[Resenha] A Rainha de Tearling

A Rainha de Tearling
Título Original: The Queen of the Tearling (The Queen of the Tearling #1)
Autor(a):  Erika Johansen   
Editora: Suma                      Páginas: 352
Lançamento: 2017               ISBN:9788556510280
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Quando a rainha Elyssa morre, a princesa Kelsea é levada para um esconderijo, onde é criada em uma cabana isolada, longe das confusões políticas e da história infeliz de Tearling, o reino que está destinada a governar. Dezenove anos depois, os membros remanescentes da Guarda da Rainha aparecem para levar a princesa de volta ao trono – mas o que Kelsea descobre ao chegar é que a fortaleza real está cercada de inimigos e nobres corruptos que adorariam vê-la morta. Mesmo sendo a rainha de direito e estando de posse da safira Tear – uma joia de imenso poder –, Kelsea nunca se sentiu mais insegura e despreparada para governar. Em seu desespero para conseguir justiça para um povo oprimido há décadas, ela desperta a fúria da Rainha Vermelha, uma poderosa feiticeira que comanda o reino vizinho, Mortmesne. Mas Kelsea é determinada e se torna cada dia mais experiente em navegar as políticas perigosas da corte. Sua jornada para salvar o reino e se tornar a rainha que deseja ser está apenas começando. Muitos mistérios, intrigas e batalhas virão antes que seu governo se torne uma lenda... ou uma tragédia.

Oi! Aqui é a Jô e vou contar para vocês o que achei dessa nova série.

Quando o povo tear perde sua rainha, um novo regente corrupto e lascivo assume o trono, até que aquela que verdadeiramente tem direito ao trono possa assumir. No entanto, a nova rainha não sabe como ser rainha. A filha da falecida Elyssa foi tirada do palácio logo que nasceu e hoje aos dezenove anos, Kelsea é levada da casa na floresta onde cresceu para assumir um trono de um país em franca decadência. Sua jornada de aprendizado, busca de identidade e crescimento é narrada neste livro, o primeiro volume da série de A Rainha de Tearling, de Erika Johansen.

Nas primeiras páginas deparamos com a cena onde a guarda da rainha vai buscar a nova soberana para escoltá-la até o palácio. Temos uma garota bem criada e educada, mas que não sabe nada sobre a história de sua família e de seu país. Intencionalmente, o casal que a criou, omitiu o passado e ela está totalmente perdida. Os guardas também se negam a falar e Kelsea está cega para o que a aguarda.

Uma protagonista promissora e emponderada. Você não vai encontrar em Kelsea uma garota guerreira, bela e descrita como uma soberana de contos de fadas com uma fila de pretendentes ao seu redor. A autora apresenta ao seu leitor uma protagonista insegura, que sabe que não é bonita e nem desperta amores sem fim. Ela é uma pessoa real, de carne e osso e não um ideal de perfeição para uma história de reis e rainhas que vai ter um final feliz. Kelsea é esforçada, consciente, generosa e luta para ser a melhor no que lhe é imposto. Ela é uma verdadeira rainha, que se prova merecedora da coroa que herdou a cada página, diferente da mãe que era fútil e praticamente vendeu o reino.

E a jornada da jovem é dura. Ela precisa a todo custo ganhar a confiança de seu povo e isso começa pelos homens de  sua guarda pessoal que a escoltam sem ter fé que levam uma soberana de competência. A cada dia de viagem, a cada diálogo, a cada olhar e gesto ela precisa mostrar que é digna. Posso afirmar que a autora executou com maestria cada etapa do processo e com isso temos uma das mais fortes e incríveis personagens femininas da atualidade.

É um volume de abertura de uma série que apresenta uma introdução de peso. A relação de Kelsea com seus guardas é um dos pontos mais altos da trama, mas não fica atrás da forma como ela conquista o povo e nem da maneira que enfrenta os inimigos. Kelsea chega em Tearling acabando com a tirania que foi imposta e acaba até provocando o que pode ser o estopim de uma guerra contra o reino vizinho da Rainha Vermelha.  A cada página mais e mais perigos vão cercando a jovem, mas ela não esmorece e luta pelo que acredita ser certo.

Kelsea possui magia e essa lhe permite visões. A mitologia ao redor da magia do Tearling é original e sombria. Todo este reino tem algo assustador, bem acentuado acima de tudo pelo caráter ruim da maior parte das pessoas.

Uma história rica em detalhes e bem estruturada. O leitor passeia pelas intrigas da monarquia, do clero e da política em geral. Aprende sobre um universo mágico oriundo de um mundo surgido após a destruição de outro, já que o Tearling é um cenário distópico. É conquistado pelo carisma de uma jovem rainha que deseja de coração o bem de seu povo e o fim das injustiças. Torce pela queda de uma vilã cruel e egoísta. Se diverte com a inteligência e sagacidade dos diálogos. 

É uma história honesta, sem afetação, madura com verdadeiras batalhas físicas e intelectuais. Eu achei simplesmente divina.

2leep.com

11 comentários:

  1. Oie, tudo bem?
    Ainda não conhecia esse, valeu pela dica
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  2. Oi, Jo!
    Menina, eu ando lendo tanta resenha desse livro que acho que é sinal do destino para que eu o leia hahhahah
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Menina, eu amo histórias assim. E eu tive a oportunidade de ler esse livro, mas deixei passar... Ai, que ódio de mim! Mas não desisti não. Ainda leio esse livro!!!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li e agora que já lançou o segundo, vou encarar essa fantasia. Ainda mais com você elogiando. Aí é mais certeza que vou curtir!

    Bjkssss

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida,

    Já tinha visto a capa desse livro, mas não tinha parado para ler a sinopse. E lendo sua resenha fiquei surpresa por gostar tanto da trama.
    Com certeza vou colocar na lista de leitura.

    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  6. Oi cida, todo mundo que lê esse livro adora, eu já tenho certeza de que vou gostar e aproveito para dar um mini spoiler, o pessoal adora o segundo tb hehehehheheh

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oie Cida =)

    Confesso que não estava dando nada por essa série, mas depois de ler tantas resenhas positivas comecei a ficar bem curiosa.

    Acho que vou acabar colocando ela na lista rs...

    Beijos;**
    Ane Reis | Blog My Dear Library 

    ResponderExcluir
  8. Aí está um livro com o qual tinha muita expectativa e depois me desiludiu um pouco, ficou muito aquém. Tenho lido excelentes criticas ao segundo volume, mas sinceramente este primeiro não me deu vontade de continuar a série.

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  9. Oi, Jô

    Confesso que esse volume eu não curti muito, achei que faltou ritmo e outras coisinhas, mas o segundo, menina, abalou minhas estruturas! Leia logo o segundo que vou ficar aqui aguardando sua opinião! ;)

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  10. Oii Jô, quero mt ler esse livro, ainda mais pela protagonista não ser perfeita, e ser empoderada, amo livros assim, me lembrou a Lia de Kiss of Deception. Amei a resenha
    -Beijos, Carol!
    http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá, Jô.
    Eu amei esse livro. Gosto muito de um livro de fantasia, e esse com essa personagem forte me conquistou. E o segundo livro conseguiu superar e muito o primeiro.

    Prefácio

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!