[Resenha] Se Eu Morrer

Se Eu Morrer
Título Original: If I Should Die (Revenants #3)
Autor(a): Amy Plum
Editora: Farol Literário         Páginas: 512
Lançamento: 2015               ISBN: 9788582770573
se eu morrer ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Depois de um longo tempo de espera para se encontrarem, Kate e Vincent veem desmoronar a perspectiva de enfim ficarem juntos. Ao serem traídos por alguém em quem achavam que podiam confiar, Kate perde Vincent. Agora o inimigo está determinado a controlar os imortais da França e até a iniciar uma guerra para conseguir o que quer. Mas Kate não desiste, ela sabe que Vincent está em algum lugar e fará qualquer coisa para salvá-lo.
Tudo em nome do amor.


Se Eu Morrer veio para concluir a Trilogia Revenants, de Amy Plum, publicada no Brasil pela Farol Literário. Os volumes anteriores já foram resenhados aqui no blog, não deixem de conferir Morra Por Mim e Até Que Eu Morra.

O final do livro anterior foi de matar, ou quase isso ao menos, já que a autora fez o favor de partir nosso coração colocando a vida do protagonista Vincent na contagem regressiva para terminar. Simplesmente assim, depois de nos fazer ficar gamadas nele, deu a vitória para os vilões e Vince foi capturado.

E é exatamente daí que a trama é retomada, com todos tentando entender como vão poder viver sem aquele que tanto amam. O clima de derrota é palpável. Kate é quem mais sente, já que depois da morte dos pais, Vincent foi aquele que lhe devolveu a razão de viver. Ela o ama com toda sua alma, mesmo sabendo que é um revenant, um ser sobrenatural secular que morre para salvar vidas e depois retorna da mesma forma que era em sua primeira morte. Ele é isso, mas também seu amor. 

Kate está determinada a trazê-lo de volta, desafiando leis humanas e sobrenaturais. Enquanto busca conhecimento em antigas profecias para salvá-lo, vai também tomando parte na luta entre renevants dos bem e do mal, e indo mais fundo neste universo sobrenatural fascinante e assustador, mudando para sempre seu destino.

Esta série roubou meu coração desde seu lançamento, primeiro pelas capas maravilhosas, depois por ser ambientada em um local tão magnífico como Paris. Claro que há também uma mitologia sobrenatural das mais criativas e intrigantes e vários personagens cheios de carisma. Tudo aqui é banhado por uma luz e elegância únicas, por que cá entre nós, há muita classe nesta história. 

A mistura de todos estes ingredientes deu um excelente resultado e comecei a ler este terceiro livro com sentimentos controversos. Muito feliz – já que veria novamente tudo isso- , mas também com aquela pontinha de tristeza, um aperto no coração por dar adeus ao universo revenant.

E falando por partes, posso dizer que Paris continua tão bela quanto antes, mas agora deixou de lado o clima romântico para ser uma arena de luta e o berço de conhecimento antigo, com profecias, lugares secretos e pinturas sobre Vincent e sua estirpe. Tantos segredos foram revelados e muitas novidades surgiram.

Assim a mitologia, que já havia me fascinado anteriormente, conseguiu ficar ainda mais interessante e complexa, não perde pontos nunca e a autora está de parabéns por ter apresentado tanto e de maneira bem convincente. E mais ainda, por ter inserido algo mais do que surpreendente no último livro sem soar desconexo, a sintonia desde o primeiro foi perfeita. Achei muito legal amarrar a história dos revenants com a própria História da humanidade, deixando tudo mais crível.

O foco em em salvar Vincent inicia este terceiro volume, mas logo o objetivo maior torna-se vencer uma guerra. A preparação foi delicada e o desfecho cheio de emoção, preparem-se para perdas significativas e uma nova era para todos.

A  narrativa em primeira pessoa,  na voz de Kate, é fluida e rica em detalhes, contudo, diferente dos livros anteriores (mais abrangentes em relação à todos os personagens), desta vez ficou mais restrita a protagonista. Eu senti falta de mais dos outros, Kate mesmo sendo a mocinha, não é a pessoa que mais me empolga, sempre gostei mais do do curandeiro Bran e dos revenants, especialmente de Vincent e ♥ Jules ♥.

E aqui registro minha única ressalva em relação ao desfecho da trilogia, precisava ter mais Vincent, embora Kate tenha se tornado o centro de tudo, ele foi essencial para isso e não poderia ter sido deixado em segundo plano. E Jules ficou sem um final. Como assim Amy Plum, deixar meu gatinho sedutor esquecido? 

Eu dei uma pesquisada e vi que há o conto Die Once More (Revenants #3.5), que traz o desfecho de Jules, mas quando fechei Se Eu Morrer não sabia disso e fiquei maluca querendo saber o que tinha acontecido com ele. Na verdade, descobri dois contos com ele, o outro Die for Her (Revenants #2.5), antecede o fim da trilogia e trata dos dilemas de Jules para lidar com o amor que sente pela namorada de melhor amigo.

Em suma, apesar deste detalhe, a Trilogia Revenants vai deixar saudades, foi pura emoção desde o primeiro livro. Há aqui uma história de amor terna, batalhas clássicas e cheias de charme e muitos laços de amor e amizade, mostrando que a união faz a força. Amy Plum com seu texto extremamente elegante e envolvente ganhou lugar cativo na minha estante.

Viramos uma esquina, e o rio Sena aparece. Ao vê-lo meu coração se tranquliza, como sempre acontece quando o vejo. Para mim, é uma flâmula azul de continuidade, simbolizando o fluxo interminável do tempo em uma cidade atemporal.



  


2leep.com

15 comentários:

  1. Oi Cida...
    Não compreendo muito quando você fala de Jules e da protagonista, pois não li a série, mas até entendo porque sentiu falta de algo, e acho que todas as explicações e conclusões devem ter ficando para este conto.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Cida, eu meio que torço o nariz pra série, tenho uma antipatia descabida! pra mim é uma capa bonitinha e só!
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie Cida =)

    Essa série pelo visto conquistou o seu coração de leitora heim rs...
    Ainda não li nenhum livro, mas as suas resenhas sempre me deixavam com aquela pontinha de curiosidade para conhecer melhor a história. E agora sabendo a existência dos contos e com ela finalizada vou poder conferir tudo de uma vez *-*

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida,
    Eu gostei bastante de “Morra Por Mim” então fiquei feliz em saber que a trilogia foi finalizada de forma satisfatória, agora e ler e conferir o que a autora reservou para Kate, Vincent e seus amigos.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. ainda nao tive a oportunidade de começar essa trilogia, ouvi varios comentarios positivos sobre ela e isso me deixa ainda mais c vontade de ler!
    fico feliz que tenha gostado do desfecho da obra!

    ResponderExcluir
  6. Cidaaaaaa! Quero muito ler a continuação! Parei no primeiro mesmo e gostei do que li, mas não consegui pegar o segundo ainda! Mas pretendo sim, a série me conquistou ^^

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  7. Eu já estou com saudade!!! O meu chegou praticamente ontem e eu já estou sofrendo!!

    Amei a resenha. Que pena que tem pouco Vincent e não tem final pro Jules.... Mesmo assim estou mega ansiosa pra saber o que aconteceu depois daquele final lacrador do segundo livro ♥

    Bjkssssss

    Lelê

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida, tudo bem?
    Eu li o primeiro livro desta trilogia e gostei muito.
    Li emprestado e fiquei com muita vontade de conferir os outros.
    Sua resenha me deixou ainda mais curiosa. Vou ficar a cata de uma boa promoção para comprar os três de uma vez.
    As capas são um arraso.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  9. Apesar de ser o último livro da saga, ainda não tinha ouvido falar deles.
    A estória é legal, não sei se eu leria, mas achei interessante em alguns aspectos.

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida!
    Eu li os dois primeiros volumes da série e gostei bastante, e também estou com o terceiro livro aqui para ler.
    Não sabia que existiam contos do Jules!! Agora eu quero ler também.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem sim Sora, eu descobri quando terminei este e quero muito ler.

      Excluir
  11. Oi Cida!

    Ansiosa para ler "Se eu morrer" e saber como vai ser mesmo desfecho para Kate e Vicent. Mesmo que Kate tenha sido o centro das atenções acredito que Vicent tenha merecido essa dedicação fervorosa. É muito amor. Curiosa amiga e agora mais ainda. Adoro suas resenhas.
    Bom final de semana
    Beijos
    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
  12. Cida!
    Realmente as capas são um show a parte nessa trilogia e estou bem triste porque não li ainda nenhum dos livros...
    Quero conhecer mais de perto todo esse amor entre Kate e Vincent...
    “A alegria evita mil males e prolonga a vida.”(William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  13. Ainda não tive a oportunidade de ler essa trilogia, mas ela está na minha lista de desejados desde que vi a primeira resenha sobre o primeiro livro. Adoro tema, as capas e por mais que tenha lido a sua resenha bem por cima para não pegar um spoiler sem querer, me deixou ainda mais animada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Já tinha visto as capas e gostado bastante delas, mas não lembro se já tinha lido alguma resenha, só sei que pela sua resenha amei e já estou encantada, preciso ler esse também!!!
    Aiiii onde vou conseguir dindim pra comprar tudo que quero ler??? kkkkkk
    bjs

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!