[Resenha] O Mundo Depois

A Queda dos Anjos
Título Original: World After (Penryn & the End of Days #2)
Autor(a): Susan Ee 
Editora: Verus                      Páginas: 308
Lançamento: 2017               ISBN: 9788576863793
||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads|| 
Nesta sequência de A queda dos anjos, os sobreviventes do apocalipse começam a juntar o que restou do mundo moderno. Quando um grupo captura Paige, a irmã de Penryn, achando que ela é um monstro, a situação termina em massacre. Paige desaparece. Os humanos estão aterrorizados. E a mãe das meninas, devastada. Penryn dirige por San Francisco à procura da irmã. Por que as ruas estão tão vazias? Onde estão as pessoas? Sua busca a leva ao coração do plano secreto dos anjos, onde ela observa sua movimentação e descobre até que ponto essas criaturas maléficas são capazes de ir para conquistar seus objetivos. Enquanto isso, Raffe está em busca de suas asas. Sem elas, ele não pode se juntar novamente aos anjos, muito menos retomar seu lugar de líder. Porém ele está prestes a se deparar com o maior dilema que já enfrentou: recuperar suas asas ou ajudar Penryn a sobreviver? Este livro ágil e emocionante vai fazer os leitores se envolverem cada vez mais com a história de Penryn e Raffe — e vai deixá-los implorando pelo volume final da série.

O Mundo Depois é o segundo volume da série Penryn & the End of Days, de Susan Ee, publicada no Brasil pela Verus Editora. Eu curti demais o livro um – A Queda dos Anjos –, que li em 2016 e só não havia lido a sequencia antes por estar aguardando a publicação do volume final, que aconteceu agora em 2018. Assim, finalmente voltei para este universo onde anjos são criaturas más, muito más.

Não é apenas um livro de anjos, é um distopia com anjos e cheia de muita ação e aventura para a protagonista Penryn. O mundo como conhecemos foi devastado por um apocalipse causado por anjos e o que restou é selvagem. Cada um por si e… cada um por si. Não há ninguém para te proteger e salvar.

No primeiro volume, Penryn queria apenas um lugar seguro para viver com a mãe e a irmã, mas acabou sendo envolvida numa briga entre anjos e viu sua irmã Paige ser sequestrada por estas criaturas. Teve então que se aliar a um deles – Raffe - , para descobrir onde ficava a fortaleza das criaturas celestiais e salvar a irmã. Assim, Penryn descobriu que a invasão foi apenas o primeiro passo de um plano maior de dominação da Terra.

Penryn enfrentou coisas além de sua imaginação e quase morreu, mas no meio de tanta desgraça Raffe foi algo bom. Hoje, após ter obtido um sucesso parcial na sua missão, ela sente falta dele e precisa aprender a lidar com a ausência do antigo inimigo que se tornou algo mais .

Este segundo volume começa imediatamente do final do anterior. Penryn está com a mãe e a irmã e sem Raffe. Embora sinta saudade de seu crush, há problemas maiores para enfrentar. Paige não é mais a frágil irmã caçula que ela conhecia e virou uma espécie de aberração, para piorar desaparece outra vez e lá vai Penryn em um novo resgate.

A autora manteve a trama tão criativa quanto começou e o clima ainda mais tenso e cheio de mistérios e perigos. Há muita cenas de luta e a protagonista, assim como os demais personagens, não são poupados de muita dor e sofrimento. Os anjos estão ainda piores e nós queremos saber a todo custo o que estão tramando. Novos desafios surgem para Penryn e novas criaturas também. Criaturas bizarras e de dar nojo.

Achei o ritmo inicial mais lento do que do livro anterior, mesmo com a nova gama de ameaças, temos pausas significativas na ação por conta de Penryn estar meio sem rumo. A ausência de Raffe é bem sentida por ela e, não posso negar, eu não via a hora de ele voltar.

O reencontro de ambos foi lindo e então vi a trama se revigorar e retomar o clima eletrizante que havia me impressionado desde A Queda dos Anjos. Acho que estes dois não podem estar separados, suas conversas ácidas e seu humor inteligente são essenciais para tornar a história especial. Ainda que Penryn mantenha-se sagaz e bem espertinha sem Raffe, com ele se torna mais afiada.

A história se desenrolou de maneira imprevisível e as revelações que vieram foram bem legais, em especial no que se refere a Paige. No começo as atitudes da garotinha parecem sem sentido, mas no final se encaixam em vários acontecimentos anteriores e ela acaba sendo um coringa para Penryn e, quem sabe, será para o mundo.

Outra fase da batalha humanos x anjos foi ultrapassada e agora o que temos é a sensação de que esta divisão precisa acabar se ambas as espécies desejarem sobreviver. Estou aqui torcendo para que Penryn consiga achar paz e uma maneira de ficar com Raffe, afinal o amor deles não é muito viável no contexto atual. O que Penryn fará? O que Raffe escolherá? O que Paige pode fazer? Preciso do próximo agora. Recomendo!


2leep.com

5 comentários:

  1. Oi, Cida

    Eu não gosto muito de histórias com anjos e nem de distopias, então essa combinação não é uma boa pra mim! Hahahha
    Que bom que a história foi imprevisível e criativa, espero que o próximo te surpreenda ainda mais!


    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, Cida.
    Que bom que gostou do segundo livro, mesmo ele tendo começado mais morno do que o primeiro. E espero que o terceiro seja ótimo. Mas eu particularmente não tenho muito interesse nele. Acho que já deu minha cota de livros de anjos hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida, tudo bem!
    Ainda não conhecia essa série, mas achei interessante e criativo a forma que a autora utilizou os anjos na trama e fiquei curiosa para conhecer melhor a história.


    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Cida!
    Menina, eu estou só esperando pra comprar o último e ler todos seguidos. Faz tempo que uma história sobre anjo não me desperta interesse.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Oie Cida =)

    Essa série sempre me chamou a atenção, mas é daquelas que eu estou esperando a editora lançar todos os livros para começar a ler rs...

    Gosto dessa temática de anjos, pois ao contrário dos livros com vampiros, ainda é um universo a ser explorado.

    Fiquei morrendo de curiosidade para conhecer o casal protagonista. Eles parecem ótimos!

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!