[Resenha] Nunca Jamais #2

Nunca Jamais #2
Título Original: Never Never: Part Two (Never Never #2)
Autor(a):  Colleen Hoover ,Tarryn Fisher 
Editora: Galera Record         Páginas: 144
Lançamento: 2017               ISBN: 9788501108067
||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
A segunda parte do suspense romântico de tirar o fôlego “Nunca Jamais” Um garoto abre os olhos e sequer se lembra que seu nome é Silas. O telefone toca... “Encontrou ela?”, pergunta a voz do outro lado da linha. Quem é ela? Quem sou eu? Charlie se vê presa em um lugar parecido com quartos de hospital (ou de um manicômio). Também não se lembra de nada, nem sequer do próprio rosto. O tempo passa e ninguém vem salvá-la. Ela precisa escapar por conta própria. Aos poucos, os dois descobrem que vêm perdendo a memória em períodos cíclicos. E também que se amam imensamente. Numa corrida para descobrir a razão dos apagões em suas memórias, Silas e Charlie acabam descobrindo muito mais sobre si e os mistérios que envolvem suas famílias. Mas muito em breve vão esquecer tudo de novo. E precisam estar juntos para evitar o pior.
Nunca Jamais é um história de suspense e romance escrita pela dupla Colleen Hoover e Tarryn Fisher e que foi dividida em três partes. Após ler este segundo livro tive ainda mais certeza que um volume único teria sido o ideal.

A trama é protagonizada pelo casal de adolescentes Silas e Charlie, que num belo dia se viram na escola sem nenhuma memória, nem ao menos o nome sabiam. O primeiro volume nos leva com eles na busca de pistas por sua identidade e passado. Eles descobrem que cresceram juntos, que as famílias eram bem próximas, que os pais tinham negócios em comum até o pai de Charlie ser preso e uma inimizade surgir entre as famílias e muito mais.

Silas e Charlie descobrem também que eram namorados super apaixonados, mas que ultimamente a relação estava em crise. É uma trama cheia de mistério e suspense e ao final da parte um o casal descobriu algo importante sobre a perda de memória e agora vai lidar com esta descoberta.

Eu amei o primeiro livro, mesmo sendo aquela história cheia de pontas soltas e muitas perguntas no ar, foi extremamente envolvente e com uma dupla de personagens que me cativou (especialmente Silas). Eu fechei o livro cheia de dúvidas e até mesmo sem saber se era uma história sobrenatural, de ficção cientifica ou mesmo com uma explicação bem humana e simples. Estava acreditando que na parte dois algumas questões seriam esclarecidas e aí li um livro todo que não trouxe nenhuma luz para esta confusão.

Este volume só nos leva mais por algumas horas na vida do casal, horas estas que são bem paradas em comparação as anteriores e que só os afunda mais em um mar de dúvidas. Se fosse apenas um volume estas partes seriam mais aceitáveis, já que veríamos como uma passagem difícil, mas um volume todo assim me deixou frustrada e me sentindo sem sair do lugar.

A trama é interessante. Não perdeu seu apelo romântico e nem o de suspense, mas não senti aquela evolução na narrativa e agora tenho que aguardar a seqüencia para enfim ter a verdade. 

A narrativa é dividida entre Charlie e Silas, mas desta vez ele teve mais destaque e como sempre seu jeitinho romântico se sobressaiu e você acredita que mesmo sem memórias o amor supera obstáculos, pois o que Silas sente por Charlie é a força motriz que não o deixa desistir dela e deles. É fofo!

Não desgostei do livro, mas senti falta de algo mais. Acredito que se eu tivesse lido um na sequencia do outro não teria me sentido assim, mas pelo longo tempo de espera, minha sede estava grande e não foi saciada.  Se você for ler já saiba o que esperar e vamos torcer agora para que a sequencia não demore mais um ano para sair aqui. Beijão turma!

2leep.com

7 comentários:

  1. Oi, Cida!
    Até hoje não entendo por que não lançaram as três partes juntas... esses lançamentos separados podem atrapalhar a leitura, pelo no meu caso.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio de aniversário do Balaio de Babados e O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida,
    Uma pena o livro não ter respondido as questões do livro anterior, mas ainda assim a proposta me pareceu interessante, então se surgir uma oportunidade vou querer conhecer sua trama.

    *bye*
    Marla Almeida
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir
  3. não conhecia afundo a proposta da trama, Cida, uma versão interessante da versatilidade da autora
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida!! Uma vergonha dizer isso, mas nunca li nada da autora! Espero poder ler ainda esse ano. Eu acho que a espera enorme de uma continuação realmente às vezes atrapalha a leitura, é difícil nos reconectar com os personagens. Espero que o próximo saia logo!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Achei bem ruim a estratégia das autoras com a publicação da trilogia. Foi claramente só pra ganhar dinheiro, porque dava muito bem pra colocar a história só num livro só, ou ao menos lançar os três volumes num prazo menor de tempo né. Eu li os três direto em inglês mesmo e a experiência foi maravilhosa, mas a espera certamente deve ser cansativa. O segundo é o mais fraco mesmo, mas o terceiro já volta com tudo, pode se preparar!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida,
    Eu considero esse livro o mais 'aleatório' da Colleen. Acho que falta algo para se tornar realmente bom, talvez seja a Tarryn que o estragou, rs. Mas sei lá... É só ok e no início bem confuso, rs.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. To louca pra ler essa trilogia, principalmente agora que acabei Novembro, 9 da Colleen e to querendo mais e mais da autora!

    Beijoss
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!