[Resenha] A Casa Assombrada

A Casa Assombrada
Título Original: This House is Haunted
Autor(a): John Boyne 
Editora: Companhia das Letras                Páginas: 296
Lançamento: 2015                                   ISBN: 9788535925265
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Eliza Caine tem 21 anos e acaba de perder o pai. Totalmente sozinha e sem dinheiro suficiente para pagar o aluguel na cidade, ela se depara com o anúncio de um tal H. Bennet. Ele busca uma governanta para se dedicar aos cuidados e à educação das crianças de Gaudlin Hall, uma propriedade no condado de Norfolk – sem, no entanto, mencionar quantas são, quantos anos têm ou dar quaisquer outras explicações. Assim, ela larga o emprego de professora numa escola para meninas e ruma para o interior. Chegando a Gaudlin Hall, Eliza se surpreende ao encontrar apenas Isabella, uma menina que parece inteligente demais para sua idade, e Eustace, seu adorável irmão de oito anos. Os pais das crianças não estão lá. Não se veem criados. Ela logo constata que não há nenhum outro adulto na propriedade, e a identidade de H. Bennet permanece um mistério. A governanta recém-contratada busca informações com as pessoas do vilarejo, mas todos a evitam. Nesse meio tempo, fica intrigada com janelas que se fecham sem explicação, cortinas que se movem sozinhas e ventos desproporcionais soprando pela propriedade. E então coisas realmente assustadoras começam a acontecer…

A Casa Assombrada foi o primeiro livro de John Boyne que li e sinceramente não sei o motivo de não ter mergulhado no universo deste autor antes. Ele aborda nesta obra um tema que não é inédito na literatura – uma casa assombrada por fantasmas –, mas nem por isso a obra cai na mesmice e se torna sem atrativos, ao contrário, a maneira como ele nos apresentou este cenário, os personagens e sua jornada foi impecável. É aquele livro que você chega na última página e sente vontade de ler tudo outra vez.

Temos aqui a jovem Eliza Caine que perdeu a mãe ainda na infância e foi criada pelo pai. Os dois tinham uma rotina tranquila. Ele trabalhando em um museu e ela em um colégio só de meninas, como professora. A jovem não possuía uma beleza impactante, e aceitou desde cedo que estava destinada a solteirice, entretanto acreditava também que seu pai estaria ao seu lado para sempre. Ledo engano, ao ser acometido por uma forte tosse, o velho senhor logo partiu deixando a filha sem noção de como seguir em frente.

Seja por conta da solidão avassaladora ou mesmo pela busca de um recomeço - sendo que eu acredito sinceramente que foi a emoção do momento -, o fato é que Eliza viu um anúncio sobre a contratação de uma governanta e candidatou-se para a vaga sem nem mesmo considerar os prós e contra.  Em poucos dias deixou Londres para trás e mudou-se para Norfolk. Ela viveria dali em diante em Gaudlin Hall e cuidaria das crianças Westerley. Pobre garota, nem imaginava o que a esperava naquela mansão.

A história é narrada em primeira pessoa por Eliza e assim vamos acompanhando cada detalhe de sua jornada desde a doença e perda do pai, até cada infortúnio que ocorreu em sua vida após ir viver em Gaudlin Hall. Ainda podemos saber sobre seus sonhos e seu passado nos momentos que resolve compartilhar as memória da infância conosco. Entretanto, não é a história da jovem o foco da obra e sim os segredos dos Westerley e as tragédias que os marcaram.

O título do livro já revela o que espera por Eliza no novo emprego, mas ela ao chegar lá nem imagina que a casa é habitada por fantasmas e como isso aconteceu. Sim! Há uma razão bem forte para esta presença macabra e aí reside o mistério que vai compor a trama e nos levar, juntamente com a moça, pela busca das respostas para as inúmeras perguntas que vão surgir.

Os moradores da pequena cidade são amigáveis até o momento que Eliza revela onde trabalha, aí então se afastam e tornam-se reticentes. Ela não entende o motivo de tamanha mudança de comportamento e muitas vezes eu não acreditava que alguém pudesse ser tão cega para ver que estava entrando em uma situação perigosa e perturbadora.

É fato que estamos tão no escuro quanto a protagonista, mas eu agiria de maneira bem diferente e não teria demorado tanto para questionar. Algumas vezes Eliza me tirou do sério com sua passividade, eu não sabia se ela era inocente demais ou estava vivendo um estado de negação. Contudo eu gostei da moça e admirei demais seus caráter perseverante e destemido. Ela começa de maneira simplória, humilde e  ingênua, mas podem esperar por uma transformação gradativa e de bom gosto. A Eliza das ultimas páginas é uma mulher de fibra, sem nenhum resquício da jovem sem rumo que se apresentou para nós.

A história é muito instigante e sombria. O fator curiosidade faz com que você vire uma página atrás da outra e li facilmente o livro em menos de um dia. A narrativa do autor é bem construída, envolvente e acolhedora. O vocabulário é rico e não pude deixar de notar certa semelhança com antigas histórias de fantasmas que li ambientadas na nebulosa e bucólica Inglaterra. Não sei se você já leram o fabuloso livro de Henry James, Os Inocentes/A Outra Volta do Parafuso, mas A Casa Assombrada me fez lembrar desta obra que amo demais.

Não chega a ser terror puro e ainda assim em alguns momentos eu fiquei assustada. Há um grande sentimento de angústia e melancolia no ar que envolve o leitor e nos deixa com o coração apertado. É impossível não sentir uma dor no coração ao conhecer as crianças Westerley. Isabella e Eustace são controversos e maduros demais para a pouca idade que têm - maturidade combinada com infantilidade –,  são singulares e você sente a necessidade de protegê-los. É exatamente assim que Eliza se sente e por conta disso acaba afundando mais e mais na tragédia da qual fazem parte.

Quando a verdade sobre Gaudlin Hall é revelada a pobre moça se vê com poucas opções: fugir, se entregar ou lutar. O autor nos reserva neste momento um elemento surpresa, que se torna essencial na tomada de decisão de Eliza e nos conduz para o desfecho que definirá o destino de todos. Eu nunca consigo adivinhar os finais destas histórias e embora em sua grande maioria não sejam felizes, eu sempre fico torcendo pelo melhor. Eu amei e preciso de todos os livros de Boyne já. Recomendo para leitores de todas as idades.  


2leep.com

21 comentários:

  1. Do autor eu só li O menino do pijama listrado, mas tebho curiosidade com outras obras. Sobre esse, fiquei curiosa quando saiu o lançamento, mas depois passou e acabei deixando pra lá.

    Beeijo
    Resenhando Sonhos

    ResponderExcluir
  2. apesar de ter muita vontade ainda não consegui ler nada do autor! gostaria muito de me envolver em seu universo magicamente criado e me encantar com seus personagens, prometo que para esse ano tentarei encaixar algum livro dele nas leituras
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, Cida.
    Eu quase comprei esse livro para ler no desafio que eu estava participando o ano passado, mas acabei desistindo por causa do valor ser bem alto. mas é um livro que tenho muito interesse em ler, principalmente por causa do autor que O Menino do Pijama Listrado é um dos meu livros favoritos. Gostei de saber que a protagonista amadurece ao longo da história, é legal acompanhar isso nos personagens.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida!!! Preciso sair da minha zona de conforto e nada melhor do que um terror pra isso, já que sou mega medrosa rsrsrsrs e apesar do tema não ser inédito é sempre válido quando o autor consegue escrever nos envolver numa história!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cida!

    Adorei a capa deste livro, assim como a sinopse. Depois de ler sua resenha, constatei que vou adorar "A Casa Assombrada", mesmo que a protagonista seja muito inocente às vezes. Parece ser um ótimo livro, repleto de mistérios e bem escrito. Quero para ontem! Além disso, fiquei curiosa para ler o do Henry James também. Vou procurar por ambos.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa! Leia ambos, são muito legais. Depois me conta se gostou.

      Excluir
  6. Oi Cida,
    Ainda não li nada do autor, mas adoro as resenhas de seus livros.
    Gostei bastante da proposta desse.

    tenha uma ótima quarta.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida, sua linda, tudo bem
    Eu amo esse autor, eu li o menino do pijama listrado, ele conseguiu escrever a história sob o ponto de vista do menino, que não sabia de nada, isso atenuou o nosso sofrimento, mas no fim não teve jeito, acabou comigo. Desde, então, quero ler mais livros deles e não conhecia esse. Cida, nunca li nenhum livro de casa mal assombrada, mas já vi vários filmes e adoro!! E se tem crianças na história, então, já me ganhou com certeza. Eu fiquei torcendo para essa crianças não terem mãe, e ela se envolver com o pai delas e eles se tornarem uma família. Mas já vi que não será bem assim, risos... Adorei sua resenha, vou procurar o livro apra comprar.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não é um terrorzão, mas é lindinho pelo jeito.
    Adorei!!!!
    Quero ler!! Quero muito!!!!
    Amei a resenhona!!!

    Bjks

    Lelê

    ResponderExcluir
  9. Cara eu tô cada vez mais com vontade de ler algo desse gênero!

    Fico me prendendo somente a romances e acabo perdendo estória boas como essa.
    Vou conferir, com certeza.

    Beijos


    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida tudo bom?
    Olha e eu achava que o Boyne só escrevia livro de guerra e triste me surpreendi viu? Eu quero conhecer esse outro dele, vou começar por esse livro


    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Parece um ótimo suspense/terror, e a capa também chama muito a atenção. Do autor só li o Menino do pijama listrado e adorei. Que bom que ele escreve vários estilos.

    Beijos,
    http://www.gemeasescritoras.com/

    ResponderExcluir
  12. Eu teria medo de ler esse livro, sou muito medrosa. Hahahaha
    Mil beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Deu pra notar em sua resenha o carinho que você teve ao escreve-la, que bom que gostou tanto do livro. Ainda não li nada do autor, mas se eu for começar vai ser por esse com certeza. Ótima dica!
    Beijos
    Instante Efêmero | Instagram

    ResponderExcluir
  14. John Boyne sendo o John Boyne! Esse livro parece ser arrebatador e intrigante! Estou louca para ler!
    ótima resenha!
    Beijos,
    Luana Agra - Sector 12 - http://sector-12.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá! Nunca li nada do autor, mas sou bem curiosa para ler O menino do Pijama Listrado, mas no momento estou fugindo de histórias tristes.
    Confesso que essa da casa mal assombrada não faz muito meu gênero, mas ultimamente estou me aventurando em leituras novas então talvez dê uma chance para ele *_*
    Adorei a resenha <3

    Beijos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Ooi! Vou ser bem honesta com você: Já havia lido outras resenhas desse livro mas nunca uma que me despertasse curiosidade. Gosto bastante de história de fantasmas e etc mas achei que essa era bem mais infantil e sem graça, acho que estava muito errada. Também gostei da sua referencia, apesar de não conhecer o livro citado vou procurar saber sobre ele.
    Beijos
    SIL ~ Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  17. Cida!
    Jáli um outro livro do autor e gostei muito.
    Aqui já fiquei curiosa por descobrir o segredo que ronda a casa...
    Gosto dessas histórias de fantasmas e quero saber em que enrascada a protagonista se meteu indo tomar conta das duas crianças...
    “Existe apenas um bem, o saber, e apenas um mal, a ignorância.” (Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  18. Oi Cida, tudo bem?
    Eu ganhei esse livro do meu professor e estou bem curiosa para ler. Que bom que gostou, essa é a primeira resenha que leio.
    Ótima resenha.

    Beijos
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  19. Oi Cida!!

    Socorro, adorei a resenha e preciso urgentemente ler este livro! Amoooo histórias de mistério, com espiritos e tudo o mais, me cativam muito e não tenho medo também, só curiosidade hahaha. Não parece ser muito assustador, mas não vejo a hora de pegar o livro. Foi a primeira resenha que li e já me encantou, pois também não li nada do autor ainda e preciso iniciar de alguma forma né? Ótima dica!

    Beijos
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oiiii!!! Que resenha eh essa Jesus! Amo histórias de terror! Eu qro ler pra ontem!! Bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!