[Resenha] Dartana

Dartana
Autor(a): André Vianco
Editora: Rocco (Fábrica231)                Páginas: 784
Lançamento: 2016                               ISBN:9788568432846

 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Novo livro do escritor e roteirista André Vianco, um dos maiores nomes da literatura de fantasia nacional, Dartana apresenta um mundo retalhado entre vida e morte, fé e descrença, mitologias e mentiras. No romance, o primeiro de uma trilogia, Dartana é um planeta castigado por uma maldição da qual somente as feiticeiras escapam. Quando um novo deus da guerra surge, muitos habitantes daquele mundo sombrio marcham com ele rumo ao Combatheon, uma plataforma de guerra que representa sua única chance de se libertar da terrível maldição. Esbanjando criatividade e domínio narrativo, André Vianco constrói uma obra surpreendente em que deuses guerreiros, feiticeiras, soldados e construtores se unem para forjar um novo mundo.


Dartana, de André Vianco, publicação da Rocco (selo Fábrica 231), apresenta a história de um povo que vive dominado por uma maldição que os impede de adquirir conhecimento. Os dartanas são pessoas humildes, que sonham com o dia que vão poder aprender e guardar conhecimento em suas mentes.

Para que a maldição seja quebrada, eles precisam esperar o surgimento de um deus de guerra e junto com ele marchar para um local conhecido como Combatheon. É uma plataforma de guerra onde outros povos também lutam por quebra de maldições e somente os vitoriosos poderão salvar seu povo. Em Dartana são as feiticeiras que escolhem aqueles que irão para a guerra quando o deus surgir. No entanto, nunca Dartana venceu, nem tampouco viu seus bravos guerreiros retornarem.

Este foi o primeiro livro de Vianco que li e fiquei surpresa com a complexidade de seu mundo de fantasia. Dartana não é um livro pequeno, são quase 800 páginas de muito conteúdo para ser absorvido e recomendo que leiam com muita atenção. Isso não apenas pelo fato de entender a mitologia, mas também conhecer bem cada personagem, que são muitos.

É uma história de guerra, por isso preparem para grandes batalhas e muito sangue. No entanto, Dartana não é apenas sobre matar e morrer, há um lado místico na história que aborda o poder da fé.

Eu gosto bastante de cenas de luta e de ver os exércitos criando novas estratégias para derrubar inimigos. É impossível você não torcer pelos dartanas. Eles são determinados e corajosos e, mesmo quando estão reduzidos a menos de uma dezena de pessoas, vão em busca de soluções para vencer e salvar aqueles que deixaram em casa. São um exemplo a ser seguido por qualquer pessoa que relute em buscar seus sonhos.

Quanto aos personagens, que como citei são muitos, foram bem construídos e aproveitados. Ninguém está ali ao acaso e o melhor é que são pessoas como nós, mesmo vindos de outro planeta vemos as semelhanças claras, que ficam ainda mais óbvias nas passagens nas quais eles viajam para Terra e interagem com nosso povo.

As passagens que se voltam para o tema fé foram as únicas que não consegui me conectar, pois esta questão de religião, deuses e afins é algo que me incomoda bastante por diversos motivos, especialmente quando as pessoas ficam meio que cegas por conta disso.

Embora o livro seja grande e a trama complexa, você se vê preso na leitura por que desejar entender e descobrir o que o Combatheon esconde, porque as pessoas não voltam de lá, qual a ligação de Dartana com a Terra e claro, por querer descobrir se no final os dartanas serão ou não vitoriosos.

Gostei da minha primeira experiência com Vianco e agora quero conferir suas histórias de vampiros, afinal estes seres sempre me fascinaram e se os dele forem tão complexos como este povo de Dartana sei que vou curtir muito.

É uma série, mas o final foi bem fechado e você pode ler sem medo de ficar com mil perguntas sem respostas.  



2leep.com

6 comentários:

  1. eu nunca li nada do autor, mas ja li muito sobre ele e seus livros, a trama é interessante e muito intrigante, mesmo não sendo meu foco principal em leituras vale a pena espiar
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Cida.
    Eu li vários livros do autor e amei a escrita dele. tem uma amiga minha que é fanática por ele. E ela leu esse logo que lançou e me disse que não era livro único, por isso não pedi emprestado ainda, vou esperar lançar todos. Mas que bom que gostou do autor, acho que vai gostar dos outros livros dele também.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Sou doida para ler algo do autor, pois praticamente todas as obras dele me chamam a atenção. Adorei sua resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  4. Oie Cida =)

    Acredita que eu nunca li nada do André Vianco? Sempre li ótimas resenhas dos livros dele e muitos dos meus amigos são super fãs do André, mas eu sempre acabei deixando os livros dele passarem.

    Gostei da premissa de Dartana, talvez ele possa ser um bom começo entre uma leitora e um autor.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida, olha, se eu fosse julgar o livro pela capa eu nunca diria que ele teria uma história assim. Eu sou apaixonada por mitologia, e quando temos isso junto com intrigas, batalhas e tudo o que uma fã do gênero pode esperar, fico super animada.
    Eu nunca li nada do autor e quero dar uma chance a ele. Apesar do livro ser quase uma das obras do George Martin, por causa do tamanho, quero começar por esse.
    Beijokas
    [SORTEIO] Aniversário de 1 Ano: Livro - Perdida
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  6. Oiee, esse foi o primeiro livro que li do autor, e apesar de ter me assustado com o tamanho do livro e o começo ser um pouco dificil pois achei muito tenso eu gostei do livro, e fiquei curiosa para saber o que acontece a seguir.

    Bs Jany

    http://www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!