[Dica Literária] Trilogia A Aposta, Rachel Van Dyken

Oi galera!

O post de hoje é especial sobre a Trilogia Aposta de Rachel Van Dyken. Publicada no Brasil pela  Suma de Letras é indicada para quem curte romances engraçados e quentes. 


Tudo por causa da vovó Nadine. 

É isso aí, sempre que ouço comentários sobre os livros desta série os mesmos não são sobre os pares românticos, mas sim sobre a avalanche que é uma determinada velhinha de quase 90 anos que sabe como abalar as estruturas e escandalizar todo mundo, além de ser a responsável por unir o casal de protagonistas. Então a verdade é que é tudo por causa da terrível e temível Vovó Nadine, desde os finais felizes até a razão de eu ter lido os três livros.

Eu achei esta série muito divertida e rápida de ler. As histórias têm aquele jeito de Sessão da Tarde e trazem situações cômicas de pura vergonha alheia. Apresentam clichês e acontecimentos absurdos, mas ainda assim conquistam facilmente o leitor. Há romance, comédia e muita coisa fofa mesclada com outras mais picantes e claro a vovó Nadine.

Ela trabalhou para a CIA e sabe-se lá mais para quem, não tem papas na língua e acredita que está cedo para encontrar o Todo Poderoso, antes precisa cumprir a divina missão de casar seus netos Travis e Jake e até mesmo um amigo da família, Jace. Cheia de artimanhas e muitos contatos, ela faz da vida deles um caos total para assim provar que precisam de um amor e de uma boa mulher para ter paz, mas até mesmo na beira do altar ela ainda está perturbando e mandando. E todos obedecem, pois morrem de medo da senhorinha de salto alto vermelho, decote ousado e roupas com estampa de oncinhas e leopardos. Ela é uma fera.


Cada livro traz a história de uma casal e tem final fechado, mas apresenta ao leitor os próximos protagonistas, nos deixando com aquele gostinho de quero mais na boca.

A Aposta 

Capa_A aposta.inddDois irmãos, o mesmo amor.Alguém sairá perdendo. Em quem você aposta?
“Eu tenho uma proposta para você”.  Kacey deveria ter fugido assim que ouviu essas palavras do milionário Jake Titus. O amigo de infância que Kacey não via há anos é hoje um dos homens mais poderosos e cobiçados de Seattle. E ele precisa de um favor dela: para limpar a própria imagem depois de uma confusão, quer que ela finja ser sua noiva durante uma viagem para visitar a avó Nadine, que está muito doente e decepcionada com o neto. Kacey tenta se esquivar, depois de ter sido muito magoada por Jake no passado, mas ele sabe exatamente como convencê-la. Sem opção, ela aceita a proposta, afinal, o que poderia acontecer em apenas quatro dias? Mas o que ela não esperava era reencontrar Travis, o irmão mais velho de Jake, na casa da família em Portland. Quando mais novo, ele adorava perturbar Kacey: já incendiou uma boneca, colocou uma cobra em seu saco de dormir e tacou pedras nela. Por isso, ganhou o apelido de “Pestinha”. Mas depois de tantos anos, Kacey se vê diante de um homem lindo, por quem se apaixona no momento em que vê o seu sorriso. Só que as aparências enganam e as diferenças entre eles logo voltam à tona.

Os irmãos Titus quando crianças apostaram que iam ganhar o coração da amiga de infância Kacey, mas ao passo que Jake usou e abusou de seu charme, partiu o coração dela e não tinha intenção de casar, Travis fez as piores escolhas e escondeu bem no fundo do coração o amor que sentia. Jake mesmo sem merecer tinha o coração de Kacey e Travis o ódio. Só que vovó parecia estar nas últimas e queria suas crianças por perto. Juntos, após tantos anos, estes três vão ter a chance de esclarecer e descobrir o que sentem um pelo outro e finalmente encontrar um final feliz. Eu odiei o playboy Jake e cai de amores por Travis e sua timidez. E olha que sempre prefiro os mais ousados, mas ele foi tão doce que me rendi. Kacey é bem tola no começo, se deixando levar por Jake, mas é uma boa moça e logo me peguei torcendo por ela e por Travis. A influência da vovó é mais sutil aqui e só no final percebemos como ajudou. Jake é caracterizado propositalmente como um canalha, mas no final temos um vislumbre que está no limite e quer mudar. Gostei muito do casal e de como se entenderam, o romance evoluiu de maneira agradável e quente.
(The Bet,, Rachel Van Dyken  2014, 288 páginas, Editora Suma de Letras, SkoobGoodreads)

O Desafio 
Capa_O desafio.indd
“Como vai? Quer dizer, faz tanto tempo!”

Na verdade, fazia onze meses, uma semana e cinco dias. Mas quem é que estava contando? Não ela. Jake Titus é rico demais, bonito demais e arrogante demais: qualidades que, anos antes, fizeram Char Lynn viver com ele a melhor noite de sua vida — e em seguida a pior manhã, quando ele a dispensou. Agora terão que se reencontrar no casamento de Kacey, a melhor amiga dos dois. Seria uma situação estranha, mas suportável... Se vovó Nadine não tivesse sido desafiada a uni-los. Como padrinho e dama de honra dos noivos, Jake e Char têm que passar cada vez mais tempo juntos. Ele é um galinha mimado, e ela é uma garota maluca. Então por que não conseguem resistir um ao outro? Quando Jake para de se comportar como um babaca e começa a agir como o homem que Char sempre teve esperança de que ele pudesse ser, fica cada vez mais difícil lembrar que ele já a magoou. E agora Jake vê nela tudo que sempre quis — só precisa fazer Char acreditar nisso.

Jake mostrou que estava cansado de ser o canalha, mas não tinha forças para tentar mudar, apesar de estar em conflito entre ser ou não bonzinho. Sua confusão é graciosa e a desenvoltura para sair de situações vergonhosas muito divertida. Só que vovó tinha energia pelos dois e virou a vida do neto do avesso. Durante os preparativos para o casamento de Travis, ela não só achou a mulher ideal para ele, como também fez com que os irmãos esquecessem a antiga disputa por Kacey e se tornassem amigos. Confesso que ela me deixou um bocado irritada pela forma como obrigou Jake a fazer algumas coisas e foi Kacey quem fez a diferença e ajudou de verdade. Ela foi a única que estendeu a mão para o rapaz e o compreendeu. Fiquei surpresa por me pagar gostando de Jake, eu que tinha detestado ele no livro anterior me vi com pena e querendo que ele superasse seus temores e amadurecesse. Era um galinha de bom coração. Seu par foi Char, melhor amiga de Kacey e não gostei muito dela não, é uma daquelas garotas que se envolvem com um cara sabendo que não vão ser pedidas em casamento e depois ficam bancando a vítima. Isso me deixa muito irritada, ainda mais por Char ser frustrada e rancorosa. Em certo momento percebeu o quanto estava sendo injusta e passou a agir com mais discernimento, aí sim me agradou e eu gostei da forma com sua relação com Jake evoluiu. A vovó desta vez mostrou toda a sua esperteza e de um jeitinho nem um pouco correto, mas provou que os fins justificavam os meios. (The Wager,, Rachel Van Dyken  2014, 360 páginas, Editora Suma de Letras, SkoobGoodreads)


O Risco
Capa - O Risco 14x21 completa NOVA.indd
Quando a atração é irresistível, como recusar a oportunidade de dar uma segunda chance ao seu primeiro amor?

Beth nunca fez nada de arriscado. De inconsequente. De divertido. Isso é, até acordar em um quarto de hotel ao lado de Jace, um senador sexy, que ela reencontrou em uma festa de casamento na noite anterior. O problema é que sua última lembrança da noite é estar na cama, abraçada a uma caixa de biscoitos, chorando copiosamente. E Jace também não se recorda de muito mais. Outro problema? Eles foram fotografados entrando juntos no hotel, e agora a mídia está em polvorosa, especulando quem é a misteriosa acompanhante do senador. Uma amiga? Uma antiga namorada? Uma... prostituta? O que deveria ser um encontro casual transforma-se em uma aventura de seis dias: a fim de que escapem do assédio dos repórteres, vovó Nadine os envia para um resort no Havaí. Para Beth, são seis dias de conto de fadas junto ao homem por quem é apaixonada desde a adolescência. Para Jace, são seis dias para esquecer as mágoas do passado e aprender que, às vezes, o amor exige atos de coragem. 

Jace apareceu em O Desafio e foi o aliado da vovó no plano de unir Char e Jake, mas agora ele é a próxima vítima, ops! Quer dizer, o próximo projeto de boa ação da intensa velhinha. Ela dá um jeito de se intrometer na viagem de lua de mel dos netos e carrega Jace e Beth (irmã de Char), juntos. Estes dois já tiveram um encontro há mais de dez anos, mas algo saiu errado e o possível conto de fadas não deu em nada. Hoje, mais velhos e sem esperar encontrar aquela pessoa especial, são sequestrados e colocados num paraíso, para que assim “aprendam” que precisam ficar juntos. De longe este é o livro mais hilário de todos, com uma escrita mais madura que os anteriores, me empolgou desde a primeira página. A vovó Nadine foi presa e cada capítulo é iniciado com partes de seu depoimento. Gente! Coitado daquele detetive! Ela fez picadinho dele durante o interrogatório e no final acho que o infeliz ficou convencido de que ela era excêntrica demais para ser real. Quem rouba a cena é ela, sem sombra de dúvidas. Mesmo o casal sendo lagal, os anteriores são mais fofos e com histórias mais empolgantes. Ainda assim não deixa de ser um romance curioso para acompanhar.  Nadine é uma mistura de fada-madrinha e bruxa, assim vejo-a perfeitamente acomodada em uma vassoura e usando uma varinha de condão para unir os pares. Os casais anteriores retornam e temos então o encontro final. O desfecho é para todos e vou sentir muita saudades desta turma carismática. (The Dare,, Rachel Van Dyken  2015, 296 páginas, Editora Suma de Letras, SkoobGoodreads)


Sobre a autora: Rachel Van Dyken é autora de romances contemporâneos best-seller do New York Times, Wall Street Journal, e EUA Today. Quando não está escrevendo, pode ser encontrada tomando um café no Starbucks e pensando sobre seu próximo livro enquanto assiste The Bachelor. Ela mora em Idaho com seu marido e seu boxer, Sir Winston Churchill. Rachel gosta de ouvir seus leitores! Você pode acompanhá-la em www.rachelvandykenauthor.com









2leep.com

7 comentários:

  1. Acho a premissa dessa trilogia bem clichê, mas se bem trabalhada, dá para ler e passar o tempo.
    Talvez eu confira o primeiro para ver o que acho.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de fevereiro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
  2. eu quero é mais!!!! os livros dela são ótimos, fazem rir por demais!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cida!
    Essa trilogia está na lista de próximas trilogias que vou ler. Vou diminuir um pouco a quantidade que leio pra começar essa. Estou louca pra conhecer essa vovó, gente.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Olá, Cida.
    Eu só um livro dessa série e amei exatamente a Vovó Nadine. Ela é personagem principal da história que liga tudo. Eu gostei da história apesar de achar que a idade dos personagens não batiam com a história. mas é um bom livro e se der vou ler os outros. Ótima postagem.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida!! Eu AMOOOO a vovó Nadine e O desafio é um dos meus livros preferidos de todos os tempos, eu ri demais! Adoro a autora e espero que possamos ter mais livros dela por aqui

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Li apenas o primeiro livro e achei bem interessante. A vovó é muito legal hahaha os outros agora ja estão na minha lista. Parabéns pela resenha e pelo blog!

    www.booksimpressions.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oii! Já tinha visto comentários sobre a triloggia e fikei bem curiosa em ler, espero ler em breve...Bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!