[Resenha] Corte de Névoa e Fúria

Corte de Névoa e Fúria
Título Original: A Court of Mist and Fury (A Court of Thorns and Roses #2)
Autor(a): Sarah J. Maas
Editora: Galera Record         Páginas: 658
Lançamento: 2016               ISBN: 9788501076601 
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
O aguardado segundo volume da saga iniciada em Corte de espinhos e rosas, da mesma autora da série Trono de vidro Nessa continuação, a jovem humana que morreu nas garras de Amarantha, Feyre, assume seu lugar como Quebradora da Maldição e dona dos poderes de sete Grão-Feéricos. Seu coração, no entanto, permanece humano. Incapaz de esquecer o que sofreu para libertar o povo de Tamlin e o pacto firmado com Rhys, senhor da Corte Noturna. Mas, mesmo assim, ela se esforça para reconstruir o lar que criou na Corte Primaveril. Então por que é ao lado de Rhys que se sente mais plena? Peça-chave num jogo que desconhece, Feyre deve aprender rapidamente do que é capaz. Pois um antigo mal, muito pior que Amarantha, se agita no horizonte e ameaça o mundo de humanos e feéricos.


Corte de Névoa e Fúria é o segundo volume da série Corte de Espinhos e Rosas, da autora Sarah J. Maas, publicada no Brasil pela Galera Record. Eu amei o primeiro livro desta série, mas este aqui foi de longe um dos melhores da autora que li. Sinceramente não consigo decidir entre os da série Trono de Vidro e Corte de Névoa e Fúria. O que tenho certeza absoluta é que Rhysand vai ser o meu crush literário do ano e é o melhor personagem masculino criado por Maas.

Capa Corte de Espinhos e Rosas V3 DSEm Corte de Espinhos e Rosas a humana Feyre matou um feérico e teve que pagar por esta morte indo viver nas terras destes seres belos, perigosos e cheios de magia antiga. Lá aprendeu como mesmo sendo feras, poderiam também demonstrar gentileza e carisma. Aprendeu sobre parte de seus costumes, a divisão das cortes e seus senhores e como “prisioneira” de TamlinGrão Senhor da Corte Primaveril – descobriu o amor.

Feyre teve que lutar pelo homem que amava, sacrificou-se para resgatá-lo e quebrar a maldição que aprisionava os senhores de todas aquelas terras. Ela pagou caro, mas aqueles que tiveram a liberdade de volta retribuíram de uma forma que a garota acabou se tornando uma deles. Agora, enquanto as terras feéricas são reconstruídas, Feyre Quebradora de Maldição vai se casar com aquele que roubou seu coração, contudo ela mudou e o que antes parecia ser certo, não se encaixa mais em sua vida.

E Tamlin, antes tão encantador, resolveu revelar um lado dele até então desconhecido e, infelizmente, nada agradável. Ele a sufoca, não a respeita como um ser de opinião própria e não vê que ela sofre pelo sangue que derramou e por ter encarado a morte. Feyre definha a cada dia, enquanto ele fica mais forte.

Vale lembrar que quando Feyre lutou por todos selou um acordo com o mais poderoso e enigmático Grão Senhor de todos os tempos. Rhysand, Grão Senhor da Corte Noturna, que ajudou –a uma vez e pode ser que seja novamente sua salvação.

No primeiro livro Feyre foi a rosa que se apaixonou pelos espinhos e agora ela é a fúria que poderá ser seduzida pela névoa.

Gente! Este livro é incrivelmente maravilhoso e mesmo o primeiro sendo ótimo, este é ainda melhor. Maas sabe como ninguém criar uma fantasia épica, cheia de intrigas, magia, segredos, desafios, seres além da imaginação, dramas, paixões e personagens em constante crescimento. A emoção transborda das páginas e meu coração acelerou muito durante a leitura, foram quase 700 páginas de pura adrenalina e estou triste por saber que o terceiro ainda não foi escrito. Socorro!

Não há previsibilidade nesta história. Se você leu o primeiro e achou que sabia tudo sobre o destino da mocinha está enganado. Feyre ainda tem muito para percorrer e a cada livro torna-se mais forte, madura e corajosa. Acho as personagens femininas de Maas perfeitas, sejam elas boas ou más, pois superam em praticamente tudo os homens. No entanto, desta vez há alguém que se equipara a protagonista e desta forma acaba sendo o trunfo de todo o livro.

Rhysand, como citei, é o melhor personagem masculino da autora na minha opinião. Ele e Feyre são algo difícil de explicar, mas você sabe que são o certo, que precisam estar juntos e são parte de algo maior, algo escrito nas estrelas.

Mesmo estando prestes a casar com Tam, ela sente que algo não está certo e ele não ajuda. Eu havia adorado o rapaz anteriormente e nunca imaginei o quanto seria capaz de odiá-lo um dia. Nunca conhecemos Tam de verdade e foi uma ótima reviravolta ver seu outro lado. Ainda melhor foi ver que mais uma vez a autora não deixou sua heroína presa em um relacionamento fadado ao fracasso e a levou a seguir em frente.

Chega então Rhysand e não sabemos se ele e Feyre darão certo, mas a torcida para isso tomou conta de mim, A forma como ele a tratou com respeito, gentileza, amizade e tudo o mais que ela precisava para juntar os pedaços partidos de sua alma, me levou a amá-lo e querer que ela também o amasse. No entanto, os sentimentos de Rhys não são muito claros e só no decorrer na história serão revelados. As intenções deles são tão obscuras quanto suas belas asas. Rhys é perigo, sedução e mistério. Não há como saber se haverá romance ou não, embora a tensão sexual entre eles sejam pura chama.

Enquanto Tam não a escuta, Rhys a enfrenta, questiona, instiga e mostra que Feyre é dona de si, não propriedade de ninguém e precisa lutar por sua independência. A confunde, mas é inegável que a respeita e a torna mais forte.

Não pensem que é só romance, há ainda uma grande guerra sendo arquitetada com a chegada de um rei muito poderoso. Este homem quer não apenas destruir todas a cortes feéricas, mas também escravizar nós humanos. Rhys quer evitar este horror e pede que Feyre trabalhe com ele para derrotar o novo vilão que surgiu.

E assim Maas conduz sua história e a jornada de Feyre. A garota vai ter que aprender a lidar com o que se tornou, encontrar novamente a alegria de viver, descobrir o papel de Rhys e Tam em sua vida e derrotar o vilão que ameaça o mundo ao qual pertenceu e o que pertence agora. Ela não é apenas uma quebradora de maldições, na verdade vejo-a como aquela que será capaz de enfim unir dois povos.

Além destes personagens já citados, a autora trouxe novidades: Morrigan, Azriel, Cassian e Amren. Amigos de Rhysand que acolheram Feyre como ninguém nunca acolheu.  O cenário também foi expandido e a história dos feéricos bem mais explorada.

Os guerreiros bastardos, os mestiços illyrianos, o monstro preso em um lindo corpo, a sonhadora nascida em uma corte de pesadelos… E a caçadora com alma de artista.

O livro é grande, mas a leitura flui fácil. Não há um momento sequer que você sinta tranquilidade ou tédio, pois cada capítulo vem recheado de novidades e muita coisa acontecendo. É uma armadilha para o leitor, que se vê preso numa teia cada vez mais complexa e fica querendo saber como aquilo vai acabar.

Felizmente o desfecho não foi trágico como eu tinha certeza que seria. Vou confessar que mesmo torcendo pelo melhor, acreditava que o final destruíra meu coração em pedaços e eis que então me vi frente a frente com um golpe inteligente e astuto de alguns dos personagens e a tolice e soberba de outros. Uma reviravolta que me levou a dar boa risadas depois de roer as unhas e derramar algumas lágrimas.

Em suma, Corte de Névoa e Fúria é uma bem sucedida continuação de uma das melhores séries de fantasia que temos atualmente. A trama evoluiu, tornou –se mais complexa e os personagens seguiram em concordância com este crescimento. Se é fã do gênero não pode deixar de ler, com certeza vai se apaixonar.


… éramos o início, o meio e o fim. Éramos uma canção cantada desde a primeira brasa de luz no mundo.  

2leep.com

9 comentários:

  1. Oi, Cida! :)
    A minha amiga Jani esta quase me matando, pois ainda não li esse livro! Sério, ela tá surtando de tanto que amou essa continuação. Eu amei o primeiro e tenho certeza que esse é maravilhoso! Ansiosa! <3

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Cida!
    Mulher, eu tive de pular tua resenha porque logo vou começar a ler essa série e estou fugindo de spoilers hahhahahah
    Mas aquele quote que você postou na legenda do instagram me deixou super curiosa.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Halloween Literário

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida

    Eu não li o primeiro, ainda, mas fico feliz por este não ter caído na maldição do segundo livro rsrsrsrsrs Muito bom saber que a autora manteve o nível e envolvido o leitor mais ainda!! Vou tentar conferir em breve!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Uau, cida! simplesmente uau!
    eu fiquei muito entusiasmada e curiosa, a fluidez da trama ao longo das páginas é evidente
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie Cida =)

    Aiw *-* Eu sou doida para começar a ler essa série. Falam tão bem da escrita dessa autora e que os personagens são incríveis que isso faz a minha curiosidade ficar ainda mais aguçada.

    Tenho o primeiro livro em e-book, mas ainda não li por medo de sofre o mesmo que sofri com Na Companhia de Assassinos que tive que ler um seguido do outro de tanta ansiedade rs...

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  6. Cacilda, 700 páginas! E 700 de uma história eletrizante, ainda, é algo bem raro. Acho essa capa sensacional e, embora eu não seja de ler muito fantasia, essa com certeza merece ser lida!! Primeiro volume bom, segundo melhor ainda, segura o coração pro terceiro ein!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu não tive oportunidade de iniciar essa série, não é meu gênero de livro favorito, mas sua resenha UAL me deixou cheia expectativa e curiosidade para saber o que aconteceu, é muito bom quando encontramos um livro que nos prende tanto! Amei sua resenha!

    Beijos
    Dani Cruz
    www.blogemcomum.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá, Cida.
    Faz tempo que estou tentando comprar esse livro mas o preço não baixa hehe. Eu li a resenha meio por cima para não pegar spoilers já que não li o primeiro ainda apesar de ter ele aqui em casa. As capas são maravilhosas e espero gostar tanto quanto você gostou. Tomara que ela escreva logo o outro e não faça como na série Trono de Vidro que ela só enrola hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Eu quero muito ler esse livro, e agora fiquei mais curiosa. Quando comprar os meus vou devorar rsrs
    Gostei muito da resenha, bjs!


    Refúgio da Ju

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!