[Resenha] Fogo

Fogo
Título Original: Fire (Graceling Realm #2)
Autor(a): Kristin Cashore
Editora: Rocco (Jovens Leitores)         Páginas: 512
Lançamento: 2013                               ISBN: 9788579802638
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Não é um tempo de paz nos vales. O jovem rei Nash se apega a seu trono, enquanto senhores rebeldes no norte e no sul reunem exércitos para derrubá-lo. As montanhas e florestas estão cheia de espiões, ladrões e homens sem lei e honra. Isso é onde Fogo vive. Com uma aparência selvagem, irresistível com cabelos da cor das chamas do fogo, Fogo é a última remanescente de uma raça de monstros humanos, com habilidades especiais. Igualmente odiada e adorada, que tinha a capacidade única de controlar a mente das pessoas, mas ela guarda seu poder, sem vontade de roubar os segredos de pessoas inocentes. Especialmente quando ela mesmo tem tantos. Mas então o príncipe Brigan trata de trazê-la a cidade do rei. A família Real precisa de sua ajuda para descobrir a trama contra o rei. Longe de casa, Fogo começa a perceber que há mais em seu poder do que ela jamais sonhou. Seu poder pode salvar o reino... Se ela não tiver medo de se tornar o monstro que seu pai um dia foi...
Fogo, de Kristin Cashore, é o segundo volume da série Sete Reinos (Graceling Realm), publicada no Brasil pela Editora Rocco. Não é um livro novo, mas como boa amante de fantasia que sou, não poderia deixar de conferir uma série que recebeu tantos elogios desde o lançamento.

É importante lembrar que embora Fogo seja o segundo da série, antecedido por Graceling, sua história se passa bem antes dos acontecimentos do volume anterior e com isso pode ser lido de maneira independente e fora da ordem. Foi isso que fiz, comecei por este e logo mais mergulho em Graceling.

Fogo é uma menina monstro, a última de sua raça. Os monstros são seres com cores vibrantes e poder de controlar mentes. São sedutores. Podem ser desde animais até pessoas e ela é uma garota humana com uma beleza extraordinária e cabelos de cores flamejantes, daí seu nome. As pessoas odeiam Fogo na mesma medida que sentem-se fascinados por ela. No entanto, a jovem não gosta de tamanha atenção. Vive com os cabelos cobertos e nega-se a usar seu poder.

O reino de Fogo está sendo ameaçado, há uma trama em andamento para derrubar o rei Nash e com isso o irmão do rei – príncipe Brigan – recruta a moça para ajudar a descobrir os espiões que estão infiltrado na corte. Ela aceita, pelo bem do reino e pelo fascínio que sente por Brigan e logo se vê utilizando seus dons para interrogatórios e manipulação. Mas Fogo sente vergonha do seu legado. O pai foi um mestre da manipulação de mentes, prejudicou pessoas e ela acha errado ser como ele. Qual o limite que ela deve estar disposta a ultrapassar?

Uma fantasia original e diferente de tudo que já li. Curti bastante a trama e toda a mitologia de monstros criada pela autora. Há imprevisibilidade na história, não dá para saber onde vamos chegar seguindo Fogo em sua jornada e o que nos resta é sentar confortavelmente e desfrutar de momentos cheios de ação, aventuras, magia, sexo, intrigas políticas e até romance.

A vida na corte é cheia de altos e baixos e adorei a família real e seus dilemas. São bem peculiares e preparem –se para um grupo de quatro irmãos que ajudam-se mutuamente e nem ligam por não serem todos filhos legítimos do antigo rei. Eles são bem maleáveis e consideram mais importante que as tradições, o amor que sentem um pelo outro.

O príncipe Brigan – comandante dos exércitos de Nash – foi o personagem que mais gostei. Ele é forte, corajoso, abnegado e sabe reconhecer seus erros. Tem uma filhinha linda e briguenta que roubou meu coração.

Mas voltando para Fogo, a jornada da protagonista é de descoberta pessoal e amadurecimento. Ela precisa lidar como seu poder e como deve usá-lo, na verdade o grande desafio dela é aceitar-se e parar de sentir culpa pelos atos dos pai. Fogo poderia ser mais forte. Se deixar consumir por suas emoções e medos é compreensível até certo ponto, mas depois que tantas coisas importantes acontecem no reino e uma guerra se mostra próxima, o drama dela fica cansativo. Você sente vontade de dizer: “ Cresce garota, o mundo vai além de você! “

No entanto, isso em nada prejudica a leitura, o universo criado por Kristin Cashore é fascinante e há tantos personagens, histórias de vidas e mitologias interessantes, que a leitura flui maravilhosamente bem e envolve o leitor facilmente. Graceling é bem mais elogiado que Fogo, então estou ansiosa para lê-lo.

Neste volume a autora não apresenta só seres fantásticos como os monstros, ela também fala de outros conhecidos como Gracelings. Estes podem tanto ser como Fogo, como também podem ter uma infinidade de dons. Nem preciso dizer que quero saber tudo sobre eles.

Em suma Fogo é um livro recomendado para todos os amantes de fantasia e para todos aqueles que desejam conhecer o gênero. Recomendo. 



2leep.com

10 comentários:

  1. Oi Cida,
    Eu gosto bastante de fantasia, mesmo não lendo muito.
    Vou add a lista de desejados.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Cida!
    Eu vi quando você marcou esses livros no Goodreads e fiquei com vontade de ler.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras

    ResponderExcluir
  3. Oiii Cida

    Dessa autora eu li Graceling, foi até que legal, mas ainda assim não consegui em apegar aos personagens. Acabei deixando a série meio que de lado, porém, tenho a intenção de retomá-la já que Fogo e Bitterblue pintam mais interessantes que a primeira parte.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida, tudo bem?
    Gosto de livros de fantasia e o mundo criado pela autora parece bem interessante.
    Dica anotada!!

    *bye*
    Marla

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida!
    Eu adoro fantasia mas ainda não li essa série. Legal que os livros podem ser lidos de forma independente!

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida,
    Adoro esse tipo de história. Sempre que vejo a capa desses livros me da vontade iniciar a leitura. Acredito que iria gostar bastante.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida! Eu não conheço a série, mas que bom que dá pra ler de maneira independente! Parece ser uma ótima fantasia em um universo muito bom! Acho que vou curtir sim!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. apesar da sua indicação não é um enredo que me prenda, não me senti ligada a ele
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida, tudo bem?
    Eu sou a louca da fantasia, e quando comecei a ler a sua resenha minha imaginação foi longe tentando imaginar como seriam esse monstros sedutores, coloridos. Achei a premissa do livro super interessante. Acho que vou dar um jeito de dar um espaço para ele nas minhas próximas leituras.
    Beijos
    [SORTEIO] Aniversário de 1 Ano: Livro - Perdida
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  10. Olá, Cida.
    Eu ainda não conhecia esse livro. Como os acontecimentos são antes dos do primeiro livro, acho que vou começar por ele também. No começo achei a protagonista muito interessante, mas depois que você falou que ela só fica lá envolta em seu próprio drama, me desanimei um pouco com ela. Mas nada que me tire a vontade de conhecer essa história.

    Prefácio

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!