[Resenha] O Desapego Rebelde do Coração

O Desapego Rebelde do Coração (Batidas Perdidas #4)
Autor(a): Bianca Briones
Editora: Verus                      Páginas: 406
Lançamento: 2014               ISBN: 9788576864998 
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Quando um amor do passado ressurge e sentimentos mal resolvidos vêm à tona, é preciso decidir entre lutar pelo que se quer ou fugir — e pôr em risco a própria felicidade. Branca sempre foi uma mulher independente, que não pensava em se casar tão cedo — até conhecer Lex. Entre idas e vindas, eles se casaram e se divorciaram menos de um ano depois. Ela levou um tempo para superar a perda e, sem esperar muito, começou com Rodrigo um perigoso jogo de gato e rato. Rodrigo tinha uma queda por Branca quando mais novo, mas hoje a enxerga apenas como a razão de uma paixonite adolescente. O que ele esconde de todos — até de si mesmo — é quanto todas as perdas que sofreu o afetaram, e o único modo de lidar com isso é fingir não sentir nada. Lex ficou muito tempo afastado de todos que amava, trabalhando em outra cidade e tentando seguir em frente, como sempre fez. Sua intenção era voltar apenas para o casamento de amigos, mas a vida tinha outros planos para ele. Agora os três precisam lidar com o que está acontecendo — e mais, com o bebê que surge com Lex. Quanto a mágoa pode afastar duas pessoas que se amam? Como encarar uma situação em que pelo menos um deles certamente sairá ferido?
Sedutor e desafiante.

O Desapego Rebelde do Coração é o quarto volume da série Batidas Perdidas de Bianca Briones, publicada pela Verus Editora. Eu sou apaixonada por esta série e virei fã da autora deste que li o primeiro volume. São história de amor intensas, com uma carga dramática forte e personagens que precisam vencer a si mesmos antes de encontrar o verdadeiro final feliz. Primeiro tivemos o Rafa e a Vivi e depois Bernardo e Clara.

Branca sempre esteve por perto como a amiga e irmã dos protagonistas anteriores, mostrando que quando necessário estaria ao lado deles nos piores e melhores momento. Mas quem é Branca de verdade? Uma garota alto-astral, destemida, baladeira e marrenta ou alguém oculto por trás destas qualidades? 

Ela é tudo isso e mais um pouco. Eu sempre gostei dela e posso dizer que eis aí alguém que eu gostaria de ser se tivesse que escolher vestir a pele de um personagem. A dúvida que eu tinha ao começar o livro é quem seria o dono do seu coração, já que um triângulo amoroso vinha tomando forma há algum tempo.

De um lado Lex. Músico e dono de balada supersexy e gato, como o bônus um coração enorme. Ex-marido de Branca e ambos ainda sentem algo um pelo outro. Há também Rodrigo, sempre amou Branca, mas por ser mais novo que ela, significava apenas um “moleque”, contudo o moleque cresceu e virou um homem que sabe seduzir.

Se a vida conspirou para que tudo desse errado, me nego a aceitar  de braços cruzados. Quando tudo parece dar errado, lutar ou ceder é o que determina quem você é. E eu luto.

Eu sabia que o casamento de Branca e Lex tinha dado errado, mas não sabia que tinha sido um relacionamento de quatro anos e nem as razões que os levaram ao divórcio. O primeiro capítulo deste livro mostra o que aconteceu e aí percebi que foi algo forte. Branca me lembrou eu mesma, não só pela preferência pelos bad boys, mas por não querer algo em sua vida que eu também não quero para mim. No entanto, por mais que Lex seja um cara que fuja dos padrões de moço certinho, ele não é uma bad boy de verdade, embora existam nele qualidades que possam confundir com este estereótipo. Ainda assim, ele já era meu preferido logo nas primeiras páginas e eu não via chance para o Rodrigo.

E assim Briones conduz sua história, mostrando o fim de um casamento e a jornada de três pessoas que tiveram suas vidas entrelaçadas por amigos em comum e amor. A narrativa em primeira pessoa, se divide na voz dos três e isso nos permite saber o que cada uma vive, pensa e sente nesta jornada de fim imprevisível.

Embora os livros possam ser lidos de maneira independente, já que cada um trata de uma casal e possui final conclusivo para tal dupla, ainda assim recomendo ler na ordem. Isso porque vamos nos ligando  aos personagens e a sensação de abrir cada novo volume é de estar de volta na casa de amigos. Eu leio me sentindo envolta em um ambiente familiar, travando um novo reencontro com pessoas queridas que não via faz um tempinho. É um sentimento gostoso e não tem preço.

E mesmo com esta individualidade de volumes, o final do segundo livro é o que nos faz desejar ler este aqui desesperadamente (mais um motivo para ler na ordem). Metade da trama de O Desapego Rebelde do Coração acontece paralela a de Descompasso

E você fica pensando como vai ser complicado para ela decidir. Briones fez esta trama ser incrível exatamente pelo fator enigmático, por não entregar nada facilmente. Eu comecei torcendo por Lex, mudei de ideia para Rodrigo depois de momentos marcantes e cheguei ao ponto de ficar confusa e de coração na mão. E não pensem que é uma história que foca apenas no romance, são os fatores externos, os obstáculos que cada um têm que lidar individualmente que contribuem para formar algo mais complicado e tornar a história um mar de emoções que sentimos na pele.

Muitas pessoas têm medo de não ser felizes. Eu achava que era feliz daquele jeito e não me importava com mais nada. Por isso era mais fácil viver no morno do que deixar me queimar.

Eu me surpreendi mais uma vez com o teor emocional, com a criatividade da autora para complicar a vida dos personagens e por criar um enredo tão completo e bem estruturado. Mil situações que se conectam com maestria, nenhuma ponta fica solta. Como leitora isso me deixa feliz. Afinal quem não se revolta quando percebe que um autor abordou muitos temas e se perdeu pelo caminho? O grau de amadurecimento da escrita de Briones é gritante, não que os outros livros deixem algo a desejar, mas é que este aqui tem uma história tão viva e envolvente, que impressiona demais.

A leitura como podem notar, foi gratificante. É bom demais criar expectativas e vê-las sendo superadas. O Rafa do primeiro livro ainda é meu mocinho preferido e sua história a mais emocionante e dolorosa, mas a jornada de Branca, Lex e Rodrigo é mais empolgante e agitada como são estes três. Há algumas cenas mais comoventes, mas na maior parte do tempo é o enigma e o clima desafiante que predominam.

Temos menos cenas quentes e gostei de ver esta diferença comparado aos demais volumes, bem como a assídua participação, ou melhor intromissão, da família e amigos na vida dos protagonistas, que torna tudo mais significativo. E ver que mesmo totalmente apaixonados,  Branca, Lex e Rodrigo não ficaram correndo atrás e implorando por amor, foi ótimo. Quem leu O Descompasso sabe que ali o mocinho praticamente ficou de joelhos pela amada. Por favor gente, vamos nos valorizar e ter atitude. É por isso que estes três foram nota dez.

Claro que mesmo amando, existem pontos que eu discordei totalmente: como Branca ter mudado de ideia sobre determinado assunto e sobre o artifício usado para amadurecer Rodrigo. Não que seja algo ruim, mas no meu caso, que não tenho nenhuma afinidade com esta questão, é algo que sempre desejo que não faça partes das histórias. É totalmente pessoal e sei que para quem se sente cativado por isso, vai ser adorável. E teve também a Flavia. Quem é? Minha gente, não posso revelar. 

Entretanto, nada disso foi capaz de tirar o brilho de O Desapego Rebelde do Coração e fazer com que eu o devorasse em um dia e fechasse o livro feliz demais. O melhor é saber que ainda teremos no mínimo mais dois volumes. Vai ter um casal que eu não queria ter visto se formar, mas confio no talento da autora para me fazer mudar de ideia com uma história capaz de fazer meu coração perder algumas batidas. 

É claro que não vou dizer com quem Branca ficou, nem sob tortura. Façam suas apostas e mergulhem nesta história.

Acho que a vida nos machucou tanto que agora tentamos de todas as formas não nos apegar. Criamos uma autodefesa. Que é a capacidade de se envolver com alguém sem criar uma conexão de sentimentos. Só que uma parte de nós quer amar, quer criar laços e se conectar. Aí começamos uma guerra interna para lutar contra esse desapego rebelde do coração. E, no fim, quem se machuca somos nós.




2leep.com

12 comentários:

  1. Nossa já vou confessando que odeio triângulos amorosos, mas essa resenha me deixou super curiosa a respeito dessa série, já tinha ouvido falar dessa série, porem até agora ainda não tinha me chamado a atenção, confesso que ja estou torcendo para o Lex, eu sou uma pessoa muito confusa, e não gosto de não saber com quem ela vai terminar, da uma aflição por isso evito o gênero.
    Não gosto de ficar mudando de lado como você citou na resenha, quem é a Flavia? sabe eu bem que aceitaria esse spoiler de boa kkk.
    Vou com certeza dar uma conferida nessa série, a resenha ficou ótima.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Cida!
    Eu estou louca alucinada querendo ler esse livro. É o mais aguardado por mim.
    Gostei de saber tudo isso que você comentou na resenha. Dá pra perceber o amadurecimento da autora desde As Batidas Perdidas.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Porcelana - Financiamento Coletivo

    ResponderExcluir
  3. ainda não li nenhum livro da Bianca, a impressão inicial de sua série me deixou de nariz torcido, mas como sempre, acabei me enganando e julgando precipitadamente, como você discorre a trama tem pontos positivos e que a engrandecem
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Tô lendo muita coisa boa sobre essa série e tô ficando cada vez mais interessada! Adorei saber que tem um músico super sexy nesse livro, hahaha!

    Cida, seu blog foi premiado lá no PPP! Prêmio Dardos dado com carinho e por merecimento!
    Corre lá pra ver!

    Beijos!
    Fabi Carvalhais
    Pausa Para Pitacos | Participe do TOP COMENTARISTA | Promoção PQ SIM!

    ResponderExcluir
  5. Eu conheço essa série porque todo mundo nesse blogsfera fala sobre <3 , mas nunca li.Morro de vontade rs.E a sua resenha está tão bem feita que daqui a pouco vou começar a ler, estou até vendo rs.


    beeijão :)
    http://carolhermanas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Cida!
    Acredita que não li nenhum dos livros da série da Bianca?
    E cada nova resenha fico ainda mais contrariada, porque os livros parecem melhor a cada novo que sai.
    Sempre com assuntos polêmicos e muito romance.
    “Para ganhar conhecimento, adicione coisas todos os dias. Para ganhar sabedoria, elimine coisas todos os dias.” (Lao-Tsé)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista especial de aniversário em abril: com 6 livros 5 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Cida, tudo bom?

    Confesso que não ligava muito pra autora antes do lançamento desse último volume. Quando as pessoas começaram a resenhar é que fui olhando pra história com outros olhos.
    E depois dessa resenha maravilhosamente detalhada, se eu tinha alguma dúvida sobre ler ou não já não tenho mais! Hahahaha

    Não sou lá muito fã de triângulos amorosos, mas acho que vale a tentativa. Espero que minha experiência com a série seja tão prazerosa quanto a sua!

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  8. Não sei se elste livro iria me agradar.... Vou ler de novo a resenha pra ter certeza.
    No momento não, mas eu mudo de ideia sempre, rsrs.

    Bjks

    Lelê

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida, também amo a autora e já li todos os livros anteriores, só me falta esse e confesso que sua resenha me deixou mega curiosa, confesso que não sou fã de triângulos amorosos mas espero que esse me conquiste ;)

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  10. Sou apaixonada por Biannca,os llivros dela são maravilhosos,Já li os outros mas esse Ainda não,estou me preparando psicologicamente para ler esse,mega curiosa,esse com certeza já esta na minha lista.Amando esse blog bjss

    ResponderExcluir
  11. Oi Cida! Nunca li nada da autora e nao sei bem se esse tipo de livro faz muito meu genero, nao me interesse muito sabe? Nao gosto muito de coisas cliches, triangulos amorosos, caras bad boys e livros ''hot'' hahah enfim, se ganhasse acho que leria pelo menos! beijo

    ResponderExcluir
  12. Oii!
    Não li nd da autora ainda, mas esse livro eu tô mto curiosa pra ler, pela sinopse parece ser mto bom, qro mto saber o destino dos personagens!
    Bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!