[Resenha] O Caderninho de Desafios de Dash e Lily

O Caderninho de Desafios de Dash e Lily
Título Original: Dash & Lily's Book of Dares (Dash & Lily #1)
Autor(a): Rachel Cohn, David Levithan 
Editora: Galera Record         Páginas: 256
Lançamento: 2016               ISBN: 9788501105158
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
O novo livro de David Levithan e Rachel Cohn que juntos escreveram Nick e Nora Uma noite de amor e música acompanha a dupla Lily e Dash. Ela está doida pra se apaixonar e, pra encontrar o par perfeito, decide criar um caderninho cheio de tarefas e deixá-lo na livraria mais caótica de Manhattan. Quem encontra o moleskine é Dash, e os dois começam a se corresponder e trocar sonhos, desafios e desejos no caderninho, que vai se perdendo nos mais diversos lugares de Nova York.

Eu já havia conferido as parcerias de David Levithan com John Green (Wiil & Will) e com Andrea  Cremer (Invisível), além de seus livros solo, mas com Rachel Cohn ainda não, apenas conhecia a história de um deles – Nick & Norah - por conta da adaptação cinematográfica. Como assim produção? Verdade! Um absurdo isso, já que esses dois juntos são uma bomba. No bom sentido é claro. Comecei a ler e simplesmente não consegui largar O Caderninho de Desafios de Dash e Lily.

Embora esta história aconteça na época de Natal em Nova Iorque, combinou muito bem com o mês de junho. Primeiro por conta do clima de inverno e depois pelo clima de mês dos namorados, afinal o romance está no ar. 

Se você gosta de livros, vai gostar. Isso porque a história de Dash e Lily começa com um caderninho vermelho cheio de desafios, escondido no lugar que os dois mais amavam: a Strand, uma grande livraria. Se você gosta de história ambientadas na Big Apple, assim como eu, vai se sentir em um passeio turístico por esta grande metrópole, pois os autores levam seus personagens por diversos cantinhos maravilhosos da cidade. 

Se você gosta de romance fofo e inusitado, com aquela pitada de impossibilidade e suspense, vai curtir também. Se já é fã de Levithan, vai querer abraçar o autor. E se você gosta das palavras e seus muitos significados, não pode deixar de ler. São tantos os bons motivos que eu poderia ficar aqui por horas listando.

Os pais de Lily foram para uma viagem romântica em Fiji, seu avô para Flórida fazer um pedido de casamento e o irmão mais velho está curtindo o novo namorado. É quase Natal e Lily está por conta própria. Esta garota que vive debaixo das asas da família e cercada por uma redoma da segurança da infância, teme crescer e viver a vida como a adolescente que é. Não tem amigos e passa os dias perseguindo o irmão em busca de atenção, até que Langston cansa e decide que está na hora dela arrumar um namorado. Surge então a ideia de um caderninho de desafios deixado em uma livraria, para que assim ela encontre sua alma gêmea. Afinal aquele que se dignasse a realizar os desafios do caderninho, só poderia se dar muito bem com ela.

Assim surge Dash, o garoto que vive para tirar o melhor da situação de ter pais separados e curtir uma solidão auto imposta. Não que seja um ermitão. Ele tem amigos e uma vida social, mas sente conforto com apenas sua companhia, palavras e livros.

Dash acha o caderninho e fica impressionado com a complexidade dos desafios, assim ele e Lily passam a se aventurar pelas ruas da cidade e se conhecer escrevendo naquelas páginas.

Sabe aquele livro que te pega na primeira página? Este aqui fez isso comigo, já estava ansiosa desde que havia ido num evento da Editora e ouvi muitos elogios, mas não estava preparada para gostar tanto.

Dash e Lily são duas pessoas muito diferentes, mas ainda assim com muito em comum. Esta mistura de afinidades e diferenças garante boas risadas e desafios impagáveis. Ele odeia o Natal e ela ama. Imaginem como tivemos cenas de pura vergonha quando os dois tentavam mostrar o ponto de vista sobre esta época para o outro. O pobre Dash até sentou no colo do bom velhinho.

Mas não pensem que é uma história cômica, ela é divertida na medida certa, assim como romântica e profunda. Os autores dosaram bem os elementos para compor a trama, nos dando uma história jovem, inteligente e de muito bom gosto.

Adorei cada personagem, mas Dash foi de longe meu amorzinho. Ele é cínico, sagaz e age com uma maturidade espantosa. Não é um sabichão arrogante, mas um jovem que pensa de maneira muito complexa sobre tudo e todos. É um ser pensante e extremamente interessante.  Não que eu não tenha gostado de Lily, só ela me conquistou aos poucos conforme se arriscava e se permitia amadurecer.

Cada novo desafio cria em nós uma expectativa enorme, pois queremos que os dois se encontrem. Não dá para saber se vão mesmo ser um casal ou apenas grandes amigos, mas nem por isso você deixa de sonhar com algo épico. E posso dizer que tal momento foi ao mesmo tempo fofo, desconcertante e muito engraçado.

Levithan e Cohn não escreveram apenas uma história sobre dois adolescentes na época do Natal, eles nos trouxeram algo mais, algo que ouso dizer seria um conto de fadas para os amantes dos livros. Dash e Lily foram antes de tudo namorados de palavras e livros, se conhecendo através de seus gostos e afinidades para depois tentar algo na vida real. Imaginem se revelar por textos e frases, mas com sinceridade? Adorei este aspecto honesto da relação dos dois, a forma viva e real como os autores optaram por apresentá-los.

Marquei tantos quotes! Isso sempre acontece quando leio os livros de Levithan, vejo em suas frases muitos significados dependendo do ângulo que as encaro. É tão bom achar livros assim, que nos façam mergulhar na interpretação do texto com razão e emoção, que transmitam sentimentos em frases marcantes.

O Caderninho de Desafios de Dash e Lily é criativo, imprevisível e inusitado. É sobre arriscar e se entregar, mas acima de tudo é sobre confiança e honestidade. Amei!

Nota: Há um segundo livro - The Twelve Days of Dash and Lily -, mas a história deste primeiro tem final fechado. Podem ler sem medo de pontas soltas, já que sequencia é uma nova aventura desta dupla. 

2leep.com

13 comentários:

  1. Oi, Cida!
    Eu só tive um contato com o Levithan e foi o livro dele com o João Verde e não foi uma boa experiência. Por isso, eu tenho um receio de ler mais alguma coisa dele.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu! Leia outros dele, tanto as parcerias são bem diferentes, como os livros individuais. Dê mias uma chance, quem sabe este conquiste você.

      Excluir
  2. Oie Cida =)

    Ainda não li nada do David, mas morro de vontade. A sua é a primeira resenha que leio desse livro e confesso que pela capa eu esperava uma história totalmente diferente. Agora a minha curiosidade foi despertada rs...

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  3. Olá, Cida.
    Eu amei o autor em um livro solo e infelizmente não gostei muito dele escrevendo com o Green. Acho que porque não sou muito fã do autor hehe. Eu não conhecia esse livro ainda, mas já quero. Me pareceu ser uma história muito fofa. E adorei essa ideia dos desafios. Sem falar que amo livros que se passam no natal. Assim que der vou ler.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bom?
    No momento estou lendo Will & Will e só posso dizer que estou morrendo de amor por David e que quero ler todos os livros dele. E talvez eu comece por esse, já li uma resenha dele a um tempo atrás e agora com essa eu estou ainda mais ansiosa.
    Adorei a resenha.

    Sessão Proibida

    ResponderExcluir
  5. Você e suas resenhas são uma tortura para mim! Quero comprar quase todos os livros que você comenta, como faz? hahaha Conheci esse livro no Mochilão da Record, estou louca com ele! Parece muito amorzinho.
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
  6. eu gostei muito da trama e esses enredos combinados por mais de um escritor tem uma liga bacana, eu ja quero conhecer a escrita de David há muito tempo, mas ainda não tinha oportunidade ou um estalo de "esse é o livro" e agora ja estou vibrante com a possibilidade de ler em breve
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/2016/06/harlequin-lanca.html

    ResponderExcluir
  7. Estou lendo!!!
    Acredita que não consigo gostar do Dash? HAAHHHAHAHA
    Ele gosta de falar difícil, rs. Lily é mais legal!
    Espero ter uma opinião positiva em breve ;)
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida!!!

    Sabe, por onde olho tem o Levithan, é como se o mundo conspirasse para que eu lesse os livros dele!!! A história parece ser muito boa, vou tentar conferir e conhecer esse autor que é tão querido!!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oi, Cida!
    Eu tenho a edição em inglês desse livro há alguns anos, mas ainda não li. Essa capa nacional tá tão linda que vou acabar comprando. Adoro livros, romances fofos, clima natalino... Sei que vou adorar, só não sei mesmo porque ainda não li!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  10. Dessa parceria eu já li UMA NOITE DE AMOR E MÚSICA, que eu adorei!!! Recomendo!! Mas hoje no evento, aquela moça que eu já esqueci o nome dela, disse que esse é o terceiro livro dessa parceria... Tô boiando. Quero descobrir!!

    Ah!! Amei a resenha!! Esse livro está no topo dos desejados ♥

    Bjkss

    Lelê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lelê! São três os livros escritos pela dupla e publicados pela Galera. O que você leu, este que resenhei e Naomi e Ely. São independentes uns dos outros, ou seja, não fazem parte de uma série.

      Excluir
  11. Oi Cida! Tudo bem?

    Amei a resenha. Já tinha visto o livro, mas não sabia ainda do que se tratava em detalhes. A capa é maravilhosa então já chama mesmo a atenção, mas pela resenha pude conhecer melhor a história e adorei.
    Eu amo livros ambientados em NY, este ano vou pra lá e estou sonhando acordada hahaha, e eu também amo natal então já viu né?
    Outro ponto forte foi esse suspense todo, afinal, parece ser bem diferente dos romances que estamos acostumadas. Nem dá pra saber se vai rolar mesmo um romance, então fiquei bem curiosa!

    Surpreendentemente não li nada do David ainda, socorro. Acho que este lançamento seria uma ótima pedida, já que tem vários elementos que me agradam e essa parceria com a Rachel foi sucesso! Ótima dica!

    Beijos!
    livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!