[Resenha] Entre Corações

Entre Corações
Autor(a): Isadora Raes
Editora: Novo Século (Novos Talentos)        Páginas: 324
Lançamento: 2015                                        ISBN: 9788542806274
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||

Um amor que tenta sobreviver em meio a intrigas, orgulho, ódio, rixas e ao temperamento explosivo dos apaixonados. Jonas sonha em reerguer a fazenda de sua família. Seu jeito destemido e impetuoso conquistou bons amigos e alguns inimigos, e o maior deles é Jack Monteiro, fazendeiro poderoso que domina a pequena cidade de Vale da Mata com mãos de ferro. O destino faz com que Jonas esbarre em Mônica, a atrevida e sensual filha do rival, que volta do Rio de Janeiro e mexe com a cabeça de muitos homens. Orgulhoso demais, o cowboy não se conforma em se ver balançado pela caçula dos Monteiros. Mas a morena, também de personalidade forte, não dá o braço a torcer até conquistar o rapaz...

Entre Corações, de Isadora Raes, é um romance ambientado no interior de Minas Gerais, mais precisamente em Vale da Mata. Lá vamos conhecer os Monteiro e os Maia, duas famílias que não se entendem bem por conta da eterna disputa de terras que domina o local. Jack Monteiro é um dos homens mais ricos da região, e também um dos mais odiados. Segundo os vizinhos, sua fortuna foi feita enganando as pessoas e aplicando golpes.

Mônica é a caçula dos Monteiro e ao voltar de um longo período de estudos no Rio de Janeiro, acabou ficando encantada por um jovem do Vale da Mata cheio de teimosia e charme. Jonas arrebatou o coração da moça logo à primeira vista e ela não relutou na conquista, foi para o ataque disposta a ter aquele homem. Só havia um problema nesta relação, Jonas era um Maia.

O livro é narrado em terceira pessoa de maneira ágil. A autora gosta de descrever seus personagens minuciosamente, então é fácil vê-los, mas acho que em algumas situações a descrição foi no sentido de criar um estereótipo e não apenas para nos fazer imaginá-los. Os diálogos são bem informais, no sentido de serem da forma que as pessoas falam e sei que alguns leitores não apreciam muito. Então estejam preparados para frases como: Tá certo. Não tá mais aqui quem falou, então.

A premissa da obra é esta: famílias rivais e amores proibidos. Jonas e Mônica brincam literalmente com fogo ao se envolverem e problemas não vão faltar nesta relação. Eu até curto esta ideia de romance desafiante, mas neste livro eu achei que foi tudo bem simples e rápido. Rápido é pouco, foi mais do que isso, visto que na segunda vez que se viram já estavam rolando na mata e até o fim do livro, entre muitos tapas e beijos, eles não se largaram mais.

Eu acho que foi por ser tão instantâneo que o romance não me cativou, sei lá, era algo mais motivado por atração física e eu senti falta de ternura. Mônica gosta de provocar e é bem imatura para seus vinte e seis anos; Jonas é mais maduro, contudo cabeça quente e muito ciumento, achei exagerada a forma violenta como agia sempre que desconfiava da garota. Embora ela não tenha medo de falar o que sente, ele só diz quando ela pede. Nos momentos finais, Jonas até deixou de ser tão reservado, mas ainda assim não foi um casal que me cativou.

E embora o romance não tenha me fisgado, as histórias paralelas do Vale da Mata, sim. Eu dei muitas risadas com a população local e suas confusões. Parecia que eu estava vendo aquelas minisséries de TV ou mesmo novelas ambientadas no interior, com aquele clima bem caipira e despojado. Temos de tudo um pouco: a empregada da fazenda apaixonada pelo patrão, os capatazes que agem em nomes dos senhores de terra, as moças assanhadas nos bailes atrás dos cowboys, os tais cowboys conquistadores, ataques surpresas na fazenda de Jonas que ele precisa descobrir quem orquestrou e até mesmo um mascarado que beija as jovens na calada da noite e deixa uma rosa vermelha de lembrança.

Foi exatamente o mistério envolvendo a fazenda de Jonas e o mascarado que fizeram com que eu curtisse a leitura e me divertisse demais. Eu escolhi o livro acreditando que fosse um romance de peão, o que não é, pois Jonas é um fazendeiro  e na verdade a surpresa foi grande e satisfatória por me deparar com um pano de fundo para a história central tão cheio de atrativos.

Em suma, Entre Corações é um livro com uma história leve, ambientada em um cenário rústico e com pessoas bem humildes, mas aí reside seu charme, pois poderíamos facilmente dos deparar com tudo isso vivendo numa cidade do interior de nosso país. É uma leitura para uma tarde, quando você quer algo para distração, não reflexão.

 

2leep.com

10 comentários:

  1. Hummmm levíssimo né.
    Gostei da resenha. Eu não leria, mas sei muito bem quem vai amar este livro!!!!
    Anotadíssima a dica!

    Bjks

    Lelê

    ResponderExcluir
  2. Não tinha ouvido falar desse livro, li sua resenha e acho que leria sim... é bom ter uma leitura leve depois de algumas complexas, né? Gostei do modo honesto que avaliou a história, parabéns pela resenha!

    Beijos
    Dani Cruz
    blog-emcomum.blogspot.com.br
    Twitter - @blogemcomum / Insta - @blogemcomum / Fanpage Em Comum

    ResponderExcluir
  3. Olá, Cida.
    É o famoso Romeu e Julieta moderno hehe. Não sei se compraria pelas coisas que você citou como a infantilidade da protagonista. E também esse negocio do amor olhou amou que não gosto muito. Mas se ganhasse por exemplo acho que leria.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida! Assim, adoro um romance kkkkkkk o livro me conquistou só pelo enredo! rsrsrs e se é leve e os coadjuvantes divertem é melhor ainda!

    Adorei!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Olá, flor, tudo bem?

    Assim como você, acredito que romance não conseguiria me prender, principalmente pelo fato da escrita ser simples, isso me incomoda bastante! Não quer dizer que a historia ser ruim mas realmente não me chamou atenção,ainda eu sendo de Minas Gerais HAHAHAHA aqui não tem nada de bonito ou romântico etc.

    Beijinhos

    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. oi flor, apesar dos pontos baixos da trama muito sinceramente elencados por você, não posso deixar essa leitura passar, a premissa é muito interessante!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Obrigada pela encantadora resenha, minha querida. Adorei a forma como você expôs o seu ponto de vista. Beijinhos e muito sucesso!

    ResponderExcluir
  8. Gosto da capa desse livro e confesso que mesmo com opiniões divergentes (de blogueiras como vc que confio na opinião) pretendo ler para formular minha opinião. Só não sei quando devido minha pilha sem fim =/
    Quando os personagens se envolvem muito rápido sempre deixam os leitores com o pé atrás, penso que devido a impaciência da atualidade à espera do cortejar acabou e isso faz com que o encanto seja passageiro.
    Não temos muitos livros ambientados em cidades do interior, esse diferencial chama atenção.
    Enfim foi ótimo saber sua opinião. Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  9. Oiee!

    Que capa bonita, estilo romance americano ambientado no Texas hahaha, mas é interessante que se passe aqui no Brasil, em Minas. Achei a história bem legal para o gênero, não faz muito meu tipo de leitura, mas as meninas vão gostar, acredito. Um pouco de mistério em meio ao romance também é um diferencial! Não sei se leria, mas vou indicar com certeza!

    Beijos!
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oii! Que lindo!! Gostei mto da capa! Resenha mto legal! Anotado! Bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!