[Resenha] A Morte do Capitão América

A Morte do Capitão América
Título Original: Captain America: The Death of Captain America 
Autor(a): Larry Hama  
Editora: Novo Século          Páginas: 352
Lançamento: 2016               ISBN: 9788542808001
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||  
Não tivemos outra escolha a não ser trazer o corpo dele para cá Tony Stark disse. Steve foi o único produto bem-sucedido do Programa do Supersoldado. As informações na cela dele são protegidas por diversos atos de segurança nacionais. Aquilo simplesmente aumentou a minha raiva. Steve não era um 'produto'. Ele era seu amigo, Tony. Por um momento, pareceu que Tony Stark tinha uma consciência. Eu não estava com vontade de ser boazinha e compreensiva, e esperava que a culpa o apunhalasse no coração. Assim como acontecia comigo. Eu considerava Tony Stark o responsável por aquilo. Não tinha sido o Homem de Ferro a ponta de lança para a aplicação do Ato de Registro? Não era o seu traje vermelho e dourado que estava em todos os cartazes? Não foi por culpa de Stark que Steve Rogers tinha sido preso? E agora Stark é diretor da S.H.I.E.L.D., e Steve está esticado em uma gélida maca. Eu disse isso a ele, e ele respondeu que estava tentando fazer a coisa certa, que ver Steve daquele jeito também o matava o matava.
Uma guerra não tem dois lados vencedores. Temos aqueles que perdem e aqueles que ganham e, a Guerra Civil travada entre Capitão América e o Homem de Ferro não teve um resultado muito bom para o meu herói favorito da Marvel. Steve Rogers está preso e o nome deste livro já é o indicativo de que um final feliz não o espera.

A Morte do Capitão América, de Larry Hama, é mais um volume da maravilhosa série Marvel lançada pela Editora Novo Século e conta o que aconteceu com Capitão América e companhia após a Guerra Civil.

Não vou detalhar o fim de Steve. É um fato que quando você começa a ler o livro sabe que está ali, mas ouso dizer que quem tirou de nossas vidas o herói foi uma grande surpresa. Bem, eu até sabia quem o executaria, mas não consegui acreditar. Ainda assim doeu e este com certeza foi um dos livros mais difíceis que já li. Sou apaixonada pelo Capitão e sempre fico possessa com uma simples ofensa contra ele, imaginem então algo tão grave.

O engraçado é que aqui Steve é apenas uma lembrança, sua breve aparição no começo não é nem de longe marcante como tantas outras que já tivemos. Desta forma não esperem encontrá-lo firme e destemido segurando aquele escudo que simbolizava não apenas sua bravura e coragem, mas um sonho de justiça, liberdade, superação e igualdade. Aqui Steve é um mito, uma lenda, um ícone, um herói e um amigo. Alguém que deixou saudades.

Sua perda vai ser sentida por muita gente: a Viúva, o Falcão, Sharon Carter, Tony Stark, tantos outros heróis e especialmente por aquele que oscila ente mocinho e vilão - James Buchanan Barnes – mais conhecido como Soldado Invernal.

Bucky quer vingança e vai caçar que nem um louco o responsável pela morte do Capitão. Primeiramente age sozinho, mas logo Viúva e Falcão se unem. Afinal o inimigo é forte e perigoso, o Caveira Vermelha ainda mais assustador e poderoso do que antes. E pasmem, tramando um plano horripilante que vai se revelando aos poucos, deixando a leitura instigante e intrigante em igual medida.

Como citei foi uma leitura difícil. Não apenas pela perda, mas também por ver que cedo ou tarde alguém iria segurar aquele escudo outra vez e na minha mente e coração, ninguém é digno de ocupar o lugar de Steve.

Só que eu amo estas histórias e mesmo sofrendo não pude deixar de vibrar com cada luta, cada cena de ação e com cada momento que estes personagens prestaram uma homenagem ao Capitão.   

Eu li muito rápido, não só para saber o que o Caveira e equipe estava aprontando, mas também por que tinha a esperança de que o Capitão não estivesse morto. Será que estava mesmo? Você vai ter que ler para saber.

O que mais me agradou foi o desempenho de Bucky, o personagem foi muito melhor construído que no filme (eu não sou fã deles nas telas) e realmente foi O AMIGO. Sua dor, seu desespero saíram das páginas  e me comoveram. Foi incrível como o autor deu corpo para o luto e a amizade usando o Soldado Invernal. Quando tentam fazê-lo se perder na mente do matador outra vez, ele luta com tanta força, se apega de maneira tão ferrenha ao que Steve lhe ensinou que só posso dizer que foi lindo. 

Tony Stark também é uma surpresa, foi tão estranho vê-lo como diretor da S.H.I.E.L.D. Eu tenho com ele uma relação de amor e ódio, comecei o livro querendo vê-lo morto no lugar do Capitão, mas tem horas que é impossível ficar com raiva do Iron Man. E tem aquela questão de Steve sempre confiar nele apesar de tudo e aí você acaba aceitando o cara.

Quem não impressiona é  Sharon Carter, que decepção esta garota! Falcão e Viúva são um show a parte, mais uma vez ótimos acréscimos para a trama.

Em suma é um livro com uma história marcante. Mostra quem nem o mais forte dos heróis é imbatível e vai durar para sempre, mas que o que importa de verdade foi o ideal por ele semeado, seus atos e a mensagem que deixou. Sem dúvidas o legado de Steve Rogers, o Capitão América, é inesquecível. Ação e emoção em cada página. Eu recomendo!







2leep.com

11 comentários:

  1. Olá, Cida.
    Acho essas edições da Novo Século um show. Mas não leria eles. Sou meio por fora desse universo dos heróis e confesso que não sei qual é o mais chato, o Capitão America ou o Homem de Ferro. Mas para quem é fã deve ser ótimo.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  2. não sou muito fã dos quadrinhos ou dos heróis, mas eu gosto muito do Capitão América... não sei se encararia bem a leitura
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida!
    Eu também adoro o Capitão América, então esse título já me deixou apreensiva.
    Mesmo assim, fiquei com vontade de ler!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Oie Cida =)

    Essa Graphic é muito triste =( afinal ninguém gosta de saber que o seu personagem favorito morre (...).

    Confesso que eu tenho meio que uma relação de amor e ódio com o Stark. Acho ele terrivelmente arrogante, mas por outro lado me corta o coração saber como ele perdeu os pais e principalmente como isso o afetou.

    A Sharon é bem mais legal nos filmes. Nos quadrinhos ela não se destaca tanto. Se bem que em minha opinião Steve e Peggy Carter são maravilhosos e ponto.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  5. Oiii Cida

    Não gosto de saber que nossos super heróis podem morrer... rsrs, já fico super triste com a famosa morte do Robin, imagina do Capitão América.... Nem sabia dessa história, até tenho curiosidade de saber o desfecho do famoso personagem... O Homem de Ferro não é meu favorito, acho que o Stark me inspira sentimentos meio conflitantes, tem hora que o sarcasmo dele é legal, mas tem hora que dá vontade de dar um tapa nele.

    Beijos

    resenhaatual.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Um homem tem que morrer não é?!?! Eu gosto muito do mundo dos heróis Marvel e DC tenho me aproximado deles nos últimos anos de maneira que basta olha para esses livros para desejar ter essas edições em mãos. Adorei a resenha Cida, foi uma resenha com sentimentos, gosto disso... quando o clima do livro chega na resenha!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Cida!
    Tenho muita curiosidade em ler esse gênero de leitura, amo esses heróis! <3
    Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Cida

    Também tenho uma relação de amor e ódio pelo Tony, mas ódio do que amor para ser mais específica. Tem horas que eu preferia que ele nunca tivesse sido criado! Hahahaha
    Eu nem sabia que tinha uma edição chamada "A Morte do Capitão América", eu só acompanho o universo Marvel através dos filmes, só por isso não leria o livro.

    Beijo
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida,
    Eu também adoro o Steve, acho que sentiria o mesmo que você lendo.
    Ah, adoro a Viúva e já fiquei ansiosa para 'lê-la'

    tenha uma ótima semana e um lindo Natal ♥
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  10. Oi, Cida!
    Eu protelo essa leitura porque me dói pensar na morte do Steve :'(
    Realmente o Bucky não foi muito bem representado nas telinhas, mas eu curto ele.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Natal Literário
    Participe da promoção de três anos de Um Oceano de Histórias
    Participe do Sorteio de Final de Ano

    ResponderExcluir
  11. Ei Cida, tudo bem?
    Sou um grande fã de histórias de super heróis e estou sempre acompanhando quando dá. Mas esse livro em específico ainda não tive a oportunidade de ler, mas espero que em 2017 eu consiga meu exemplar e te conto se gostei tanto quanto você.

    Abraços!
    www.estupefaca.com

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!