[Divulgação] O Mistério do Grêmio (@lematta @sesispeditora)

Oi pessoal!

Confiram esta novidade do escritor Luis Eduardo Matta que está chegando nas livrarias através da SESI-SP Editora. O Mistério do Grêmio já vem sendo chamado de o sucessor do 'Escaravelho do Diabo'‏.



O Mistério do Grêmio conta a história de Luciana, uma garota resolvida que, aos 16 anos, foi eleita presidente do Grêmio Estudantil da Escola Aurora, onde cursa o ensino médio. Depois de muita insistência, ela consegue que a diretora da escola concorde em ceder um espaço maior e mais adequado para a sede do grêmio. Feliz com a inauguração oficial da nova sede, Luciana nem se importa com os boatos de que o prédio onde agora está instalado o grêmio seja mal-assombrado. As atividades na nova sede começam muito bem, até que coisas estranhas começam a acontecer...

Com o lançamento de “O Mistério do Grêmio” pela SESI-SP Editora, Luis Eduardo Matta se consolida como um dos mais ativos escritores brasileiros de ficção de mistério e suspense para jovens

Despertar o gosto pela leitura nos jovens brasileiros: esse foi o principal motivo que levou o escritor de thrillers para adultos Luis Eduardo Matta a iniciar carreira na literatura juvenil, em 2007, com o thriller “Morte no Colégio” publicado pela mítica Coleção Vaga-Lume, da Editora Ática. Com mais de 20 anos de estrada, diversos títulos publicados e dezenas de milhares de exemplares vendidos, o autor estreia na SESI-SP Editora com o livro “O Mistério do Grêmio”, que inaugura a coleção policial infantojuvenil da editora. Junto com “O Vale dos Mistérios” publicado por outra editora, Luis Eduardo Matta se firma de vez como sucessor de escritores que fizeram história no gênero policial juvenil, como Marcos Rey, João Carlos Marinho, Stella Carr e Lucia Machado de Almeida, cujo livro “O Escaravelho do Diabo”, um dos clássicos da Vaga-Lume, acaba de ganhar uma festejada versão cinematográfica.

O autor conta que a ideia do livro surgiu do convite de uma editora para escrever uma história juvenil de terror que tivesse o ambiente escolar como cenário, mas que o projeto acabou não se concretizando. “Àquela altura, eu já estava com cerca de um terço do livro pronto e resolvi alterar a fisionomia da trama, substituindo o terror por mistério e transformando-a num thriller. A ideia de centralizar a história num grêmio estudantil partiu das lembranças do grêmio da minha escola, quando eu era adolescente. Na época, uma das nossas reivindicações era uma sede, o que nunca se concretizou”.

Sobre o trabalho com a nova editora, o Luis declara: “A Sesi-SP Editora me acolheu generosamente no seu catálogo e fiquei honrado em inaugurar a coleção policial infantojuvenil da editora, que tem tudo para dar certo. No ano passado tive a alegria de visitar unidades do SESI no estado de São Paulo, dentro do projeto Literatura Viva. As escolas são excelentes e pude atestar que o SESI desenvolve um trabalho sério e dedicado à educação e ao incentivo à leitura. A editora, por tudo que já vi, segue o mesmo caminho, e estou feliz e animado por fazer parte desse processo”.


2leep.com

Um comentário:

  1. Olá!
    Achei o livro bem interessante e diferente de td q já li...
    Luciana parece msm uma pessoa decidida...
    Gostei bastante ...
    Bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!