[Resenha] Um Verão Para Recomeçar

Um Verão Para Recomeçar
Título Original: Second Chance Summer
Autor(a): Morgan Matson
Editora: Novo Conceito        Páginas: 352
Lançamento: 2017               ISBN:9788581636627
||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Taylor Edwards nunca se sentiu importante, muito menos alguém que se destaca. Além disso, ela tem a estranha mania de fugir quando as coisas ficam meio complicadas. No dia do seu aniversário, Taylor recebe uma terrível notícia: o pai dela está muito doente. Ela até tenta fugir novamente, mas agora sua família precisa de toda ajuda e união possível. Então eles tomam a seguinte decisão: passar o verão juntos na casa do lago. Taylor não vai à casa do lago, onde ela e a família passavam o verão, desde que tinha doze anos, e ela definitivamente nunca planejou voltar. No lago Phoenix, ela reencontra sua ex- melhor amiga, Lucy, e Henry Crosby, sua primeira paixão. De repente, Taylor se vê cercada por lembranças que preferia ter deixado no passado. Apesar do medo e de querer fugir mais do que tudo, a única coisa que resta a ela é ficar com seu pai e enfrentar os dias da melhor maneira possível. Nesse verão em família, vivendo momentos tristes e felizes ao mesmo tempo, Taylor percebe que ela tem uma segunda chance de refazer laços familiares e até, quem sabe, poder viver um grande amor. Um verão para recomeçar é um notável romance sobre esperança, amor e superação.
Um Verão Para Recomeçar, de Morgan Matson, publicado no Brasil pela Novo Conceito é um livro que me surpreendeu de maneira positiva e torço para que mais obras desta autora sejam publicadas aqui e sem demora.

A NC coloca em todas as sua publicações selos indicativos do que você vai encontrar nas histórias, mas eu lindamente ignorei o selo drama e só vi o de amor. Eu vi verão no título e me deixei levar pela ideia de história leve, romântica e descontraída. Mesmo tendo lido a sinopse há algum tempo não a guardei na memória e quando as lágrimas estavam rolando soltas, eu nem tinha separado meus lencinhos de papel.

Esse livro é lindo e, embora tenha um romance sutil, o amor aqui presente vai além disso. É sobre amor entre irmãos, entre amigos, em família e especialmente entre uma filha e seu pai que tem uma doença incurável e deseja apenas ter um último verão em família na casa de veraneio deles.

Taylor Edwards está vivendo o pior período de sua vida. Aos dezessete anos, se vê prestes a perder o pai. Numa família onde as demonstrações de afetos praticamente não existem, ficar sem a pessoa que sempre foi a mais próxima de você é desesperador. Se não bastasse isso, voltar para o local onde sempre passou as férias de verão, mas nos últimos cinco anos fez de tudo para evitar já que cometeu erros lá e não que enfrentar o resultado, é outro problema. Assim, o verão da garota, será um período para amadurecer e enfrentar desafios.

A princípio não sabemos o que Taylor fez há cinco verões atrás, mas conforme chega em lago Phoenix para estas férias, vamos entendo o que aconteceu. Só digo que está intrinsecamente ligado a um garoto e a melhor amiga. 

Nossa protagonista não é aquela pessoa corajosa que encara problemas de frente, ela tem a estranha mania de fugir e no sentido literal da palavra. Taylor corre mesmo e deixa as pessoas para trás, o que gera muito ressentimento e mágoa. Agora ela não tem para onde fugir, pois precisa aproveitar os últimos momentos com o pai antes que ele não esteja mais ali. Assim aprende, de maneira dolorosa, a lidar com as pedras que a vida coloca em seu caminho.

Eu não amei a personagem, a entendi, mas não gostei de ver sua covardia. As fugas de Taylor me deixaram triste, mas ela é humana e como tal não pode ser a Mulher Maravilha e enfrentar tudo com tanto destemor. Sua construção é excelente e realista. A autora nos deu não uma figura no papel, mas uma pessoa de verdade. E assim como na vida real, nem sempre nos conectamos com certas pessoas. Foi assim comigo e Taylor, mas pode ser que a sua impressão da garota seja outra. 

No entanto, meu aproveitamento da obra não foi prejudicado por isso, ao contrário a história para mim foi viva a cada página e parecia que estava acontecendo logo ali ao meu lado. Eu me conectei com os dramas, com cada momento de reconciliação e de redenção. O maior trunfo de Matson é com certeza o pai de Taylor e a forma como, mesmo partindo, permaneceu ao lado de “sua menina” e a guiou. É linda a relação deles e mesmo agora escrevendo essa resenha, estou em lágrimas novamente, relembrando cada conversa deles, cada café da manhã que tomaram juntos e cada piada trocada.

Não havia muita proximidade entre os Edwards, mas eles se amavam. Não eram aquelas pessoas que demonstravam sentimentos abertamente  e eu sei como é, aqui em casa somos assim também, mais contidos. Contudo, o lema dos Mosqueteiros está ali e quando necessários o um por todos e todos por um aparece. Os Edwards no decorrer da história foram se unindo, se ligando mais e mais e na hora certa formaram um time.

Você sabe o que vai acontecer no final e é o caminho até lá que traz as surpresas. São surpresas maravilhosas e de fazer chorar, não apenas de tristeza, mas de alegria. Um Verão Para Recomeçar não é uma história de perda, é de ganhos. Mostra a importância de lutar, de viver cada momento, de enfrentar medos, de dizer “ eu te amo”, de demonstrar nossos sentimentos, de pedir desculpas e de encontrar força para recomeçar.

Eu chorei muito durante a leitura e nas últimas sessenta páginas sem parar. Não imaginei algo tão lindo. Aquele clima de verão que permeia a trama dá cores para o ambiente e não permite que nos momentos mais complicados você se sinta pra baixo. Você quer, assim como Taylor, que o sol brilhe outra vez. Uma história tocante e bela que vai aquecer sue coração.







2leep.com

13 comentários:

  1. Oi Cida,
    Eu gosto tanto dos romances da Novo Conceito.
    Esse sempre me deixa curiosa, quero comprá-lo em breve.
    E se você chorou.. Quero para ontem! HAHAHAHA
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oiii Cida

    A Morgan é uma autora que sempre consegue me surpreender e me comover, li 3 livros dela e nenhum me deixou morna ou indiferente. Esse foi o mais especial, justamente porque eu passei pela mesma situação que a Taylor e achei que a autora soube lidar com o tema e retratá-lo com muito respeito, realismo, se nota que ela sabia como falar e do que falar, houve uma pesquisa ou talvez até uma experiência pessoal ao fundo. Super reocmendo também esse livro, é maravilhoso né? Fico super contente em saber que vc também gostou.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida,
    Pelo titulo tive uma visão de recomeço bem diferente, mas ainda sim gostei da trama e fiquei curiosa para acompanhar o verão dos Edwards. Dica anotada!!!


    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. uma trama bem emotiva pelo que a resenha demonstra, eu que não estava muito afim do livro estou bem curiosa agora
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida,
    Estou doida pra ler esse, parece ter um bom toque de drama e também um amorzinho pela mensagem.

    bjs
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  6. Oláá Cida! Tudo bem?
    ahh amei essa resenha, parece ser um livro com uma história tão linda! estou gostando mais de romances assim! não sabia esse negócio dos selos de gênero que a editora colocava, vou prestar mais atenção!
    beeijo

    https://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oii! Não vou negar que fiquei com bastante vontade de ler. Gosto de tramas assim.

    Beijão!
    www.controversos.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida,

    Realmente parece ser uma história bem emocionante.
    Fico feliz que tenha gostado e achado tão linda.
    Dica anotada por mim.
    Bjs e um bom Domingo!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  9. Oii Cida, tudo bem? Que capa linda, já quero ler pq amo um romance ainda mais com drama hahahahaha parabéns pela resenha está maravilhosa.
    - Beijos,Carol!
    http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida, tudo bem?
    O livro parece bem emocionante, pelo que você falou.
    Não sei se leria no momento, mas gostei de conhecer. =)
    (Seus comentários tão indo sem link lá no blog. :( Só pra avisar, caso você não tenha percebido).
    Tem sorteio no blog, vem participar!

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  11. Oi, Cida!
    Todas as resenhas que vi sobre esse livro se surpreenderam positivamente.
    Eu acho que teria muito problemas com Taylor. Não curto pessoas que fogem de seus problemas..
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  12. Oie Cida =)

    Pelo visto esse é um livro que surpreende a todos que dão uma chance para ele. Confesso que a principio ele não me chamava a atenção, mas depois de várias resenhas positivas estou começando a ficar curiosa.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  13. Olá, Cida.
    Eu amei esse livro. Me emocionei muito porque passei algo parecido com meu pai. A gente sabia o que ia acontecer e que não tinha como reverter. Por isso me conectei bastante com a história. E chorei horrores hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!