[Resenha] Encruzilhada

Encruzilhada
Título Original: Pivot Point (Pivot Point #1)
Autor(a): Kasie West  
Editora: Seguinte                 Páginas: 304
Lançamento: 2015               ISBN: 9788565765718
55051_gg ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||

A vida de Addison Coleman é um grande “e se…?”, graças à sua habilidade especial: Investigar Destinos. Addie é capaz de prever duas possibilidades de seu futuro toda vez que precisa tomar uma decisão. Quando os pais dela anunciam o divórcio, a garota deve escolher se vai morar com o pai entre os Normais ou se prefere ficar com a mãe no Complexo Paranormal. Para ter certeza do que a espera, Addie resolve Investigar. Em uma alternativa, ela conhece Trevor, um Normal sensível com quem logo sente uma conexão. Na outra, se envolve com Duke, o garoto mais popular da escola Paranormal. E agora, em qual futuro Addison estará disposta a viver?

Encruzilhada, primeiro livro da duologia Pivot Point, de Kasie West, publicado no Brasil pela Editora Seguinte,  é aquele livro que realiza o sonho de muitos leitores ao trazer uma mesma história seguindo por caminhos diferentes. Confuso? Deixa eu explicar melhor.

Você já deve ter lido um livro ou mesmo visto um filme e ficado imaginando os “ses”. E se o protagonista tivesse seguido por aquele caminho? E se ele tivesse ficado com fulano? E se ele tivesse ido morar no EUA e não na Europa? E se ele simplesmente tivesse feito outra escolha? Eu muitas vezes depois de concluir uma leitura, me vi cheia de teorias imaginando finais diferentes mesmo tendo gostado do apresentado. Sei lá, as vezes existem outras possibilidades e em Encruzilhada a autora provou que existem sim e colocou-as na nossa frente.

A protagonista Addison Coleman é paranormal e vive dentro de um Complexo secreto com outros que são como ela. Não totalmente iguais, todos são paranormais mas com diferentes habilidades. Addie é uma Investigadora de Destinos e consegue ver o seu futuro, escolher o melhor caminho à seguir e quais escolhas deve fazer. 

Quando seus pais se divorciam ela precisa decidir com qual dos dois vai morar e para isso usa sua habilidade. Então a história se divide e seguimos com ela pelas duas investigações que se alternam em capítulos curtos e envolventes, nos dando uma história onde podemos literalmente saber como seria o final se a escolha fosse outra.

Foi uma leitura que me deixou bem surpresa e de uma maneira extremamente positiva. No começo eu não estava curtindo muito, parecia apenas mais uma história com adolescentes donos de grandes poderes e cheios de si por conta disso. A vida de Addie antes do divórcio era frívola, superficial e muito sem graça. Ela toda certinha andando com a intrometida melhor amiga que queria ser a sensação com os garotos e vivia empurrando Addie para o popular quarterback do colégio. Até aí tudo bem simples e clichê, contudo com o começo da investigação vemos que nada era o que parecia ser e a história começou para valer. Parecia previsível, mas definitivamente não foi.

Logo fica evidente que a verdadeira escolha de Addie não vai ser apenas se fica com o pai ou a mãe, pois conforme  percebemos,  sua vida em cada realidade investigada vai tomando rumos bem mais complexos desde estar envolvida com dois garotos totalmente opostos um do outro, como também descobrir segredos e conspirações do Complexo paranormal e até mesmo caçar um assassino. Embora ela vá passar por experiências diferentes em cada uma dessas vidas, ainda assim surgem aspectos em comum  que ligam fatos e entrelaçam as duas realidades tornando tudo uma só história.

Eu não fazia ideia de qual seria a escolha da protagonista, minha preferência era a vida com o pai fora do Complexo, ou seja,  no mundo normal ou nosso mundo. Ali Addie deixou de ser tão certinha e sentiu emoções de verdade pela primeira vez. Ao conhecer Trevor experimentou o prazer da conquista, de se virar sem o apoio da melhor amiga e ir em busca do que queria. A Addie independente é empolgante e esqueci aquela frieza e futilidade que ela transmitiu a princípio. A personagem ganhou outras cores, cresceu e amadureceu de maneira sensacional. Conforme se adaptava em sua nova vida percebeu que não era apenas uma garota com o poder de investigar destinos, que não poderia ser definida por sua habilidade.

A habilidade não era ela e sim parte dela. A garota acreditando que fora do Complexo perderia a identidade acabou encontrando-se.

Na escolha com a mãe, continuou sendo manipulada pela melhor amiga e empurrada para Duke, o quarterback, e embora a vida no Complexo não fosse nem de longe tão cativante como fora dele, surgiram muitos desafios para Addie.

A personagem foi construída com primor, convencendo-nos em ambas as situações nas quais vive, mesmo sendo totalmente diferente em ambas. Entretanto preserva um grande coração onde quer que esteja. Os demais personagens também são bem caracterizados. Duke como o conquistador e irritante garoto popular e Trevor intrigante e intenso com seu jeito reservado de ser.

O genial é ver como a conexão das duas vidas de Addie vai sendo estabelecida  e a forma como em ambas algumas coisas não poderiam deixar de existir. Eu torci por ela e Trevor e acredito que muitos vão torcer por Duke. É uma história criativa, que ao abrir as portas das possibilidades agrada diversos leitores. E não é só isso, o universo de Paranormais e Normais é por si só intrigante e interessante. Enriquecido com mistérios e suspense fica mais atraente. Você viaja para uma nova realidade, banca o detetive e ainda suspira com romance.

Eu citei que poderíamos saber o final ao acompanhar as duas escolhas de Addie paralelamente, mas isso não é de todo possível, pois West conseguiu nos mostrar que nem tudo pode ser previsto, nem mesmo pela Investigadora de Destinos. A conexão das duas realidades foi uma grande surpresa e a escolha de Addie nos levou por um terceiro caminho: imprevisível, nobre e de partir o coração ao mesmo tempo que trouxe aquela promessa de algo grande e emocionante.

Vou ser sincera, mesmo com margem para mais poderia ter terminado aqui e deixado algo para a nossa imaginação dar conta, mas agradeço por ter mais já que eu ainda quero saber detalhes sobre as habilidades dos paranormais e sua origem que não foram muito exploradas. Claro que preciso de mais aventuras de Addie e ver como vai lidar com assuntos do coração depois de ter feito sua escolha. Diferente e altamente recomendado.



  


2leep.com

17 comentários:

  1. Oi, Cida!
    Eu acho a sacada desse livro super fantástica! Tenho certeza que vou me sentir confusa no começo, mas ainda assim vou amar.
    Quem dera se pudéssemos fazer isso que a Addie fez: ver os nossos "e ses"...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Lu! Eu não sei se queria ver o meu futuro não.

      Excluir
  2. Olá :)
    Esse livro parece ser incrível, ansiosa para ler, adoro o fato das escolhas que a protagonista terá que fazer e essa capa ta linda!

    Beijos,
    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro, mas admito que sua resenha ouriçou
    minha curiosidade, que poder singular, achei a premissa diferente e
    atraente, leria com certeza.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Sobre o seu post: Amei a resenha, amei a capa e amei o enredo! Definitivamente, esse é um livro que eu gostaria muito de ler! Eu achei a história super interessante! <3
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ola! Ainda não tive a oportunidade de conhecer o livro mas fiquei bem interessada, gosto de histórias paralelas e temáticas desse tipo, fiquei bem curiosa! Gostei tbm da personagem, parece ser de personalidade e isso sempre me atrai! Adorei!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  6. ja li boas resenhas a respeito, mas de verdade, não consigo me entusiasmar!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Essa capa logo chamou minha atenção, admito RSrs Mas a cada resenha lida fico com mais vontade de conferir esse leitura.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida!
    A história me pareceu um pouco confusa, mas fiquei curiosa para ver como a autora descreveu isso de seguir caminhos diferentes. Acho que nunca li um livro assim!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sora! É uma história muito boa, a forma como foi construída é genial.

      Excluir
  9. Oie Cida =)

    Eu gostei bastante desse livro e de verdade não acho que seria necessário um segundo livro. A trama é bem construida e até o final a autora consegue manter o clima de suspense no ar. Espero que a continuação venha com o mesmo nível rs...


    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  10. Adorei esse livro, mas estou com medo dessa continuação não vi razão para isto. Gostei e muito da sua resenha. Visitarei seu blog mais vezes!
    Beijos.
    Instante Efêmero

    ResponderExcluir
  11. Cida!
    Poder bem interessante ela tem e o que fazer é o mais difícil.
    Não sei se gostaria de poder 'ver' o que vai acontecer comigo.
    De qualquer forma, como envolve até um romance, gostaria de ler para ver qual escolha ela fez.
    “É fazendo que se aprende a fazer aquilo que se deve aprender a fazer.” (Aristóteles)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  12. Eu adoro quando o livro me surpreende! no começo parece ue você não dá nada pelo personagem e tcharam você se apaixona por ele! horrivel é quando a situação é a inversa, enfim gostei dele não ser apenas mais um livro clichê. Quero ler e ver qual a decisão final dele;
    Meu blog Palavra sem Par

    ResponderExcluir
  13. Oi,
    Ainda não conhecia o livro, mas premissa chamou a minha atenção. Lendo a resenha me lembrei da série "estilhaça-me", é parecido?
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Iris! Eu não li Estilhaça-me para poder comparar, vou ficar te devendo a comparação por enquanto.

      Excluir
  14. Oi, Cida. É a primeira vez que entro no blog e adorei. Muita gente fala bem de Encruzilhada e ia comprá-lo na Black Friday, pena que esgotou enquanto estava no carrinho :/ haha. Mas sem dúvidas está nas metas para 2016 ;)

    Crush For Books

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!