missão e Liam é transportado para 65 milhões de anos antes de Cristo. E, para piorar, um grupo de estudantes do ano de 2015 é levado com ele. Enquanto Liam luta para manter vivo um grupo de humanos em plena era dos dinossauros, Maddy e Sal tentam localizar o amigo perdido. Mas como encontrar alguém que pode estar em qualquer período da História? E o que acontece com a linha do tempo quando dinossauros e humanos se encontram? Uma coisa é certa: a humanidade não será mais a mesma... Quando se mexe com o passado que se conhece, cria-se um futuro desconhecido.

Time Riders, de Alex Scarrow é uma série de aventura que tem como tema central viagens no tempo. Os adolescentes Sal, Maddy e Liam foram recrutados por um homem misterioso para trabalhar em uma agência secreta que tenta impedir as pessoas de mudarem a História durante estas viagens.

No primeiro volume da série – Time Riders –, o autor nos apresentou os personagens e a forma como entraram na agência, dando uma ideia geral do que as alterações causadas pelas viagens no tempo poderiam fazer com a nossa atual realidade. Eu gostei bastante, em especial a forma convincente com a qual ele se usou de fatos históricos com mudanças sutis. Em suma, foi uma leitura empolgante que me deixou curiosa em relação a sequencia.

O Dia do Predador começa logo após o ocorrido em seu predecessor e finalmente eu vi algo que queria acontecer, ou seja, uma aproximação maior dos personagens centrais que estavam trabalhando um pouco separadamente. Há finalmente uma interação maior do conjunto, mas não total, visto que Maddy esconde algo muito intrigante de Liam e Sal.

Os nossos viajantes desta vez tentam salvar um garoto que um dia escreverá um importante artigo científico revolucionário.  Eles precisam impedir que o jovem seja assassinado ainda adolescente, caso contrário, no futuro as viagens não serão possíveis. No entanto, algo dá muito errado nesta missão e Liam vai parar na era dos dinossauros.

A história manteve-se cheia de ação e aventura, sem deixar de lado grandes enigmas para serem desvendados, mas desta vez senti falta de algo mais familiar em relação ao período que Liam estava localizado. Eu gostei mais do anterior que se passou na época da Segunda Guerra, já que é um assunto mais conhecido por mim. Eu não sou uma pessoa de histórias de dinossauros (desculpe fãs de Jurassic Park), não é um assunto que me cative.

Contudo, eu não estou falando que o segundo volume é inferior em relação ao primeiro. Tirando o fato da minha falta de afinidade com o período em que Liam vai parar, o restante da trama me manteve presa na leitura e os dias atuais foram cheios de aspectos marcantes e importantes. Maddy e Liam tem um crescimento evidente dentro da série, apenas Sal ainda está em segundo plano. O acréscimo de mais dois integrantes ao time foi excelente e a cada dia os Time Riders estão mais e mais capacitados para salvar o mundo. O final deste livro foi espetacular, eu não esperava tal revelação.

 
O Código do Apocalipse
Título Original: The Doomsday Code (TimeRiders #3)
Autor(a): Alex Scarrow
Editora: Fundamento           Páginas: 432
Lançamento: 2017               ISBN:9788539514069
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads|| 
Maddy ainda está tentando processar o que aprendeu na última missão – como Foster e Liam podem ser a mesma pessoa, quem é Pandora e por que deveria encontrá-la? – quando dá de cara com uma menção a Pandora! Ela estava no Manuscrito Voynich, um documento do século 12, escrito em uma língua completamente desconhecida e decifrada por Adam Lewis, um universitário britânico, em 1994. Desesperada por mais informações, Maddy viaja para 1994 com Becks, a robô, para conversar com Adam. E o que Adam conta é inacreditável: a parte do Manuscrito que decifrou é ainda mais longa do que a que levou a público e só pode ser uma mensagem de um grupo de Time Riders para outro! Sabendo que precisam investigar isso a fundo, Liam, Maddy e Sal viajam de volta para a Floresta de Sheerwood em 1194 para descobrir a origem da remota mensagem. Mas, quando um estranho encapuzado parece estar interessado na mesma coisa, os Time Riders começam a imaginar que ameaças terríveis esse link críptico do passado representa para o futuro... E aí? Está pronto para essa aventura? Quando se mexe com o passado que se conhece, cria-se um futuro desconhecido.

O Código do Apocalipse, diferente do livro anterior, já me ganhou em cem por cento ao trabalhar um período histórico medieval sangrento e cheio de intrigas políticas e religiosas. A história teve mais mistério, mais emoção e com certeza este livro foi o que mais mexeu com o coração dos personagens e o meu. A história de Scarrow é muito criativa e neste volume vi até mesmo algo típico de uma história de Dan Brown (há manuscritos antigos para serem decifrados).

Um dos assuntos que mais assume importância desta vez não é apenas a questão de impedir que a História seja mudada, mas descobrir quem ou o que é de verdade na agência secreta para a qual os protagonistas trabalham. Nós estamos no terceiro volume e nem temos um indício de quem é o chefão e onde fica o quartel general dos Time Riders. Maddy, Liam, Sal e os novos integrantes da turma – Bob e Becks -, lutam pelo que acham certo, mas não sabem por quem lutam. O medo de estar do lado errado é enorme. Eu desconfio que eles estão sendo muito enganados e já sofro por antecedência com a decepção que vai ser para todos se eu estiver certa.

O Código do Apocalipse é o mais enigmático volume até agora e, diferente dos demais, a missão atual não teve um desfecho conclusivo e sim parcial. No final temos uma enorme questão a ser respondida e o nosso nível de ansiedade para ler o próximo livro fica lá em cima. Que venham mais viagens.  







2leep.com

8 comentários:

  1. Oi Cida,
    A série parece ser intessante, mas não é um estilo que me desperte atenção nesse momento. Que bom que curtiu e tadinho dos dinos, eles são fofos haha.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  2. Olá, Cida.
    O que me chama a atenção nessa série é que cada volume é em uma época diferente o que torna a aventura muito melhor. Pena que os livros tem um preço um pouco salgado. E eu gosto muito de Jurassic Park hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. apesar da critica bem fundamentada não vou dizer que por agora leria o livro, isso porque o mesmo não faz muito o meu tipo
    de cara não é uma proposta com a qual eu tenha afinidade

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Cida!
    Eu amo uma viagem do tempo e curti de ver suas resenhas sobre esses livros. E eu também não sou uma pessoa que curta muito dinossauros...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Oiii Cida

    Que pena que os livros dessa editora são super dificeis de se encontrar por aqui, gosto de várias séries deles e TimeRiders está na minha lista faz tempo, gosto da temática de fantasia, viagens no tempo e aventuras. Legal saber que a série se mantém viciante e intrigante na medida certa, espero que o quarto volume chegue logo para que os leitores possam saciar a curiosidade após esse desfecho parcial do terceiro.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  6. Oie Cida =)

    Essa série me chama atenção por conta da temática ser viagem no tempo. Além disso, não lembro de ter lido nenhuma resenha negativa da obra, o que colabora para me deixar ainda mais curiosa para conhecer a trama.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Cida

    Adoro histórias sobre viagens no tempo e sobre a maneira com que elas podem alterar o rumo das coisas. Estou de olho nestes livros há um tempinho, mas os acho caro. E daria um belo filme!


    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Eu realmente nunca tinha ouvido falar da série, mas ja fico com um pé atrás por ser sobre viagem no tempo. Curto bastante ficção cientifica, mas viagem temporal nunca foi meu forte, porque se não for realmente bem explicada eu sempre acho entediante e confuso :( Então, mesmo que a resenha tenha sido tão positiva e os finais legais, não sei se leria.

    Abraços
    David
    https://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!