[Resenha] Canção do Cuco

Canção do Cuco
Título Original: Cuckoo Song
Autor(a): Frances Hardinge
Editora: Novo Século          Páginas: 320
Lançamento: 2015               ISBN: 9788542805192
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Você desperta após um acidente. Você sente uma fome constante e implacável. Você acorda durante a noite várias vezes, com folhas e terra em seus cabelos. Objetos inanimados tentam te atacar. Você atrai tesouras. Em seu pranto, no lugar de lágrimas, teias de aranha brotam como fios de desespero. Sua irmãzinha passa a ter um medo incontrolável de você... Assim tem sido a vida da jovem Triss Crescent. Aos poucos, ela descobrirá que o mal com o qual tem convivido é mais estranho e terrível do que ela jamais poderia imaginar. Tomada por dúvidas, ela parte numa jornada frenética em busca do Arquiteto, projetista de prédios, pontes e destinos sombrios. Acompanhe Triss nesta arrepiante fábula da premiada escritora britânica Frances Hardinge, que desponta como uma das mais incríveis contadoras de histórias de sua geração. Mas lembre-se: nada é o que parece. Nem mesmo você.

Canção do Cuco, de Frances Hardinge, publicado no Brasil pela Editora Novo Século, foi uma leitura que me surpreendeu em diversos aspectos. Eu esperava um tipo de história e encontrei algo totalmente diferente, mas ainda assim foi algo que me agradou bastante.

Triss Crescent sempre foi uma menina de saúde frágil e por isso superprotegida pelos pais. Durante uma viagem de férias, ela caiu em um rio e tudo ficou ainda pior. Triss perdeu parte da memória, passou a ter um fome incontrolável, começou a ver objetos ganhando vida, chorar teias de aranha, foi atacada por tesouras e despertou na irmã caçula não apenas um ódio desmedido, mas um profundo terror.

A pequena Pen, sempre deixada em segundo plano pelos pais, não estava tentando chamar atenção quando dizia que Triss não era quem dizia ser, a caçula realmente acreditava naquilo e deixou  a mais velha bem perturbada e cheia de dúvidas. Triss não sabia mais quem era de verdade.

O começo é um pouco lento e não me envolveu prontamente, acredito que por conta de ver em Triss uma menina mimada e egoísta, que sentia prazer em receber atenção e ver a irmã sendo desprezada. Entretanto, conforme a história foi avançando e uma série de acontecimentos surreais foi cercando a garota e sua família, a trama foi me ganhando. Algo muito intrigante estava sendo construído, muitas reviravoltas chegando e o surgimento de um universo singular, acabaram por me fazer ficar presa na leitura de forma que não consegui largar até chegar na última página.

Eu pensei que fosse ser algo voltado para o terror quando na verdade é apenas sombrio, embora não negue que em alguns momentos tenha sentido um pouco de medo. Acreditava também que seria protagonizado por personagens mais velhos e acabei me deparando com duas garotinhas, uma de onze e outra de nove anos, sendo assim é mais juvenil do que imaginei, mas por outro lado apresenta dilemas tão importante vividos pelos adultos que estão ali que não chega a ser infantil. E as meninas, mesmo sendo apenas crianças, são tão maduras para a idade que poderiam facilmente ser mais velhas.

E foi por ter fugido tanto das minha expectativas que me surpreendeu e agradou. A história escrita por Hardinge é criativa e intensa. Totalmente feita para iludir e enganar personagens e leitor. Nada e nem ninguém é o que parecem ser e nem tudo que é dito pode ser considerado verdade. Há um véu turvando a visão, que impede que vejamos o que realmente está ali. E Triss e Pen tomam para si a missão de desvendar os mistérios que as cercam e com isso acabam descobrindo a existência de um universo paralelo à nossa realidade, um mundo mágico com seres que para sobreviver abusam da perversidade.  E tenham certeza que nem sempre a verdade é o melhor caminho.

A certeza nos envenena lentamente.

Tris descobre que Pen está diretamente ligada aos seus novos sintomas, mas nem por isso vê na menina uma inimiga. A relação delas é controversa e cheia de rancor, mas a cada página vemos como precisam uma da outra e somente juntas poderão chegar ao cerne da questão, algo que poderá salvar Triss, explicar a morte de irmão delas durante a guerra e também ajudar o próprio pai a se ver livre de um vilão que os persegue conhecido como Arquiteto. Contando com a ajuda de Violet, a moça excêntrica que poderia ter sido sua cunhada, vão correr contra o tempo para impedir algo que acontecerá em sete dias contados do momento que Triss saiu do rio.

E isso não é nem metade do que vamos encontrar. Achei maravilhoso como a autora inseriu um mundo novo dentro do nosso, de forma que por mais surreal que seja nos faça acreditar que exista. Adoro histórias que nos levam por universos paralelos e apresentam criaturas além da imaginação. E embora seja uma total loucura, é fascinante, especialmente pela dose de bizarrice e crueldade que cerca a trama.

E não apenas o lado fantasioso é ótimo, os personagens também. Tão complexos e torturados. Em meio a tudo isso há apenas um sopro de esperança, que está na relação de Triss e Pen florescendo, a forma como acabam se entendendo, superando diferenças e por fim amando-se. As duas são cativantes, corajosas e destemidas. Triss finalmente deixa o egoísmo de lado e luta para ser melhor  e Pen se destaca por sua esperteza, língua afiada e todas as traquinagens que apronta. Que garotinha adorável e briguenta, ganhou meu coração e conseguiu me fazer rir nos momentos mais complicados. Esta dupla vai surpreender você com certeza.

Em suma, Canção do Cuco é uma história que mescla fantasia com realidade, mas que trabalha em cada entrelinha coisas totalmente reais. O luto, o rancor, as falhas de caráter, a amizade, o amor entre pais e filhos e entre irmãos, a confiança, a humildade e a sabedoria para aprender com nosso erros. A trama é envolta em uma grande aura de melancolia, mas a esperança de algo melhor está ali, em cada cantinho,  e por conta disso não conseguimos deixar de ficar com o coração acelerado na expectativa por algo bom.

Eu amei o livro e desenvolvi um carinho enorme pelos personagens. É delicioso quando um autor consegue fazer o leitor praticamente adotá-los e não querer dizer adeus. É um livro único, mas nestas horas é que gosto das séries, pois adoraria reencontrar Pen e Triss. Sombrio, triste, delicado, sincero, intenso… Recomendo.





2leep.com

15 comentários:

  1. Oi Cida,
    Esse livro parece ser ótimo, mas fiquei imaginando se eu chorasse teias de aranha e não gostei do resultado HAHAHA
    Gosto do gênero, mesmo sendo mais sombrio que terror.

    Adoro a capa.
    Ótima resenha.

    Tenha uma linda semana ♥
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida, tudo bem?
    Uau, você me deixou curiosa!
    O livro é bem diferente do que imaginei, lendo sua resenha. Parece surpreendente e cheio de mistérios (adoro!)
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas | Participe do sorteio de 2 anos do blog!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cida!
    Gente, que livro! Eu via por aí e não entendia bem a sinopse.
    Odeio quando crianças são fontes de terror. Fico morrendo de medo.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Nossa que enredo fantástico! Sério, para quem gosta de livros de fantasia é um prato cheio! A capa também é muito interessante e eu adorei sua resenha! <3
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie Cida =)

    Só pelo quote que você escolheu, já me deu vontade de ler esse livro. Gosta muito quando um autor consegue mesclar a realidade com a fantasia. Isso dá a narrativa um toque surreal e misterioso que nos faz querer saber o que vai acontecer no capitulo seguinte.

    Mais um livro para minha lista!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida! Não conhecia o livro, mas acho bacana quando a gente se surpreende, quando o livro supera nossas expectativas! Anotada a dica!

    Bjs, Michele

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bom? Estou de olho nesse livro faz um tempinhho, já ate adicionei ele à minha lista, mas ainda não tinha visto nenhuma resenha dele, agora que vi a sua só aumentou a vontade de ler haha Adorei a resenha <3

    Beijos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. só a capa e a sinopse ja me deixaram com certos receios, a trama parece assustadora em todos os níveis, tem essas coisas estranhas e um mistério rondando, é um livro para impressionar
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Caramba, fiquei fissurada para ler esse livro. =O Senhor, gostei muito. Obrigada pela dica!

    Beijos,
    Postando Trechos

    ResponderExcluir
  10. Li este livro junto com a Pamela, fizemos leitura dupla, mas olha, eu não curti muito não.
    Algumas coisas eu gostei, outras eu detestei. Assim que a gente fizer a resenha, você entenderá.
    Confesso que amei mais sua resenha do que o livro em si, rsrss.

    Bjksssss

    Lelê

    ResponderExcluir
  11. Olá, Cida.
    O que chama atenção nesse livro é a capa maravilhosa e a história me interessou muito também. E fiquei muito curiosa para ler ele agora. Parabéns pela resenha maravilhosa e que me fez querer ler o livro.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Oi, Cida!
    Sempre que vejo esse livro fico muito curiosa com ele, mas nunca parei para ler sinopse e nem resenhas sobre, acredita? hahaha
    Adorei! Que bom que visitei teu blog! hahaha gostei muito da história e vou atrás para comprá-lo ;)
    Beijoss
    www.vidaemmarte.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá, Cida! Essa capa e essa sinopse me atraíram muito e eu achei que fosse ser um terror bem pesado, sabe? Mas com a tua resenha estou vendo que não é exatamente isso. E além do mais, tem protagonistas tão novinhas! Com a temática que a gente percebe pela sinopse, imaginava meninas mais velhas. É bem diferente do que eu esperava, mas mesmo assim vou tentar ler.
    Beijinhos
    http://portras-daslinhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá Cida,

    Mais um livro que fico conhecendo aqui, mas apesar da premissa interessante não me despertou muito interesse....abraço.



    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. LI somente comentários positivos sobre o livro e confesso q tô curiosa pra ler! Qro saber o desenrolar da história...Bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!