[Resenha] Imaculada

Imaculada
Título Original: Unmarked (The Legion #2)
Autor(a): Kami Garcia
Editora: Galera Record         Páginas: 352
Lançamento: 2016               ISBN: 9788501403148
||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Abandonada pela família que lhe restou e lutando para permanecer sã, Kennedy Waters se vê em um mundo onde espíritos vingativos matam, fantasmas guardam segredos e um demônio vive entre os humanos. Um demônio que está livre por sua culpa. Andras, espírito que causa discórdia e morte por onde passa, ameaça abrir os portões do inferno e conquistar a Terra. Cabe a Kennedy e seus companheiros da Legião – Alara, Sacerdote, Lukas e Jared – caçarem e destruírem o demônio. Mas Kennedy ainda tem muitas questões sem resposta sobre seu passado. Um antigo membro da Legião e os temidos Illuminati surgem quando os primeiros sinais da influência de Andras no mundo começam a aparecer nos noticiários, e eles trazem novas armas contra o Marquês do inferno, mas também novos desafios para o grupo. Quando o que Kennedy mais temia acontece, ela tem de passar por cima de tudo e todos para proteger a si mesma, os amigos e, acima de tudo, seu amor. Os segredos que lhe esconderam a vida inteira vêm à tona, e ela está prestes a descobrir que há muito mais por trás do mistério que a faz permanecer imaculada.
Imaculada é o segundo volume da série A Legião, de Kami Garcia, publicada no Brasil pela Galera Record. Eu gostei bastante do primeiro livro e estava empolgada para ler a continuação, tanto que em dois dias li ambos. E fico feliz em dizer que a autora não só manteve a qualidade da história, como ainda a deixou mais incrementada.

A trama é retomada logo após os acontecimentos que finalizaram Inquebrável. Kennedy deixou os amigos, foi levada para um internato e notamos uma mudança significativa na garota.

Apaixonar-se. Perder a mãe. Fazer a pior escolha. Descobrir sobre seu legado. Ser perseguida por um demônio. Matar espíritos vingativos. Encarar a morte diversas vezes. O que transformou Kennedy em uma pessoa mais cuidadosa e comedida? O que a fez se sentir tão culpada? Provavelmente tudo isso e um pouco mais e, mesmo ainda demonstrando ser carente demais, ela amadureceu.

Kennedy acompanha diariamente os estragos que seu inimigo está causando depois que ela o libertou acidentalmente. É uma tortura constante e o pior é ver que todos os dias uma menina muito parecida com ela desaparece. É um recado bem dado de que o demônio ainda quer acabar com sua vida.

Quando o pai de Kennedy a deixou, ela sufocou as lembranças dele, mas ao reencontrar Jared e os outros, eles acreditam que somente este homem pode ajudar, ou melhor dizendo, a irmã desaparecida dele. Mesmo contra vontade nossa protagonista concorda em ir atrás do resto de sua família e assim está dada a largada na busca por uma solução para prender o demônio.

Se o livro anterior apresentou cenas chocantes, este vem com ainda mais destruição e caos. Agora não são os espíritos, e sim seu mestre agindo sem freios.  A caçada aos fantasmas dá lugar para a caçada pela história da Legião. Se antes nossos amigos agiam sem pensar, agora a lei é pensar antes de agir, já que foi a interpretação equivocada dos diários de seus antepassados que os levou ao problema de hoje.
 
Não só Kennedy amadureceu. Jared, Alara, Lukas e Sacerdote também passaram por mudanças. A autora que já os havia apresentado com uma excelente construção, tratou de aprofundar ainda mais suas personalidades. Há um lado mais sombrio em cada um , misturado com um espírito guerreiro. É bem empolgante ver a atuação de todos e a garra admirável que possuem. Alara e Sacerdote com certeza roubaram a cena mais uma vez. 

Os laços entre cada membro da Legião estão mais fortes, mas certas mentiras podem ser fatais para uma amizade forjada de maneira tão brutal. E mentiras não faltam já que nada é o que parece ser.

A trama, que continua sendo mostrava pelo ponto de vista de Kennedy, está mais sombria ainda, ou melhor dizendo, assustadora. Eu me vi sentada assistindo um episódio de Supernatural com todos aqueles acontecimentos de dar pesadelos. O primeiro livro é mais leve comparado ao este, imagino então como será o último.

São inseridos nas trama novos enigmas, revelações e também mais personagens. Entre os personagens novos eu dispensaria a melhor amiga da protagonista -  Elle - , uma garotinha que na minha opinião foi um pouco superficial e inconveniente.

A forma como cada nova informação se encaixa no que já temos é um ponto positivo da história, pois deixa tudo bem coerente. Temos respostas para diversas questões, mas ainda restam outras para serem esclarecidas. Há a dose certa para nos deixar menos curiosos, mas igual medida de interrogações para manter nosso interesse. Contudo os mistérios que temos pela frente sempre são uma novidade, nunca algo que vem sendo cozinhado em banho maria por muito tempo. Esta fluência da história, esta evolução para que sempre se torne mais complexa é o que faz com que a leitura seja gostosa e flua fácil.

Eu tinha uma desconfiança desde o livro anterior que foi ficando mais sólida neste segundo. Acredito que tudo tem a ver com Kennedy e com seu pai. Que é preciso que ambos se entendam para uma solução ser encontrada. Eu não acho que o desaparecimento deste homem tenha sido ao acaso, e sim algo bem pensado.  E o inimigo dar tanta atenção para ela só indica que é importante.

O instinto foi substituído por cautela. A Legião deixou de ser um segredo de cinco jovens a ganhou reforços. Kennedy nunca mais será a  mesma depois de enfrentar seus próprios fantasmas. O final não é triste como o do livro anterior, mas ainda assim nos deixa com aquela terrível sensação de que nem todos os mocinhos estarão vivos no final. Um sequencia maravilhosa. 



2leep.com

20 comentários:

  1. Engraçado ler resenha do segundo livro sem ter lido o primeiro. Rsrsrs
    Fico perdida.

    Mesmo assim eu gostei do que li.

    Bjksssssssss

    Lelê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lele! A resenha do primeiro eu publiquei esta semana, dá uma olhada nas postagens anteriores.

      Excluir
  2. Oiieee

    Fico feliz que aqui a autora não seguiu o padrão já quase básico de certas trilogias que começa com o primeiro livro bom, o segundo decai e o terceiro melhora de novo. Eu já aprendi a ter o pé atrás com continuações por causa disso, então, ler a sua resenha e saber que esta série mantém a qualidade (e em certos pontos até melhora) me estimula ainda mais a me arriscar nesses livros assim que for possível. A dica fica anotadinha na minha lista de desejados, espero que surja a oportunidade de conhecer mais dessa trilogia logo

    Beijos

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cida!
    Geralmente o segundo livro sempre cai na maldição. Saber que nesse caso não foi assim me fez decidir começar a ler essa série.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Porcelana - Financiamento Coletivo

    ResponderExcluir
  4. Olá Cida, tudo bem?

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, tem uma premissa interessante até mas não faz muito o meu estilo, mas gostei de saber mais sobre ele....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Ameeeeeeeei a capa desse livro amiga, achei muito bapho! Porém, não curti muito o enredo não. Mas não se pode ter tudo né?! Hahaha
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia a série e fiquei super interessada.
    Parece beeeeeem bacana.
    Vou procurar o primeiro para mim, ainda mais agora que você disse que o dois manteve a qualidade da obra inicial.
    Detesto quando leio um livro muito bom e o dois é blé.
    :P

    Seguindo o blog.
    <3

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  7. nossa que enredo, menina é um suspense e tanto!conheci a forma de Kami de escrever por dezesseis luas e afins e gostei muito, dessa forma eu gostaria de ver como ela se sai como autora única, apesar de todo esse suspense e demônios não ser bem a minha praia
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá, Cida.
    Que bom que o segundo livro conseguiu superar o anterior. Eu tinha me interessado quando li a sua resenha do primeiro livro e agora fiquei ainda mais. Ainda bem que os personagens evoluirão e estão mais maduros. Eu já tinha pensado em Supernatural quando li a resenha do outro livro, e agora você citou isso hehe. Assim que der eu vou ler.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Nossa to passada porque não conhecia esses livros, mas essa resenha me deixou sem folego. E tem tudo que eu gosto. Já to indo ler a primeira resenha, e pedir ajuda para algum banco ajuda pobres pessoas que não tem dinheiro para tanto livro bom rs.
    Beijo

    www.tecontopoesia.com

    ResponderExcluir
  10. Olá! Não conhecia essa série! Amei a capa e a história parece ser ótima! Só que já tentei ler a série Beautiful Creatures da autora e acabei abandonando por não ter gostado, por isso fico com o pé meio atrás em tentar ler algo dela novamente, mas a resenha ficou ótima, e fiquei bem curiosa.
    Biejo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi cida!

    Eu não conheço a série, mas que que bom que o livro não caiu na maldição do segundo livro e manteve a qualidade, é bom saber disso!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida!
    O livro 2 conseguiu estar a altura do primeiro? Já começo a gostar mais da série, rs.
    Coisa difícil, o livro 2 sempre decepciona um pouco.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia o livro, muito menos a série uheeuheuheuh Achei a premissa legal, mas não me identifiquei, por isso, acho que por agora eu não leria. Além disso, achei essa capa maravilhosa! heuehueheu

    Abraços,

    Blog Decidindo-se \o/

    ResponderExcluir
  14. Oi, Cida. Li sua resenha do primeiro livro e como fiquei bastante interessada em ler agora não sei se leio a resenha do segundo por medo de pegar algum detalhe/spoiler do primeiro. :(
    Mas que bom que o livro continuou te agradando. Beijos
    Sil - Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  15. Oi Cida, sua linda, tudo bem?
    Ah, você está falando de uma das minhas autoras preferidas, que me conquistou na Série das Luas (16 luas, 17 luas....). Eu sei bem como ela consegue nos conduzir em com um enredo repleto de mistérios e em como ela desenvolve seus personagens. Percebi que o forte desse livro foi justamente a evolução tanto dos personagens quanto da trama. Impossível não querer ler depois da sua resenha, que ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. É meio estranho ler a resenha do segundo sem antes ter lido o primeiro, mas como li a resenha do livro anterior não fiquei assim tão perdida.
    Essa série parece ser muito boa, gosto muito do gênero literário, na primeira resenha o livro ja havia despertado minha curiosidade, agora ela só aumentou, os personagens parecem ser bem complexos, a narrativa parece ser Boa, vou com certeza da uma conferida nessa obra.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  17. Ahh o segundo livro da série! Gossto quando uma série nao se perde o segundo livro é desnecessario sabe? Quando na verdade faz voce gostar e continuar querendo mais. Eu ja queria ler antes, agora quero mais ainda Cidinha! beijooo

    ResponderExcluir
  18. Cida!
    Desde que li a resenha do primeiro volume, fiquei bem impressionada com a série e com vontade de ler.
    Gosto demais do tema abordado e gostaria de embarcar nesse trhiller.
    “Muitas palavras não indicam necessariamente muita sabedoria.” (Tales de Mileto)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Vixi uma resenha melhor que outra sobre o livro...
    Essa série parece ser bastante interessante msm!
    Qro mto conferir!
    Bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!