[Resenha] Nas Proximidades do Amor

Nas Proximidades do Amor
Autor(a): Ligia Ortiz
Editora: Novo Século (Novos Talentos)        Páginas: 384
Lançamento: 2015                                        ISBN: 9788542806168
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Após ser traída pelo noivo, Nalu Alcântara Hanz, uma jovem e atraente publicitária, faz de tudo para preservar seus sentimentos. Passado o pior, vê em Caio uma ilha segura e mantém seu coração a salvo de ser quebrado novamente. Tudo parece perfeito. Mas quando sua vida esbarra com Alec, uma bagunça deliciosa acontece, balançando suas estruturas e questionando suas regras. Alec está determinado a ficar com Nalu, que só recua de suas aproximações. Contudo não se foge da verdade, ela sempre aparece. O que fazer quando suas crenças são postas à prova?

Nas Proximidades do Amor, de Ligia Ortiz, publicado pelo selo nacional da Editora Novo Século - Novos Talentos da Literatura Brasileira –, nos apresenta Nalu Hanz, uma jovem que após ter sido abandonada pelo noivo nas vésperas do casamento se viu sem a capacidade de confiar e amar outra vez. Ela até tem uma amizade colorida com um colega de trabalho – Caio -, mas ao passo que o rapaz quer algo sério, ela vê ali apenas a oportunidade de saciar uma necessidade física e estar na companhia agradável de um amigo.

A jovem divide seu tempo entre o trabalho como publicitária e a festas badaladas ao lado da melhor amiga Thais. Uma vida bem planejada, mas quando um cara novo muda para o apartamento ao lado tudo fica fora dos eixos. Embora o primeiro contato com Alec não tenha sido nada amistoso, o que veio depois foi puro jogo de sedução e conquista. Ele sabia como impressionar uma garota e encantado pela vizinha não mediu esforços para chamar atenção. Será que o coração de Nalu iria continuar blindado?

O romance escrito por Ortiz é leve e gostoso de ler, conduzido em uma narrativa em primeira pessoa dá ao leitor a sensação de proximidade com os personagens. A maior parte da trama é pela voz de Nalu e eu muitas vezes desejei saber como Alec estava se sentido com a forma como a relação dos dois se desenvolvia, e eis que lá pela metade da obra a autora me surpreendeu dando voz ao rapaz e permitindo que eu o conhecesse melhor.

Como citei, o primeiro encontro de ambos não foi muito amistoso, mas depois  acabaram se aproximando e até mesmo trabalhando no mesmo lugar. Ele decidido a ter Nalu; ela resistindo com medo de se deixar levar por uma paixão – já que estava totalmente atraída por Alec –, mas com medo de ter o coração partido. É uma relação que se desenvolve aos poucos e com muita paciência por parte dele, e ouso dizer que até mesmo a pessoa mais resistente vai sofrer para resistir a doçura que Alec esbanja, está aí um homem dedicado e que sabe o que quer.

Entre jantares, dias de trabalho, idas para a academia e até mesmo uma pequena reforma, vemos uma relação de respeito, amizade e ternura se formar. O resultado é algo com base sólida, muitos suspiros e aquela certeza que vai ser para sempre. Eu curti a forma detalhada como a autora conduziu esta relação, nada num piscar de olhos e sim de forma que o leitor acredite em sua veracidade. Imagino quantas histórias de amor não começaram exatamente como a de Nalu e Alec. Entretanto, acredito que faltaram grandes desafios para temperar o relacionamento, para dar aquele gostinho de vitória quando o casal vencesse obstáculos. Em alguns momentos tudo foi fácil e tranquilo, gostaria de ter visto reviravoltas mais dramáticas por assim dizer.

Há cenas quentes, o casal se curte muito, mas nada que beire o vulgar. Ortiz teve o cuidado de optar pela sedução e sensualidade nas cenas íntimas.

O casal é uma simpatia e embora a forma como Nalu tratava Caio não tenha me agradado, ainda assim ela é uma moça carismática. Não posso dizer que apenas o par teve destaque, os personagens secundários são tão interessantes quanto eles e me vi sonhando com livros que contem a história de cada um deles. Há Luke,  o irresistível e sedutor irmão da protagonista. Max, amigo de balada e trabalho. Caio, eterno apaixonado. Só não gostei da Thais, que é aquele tipo de amiga que pensa que tudo se resolve com sexo e mais sexo. Achei a garota um tanto superficial e intrometida. Quem sabe exista algo que explique suas atitudes, mas neste primeiro momento não foi uma personagem que me cativou.

A ambientação é atual, moderna e sofisticada. Eu tenho um carinho especial por histórias passadas aqui em São Paulo e este foi um dos pontos que logo de cara ganharam meu coração. A agitação desta cidade, seu brilho, diversidade e cores, saem das páginas. Posso dizer que é vibrante ao mesmo tempo que é confortável, pois é envolta num clima de sentimentos de amizade e família, traduzindo bem a personalidade de Nalu. Cenário, clima e protagonista casaram-se com destreza.

Em suma, Nas Proximidades do Amor é sobre amar e se deixar amar, é sobre família, amigos, mentiras, decepções, confiança e risco. Afinal você nunca vai ter certeza do resultado de algo se não aceitar o desafio. O “não” nós sempre temos, então acredito que muitas vezes vale a pena tentar o “sim”, o resultado pode ser gratificante.  



2leep.com

13 comentários:

  1. Oi, Cida!
    Noivas abandonadas no altar sempre geram histórias interessantes.
    Acho a capa desse livro linda.
    Eu conheço poucos trabalhos da Ligia, mas fiquei bem interessada em ler esse livro. Acho que vou pedir de aniversário hahahah
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Já vi outras coisas da autora em outros blogs. Até que curti bastante. :D

    Beijos,
    Postando Trechos

    ResponderExcluir
  3. acho bacana quando a autora consegue explorar todas as vertentes dos seus personagens principais e secundários em igual proporção ou dedicação, Nalu teve seus motivos para agir de forma tão despretensiosa com Caio, suas reservas são até mesmo compreensivas a meu ver
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ooi. É bem clichê as personagens tratar os boy mal né? UHAHOAUAH Eu acho isso bem chato, mas acabo sempre gostando desse aspecto do livro. Adoro quando autores dão destaque também para os personagens secundários e as vezes eles acabam sendo bem mais legais do que os principais.
    Gostei da premissa do livro. Beijos
    Sil - Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  5. acho bacana quando a autora consegue explorar todas as vertentes dos seus personagens principais e secundários em igual proporção ou dedicação, Nalu teve seus motivos para agir de forma tão despretensiosa com Caio, suas reservas são até mesmo compreensivas a meu ver
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida!
    Não conhecia esse livro mas gostei da resenha! Também acho legal quando os livros nacionais realmente se passam por aqui. Com certeza esse é um ponto bem positivo do livro!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida,

    não conhecia o livro, mas fiquei bem curiosa para lê-lo! A capa é maravilhosa e eu amo romances e foi bom saber que a autora dosou bem as cenas mais quentes!

    Beijos!
    Participe do Sorteio de Estrela da Manhã, novo livro do André Vianco
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
  8. Oooi! Tudo bem?

    Isso de garota certinha se apaixona pelo complicado vizinho tinha tudo pra ser clichê, mas pelo visto a autora fugiu um pouco disso, né? Interessante ambos os protagonistas terem voz no livro, amo quando o autor opta por vários POVs, te dá uma visão bem mais ampla da história. Isso, junto ao romance no ritmo certo e personagens secundários cativantes, garantiram um lugar para o livro na minha lista de futuras leituras.

    Beijinhos, te espero lá no http://amendoasefelpices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Nossa Cida sua resenha ficou maravilhosa. Li esse livro em parceria com a autora é gostei muito.
    Pelo que sei ela fará livros com os personagens secundários, como protagonistas. Também adorei o irmão da Nalu.
    Gostei da química entre Nalu e Alec e assim como vc também curti o ritmo como as coisas formam se estruturando. Mas discordo com vc em relação a ter poucos obstáculos, eles só conseguem ficar juntos de verdade e em paz no final!!???
    Mas enfim bom demais saber sua opinião e seu texto primoroso. Beijos e ótimo mês de fevereiro!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline! Eu achei que os problemas que tiveram foram bem simples, não algo de grandes proporções que me fizessem duvidar que os dois poderiam dar certo. Eles mesmos que eram teimosos e causaram a confusão.

      Excluir
  10. Oi Cida!

    Gostei bastante da resenha, super apoio autoras nacionais e o romance parece ser bem leve e gostoso de ler. Muito legal o livro se passar em São Paulo, pois nos identificamos muito com os cenários e tudo o mais, também adoro!!
    De qualquer forma, gostei muito da premissa do livro, mesmo se eu não pegá-lo agora, vou indicar também para as meninas que adoram romances, mais do que eu!

    Beijo!
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Livro fofo. Achei bem fofinho. Tem até um draminha, mas eu gosto disso mulher!
    Já tinha visto este livro no site da editora, mas não tinha me chamado a atenção. Agora a coisa mudou de figura né.

    Bjkss

    Lelê

    ResponderExcluir
  12. Oii! Parece bem legal! Adorei a capa! Qro conferir em breve! Bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!