[Resenha] Sob Um Milhão de Estrelas

Sob Um Milhão de Estrelas
Autor(a): Chris Melo 
Editora: Rocco (Fábrica231)       Páginas: 320
Lançamento: 2017                       ISBN:9788568432891
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Alma Abreu está prestes a lidar com um inventário e uma série de histórias de um passado tumultuado que pertence mais aos seus pais do que a ela mesma. Mas este parece o menor de seus problemas no momento. Passar alguns dias na pacata Serra de Santa Cecília veio bem a calhar para a jovem médica, após um incidente no hospital que a deixou sem chão. Ela só não esperava se envolver tanto com a pequena cidade – e com o prestativo vizinho da charmosa casa que sua avó lhe deixou, além de um animado grupo de amigas, filhas das melhores amigas de sua mãe –, a ponto de pensar em deixar sua vida em São Paulo para trás. Será que a vontade de ficar é apenas medo de enfrentar seus problemas? Mas como voltar à velha rotina depois de tudo o que descobriu e viveu em Serra?

Eu gosto bastante de livros de fantasia, mas não dispenso também um bom romance. Suspiro com aqueles com jeito de contos de fadas e cenas teatrais, mas aqueles que são realistas, pé no chão e possíveis de serem vividos por cada um de um nós são sempre os melhores. Eles me enchem de esperança, aquecem meu coração e mostram que todos nós não devemos nunca desistir do amor.  E Sob Um Milhão de Estrelas é bem assim.

Um plantão médico mudou a vida de Alma. Ela não apenas perdeu a coragem de realizar uma cirurgia, como também perdeu o noivo. Receber uma herança da avó que nunca conheceu veio em boa hora, isso fez a médica ter que viajar para o interior e tirar um descanso de uma rotina pesada. Na pequena cidade de Santa Cecília ela deu de cara com o passado de seus pais e suas origens até então desconhecidas.

Alma foi criada pela mãe e nunca soube o que levou os pais a se separarem. Nesta viagem ela tem a chance de descobrir tudo e de quebra ganha a amizade de um grupo de moças bem peculiar e de um vizinho muito charmoso.

Cadu também buscou uma fuga do passado em Santa Cecília. Ele teve o coração partido e só quer esquecer aquele amor não correspondido. Ele e Alma são duas pessoas profundamente machucadas e em busca de um rumo novo. Quem sabe juntos este caminho seja mais prazeroso?

Meu primeiro contato com o trabalho da Chris Melo foi em O Livro Delas com o conto Era Amor e desde então estava querendo ler um livro dela.

Sob Um Milhão de Estrelas tem um escrita poética, sincera e que exala sentimentos em cada linha. Eu me senti tocada pela história logo nas primeiras páginas e cativada por cada personagem.

Não há um personagem que eu não tenha gostado. Eles são pessoas muito verdadeiras e de carne e osso. Como citei no começo da resenha é tudo muito real e você acredita que possa ser você ali ou um amigo. Isso torna tudo tão vivo e nos aproxima da história de maneira única.

Alma e Cadu são especiais. A relação deles foi caminhando de maneira gradativa e convincente e o que mais gostei foi da sinceridade e honestidade entre os dois. Antes de amantes eles eram amigos e com certeza isso foi importante demais para que superassem as dificuldades que estavam passando.  

O tempo pelo qual vamos ver este romance se desenvolver é longo e vai acontecer muita coisa. Não se preocupem que a trajetória não é cansativa e você nem percebe o tempo passando. É uma delícia de acompanhar! Eles amadurecem como pessoas, entendem o real significado do amor e dissecam antigos relacionamentos e mágoas. Passam literalmente a vida a limpo.

Eu sabia que apenas eu estava envolvido no relacionamento que tinha com Elisa e sei que Alma é par, apesar ser única.

A trama não gira apenas em torno do romance, há as jornadas individuais e também as relações que travam com os outros personagens. A história dos pais de Alma e o que aconteceu com ela no tal plantão médico são pontos que trazem uma pitada de mistério e deixam tudo mais interessante.

Eu suspirei tanto… Ri e chorei mais ainda, porque há romance fofo e drama também. Gente! Eu lendo e achando que só teríamos momentos leves e doces e a Chris preparou uma armadilha para meu coração. Anotem aí, do capítulo vinte até o final um pacote de lencinhos não vai ser suficiente. Sem brincadeira! Eu não esperava ficar tão emocionada. São encontros, desencontros, reencontros, fins e recomeços.

A história é super atual, mas tem um clima aconchegante de cidade pequena e certas passagens são muito nostálgicas. Em alguns momentos eu me senti vivendo a mesma experiência daqueles personagens.

Uma galera aparece para cantar os clássicos do rock nacional e eu testemunho gente dez, treze anos mais jovem cantando as mesmas frases que eu cantei … Eles ainda gritam o refrão de Geração Coca-Cola, ainda querem correr a Infinita Highway… Às vezes penso que ter dezoito anos é entrar em mundo paralelo obrigatório. Todo mundo tem que viver aquelas bandas, aquela história e ser parte de um coletivo que já dura décadas.

Este foi um dos livros mais lindos que já li e quero mais Chris Melo na minha vida de leitora. Vale lembrar que o Cadu já é conhecido do público da autora, ele foi apresentado para a galera em Sob a Luz dos Seus Olhos.

Vou correr atrás dos outros livros da Chris e deixo meu pedido aqui para que ela escreva livros com as amigas da Alma, estas meninas pelo visto tem muito o que contar.  Muito, muito bom! Recomendo!

Nossos sonhos dividem espaço com nossos pesadelos e, no comum no mundo, somos divinos. 


2leep.com

9 comentários:

  1. Olá, Cida.
    Eu já fui de ler muito livros assim. Mas de uns tempos para cá estou mais na vibe de romances de época que tem final feliz garantido hehe. Mas como você disse que é um dos mais lindos que já leu na vida e sei que você lê muito, vou dar uma chance para ele. Mas vou ler Sob a luz dos seus olhos primeiro hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Oie Cida =)

    Que resenha linda mulher! Eu já tinha me interessado por esse livro por conta da sinopse e essa capa maravilhosa. Agora depois da sua resenha fiquei ainda mais curiosa para conhecer a história.

    Me pareceu ser aquele tipo de história que fica por um bom tempo em nosso coração.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  3. Ai, meu Deus, já vi que vou me acabar de chorar do mesmo jeito que fiz quando li sob a luz dos seus olhos. E também sei que vou adorar essa história :) Abraços

    ResponderExcluir
  4. oi flor, ainda não li nada da autora, mas tenho muita curiosidade! estou bem ansiosa para ler este romance
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cida!
    Em cada linha da resenha deu pra perceber o quanto essa história te tocou. Eu gosto muito de livros assim, que mexem com a gente. Acredito que o fato da trama ser tão real, com personagens passando por coisas que qualquer um poderia passar e o romance se desenvolvendo aos poucos e não sendo só feito de momentos felizes contribui para isso. A capa é linda!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  6. Alma e Cadu ♥ Já estou querendo conhecê-los.
    Adorei a resenha!!!

    Bjks

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem? Parece ser um ótimo livro, fiquei bem curiosa para ler a obra! Adorei sua resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras / Sorteio literário

    ResponderExcluir
  8. Cidaaaa! Também quero suspirar! Adorei o enredo! Não conhecia a autora, mas já quero! Vou preparar os lenços e o coração!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Essa foi a primeira resenha que li desse livro e gostei muito do enredo. Como vc mesmo destacou me parece ser daqueles livros que deixam sua marca no leitor. Emoção mais que garantida.
    Estou com o ebook de Sob a luz dos seus olhos aqui mas ainda não consegui ler, espero fazer antes de ler Sob um milhão de estrelas. Ótimo saber da conecção dos personagens em ambas as histórias. Beijos e valeu pela dica!!!

    Leituras, vida e paixies!!!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!