[Resenha] Time Riders

Time Riders
Título Original: Time Riders (TimeRiders #1)
Autor(a): Alex Scarrow
Editora: Fundamento           Páginas: 408
Lançamento: 2016               ISBN:9788539506507
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads|| 
Liam O Connor, Maddy Carter e Sal Vikram são adolescentes de períodos diferentes da História, com muito pouco em comum. No entanto, existe um forte laço que os une: todos deveriam estar mortos. Os três estavam destinados a morrer em grandes catástrofes. Mas, nos últimos momentos de vida, foram abordados por um estranho que lhes ofereceu uma opção. Para escapar de um destino terrível, eles deveriam juntar-se à misteriosa Agência e se tornar Time Riders viajantes no tempo. No futuro, as viagens no tempo serão uma realidade. De governos a grupos criminosos, todos querem mudar algo no passado, mesmo sabendo das trágicas consequências que isso pode trazer. É por isso que a Agência existe: para nos proteger, para evitar qualquer tentativa de alteração da linha do tempo. Em sua primeira missão, os Time Riders precisam deter os planos de um maligno cientista que viajou no tempo para levar os nazistas à vitória na 2ª Guerra Mundial, criando um futuro apocalíptico. Liam, Maddy e Sal nem bem terminaram o treinamento e já têm o destino do mundo em suas mãos. Será que eles estão prontos? E será que aceitarão esse desafio? Quando se mexe com o passado que se conhece, cria-se um futuro desconhecido.
Time Riders é o primeiro volume da série de mesmo nome, de Alex Scarrow, publicada no Brasil pela Editora Fundamento. O tema central é viagem no tempo e temos então um grupo ou melhor uma agência supersecreta que recruta pessoas para evitar que as ditas viagens alterem o rumo da História, ou seja, que os viajantes em proveito próprio mudem o passado.

O agente Foster perdeu sua última equipe e logo nos primeiros capítulos está recrutando o novo time. Ele resgata um rapaz do naufrágio do Titanic, uma garota de um desastre aéreo e outra de um grave acidente. Nenhum deles é do mesmo tempo e acabam formando um contraste interessante entre épocas, que permite ao leitor entender como o mundo mudou depois que um homem construiu a primeira máquina do tempo. O time que formará a equipe Time Riders é formado por Liam O Connor, Maddy Carter e Sal Vikram.

Eles têm seu quartel general sediado em Nova Iorque, dentro de uma bolha que não permite que o tempo avance. Dentro deste casulo eles vivem e revivem os dois dias que antecedem o 11 de setembro dos EUA, mas não estão lá para evitar o atentado. Ao ficarem presos em um período que se repete, podem observar o surgimento de ondulações ou quebra da rotina, que é o sinal que em algum lugar no passado a História foi alterada. Então, com a ajuda de um sofisticado equipamento, eles partem numa missão para impedir que isso ocorra.

Eu adoro histórias sobre viagens no tempo e Time Riders foi mais uma grata surpresa dentro do tema ao apresentar uma trama criativa, de muita ação, suspense na medida certa e bastante imprevisível. A estrutura criada pelo autor para este mundo alterado é muito bem construída e detalhada. É complexa com certeza, mas não difícil de entender. A narrativa organizada em capítulos curtos é ágil e flui bem.

Eu pensei que conseguiria listar todos os anos pelos quais viajamos com os personagens, mas são tantos avanços e retrocessos que é mais fácil se deixar levar e curtir a aventura. O ritmo de viagens é alucinante nas primeiras cem páginas, não apenas para nos fazer entender como o objetivo do grupo é importante, mas também para construir a base da história.

Em determinado momento há uma pausa nas viagens e ficamos com os personagens divididos em dois períodos - 2001 e 1956/1957 –, e os agentes estão em busca de uma solução para evitar que a Alemanha tenha vencido a Segunda Guerra e dominado o mundo. No entanto, Hitler não é o novo líder mundial, há um outro homem liderando os alemães. Quem?  O “vilão” que os Time Riders precisam eliminar.

Vilão entre aspas? Sim! Pois não é um vilão de verdade, é um homem que com boas intenções acabou deixando o mundo pior do que estava. De tão cego pelos seus objetivos, precisava ser impedido de continuar.

É muito interessante observar toda a bagunça que o avanço tecnológico causou no mundo e na História. Não o avanço em si, mas as pessoas que o usaram de maneira muito errada.  Eu adorei a forma como os fatos históricos tão conhecidos foram modificados e a maneira convincente como a nova realidade foi moldada e, mais ainda, é empolgante observar a cada página como o futuro poderia mudar, literalmente, num piscar de olhos.

A cada reviravolta meu coração ficava mais acelerado e posso afirmar que o autor sabe deixar o leitor com os nervos em frangalhos. A narrativa é tão viva, que a impressão que tive foi a de estar dentro da história, vendo o mundo se desfazer. A situação dos momentos finais estava tão tensa e caótica que eu fiquei com medo de virar as páginas e achar algo pior do que eu estava vendo. Uma delícia viver tantas emoções. Que aventura!

Acredito que o único ponto que poderia ter sido mais explorado foi a interação do time, achei os laços entre eles frágeis. Liam fica separado dos demais, já que é o agente de campo e viaja junto com um outro agente criado em laboratório, enquanto Foster, Maddy e Sal ficam na bolha controlando o envio e retorno dos viajantes. Eu queria que eles tivessem se aproximado bem mais e espero que nos próximos volumes isso possa acontecer. Por outro lado é aceitável, já que estranhos dificilmente tornariam-se melhores amigos do dia pra noite e ainda mais em meio a tanta loucura. Eu apenas senti falta de mais calor humano e afeto, mas não atrapalha em nada o desenvolvimento da história.

Em suma, Time Riders foi um começo promissor de uma série que vai trazer em cada volume uma nova aventura para Liam, Maddy e Sal. Teremos novas missões pela frente e torço para que sejam tão vibrantes quanto essa primeira. Time Riders – O Dia do Predador vai nos levar para a era dos dinossauros e será minha primeira viagem literária para esta época. Venham ler comigo!  





2leep.com

11 comentários:

  1. Oi, Cida

    Eu também adoro livros que abordam viagens no tempo, é um tema pelo qual tenho muito interesse e fiquei super animada com a sua resenha que por sinal é a primeira sobre esse livro que eu leio.
    Que pena que houve essa pequena ressalva em relação ao elo entre os personagens, mas vamos torcer para isso ser melhor trabalhado na sequência! :)

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  2. Que livro interesse, se tratando de viagem no tempo, este e o que mais me chamou a atenção já que envolve a relação dos momentos marcantes da estória do mundo como 11 de setembro, e a segunda guerra mundial, fazendo com que haja alteração dos acontecimentos. Imagino que estes integrantes escolhidos a dedo tenham algum funfamento na trama, na questão da vida pessoal. Uma pena que este grupo não seja tão unido.

    Participe do TOP COMENTARISTA de AGOSTO, para participar e concorrer Ao livro "Dois Mundos", o primeiro da série "Tesouros da Tribo de Dana" da escritora Simone O. Marques, publicado numa edição linda pela Butterfly Editora.
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cida!
    Falou em viagens no tempo-espaço é comigo mesma hahaha Amo esse assunto.
    Menina, vou levar sua dica a sério e não me ligar muito nos anos que eles visitam.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra ao livro Depois do Fim autografado

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida! Eu juro que tento não começar mais uma série, mas poxa, esse parece ser tão bom. Eu tb curto viagens no tempo e se tem suspense é melhor ainda!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida!
    Adoro histórias sobre viagem no tempo! Já tinha visto esse livro na livraria, mas não dei a devida atenção a ele. Parece ser muito legal!

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  6. Oiii Cida

    Como esse é o primeiro livro da série, pode ser que haja mais interação entre os personagens mais adiante, espero que haja. Adoro livros que tem como tema viagens no tempo, realmente é fascinante. Com certeza Timeriders vai pra minha listinha, parece ser perfeito pra desconectar um pouco e relaxar.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida!
    Acho que esse livro não faz muito meu estilo... Gosto mesmo é de romance com aquele dramalhão mexicano! HAHAHAHAH
    Beeeeeijo
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida,como vai?
    Não conhecia o livro e com certeza ainda não li nada do autor, mas achei a premissa interessante, ainda mais para quem curte histórias neste gênero e que envolva tantas reviravoltas e adrenalina.
    Bjus
    Doces Letras

    ResponderExcluir
  9. mais uma excelente dica! uma série promissora mesmo hein?
    fiquei bem curiosa, a sinopse e a resenha deixam gostinho de quero mais
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Cida!
    Que bom ver um livro que tem um líder viajante do tempo e que passa por várias épocas da história mundial, nos ensinando um pouco mais sobre os acontecimento passados e juntos com seus protegidos irão tentar mudar a história do futuro.
    Desejo um mês repleto de realizações e um ótimo final de semana!
    “A vida guarda a sabedoria do equilíbrio e nada acontece sem uma razão justa.” (Zíbia Gasparetto)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Cida! Amo quando os autores conseguem fazer nossa experiência de leitura ser real assim. É tão bom se sentir totalmente imersa na história, né?! Eu também gosto do tema viagem no tempo, mas a capa não me chamaria a atenção em uma livraria. Ainda bem que li a resenha! Gostei muito do enredo, da inserção de fatos tão conhecidos... Provavelmente leria.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!