[Resenha] Corações de Alcachofra

Corações de Alcachofra
Título Original: Artichoke Hearts (Mira Levenson #1)
Autor(a): Sita Brahmachari
Editora: Galera Júnior          Páginas: 320
Lançamento: 2015               ISBN: 9788501097910
Capa_02 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||


Mira Levenson tem 12 anos e raros momentos de tédio. Mas não imaginava que seria obrigada a lidar com um sentimento totalmente novo e possivelmente o mais difícil de sua vida em meio a todo esse turbilhão: sua avó, Josie, uma excêntrica e animada pintora, está com câncer, e pretende encarar a última fase da vida como sempre encarou tudo, de cabeça erguida e com bom humor. Enquanto tenta lidar com o que está por vir (com a ajuda de seu presente de aniversário, um diário), Mira vai descobrindo que não é a única com segredos e, aos poucos, compreende que, assim como um coração de alcachofra, nosso próprio coração sempre tenta proteger a parte mais preciosa.

Corações de Alcachofra, de Sita Brahmachari, publicado no Brasil pela Editora Galera Record, selo Júnior, nos apresenta uma história que transborda sentimentos desde as primeiras páginas e consegue nos comover com delicadeza e sensibilidade.

Mira Levenson é uma menina tímida e com apenas uma amiga, Millie, que todas as manhãs passa em sua casa para juntas irem à escola, a última empreitada das garotas é o Clube de Literatura, um curso de escrita com a escritora Pat Print que incentiva crianças a desenvolver a arte de escrever, é uma oficina que pode certamente revelar futuros escritores. Durante aquelas horas de aula, Mira não só aprende a expor seus sentimentos no papel, mas pela primeira vez na vida ri em alto e bom som, se despe de sua timidez e coloca em palavras suas ideias, além disso faz novos amigos e descobre seu primeiro amor, o sorridente e amistoso Jidé Jackson, um refugiado de Ruanda que teve a chance de refazer sua vida em outro país.

Podemos dizer que tudo estava seguindo maravilhosamente bem na vida de Mira, mas a verdade é que o Clube de Literatura era um refúgio, um pequeno alívio no turbilhão de emoções que tomava conta da vida da garota, afinal a avó dela estava morrendo de câncer. Josie sempre foi a pessoa que mais incentivou a neta, ambas dividiam o amor pela arte da pintura e nos momentos finais de vida convidou Mira para ajudar-lhe no seu projeto mais ousado, a pintura do próprio caixão.

Surpreendente não? Eu confesso que logo que soube do projeto de Josie fiquei de queixo caído, mas na verdade há todo um significado por trás deste ato, assim como cada decisão que ela toma assim que descobre sobre sua doença, esta mulher é incrível e sempre esteve à frente de seu tempo, assim na hora de partir não poderia ser diferente, organizou uma maneira de despedir –se de todos os entes queridos e deixar com cada um sua mensagem, de forma a continuar guiando-os. Para a neta Mira, além destes conselhos, deixou-lhe um pingente no formato de uma alcachofra, feito para lembrar como no decorrer dos anos lidamos com perdas e vamos protegendo nosso coração da dor e da desilusão.

Embora Josie roube a cena, é Mira a protagonista, e ela consegue cativar o leitor com facilidade, sua doçura e fragilidade aparente me tocaram prontamente, e digo aparente pois no decorrer da leitura vi que ela era muito mais forte do que parecia. Mira é um retrato da menina que está deixando a infância e entrando na adolescência, aprendendo a lidar com a perda da pessoa mais importante de sua vida ao mesmo tempo que encara sua primeira menstruação e o primeiro amor. Que menina nunca passou por isso? Eu lembro bem como  fiquei desesperada com minha primeira espinha – mais que você Mira –, e como senti as borboletas no estômago ao me encantar por um garoto bonito na escola. É algo que nos faz lembrar de momentos importantes da vida, e se você é um leitor na idade da protagonista, vai se pegar compartilhando das mesmas emoções e tendo muita empatia com a personagem.

Sita Brahmachari nos presentou com personagens que esbanjam carisma, Josie, Mira, Millie, Jidé e tantos outros, além disso ressalta o valor da amizade e família em cada linha de sua história. Os Levenson são um exemplo de união e dedicação e a forma respeitosa com a qual mantinham sus relações foi a cereja do bolo da obra, afinal respeito é fundamental em nossas vidas, pelos mais velho então nem se fala, deve ser cultivado e inserido na educação de todos.

A narrativa sensível em primeira pessoa, na voz de Mira, é intimista e reveladora, flui bem e prende fácil pela ligação que permite com a personagem, além disso a linguagem da obra é rica e elaborada, outro ponto positivo para o leitor jovem a qual é direcionada, permitindo um enriquecimento do vocabulário, eu gosto disso, afinal leio desde cedo e incentivo que este hábito venha desde a infância. Cultive seu pequeno leitor com obras preciosas.

Eu sorri sem nem me dar conta com o desabrochar de Mira nas aulas de Pat Print e com seus primeiros passos errantes e inocentes no namorico com Jidé, chorei também em cada momento final com a avó, mesmo com toda a preparação para o que estava por vir é impossível não sentir a dor da perda. Ela pedia para Seiláquem, Seiláoquê lhe ajudar, mas nem sempre milagres são possíveis.

Corações de Alcachofra não é um livro sobre perdas e morte, embora aborde estes temas, é sobre crescer a amadurecer, lidar com os limões que a vida nos dá e fazer uma gostosa limonada, Mira Levenson começa pequeninha e termina grande, não em tamanho, mas como pessoa, não pensem que idade determina experiência e sabedoria, ela em apenas poucos meses de sua vida viu tudo mudar e teve que aprender a tirar o melhor disso. Inteligente e observadora, nos faz pensar sobre nós mesmo, lembrando o quanto é importante estar perto de quem amamos, dividindo, somando, multiplicando e subtraindo os bons e maus momentos, o importante é amar e ser amado. Eu adorei este livro.

2leep.com

28 comentários:

  1. Apesar de ser um livro juvenil ele agrada a todas as idades e com certeza é um livro que te passa boas mensagens e merece ser lido.

    ResponderExcluir
  2. me parece interessante, ousado como você disse e deu aquela pitada de curiosidade que faltava
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida!
    Só o título do livro já me deixou curiosa... Gostei da sua resenha, parece ser um livro com uma linda mensagem.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Tenho certeza que vou amar este livro tanto quanto você, Cida!
    Eu tô louca pra conhecer a Mira, parece ser mesmo uma ótima personagem e amo quando se mostra que mesmo com pouca idade ainda se pode ser uma pessoa madura.
    Só não tô preparada pra esse toque triste da história, mesmo assim não vejo a hora de ler!
    Amei a resenha! Um abraço!!

    ResponderExcluir
  5. Nossa que história liinda. Tenho certeza de que também vou gostar do livro. Amo histórias tristes e que fazem chorar.

    A capa também é muito linda e o título do livro muito criativo.

    ^^

    ResponderExcluir
  6. Gosto de livros em que podemos ver o amadurecimento dos personagens e também desses temas relacionados com perdas. Sempre temos o que aprender!

    Beijos,
    Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  7. Oi, Cida <3
    Amei sua resenha, como de costume. Me senti envolvida com a história mesmo tê-la lido, e com certeza a leria. Não conhecia a obra, mas fiquei tocada com sua resenha, parabéns <3

    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Oi, Cida!
    Este livro parece ser adorável. Não o conhecia, mas fiquei super interessado em lê-lo. Acredito que iria amar a leitura. A premissa é interessante. Fico feliz que tenha gostado. Espero poder ler em breve e me encantar assim como você.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  9. Eu já queria ler o livro só por causa do título, rsrs. Acho demais o título deste livro!!!

    Agora com essa resenha né meu bem... Vai pra lista já!!!!!

    Amei demais!!!!!!!!!

    Bjks

    Lelê

    ResponderExcluir
  10. Hello!
    Que capa mais fofo desse livro, adoro esse tipo de arte!
    Apesar do livro ser juvenil, eu até gostei da estória pelo jeito que li a resenha.
    Essa relação de neta e avó é mto emocionante e ter a morte ali do lado faz a gente ver mta coisa e se senti diferente.
    Essa descoberta do primeiro amor tb é legal de ler e como ela está amadurecendo com tudo acontecendo a sua volta.
    Gostei da dica e sua resenha me animou a ler o livro com certeza.
    Bjus

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo joia?
    Amei a capa, ficou muito linda *--*, eu ainda não conhecia a obra, mas fiquei bem curiosa em ler agora *--*

    Beijos
    http://intoxicadosporlivros.blogspot.com.br/2015/06/novidade-o-outro-lado-da-memoria-e-por.html

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Pelo título do livro eu nunca imaginaria que seria um livro tão fofo e com uma mensagem tão bonita, gostei bastante e apesar de ser um livro um pouco mais jovem eu leria sim se tivesse mais tempo.

    luadeneon.com

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Não conhecia esse livro ainda, mas achei a capa uma fofura! Apesar de estar no catálogo Jr. eu leria para sair de ressaca literária por exemplo, livros assim são ótimos! Esse laço entre avó e neta é muito emocionante! Acho que iria me identificar com a leitura! Gostei da sua resenha. Dica anotada para as minhas alunas.

    Beijos
    www.estantedarob.com.br

    ResponderExcluir
  14. Cida, que lindeza de livro! Ainda não conhecia, mas fiquei encantada após ler sua resenha. Deve ser uma leitura bem tocante e encantadora. Gostei de Josie e Mira, ambas me cativaram desde já, especialmente pela relação entre elas, pelo clube de literatura e as experiências que a protagonista vivenciou.
    Já está na lista! Amei a dica. :)

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Que livro fofo, a capa é muito amor. Gostei do enredo, ela se descobrir como escritora, consegui trabalhar as emoções num ambiente criativo. Nossa, tudo tão fofo. É a primeira resenha que vejo do livro apreciei deveras.
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Essa capa é linda e esse livro também. Bom, pelo menos é a impressão de estou tendo de acordo com as resenhas que já li. Bom ver que ele toca em temas pesados mas que não foca na parte do sofrimento e sim do crescimento. Leitura imperdível e que eu quero fazer!

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia o livro e me encantei pela história através da sua resenha. Parece ser um livro incrível, que te faz refletir bastante. Achei fofa a capa e o nome interessante, rs. Já vou colocar na listinha de leitura :D

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  18. Oláá
    Poxa, adorei sua resenha, só li resenhas elogiando e estou louca para finalmente ler esse livro que parece ser tão adorável, a capa está linda e o enrendo encantador.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu não sei se seria um livro que eu leria, mas a capa chamou minha atenção pelos detalhes.
    Realmente, é de deixar o queixo caído. HAHAHAHA. Mas sua resenha me deixou curiosa para ler o livro. Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Gosto muito do enredo desse livro, mas sua resenha me fez amá-lo de vez! Eu preciso lê-lo!
    Parece tocante e leve ao mesmo tempo, apesar do peso de um personagem com uma doença como o câncer.
    A capa também está muito bonita!
    Adorei!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  21. Olá! O título desse livro me deixou curiosa desde o lançamento, mas não sabia do que se tratava. Adorei sua resenha, me fez colocar como prioridade o livro na minha lista hahaha
    Beijos!
    http://www.livrosajaneladaimaginacao.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olha eu aqui de novo. É, essa madrugada é o dia de pesquisar novas obras pra eu ler, e claro que quando vejo resenha sua no skoob, corro para saber o que você achou, e a sua opinião sobre o livro me animou muito! Eba, espero ler em breve. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  23. nao gosto de historias narradas por "crianças" mas mexeu com idosas e cancer e eu ja quero ler kkk adorei tua resenha
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Cida!
    Livros que trazem ensinamentos são sempre bons de serem lidos e no caso, me parece que há um amadurecimento da protagonista e isso é importante.
    Muito bom mesmo.
    “A sabedoria começa na reflexão.”(Sócrates)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  25. Estar com câncer encarar isto sem perder o bom humor é bem raro. Gostei muito da premissa do livro!!! Sua resenha está ótima.
    Abraços, www.likelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Oi Cida, tudo bem?

    Essa é a segunda resenha que eu leio deste livro. Eu já tinha me interessado por este livro, mas agora eu consegui perceber muito mais coisas sobre Corações de Alcachofra e vi o quanto o livro é mais profundo do que eu imaginei.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Nossa pelo nome não dava nada pelo livro... aff sou dessas, mas lendo a sua resenha, consegui me encantar e imaginar a minha filha lendo... ela tem exatamente 12 anos e está com todas essas neuras, meninos, menstruação e espinhas... Gostei de saber que o livro traz reflexão com o respeito familiar e a importância da família... gostei de saber dos ensinamentos e do crescimento que a protagonista traz. Eu tive a perda da minha vó e me doeu muito, fora que fui tudo muito rápido, minha filha não sentiu tanto porque não tinha muita convivência. Mas ela sentiu o clima pesado em que ficamos aqui em Sampa, enfim... a vida as vezes é complicado e muitas vezes o amadurecimento vem precoce. Com certeza é um livro que eu acho obrigatório da criançada ler... xero!

    ResponderExcluir
  28. Oi,
    Ainda não conhecia o livro, logo que vi pensei que seria mais uma história simples, sem muitas emoções, ao longo de sua resenha fui me surpreendendo, inclusive na parte da pintura do caixão, um tanto diferente, depois imaginei que seria uma leitura de perdas e morte e lá vem você novamente com a surpresa, que nossa protagonista vai amadurecendo, que na verdade mostra a trajetória diante do fato que mesmo previsível nos levam a lágrimas, essa frase que você mencionou sobre limão é algo que sempre ouvi de todos e sempre que encontro em um livro algo semelhante acabo me conversando de tão boa a leitura é, pois ela trás algo a mais.
    Capa lindinha por sinal, adoro o trabalho que a editora faz com suas obras.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos
    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!