[Resenha] A Pedra Pagã

A Pedra Pagã
Título Original: The Pagan Stone (Sign of Seven #3)
Autor(a): Nora Roberts
Editora: Arqueiro                 Páginas: 272
Lançamento: 2017               ISBN: 9788580417760 
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Partilhando visões de morte e fogo, os irmãos de sangue Cal, Fox e Gage, e as mulheres ligadas a eles pelo destino, Quinn, Layla e Cybil, não podem ignorar o fato de que o demônio está mais forte do que nunca e que a batalha final pela cidade de Hawkins Hollow está a poucos meses de acontecer. A boa notícia é que eles conseguiram a arma necessária para deter o inimigo ao unir os três pedaços de jaspe-sanguíneo. A má notícia é que ainda não sabem como usá-la e o tempo está se esgotando. Compartilhando o dom de ver o futuro, Cybil e Gage podem descobrir a resposta para esse enigma se trabalharem juntos. Só que, além de não terem nada em comum, os dois se recusam a ceder aos próprios sentimentos. Um jogador profissional como Gage sabe que se entregar a uma mulher como Cybil – com a inteligência, a força e a beleza devastadora dela – pode ser uma aposta muito alta. E qualquer erro de estratégia pode significar a diferença entre o apocalipse e o fim do pesadelo para Hawkins Hollow. Em A Pedra Pagã, Nora Roberts encerra a emocionante trilogia A Sina do Sete, uma história sobre família, amor e amizade que consegue arrancar arrepios e suspiros de seus leitores.
A Pedra Pagã é o terceiro volume da Trilogia A Sina dos Sete, de Nora Roberts, publicada no Brasil pela Editora Arqueiro.

A cidade de Hawkins Hollow é amaldiçoada. A cada sete anos, em sete de julho, um entidade maligna toma conta da cidade e enlouquece seus moradores. Faz com que as pessoas cometam atos de violência e até assassinatos e depois não lembrem o que aconteceu. Os amigos Fox, Cal e Gage estão intrinsecamente ligados com esta maldição e, ao que tudo indica, podem derrotar o mal que ali habita. Após anos lutando sozinhos, conheceram três mulheres - QuinnLayla Cybil - que têm o destino ligado a maldição tanto quanto eles e juntos vão lutar por Hawkins Hollow.

Irmãos de Sangue foca em Cal e Quinn e A Maldição de Hollow em Fox e Layla. Cada um dos casais possui dons que se combinam e no meio da batalha acabaram se apaixonando. Este livro vai focar então na dupla restante - Gage e Cybil -e vamos seguir com o par de gênio mais forte na busca por um desfecho.

Eu gosto bastante de todos os personagens, apenas Quinn não me impressiona tanto, mas em suma eu simpatizo com os seis. Gage e Cybil sempre foram os que mais chamaram minha atenção e achei muito legal Nora Roberts formar o último casal com aqueles de personalidade mais forte e que não desejavam compromisso.

Os dois são mega focados na missão de por fim na maldição e embora pensem pouco em si, são capazes de dar a vida pelos outros. Todos eles são capazes de sacrifícios pelos amigos, mas Gage e Cybil tornam isso mais significativo por sempre deixarem a si mesmos de lado e lutar pelo bem dos outros.

Eles são teimosos, inteligentes e levam a vida de maneira livre e aventureira. Saber que um relacionamento pode colocar amarras neles os apavora e com isso lutam para não cair na tentação de ceder a atração que existe entre eles desde a primeira vez que se viram. São aquela dupla de tapas e beijos e eu adoro este tipo de relação forte, de opinião, onde ninguém gosta de ser dominado. Imaginem então como um entendimento pode ser explosivo? Literalmente, promete fogo.

Como nos livros anteriores, o desenvolvimento do romance é trabalhado e você se delicia com a dança de sedução do casal e torce pelo final feliz. Ainda pode acompanhar os três rapazes e a três moças buscando respostas para derrotar o mal. Eles estão bem próximos, na verdade já sabem praticamente o que fazer, mas têm medo do preço que vão pagar.

Nora casou bem a situação da cidade com a dos casais e não há como uma existir sem a outra. Adorei o entrosamento dos assuntos abordados na série e a forma como nos deram uma história sobrenatural com bastante amor, magia, amizade e um clima familiar especial e aconchegante.

A autora opta por fórmulas em suas histórias, sejam únicas ou em séries, há sempre grupos de amigos que formam casais, a presença em peso da família, cidades pequenas e desafios em comum para serem resolvidos. No entanto, embora você saiba pelo que esperar, não sabe de verdade. Os personagens são únicos, você se surpreende com suas personalidades e tem a sensação de ter conhecido pessoas novas (eles são muito vivos e reais), as cidades acabam sendo novos locais para explorar e as famílias de cada um se tornam um pouco nossas durante a leitura. Você leva com você aquela história e os sentimentos e dramas que as compõe. Ao final Nora Roberts te apresenta, sim, algo novo.

A Sina dos Sete entra para o rol de séries da autora que me cativou por completo. Cada volume seguiu bem e este último, além de deixar meu coração apertado diversas vezes, trouxe um desfecho incrível para uma jornada que teve muito sangue e trevas. Em particular, uma reviravolta reservada para as três amigas, foi o mais empolgante e o casal da vez foi tudo o que eu queria. Adorei a forma como enfim se entenderam. Eu recomendo para os fãs de Nora e para você que deseja conhecer o trabalho da autora. 





  

2leep.com

6 comentários:

  1. Oii, tudo bem? eu não li essa série da autora, mas tenho curiosidade, parece ser ótima, amei a resenha.
    -Beijos,Carol!
    http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Heey, tudo bem?
    Eu sou bem suspeita pra falar pq AMO os livros da Nora Roberts, são sempre impecáveis, muito bem trabalhados nos detalhes.
    Esse é mais um que vai pra minha lista, amei tua resenha!

    Beijos!
    Dear Masen

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida!
    Eu já li essa trilogia e também gostei! Agora com a sua resenha me deu vontade de ler de novo.

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida, quando a Nora escreve só puro romance eu acabo não gostando, logo eu a doida por romances, mas quando ela mescla outros elementos, como suspense, sobrenatural, acaba me agradando mais. Ainda não li a trilogia, mas acho que vou curtir!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Nora é versátil, única e inovadora... ela sempre arrasa
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida,
    Não sei o que acontece comigo... Todos elogiam Nora, mas não serve para mim :(
    Nada dela me anima e quando eu tento, fico empacada!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!